Sete Chacras Sagrados – abertura…

Imagem relacionada

“A meditação nada mais é do que a retirada de todas as barreiras, pensamentos, emoções, sentimentos, tudo o que constrói um muro entre você e a existência, no momento em que deixar de lado de repente você se encontrará em sintonia com o todo, não só na sintonia, você realmente acha que você é o todo”. ~Osho~

“Lembre-se que você não medita para obter alguma coisa mas para livrar-se das coisas, nós o fazemos não com desejo mas com desapego, se você quer alguma coisa você não vai encontrar, você não será capaz de encontrar, mas quando o seu coração estiver pronto, a paz virá procurar por você”. ~Ajahn Chah~

Resultado de imagem para sete chacras sagrados

Os sete chacras são um enigma para muitas pessoas, mas quanto mais conscientes nos tornamos de como a energia se move através de nosso corpo mais descobrimos o que é saudável, superior, infinito e incondicional dentro de nós, quanto mais meditamos sobre esse tipo de energia mais permitimos que a nossa frequência pessoal ressoe com a orquestra maior do Cosmos e quanto mais nós permitimos que nossa frequência entre em ressonância, mais equilíbrio e saúde vamos experimentar em nossas vidas.

Imagem relacionada

Abrindo o chacra da terra

“A vida se encolhe ou se expande conforme a sua coragem”. -Anais Nin

Este chacra também é conhecido como o chacra raiz, ligado a sobrevivência e é bloqueado pelo medo, para abrir este chacra é preciso ser capaz de se libertar do medo para que ele passe pela transformação alquímica da coragem, o chacra terra não apenas nos aterra fisicamente mas também nos fundamenta temporalmente mantendo-nos no momento presente, aqueles com o chacra terrestre aberto tendem a ser mais saudáveis e equilibrados, tendem a ser menos receosos e mais centrados, aqueles com o chacra terrestre fechado são muitas vezes desequilibrados e desconectados e tendem a ficar com medo e falta de foco.

Para abrir o chacra raiz concentre a meditação sobre a base de sua espinha, imagine uma energia vermelha brilhante se movendo para baixo na sua coluna vertebral e ramificando-se na terra como as raízes de uma árvore, visualize-se recebendo a recompensa da energia primordial da Terra, aprecie a mais antiga das conexões, abrace seu medo, deixe ir o seu medo, respire o ar sagrado da sobrevivência.

Abrindo o chacra da água

“Por que você fica na prisão quando a porta está aberta?”. ~Rumi~

Este chacra também é conhecido como o chacra sacral, ligado ao prazer e é bloqueado pela culpa, para abrir este chacra é preciso ser capaz de liberar toda a culpa, temos de ser capazes de perdoar nossas transgressões passadas a fim de mergulharmos totalmente nos muitos prazeres inigualáveis da vida, aqueles com o chacra da água aberto tendem a ser cheios de admiração e reverência por sua conexão com o grande Cosmos, tendem a ser mais adaptáveis, felizes e são capazes de seguir no fluxo da vida, aqueles com o chacra da água fechado são muitas vezes confusos e desorientados sobre o seu lugar no mundo e tendem a sofrer de deficiências imunológicas.

O chacra da água é bastante fácil de transformar uma vez que responde ao emocional e a auto expressão criativa, a Lua é um símbolo muito poderoso para este chacra uma vez que controla o movimento das “marés” de nossas águas interiores, imagine seus “fluidos” psicofisiológicos fluindo para o Cosmos como rios fluindo para um poderoso Oceano, visualize movendo-se com a “maré” no ritmo natural do seu corpo em equilíbrio com as grande ondas cósmicas do Universo, deixe de lado a sua culpa, sinta o processo sagrado do prazer, respire.

Abrindo o chacra do fogo

“Não pode haver nenhuma transformação no mundo exterior a menos que haja transformação no interior, é nossa responsabilidade provocar uma transformação radical dentro de nós mesmos”. ~Krishnamurti~

Este chacra também é conhecido como o chacra umbilical, ligado à força de vontade e é bloqueado pela vergonha, temos de ser capazes de abrir mão de desilusões e decepções passadas ou melhor ainda, transformá-las em degraus na direção da consciência superior, devemos abraçar nossas inseguranças e as nossas dúvidas, dançando com algo que vale a pena, dance com o fogo, se ele nos queimar transformando-nos em cinzas então vamos subir como uma Fênix, a vida é muito curta para vivermos com a nossa autenticidade em segundo plano, aqueles com o chacra do fogo aberto tendem a levar suas vidas com dinamismo, poder e autoridade, aqueles com o chacra do fogo fechado tendem a se sentir indignos e têm uma baixa autoestima.

Para abrir o chacra do fogo concentre a meditação sobre o plexo solar, imagine uma luz amarela brilhante girando lá como o Sol brilhando, imagine você tomando banho com esta luz de cura, queimando a vergonha e substituindo-a pela vontade de um poder saudável, observe como você se sente com o poder benevolente do Universo abençoando sua autoestima e uma confiança que envolve o mundo como só você pode fazer, deixe de lado a sua vergonha, abrace a sua força de vontade, respire.

Abrindo o chacra do ar

“À medida que deixamos nossa própria luz brilhar inconscientemente damos às outras pessoas o direito de fazer o mesmo e conforme nos libertamos do nosso medo, nossa presença automaticamente liberta os outros”. ~Marianne Williamson~

Este chacra também é conhecido como o chacra cardíaco, ligado ao amor e é bloqueado pela dor, temos de ser capazes de liberar a nossa tristeza e perda para o ego libertar a nossa alma, devemos deixar a dor da perda fluir como a água conduzindo suavemente o pato de volta a margem, aprender a amar é aprender a deixar o amor ir com os outros, amar é aprender a deixar ir a penhora do ego de amar, este é o segredo para alcançar a felicidade, aqueles com o chacra do ar aberto tendem a ser preenchidos com amor incondicional por si e pelos outros, o que os budistas chamam de Mahakaruna “a grande compaixão”, aqueles com o chacra do ar fechado tendem a experimentar má circulação no nível físico, falta de empatia no nível emocional e falta de devoção no nível espiritual, têm dificuldades em amar a si mesmos, são paranoicos e com medo de amar os outros.

Para abrir o chacra do ar concentre a meditação no seu coração, imagine uma luz verde brilhante girando lá e emanando oxigênio vibrante que conecta você a todas as coisas, sinta essa força revigorando, vivificando e revitalizando-o, imagine que esta conexão nutre sua alma curando o seu coração e sua pele, o toque é importante para este chacra por isso “sinta” o Cosmos pressionando a sua pele, “sinta” a sua pele absorvendo o Cosmos, circule como a grande circulação de energias, deixe de lado o seu sofrimento, permita que o amor lave você e transforme-o em um ser digno de amor e luz, respire.

Abrindo o chacra do som

“A mística não é como o mundo é, mas o que ele é”. ~Ludwig Wittgenstein~

Este chacra também é conhecido como o chacra laríngeo, lida com a verdade e é bloqueado pelas mentiras, a honestidade é muito importante para este chacra, é essencial sermos impecáveis com nossa palavra, temos de ser capazes de nos libertar de tudo o que pode estar em negação aceitando quem realmente somos, aqueles com o chacra do som aberto tendem a ser capazes de dizer claramente o que querem dizer, seu discurso é edificante e sábio comunicando claramente a sua intenção, aqueles com o chacra do som fechado tendem a experimentar falta de comunicação no nível físico, dependência no nível emocional, pensamentos obscuros no nível mental e insegurança no nível espiritual.

Para abrir o chacra do som concentre a meditação na sua garganta, visualize um Sol azul subindo do seu plexo solar e movendo-se para a sua garganta, imagine-o lavando suas cordas vocais e fortalecendo a expressão divina, deixe o Sopro Divino ativar seus órgãos vocais, permita que a sua voz luminosa ressoe no éter sagrado, deixe de lado as mentiras que você está dizendo a si mesmo, abrace a verdade, respire.

Abrindo o chacra da luz

“Nosso medo mais profundo não é o de sermos inadequados, nosso medo mais profundo é que somos poderosos além da medida”. ~Marianne Williamson~

Este chacra também é conhecido como o chacra do terceiro olho, ligado ao discernimento e é bloqueado pela ilusão, a ilusão da separação é a maior das ilusões, é essencial nós entendermos isso e ultrapassarmos a ilusão para nos conectarmos com o nosso EU e com as maiores frequências cósmicas, a maioria das pessoas não são capazes de abrir este chacra, aqueles com o chacra da luz aberto tendem a ver a si mesmos e aos outros como seres interligados espiritualmente, têm uma grande intuição, um forte senso de identidade e capacidade de autorreflexão, aqueles com o chacra da luz fechado tendem a ter falta de imaginação e intuição fraca, resultando em tomada de decisão pobre e auto enganos.

Para abrir o chacra da luz concentre a meditação na testa, imagine uma bola luminosa de energia azul escura quente saindo de sua glândula pituitária e girando lentamente no centro da sua testa, visualize-a disparando faixas poderosas de luz para baixo nos seus chacras inferiores, preenchendo todo o seu ser com a luz divina, imagine a abertura do seu terceiro olho e os aspectos que refletem do Universo dos quais você não estava ciente antes, deixe de lado todas as suas ilusões, deixe a sua intuição guiá-lo, respire.

Abrindo o chacra da conexão divina

“Tudo é energia e isso é tudo o que existe, sintonize com a frequência que você deseja e inevitavelmente essa é a realidade que você terá, não tem como ser diferente, isso não é filosofia, é física”. ~Albert Einstein~

Este chacra também é conhecido como o chacra coronário, lida com a transcendência e a iluminação e é bloqueado pelo apego terrestre, precisamos ser capazes de abrir mão de todos os apegos especialmente de amor para abrirmos este chacra, isto é muito difícil de fazer por isso apenas uma pequena percentagem de pessoas são capazes de abrir este chacra, aqueles com o chacra da iluminação aberto tendem a experimentar a união divina e o amor cósmico, a sua frequência única está em sintonia com a grande orquestra cósmica, aqueles com o chacra da iluminação fechado tendem a ser niilistas e desconectados espiritualmente, duvidando de tudo o que sabem ser verdade.

Para abrir o chacra da iluminação concentre a meditação no topo da cabeça, o objetivo é a completa rendição e dissolução, um desapego profundo ao que você tem sobre o mundo físico, imagine um coroa infinita de energia violeta banhando o Cosmos como um poderoso manancial ligando-o a todas as coisas, sinta a poderosa piscina de energia de suas raízes passando pelas águas sagradas do sacral, aquecendo-se no fogo do plexo solar, respirando o sopro vital do coração, absorvendo a voz etérea da garganta, derramando através da dissolução do terceiro olho e derramando para cima e para fora na coroa da sua cabeça em um lótus de mil pétalas, sinta os limites do seu corpo, mente e alma se dissolvendo em todas as coisas, deixe de lado o apego terrestre, deixe de lado o amor, você agora é o próprio amor, respire. Fonte

@Gary ‘Z’ McGee
Origem: wakingtimes
Anúncios

Consciência da Terra…

247872c7a40b25fffaeaa4ca0d33cc22

Você pode já estar ciente de que existem diferentes níveis de consciência e que a consciência se desenvolve a partir dos níveis mais baixos para os mais elevados, você também pode saber da “consciência universal” que liga e afeta a todos nós, mas você sabe que os corpos planetários também têm consciência ? Antigas tradições em todo o mundo estão conscientes disso e é por isso que elas atribuem determinadas personalidades arquetípicas aos planetas, os restos disto ainda são encontrados na astrologia, eu gostaria de discutir a evolução da consciência do nosso planeta e o que isso significa para nós.

Propriedades da consciência…

Da mesma forma que a sua mão é uma mão e também uma parte do seu corpo, a consciência é composta de peças que estão ligadas ao todo, a consciência que se manifesta em seres individuais tem determinados objetivos e lições que ele precisa aprender, no entanto todas as consciências individuais estão conectadas, o objetivo deste complexo jogo é ajudar o Universo a aprender sobre si mesmo, vocês são como os olhos e ouvidos do Universo mostrando diferentes possibilidades e aspectos para que ele possa aprender e evoluir.

A Terra é um ser consciente…

A Terra como todos os planetas é um ser consciente, o primeiro objetivo de nossa Terra era usar a intenção consciente para formar minerais e transformá-los em pedras e cristais, os cristais são assim infundidos com determinadas perspectivas e expressões com que podemos nos conectar energeticamente, é quase como se a Terra nos deixasse fazer uma caçada de bilhões de drives USB de cristais pequenos que contêm mensagens energéticas como o amor ou a proteção para sermos capazes de “baixar/absorver”.

Então a terra se propôs a criar as condições necessárias para apoiar formas de vida cada vez mais complexas e diversas, levando a condições adequadas para apoiar a humanidade, desta forma a nossa consciência está ligada à Terra, tanto influenciando como se apoiando mutuamente.

A consciência da Terra está evoluindo

A consciência da Terra está evoluindo e está relacionada e influenciando nossa evolução consciente, duas características desta transição são chamadas “aceleração” do tempo e aumento da sincronicidade.

A aceleração…

Você já reparou como o tempo parece estar se acelerando ? Há um propósito para isto, fazer com que as consequências do nosso comportamento seja mais perceptível, imagine-se na idade média escrevendo uma carta para a família que mora longe, em sua carta você transmite uma notícia decepcionante que acabará por mudar a vida de sua família para sempre, pense em quanto tempo levaria para a carta alcançá-los e para que você possa ouvir de volta deles a experiência e as consequências da sua carta, agora avancemos rapidamente para o presente, na mesma situação a distância não tem o mesmo impacto, você pode conversar online em tempo real com pessoas praticamente em qualquer lugar e assim influenciar e afetar um ao outro através de grandes distâncias, este é apenas um exemplo, mas que se destina a ilustrar o significado diferente que o tempo possui hoje.

A aceleração do tempo em última análise nos mostra nosso efeito individual no todo maior, por exemplo, a notícia instantânea via internet tem permitido que muitos se tornem conscientes das consequências de coisas como o capitalismo sem controle, da destruição ambiental, com a capacidade de ver e sentir como as nossas decisões afetam o todo maior, optar por opções amigáveis ​​ambientalmente sustentáveis ​​quando possível.

Sincronicidade

Nós também veremos o aumento da sincronicidade nos ajudando a entender a conexão divina dos acontecimentos em nossas vidas, sincronicidade é a noção de coisas aparentemente não relacionadas se unindo de uma forma que tem grande significado, por exemplo, você já teve um pensamento talvez sobre algumas coisas acontecendo em sua vida, quando planejava fazer uma viagem ou um objetivo que você gostaria de alcançar para mais tarde naquele dia escutar completos estranhos discutindo a mesma coisa que você estava pensando e então talvez um programa de TV que você vê à noite discutindo a mesma coisa também ? Isto é sincronicidade e serve para demonstrar que estamos aqui por uma razão e que nada em nossa vida é sem sentido.

Estes elementos trabalham para aumentar nossa sensibilidade facilitando o acesso a consciência superior, não há nada acontecendo isolado, o que você faz para si mesmo você literalmente faz para todos, se você deixar isto guiá-lo pode ter certeza que vai evoluir com a Terra para estados mais elevados de consciência. Fonte

@Laura Jane
Origem: collective-evolution

Despertar da Kundalini…

Kundalini é o poder do desejo puro dentro de nós. A energia de nossa alma e de nossa consciência. A emanação do infinito, da energia cósmica que vibra dentro de cada ser humano. Como energia criativa,o Kundalini pode ser imaginada a uma serpente enroscada e adormecida na base da coluna e, que ao ser despertada, expande de forma extraordinária nossa consciência.A palavra sânscrita tem sido traduzida de várias maneiras, em geral por aqueles que não têm uma concepção real, seja ela qual for, da função que é a sua marca. Supõe-se que a raiz da palavra seja o verbo kund, que significa “queimar”. Este é o significado essencial, pois a kundalini é Fogo em seu sentido de abrasamento. Contudo, temos uma explicação adicional para a palavra no substantivo kunda, que significa orifício ou cavidade. Isso nos dá uma ideia do recipiente onde o Fogo arde. Mas há muito mais do que isso. Há também o substantivo kundala, que significa bobina espiral, anel. Temos aqui um noção do modo pelo qual o Fogo atua e se desenvolve. A palavra kundalini se originou de todos esses derivados, que atribuem uma feminilidade criativa ao Fogo, o Fogo Serpentino, como algumas vezes é chamado, o poder criativo feminino que está adormecido dentro de uma cavidade, dentro de um útero, despertando para o movimento rítmico da impetuosa subida e para a emissão de torrentes de fogo. Ela é uma palavra que significa o aspecto feminino da força criativa da evolução, força esta que jaz adormecida, em sua potencialidade específica e muito particular, como que em posição fetal em um útero, na base da espinha dorsal humana.

Na maneira ocidental de pensar, a kundalini é freqüentemente associada com a prática contemplativa ou religiosa que pode induzir ou alterar o nível de consciência, espontaneamente ou através da ioga, de drogas psicoestimuladoras ou, ainda, por experiências próximas à morte. A kundalini, segundo muitos, é uma metáfora para os movimentos ascendentes espiralados da energia espiritual e consciência, desde a base da coluna vertebral até o cérebro. A subida da kundalini ativaria os diversos chakras, enquanto sobe desde o mais inferior até o mais superior. Na literatura clássica da Hatha Ioga, a kundalini é descrita como uma serpente enrolada na base da espinha vertebral, que seria um grande reservatório de energia espiritual criativa (Shakti). As religiões do extremo Oriente falam de uma força mística chamada kundalini. Outros nomes teriam sido dados a essa força: elã vital, bioeletricidade, prana, espírito, orgone. A Kundalini é o suporte de nossas vidas; é Ela que faz tudo funcionar no corpo. Sem Kundalini, nós morreríamos. O que chamamos de “ativar/despertar a Kundalini” são, na verdade, provocar uma irradiação de energia maior do que a “normal”. Como é uma energia densa, pouco sutil, e irriga principalmente os centros sexuais, ela é normalmente usada para o sexo (a força-­motriz da espécie animal), mas nada impede que nós, pela VONTADE, direcionemos o grosso da Kundalini para outras funções, como religiosidade, carisma, oratória, esportes, etc. Por isso que algumas pessoas literalmente “transbordam” energia em algumas atividades, e se destacam por conta desse redirecionamento de “prioridades”.

O “perigo” da ativação da Kundalini é que essa dose extra de energia potencializa tanto seus pensamentos bons quanto seus pensamentos maus. E tudo o que pensamos, “Criamos”, de certa forma, e atraímos pra nós . Aconselha-­se, então, purificar (ou pelo menos “domar”) primeiro sua mente, e buscar ativar a Kundalini só depois. Há muitas maneiras de despertar a Kundalini. Ela pode ascender por meio de uma intensa devoção a Deus, pela repetição de um mantra ou pela prática de exercícios de Yoga. Em alguns casos, o aspirante pode até experimentar um despertar espontâneo (segundo  o guru indiano Muktananda, devido ao mérito acumulado com as sadhanas= ­ práticas espirituais ­ em vidas passadas).

LEIA MAIS;YOGA-PROF.HERMÓGENES
INSTITUTO HERMÓGENES
Yoga: Professor Hermógenes explica os benefícios desta terapia milenar

ENERGIA SHAKTI

Shakti é a manifestação da energia feminina, energia criativa do universo. É a personificação feminina de Deus, a Mãe Divina, representando os princípios ativos e dinâmicos do poder feminino. É a força energética de cada ser, de cada coisa da natureza. Acredita-­se que Shakti seja a força e a energia nas quais o universo é criado, preservado, destruído e recriado. Para o Tantra, o universo inteiro é uma manifestação de Shakti, da Mãe Divina, da energia feminina.

Kundalini é a potencialidade que todos nós temos e somos capazes de ser.

O despertar da energia Kundalini nos conscientiza de nossas capacidades criativas e torna possível a nós, seres humanos, com identidades finitas, a oportunidade de nos relacionarmos com nossas identidades infinitas. Isto ocorre quando o nosso sistema glandular é ativado junto ao nosso sistema nervoso e estes são combinados para criar um movimento ou fluxo no fluído espinhal, numa sensitividade nas terminações nervosas. Nestas condições, o cérebro recebe os sinais e os integra obtendo como resultado, uma forte percepção que se expande numa tremenda claridade. Pode-se perceber os efeitos e os impactos de uma ação antes dela acontecer e assim, adquirimos o poder da escolha de agir ou não. A consciência nos dá esta escolha e a escolha nos dá liberdade.Quando há um fluxo constante da Kundalini, é como se estivéssemos nos despertando de um longo cochilo. Deixamos de viver numa realidade imaginária e nos tornamos compromissados com nossos propósitos e metas, aproveitando muito mais os prazeres da vida.O nosso sistema foi construído para sustentar o despertar da energia Kundalini, resta-nos saber se estamos usando-a em toda extensão desta potencialidade.O fluxo da Kundalini é liberado a partir do Chakra do umbigo e sobe até o chakra da coroa, acima do topo da cabeça; daí, a energia começa a descer passando pelos chakras até a base de nossa coluna. Depois de alcançar o chakra raiz, ela volta para o centro do umbigo.A ascensão da energia é o caminho para a liberação. É chegar a percepção de que a realidade de Deus está dentro de cada um de nós. A ascensão da Kundalini é o desenroscar da consciência Divina, o testemunho da realidade do poder ilimitado que é a essência de nossas almas.

Post relacionados; sete-chacras-sagrados, abertura,  relação-dos-sons-corpo-humano-e-os-chacras

A ATIVAÇÃO DA ENERGIA DIVINA INTERIOR

Na base da coluna espinhal de todo ser humano está localizada uma fonte adormecida e poderosa de energia. Esta fonte é conhecida como Muladhara Chakra de onde partem três canais sutís conhecidos como Naadis que sobem pela coluna até atingir o cérebro. O Naadi do meio é conhecido como Sushumna onde em cada um de seus lados estão o Ida e o Pingala. Nos cinco outros centros de energia altamente concentrada, chamados Chakras, localizados ao longo da coluna, estes três Naadis se juntam e quando saem se dividem novamente em três canais à medida que sobem mais além.Incluindo o Muladhara, existem vários outros chakras onde uma energia muito poderosa se encontra adormecida e quando ativada em nós, desenvolve poderes extraordinários como Telepatia, Hipnotismo, Clarividência. Na realidade você pode conseguir um sucesso total em toda e qualquer área de sua vida.O processo de ativação desta energia pode ser muito complicado e difícil a menos que você consiga a ajuda de um Mestre que possui a sua própria Kundalini completamente ativada e que conheça todos os processos de ativação da Kundalini. A liberação, a fusão do indivíduo com o universo,pode ser considerada a experiência derradeira,por onde a energia cósmica se revela através de nosso corpo. De acordo com os princípios tântricos,tudo que existe no cosmos deve também existir no corpo humano. O propósito deste conhecimento é procurar pela verdade dentro de nós, para que possamos nos realizar completamente, desvendando a realidade básica do universo.

A palavra sânscrita Kundalini significa ‘serpentina’.A Kundalini serpentina é a energia feminina que existe em forma latente. Não só em todo ser humano mas também em cada átomo do universo. O que acontece é que esta energia no indivíduo, pode ficar adormecida por toda a sua vida. O objetivo da prática tântrica da Kundalini-yoga é despertar esta energia cósmica e unificá-la com Shiva, a Consciência Pura difundida em todo o universo.

A Kundalini estática, não manifesta é simbolizada por uma serpente enroscada em três voltas e meia, com sua calda na boca, espiralando em torno do eixo na base da coluna. Quando a Kundalini Shakti está pronta para se desdobrar, ela ascende para se unir a Shiva (Consciência Pura) na coroa da cabeça.A Respiração providencia os meios para uma simbiose entre as diferentes formas de vida e também entre existência e consciência.O Yoga tem a principal preocupação de direcionar esta força bio-motora rumo à expansão da consciência no organismo humano. É através da ciência da Respiração que os centros sutis do corpo são vitalizados.O Yoga desenvolveu técnicas sistemáticas de respiração regulando sua velocidade, profundidade e ritmo. Esses exercícios se chamam Pranayamas, ou domínio do Prana. Em circunstâncias normais, nossa respiração é muito irregular, sendo superficial e sem harmonia a inspiração e a expiração.Os princípios cósmicos movem-se com a corrente vital, que sai em direção descendente, para depois retornar. Este direcionamento ainda não a torna uma energia evoluída pois, a corrente ascendente se faz para que se tenha a ordem inversa da corrente descendente. Este preencher e esvaziar constante é o ritmo do próprio universo, enviando ondas que irão atingir a raiz dos impulsos da Kundalini.

Leia mais; kriya yoga-a yoga da respiraçãoTUDO SOBRE A KRIYA YOGAPARAMAHANSA YOGANANDA E A KRIYA YOGA-LIÇÕES

Quando a Kundalini é atingida, ela desperta, desdobra-se e se dinamiza; começa a se elevar como uma serpente furiosa, chocando-se em cada chakra à medida em que sobe ( até que a Shakti surge com Shiva na laya-yoga) .A dinamização, transformação e sublimação dos estados físico, mental e espiritual são possíveis somente através do despertar da Kundalini. Shakti e sua reorientação, num movimento ascendente,faz com que ela se una a Shiva, resultando na inundação de todo o ser, com uma benção indescritível.O praticante eleva-se dos elementos mais grosseiros para os mais sutis e realiza , numa experiência transcendental, sua união com Shiva-Shakti, para se tornar um “homem-cósmico”.É necessário um treinamento longo e de várias disciplinas preparatórias para o despertar da kundalini, mas é bom também saber que NÃO HÁ REGRAS FIXAS para isto. Existem vários meios para se conseguir este objetivo: Mantras, Diksha (transferência da energia Divina do Guru para o discípulo), Kriya-yoga, Pranayamas, RasVigyan e até ervas e poções Ayurvédicas.

UMA CHAVE É O MANTRA SADHANA

Algumas escolas fazem o uso do Mantra Sadhana-download aqui por ser considerado o mais seguro e pode ser experimentado por qualquer um. Quando a Kundalini é ativada ocorre um tremendo jorro de energia que pode causar grandes danos, se não for própriamente canalizada pelo corpo. Mas o processo do Mantra Sadhana é um método lento e estável totalmente livre de riscos. Além do mais isto é feito sob a orientação de um Guru que possui o controle sobre a Kundalini. No processo do Mantra, os seis Chakras são ativados, um de cada vez e existem sete estágios deste Sadhana (prática).Qualquer que seja o método empregado é sempre necessário a presença de um Guru.Durante o processo do despertar da energia Kundalini, as forças divinas no corpo se tornam ativas e atacam as fraquezas do Sadhaka (praticante) como a avareza, ciúmes, obsessão, raiva, falsidade e outros sentimentos negativos. Algumas vezes, a batalha da energia positiva da Kundalini contra sentimentos negativos pode ser tão intensa que a pessoa pode perder seu equilíbrio mental, ou ainda fazer que seus traços maléficos se destaquem e o rumo da vida se perca.Mas se existe um Guru para ajudá-lo em cada passo do processo, as energias negativas jamais sairão vitoriosas. É por isso que o guru freqüentemente sugere o Mantra Guru Sadhana por ser tão forte e poder aniquilar todos os traços negativos do Sadhaka. É importante notar que existem Mantras diferentes para a ativação dos seis chakras. Lembre-se também que o que está se operando aqui não é um milagre, e sim um processo lento e gradual do despertar de uma energia extremamente forte e adormecida, sendo talvez necessário alguns meses para se perceber a ativação do chakra em questão.

Reiki  – Sessão de 1 hora com Mantras Kundalini (cada 3 min)

Os seis Sadhanas (práticas) podem ser completados dentro de um prazo de seis meses. Todavia, não é necessário esperar que o primeiro chakra esteja ativado para se tentar o Sadhana do próximo Chakra. Na verdade, você pode executar toda a série, todos os Sadhanas um depois do outro sem esperar por resultados. Normalmente os Chakras se tornam ativos sómente dias depois do Sadhana, e aí, pode acontecer que até dois ou três Chakras se ativem de uma vez só.Ninguém sabe exatamente qual é o gatilho que inicia o desdobrar deste potencial espiritual. Para alguns, esta emergência espiritual é um processo suave e integrado que se desenvolve como uma conseqüência natural dos muitos anos de dedicação no serviço, orações e meditações sob a orientação de um Guru. Pode-se também experimentar um despertar brusco, rápido, devido à outras práticas que a pessoa possa ter feito sem ter consciência de que estas lhe serviram para o despertar da energia transformadora.Portanto é através destas práticas de Yoga, bio-energética ou respiração que você vai conseguir o despertar da kundalini como um prenúncio da transformação do potencial espiritual. Esta energia, assim que ativada, será sentida como uma vibração no corpo juntamente com uma forte sensação de impulso, descarga ou de um fluxo constante na coluna, ou ainda, um movimento serpentino espiral lento.Um outro catalisador muito comum pode ser uma aflição intensa emocional ou física. As pessoas quando se deparam com os limites de suas resistências e se vêem cara a cara com a morte normalmente se movem para estágios de uma consciência não-ordinária ou transcendental; ou ainda, transições da vida como gravidez, separação e outros marcos de transição; situações emocionalmente tensas que podem levá-las a um despertar espiritual. A despeito das especificidades individuais nas experiências de cada um, o despertar da Kundalini proclama um período de grandes mudanças na vida de uma pessoa.

Música para Ativar, Limpar e Alinhar os CHAKRAS 

Ida e Pingala Nadis – Equilíbrio na prática

A consciência das nadis Ida e Pingala pode ajudá-lo a desenvolver o equilíbrio na prática e clarear o caminho para seu crescimento espiritual.~Por Jaymes Bailey~

Um estudante do grande poeta Indiano Kabir uma vez perguntou a ele: “Kabir, onde Deus está?”  Sua resposta foi simples: “ Ele é a respiração dentro da respiração”. Para entender a profunda implicação da resposta de Kabir, nós precisamos olhar através dos componentes físicos da respiração – o oxigênio, dióxido de carbono, e outras moléculas que percorrem cada inalação e exalação. Por trás desta respiração- e junto com ela, está o prana, a energia vital do universo que é literalmente a causa da vida.Para aqueles que praticam Yoga, o desafio é aproveitar esta energia para que ela sirva de combustível para a nossa mente, corpo e desenvolvimento espiritual. Para fazer isso, nós precisamos olhar dentro dos mistérios da mente e do corpo sutil. Felizmente, os antigos praticantes do Tantra viajaram nesta paisagem interior, mapeando as diferentes formas de como esta energia circula dentro de nós. Entre suas descobertas as mais importantes foram as Nadis, o vasto canal de energia que torna cada indivíduo um ser integrado, consciente e completo.

A palavra Sânscrita Nadi deriva da raiz Nad, que significa “flow” “movimento” ou vibração. A palavra por si só sugere a natureza fundamental de uma Nadi: Fluir como a água, encontrando o caminho de menor resistência, e nutrindo tudo neste caminho. As nadis são nosso sistema energético de irrigação; em resumo, eles nos mantém vivos.

De acordo com vários textos Tântricos, o corpo humano contem 72.000 nadis, que são canais de prana para cada célula. Alguns são largos e tem um fluxo rápido, outros são meros gotejamentos. Quando este sistema flui livremente, nos sentimos vivos e saudáveis; quando ele se torna fraco ou congestionado , enfraquecemos a saúde física e mental. As práticas de Hatha Yoga são tão efetivas porque elas aumentam a força do fluxo do prana no nosso corpo, revigorando e removendo possíveis obstruções que bloqueiam a fluidez desta energia.Por causa das Nadis, assim como os chakras (psicoenergético centro de energia) prana, e outros aspectos do corpo sutil, não aparecerem sob os microscópios, a ciência médica os renegou, a algo somente metafórico. Mas yoguis tradicionais acreditam que o corpo sutil é real, e compreende-lo e trabalhar com ele equilibram a ênfase na anatomia apenas física que é predominante na cultura do Yoga nos tempos atuais.

Dia e Noite..

Três nadis são particularmente importantes e de interesse aos Yoguis. O Sushumna (o mais gracioso) Nadi é grande rio do corpo, correndo da base da coluna até o topo da cabeça, passando através de cada um dos sete chakras neste percurso. Este é o canal por onde a Kundalini Shakti (o poder latente da serpente) ascende. Deste sitio original que é o muladhara (raiz) chakra para a sua real morada no Sahashara (mil vezes maior) chakra no topo da cabeça. Em termos de corpo sutil, o sushumna nadi é o caminho para a iluminação.O Ida e o Pingala nadis se encontram espiralando em torno do sushuman nadi, como as duplas hélices do DNA, cruzando cada um dos chakras. Se você visualizar o caduceu, o símbolo da medicina moderna, você vai ter uma boa ideia da relação entre ida, pingala e sushumna nadis. Eventualmente, os três se encontram no Ajna (comando) chakra, no meio das sobrancelhas.O Ida Nadi começa e termina do lado esquerdo do sushumna. Ida é conhecido como a Nadi lunar, fria e nutrida pela natureza, e é também a controladora dos processos mentais e dos aspectos mais femininos da nossa personalidade. A cor branca é usada para representar a qualidade da vibração sutil de Ida. Pingala, a Nadi solar, começa e termina no lado direito do Sushumna. Ela é aquecida e estimulada por natureza, controla todos dos processos somáticos e supervisiona mais os aspectos masculinos da nossa personalidade. A qualidade vibracional da energia sutil de Pingala é representada pela cor vermelha.A interação entre Ida e Pingala corresponde a dança interna entre a razão e a intuição, consciência e o poder vital, e os hemisférios direito e esquerdo do corpo. No dia a dia, uma das nadis é sempre dominante. Mas esta dominância se altera ao longo do dia, uma Nadi tem a tendência de ser mais ascendente e por um maior período do que a outra. Isto tem uma influencia na nossa personalidade, comportamento, e questões de saúde que podem ser associadas a cada um dos canais, criando o termo “tipos Ida” e “tipos Pingala”.

Diferentes tipos de indivíduos

Os indivíduos do tipo Ida, tem qualidades lunares e nutritivas, mas talvez eles não consigam manter sua energia para sustentar uma prática mais vigorosa de Yoga. Eles estão cheios de potencial; a menos que eles desenvolvam seu lado Pingala, talvez eles nunca manifestem este potencial, tanto em assuntos mundanos ou no desenvolvimento espiritual. Indivíduos do tipo Pingala tem qualidade solares:  tem personalidade, muita criatividade, e abundante vitalidade. Mas a não ser que eles desenvolvam seu lado Ida, eles podem perder a quietude, introspeção e receptividade necessárias para atingir as graças do despertar espiritual.

Criando equilíbrio-HATHA YOGA

Trazer ida e pingala ao equilíbrio é o foco maior da hatha yoga – muito importante, de fato, que o termo hatha simboliza este equilíbrio. Embora a palavra hatha literalmente signifique “energético” em sânscrito, ela é composta de ha e tha, duas exotéricas bija (sementes) mantras, que possuem um significado misterioso e poder.  Ha representa a qualidade solar, a força vital, de pingala. Tharepresenta a mente e as qualidades lunares de Ida. Equilibrando sol e lua, ou ida e pingala, facilita o despertar e a subida da Kundalini, e conduz o despertar da consciência mais elevada. De fato, alguns professores de yoga sustentam que enquanto existir o predomínio de ida ou pingala (isto é, um desequilíbrio), sushumna ficará fechada e o poder da kundalini estará dormente.O método mais poderoso para o equilíbrio de Ida e Pingala é o Nadi Shodana, respiração nasal alternada. (Literalmente em sânscrito significa “ limpeza das nadis”). Esta prática é efetiva porque Ida Nadi  é diretamente conectada com a narina esquerda, e pingala Nadi com a direita. Alguns ciclos desta técnica básica de pranayama no final da prática de ásanas é um excelente caminho para ajudar a restabelecer o equilíbrio entre as duas nadis e compensar por qualquer desequilíbrio que você sem saber pode ter causado durante a sua prática.

Vídeo ensina respiração que traz Tranquilidade, Equilíbrio Mental e mais Saúde…

Entrando em Equilíbrio

Além de usar Nadi Shodhana , você pode experimentar com o uso os próprios ásanas como um método de equilibrar ida e pingala . No início da prática , sente-se e observe sua respiração para ver qual narina – e qual nadi – é dominante. (Se você não pode dizer, tente algumas rodadas de respiração alternada , que deve ser imediatamente claro qual é o lado mais livre e qual você sente mais bloqueado ) . Se a narina esquerda domina , ida está no comando, e você pode considerar  o foco da sua atenção em revigorante asanas , tais como retroflexões , posturas em pé , inversões, e torções – que envolvam o nadi pingala . Se a narina direita domina  o resfriamento  e a calma das posturas sentadas e flexões para a frente, podem ser mais benéficas.Você também pode trazer a consciência de ida e pingala em qualquer prática de asanas, fazendo uma pausa entre as poturass para perceber que nadi domina sua respiração. Observe os estados da sua mente , bem como, você vai descobrir que eles estão intimamente correlacionados com qual nadi é ascendente. Você está agitado e ativo ( pingala dominante) ou calmo e receptivo ( ida -dominante) .  Através deste processo de check-in, você pode começar a identificar qual postura ativa uma nadi ou a outra, e quais são particularmente eficazes para você, na criação do equilíbrio físico e emocional.

Você também estará desenvolvendo sua consciência , aprofundando a sua prática, e abrindo caminho para o seu crescimento espiritual.

Quem quiser conferir o texto em inglês, na íntegra:

http://www.yogajournal.com/wisdom/927

BENEFÍCIOS DA ATIVAÇÃO DA KUNDALINI

Dentro de nossa coluna vertebral existem sete lótus localizados no Brahma Nadi. Eles são conhecidos como Chakras e possuem números diferentes de pétalas e cores também distintas. Aqui veremos somente as resultantes de suas ativação.

Chakra Muladhara

A ativação deste Chakra resulta em se libertar das tensões e conquistar a verdadeira felicidade, beleza, saúde perfeita e força física, além de magnetismo pessoal.

Chakra Swadhishtthana

Sua ativação resulta em se livrar das indisposições estomacais, aumento da energia sexual e cura das debilidades sensuais, aumenta a coragem e o destemor, além de seu magnetismo.

Chakra Manipura

Sua ativação resulta em perfeita digestão e livrar-se de indisposições como pedras nos rins, diabetes, problemas no fígado, etc. Sucesso em Sadhanas surpreendentes como voar, andar sobre a água, contato telepático com plantas e animais, perfeição no Pranayama e a maior de todas as conquistas que é sucesso na Meditação.

Chakra Anahata

A ativação deste Chakra resulta em paz mental, graça divina ilimitada, total liberdade de todas as tensões, poder para ver o futuro, poder de hipnose, de entrar no Samadhi (transe divino), se livrar de problemas relacionados ao coração e aumentar suas emoções mais singelas como o amor, afeição e gentileza.

Chakra Vishuddha

Sua ativação resulta em se livrar de todos os desconfortos relacionados com a garganta, tireóide, etc.Aumento de seu conhecimento, ganho em seu poder de eloqüência, Samadhi mais profundo, perfeição na arte da Hipnose, ganho do poder para morrer quando desejar, sucesso material total como; conforto e riquezas

Chakra Aagya

Também conhecido como o Terceiro Olho, sua ativação nos traz poderes prodigiosos como clarividência, telepatia, poder para abençoar, satisfação instantânea do que desejar, e ganho de conhecimento relacionado a todas as áreas e ciências, poder para controlar os pensamentos de outros e interferir até mesmo na natureza.

Chakra Sahastrara

Aqui é a Morada do Senhor Shiva; e quando a Kundalini Shakti se une com o Supremo Ser, o praticante é monopolizado por uma meditação profunda onde ele perceberá uma paz e benção infinitas. Por ser um centro sutil, com sua ativação será produzido uma secreção como um elixir que permeará todo o corpo tornando a pessoa livre de todos os desconfortos. Nos tornamos livres de todas as fronteiras e apegos corporais. Todos os elementos naturais estão sob seu controle.

A ENERGIA SEXUAL E A KUNDALINI

A transmutação sexual da Ens Seminis em energia criadora é um legítimo axioma da sabedoria hermética. A bipolarização desse tipo de energia cósmica no organismo humano foi, desde antigos tempos, analisada nos Colégios Iniciáticos do Egito, do México, da Grécia e da Índia.

A ascensão da energia seminal até o cérebro faz-se possível graças a certo par de cordões nervosos que, em forma de 8, desenvolvem-se à esquerda e à direita da espinha dorsal.Chegamos, pois, ao Caduceu de Mercúrio, com as asas do espírito sempre abertas. O mencionado par de cordões nervosos jamais poderá ser encontrado com um bisturi, porque é de natureza etérica, tetradimensional. METAFÓRICAMENTE, essas são as duas testemunhas do Apocalipse, as duas oliveiras, os dois candelabros que estão diante do Deus da Terra e se alguém os quiser danificar, “sai fogo da boca dos mesmos e devora os seus inimigos”.Na sagrada terra dos Vedas, esse par de nervos é conhecido com os nomes de Ida e Pingala. O primeiro relaciona-se com a fossa nasal esquerda e o segundo, com a direita. O primeiro desses dois famosos nadis é de natureza lunar e o segundo, de tipo solar.

Na Gnose diz-se que Ida, sendo de natureza fria e lunar, tenha suas raízes no testículo direito; e que, sendo Pingala do tipo estritamente solar, parta, realmente, do testículo esquerdo. Não nos surpreendamos porque tudo na natureza baseia-se na Lei das Polaridades.O testículo direito encontra seu antipolo exato na fossa nasal esquerda e o testículo esquerdo encontra o seu antipolo perfeito na fossa nasal direita.A fisiologia esotérica ensina que no sexo feminino, as duas testemunhas partem dos ovários. Nas mulheres, a ordem desse par de oliveiras do templo inverte-se harmoniosamente.Velhas tradições que surgem da profunda noite dos séculos, dizem que quando os átomos solares e lunares do sistema seminal fazem contato no Triveni, próximo ao cóccix, então, por indução elétrica, desperta-se uma terceira força mágica, a Kundalini, o fogo místico do arhat gnóstico.

Está escrito nos velhos textos da sabedoria antiga, que o orifício inferior do canal medular nas pessoas comuns e correntes encontra-se herméticamente fechado. Os vapores seminais abrem-no para que a cobra sagrada penetre por ele.Ao longo do canal medular processa-se um conjunto maravilhoso de variados canais: recordemos Sushumaná, o Vajra, o Chitra, o Centralis e o Brahmanadi. Por este último ascende a Kundalini.

A ascensão da Kundalini ao longo de seu canal espinhal realiza-se muito lentamente, de acordo com os méritos do coração. Os fogos do Cárdias controlam a ascensão milagrosa da serpente sagrada.Devi Kundalini não é algo mecânico como muitos supõem. A serpente sagrada desperta com o verdadeiro amor entre homem e mulher e jamais sobe pela espinha dorsal dos  perversos e que usam o sexo para puro prazer físico e diversão, sem o amor verdadeiro.

É bom sabermos que quando Hadith, a Serpente Alada de Luz, desperta para iniciar sua marcha ao longo do canal medular espinhal, emite um som misterioso muito similar ao de qualquer víbora, quando assustada com um pau, o que nos faz recordar a mágica letra S.

A Kundalini movimenta-se, revoluciona-se e ascende dentro da aura maravilhosa do Maha Chohan. O fogo sagrado, ao chegar à altura do coração, abrem-se as asas ígneas do Caduceu de Mercúrio e podemos penetrar em qualquer departamento do Reino instantaneamente. A subida do fogo sagrado ao longo do canal espinhal, vértebra após vértebra, grau após grau, é muito lenta.

Post relacionado; ativacao-da-kundalini-ou-o-que-esta-acontecendo-com-o-meu-corpoinformacoes-importantes-sobre-as-atuais-mudancas-macicas-de-energia-e-do-corpo-humanoKundalini da Terrao-mito-de-adao-e-eva-e-o-tabu-do-sexo

Kundalini é a Deusa da Palavra adorada pelos sábios. Sómente Ela pode conferir-nos a iluminação. Quando a Kundalini desperta e inicia sua ascensão sublime, para dentro e para cima, o Alquimista consegue seis experiências transcendentais, a saber:

1- Ananda, certa felicidade espiritual
2- Kampan, hipersensibilidade elétrica e psíquica
3- Utthan, aumento na porcentagem de consciência objetiva
4- Ghurni, intensos anseios místicos
5- Murcha, estados de lassidão ou relaxamentos espontâneos durante os exercícios esotéricos
6- Nidra, algum modo específico de sono que, combinado com a meditação, converte-se em Samadhi (êxtase).

O fogo serpentino é a “Díada” mística, o desdobramento da unidade da Mônada, o feminino aspecto eternal de Brahma, “Deus Mãe”; A serpente ígnea nos confere infinitos poderes, entre eles o Mukti da beatitude final e o Jnana da libertação.

Para uma visão gnóstica da Kundalini veja AQUI

ALGUNS SINTOMAS DO DESPERTAR DA KUNDALINI

Esta tremenda mudança do nível de consciência resultante do despertar da Kundalini pode ser uma experiência dramática com anos de surtos físicos e psicológicos. Este processo pode variar de pessoa para pessoa. Em alguns ocorrem mais sintomas físicos intensos enquanto que em outros, ocorrem sintomas emocionais ou psicológicos. É como se uma nova energia surgisse em seu sistema energético, com todos os seus problemas físicos e psicológicos não resolvidos, e os colocasse em evidência para serem resolvidos e liberados.

Greenwell (1990) apontou sete categorias de sintomas que foram observados durante o despertar da Kundalini:

Movimentos Prânicos ou kriyas

Prana é a palavra Hindu para energia vital. Assim que uma energia intensa se move pelo corpo limpando os bloqueios psicológicos, a pessoa pode experimentar trancos involuntários incluindo sacudidelas, tremor, vibrações, espasmos e contrações. Assim que estas couraças e bloqueios profundos forem varridos por um fluxo de energia suave, a pessoa pode entrar em contato com memórias e emoções associadas a traumas passados.

Fenômenos Yoga

Algumas pessoas sem conhecimento da milenar prática do Yoga, estão reformando posturas e mudras que eles nunca aprenderam em sua forma clássica e que jamais poderiam fazê-los em um estado normal de consciência. Da mesma forma, elas pode reproduzir palavras sânscritas ou sons, ou tomar consciência de músicas, mantras e tons. Um padrão incomum de respiração (muito rápido ou muito lento) pode surgir, ou ainda uma respiração superficial ou, ficar sem respirar durante um período longo de tempo.

Sintomas Fisiológicos

O despertar da kundalini normalmente ocasiona atividades fisiológicas incomuns causadas por um movimento intenso de energia que libera toxinas no corpo. Estes sintomas incluem aparentes problemas no coração, dores de cabeça e na coluna, distúrbios gastro-intestinal e problemas nervosos. Já foram reportadas sensações internas de extremo calor, super sensibilidade das terminações nervosas, hiper-atividade ou letargia, grandes variações no apetite sexual e até orgasmos espontâneos. Estes sintomas são irregulares, indo e vindo sem a menor previsão e geralmente não respondem ao tratamento médico.

Surtos Psicológicos

O despertar espiritual normalmente oferece algum desfio à supremacia da consciência do ego. O desafio para mover-se para além das respostas inconscientes governadas por impulsos e instintos e remove a consciência do ego do centro de nossa psique. Tais desafios produzem um período de confusão mental e desequilíbrio. A pessoa se encontra em meio a estados emocionais inexplicáveis à medida que se move rumo à questões não resolvidas. Um rodamoinho de emoções que vão desde ansiedade, culpa e depressão, à repentes de compaixão, amor e pura alegria acompanhados com rompantes de choramingos.

Experiências Extra Sensoriais

A medida que a percepção se expande, a pessoa experimenta fenômenos visuais atípicos como: luzes, símbolos, entidades, ou revisão de experiências de vidas passadas. Quanto a audição, pode-se ouvir vozes ou músicas, sons internos ou mantras. Até o olfato pode ser estimulado com percepção de incenso de sândalo, rosas, etc. Pode-se perder a noção do limite corporal ou ter a sensação de ser maior do que se é, ou de se estar fora do corpo resultando em confusão e desorientação.

Fenômenos Psíquicos

Com a abertura das habilidades psíquicas, a pessoa poderá desenvolver; premonição, telepatia, leitura de auras e habilidades de cura.

Estados de Consciência Mística

A pessoa poderá se transferir para um estado de consciência alterado onde ela poderá perceber diretamente a unidade subjacente ao mundo dual e experimentar serenidade e paz com um profundo conhecimento de sabedoria.Em alguns casos, o estado provocado pelo surto psicológico é tão severo que pode se assemelhar a um surto psicótico. Por isso é necessário um ambiente que apoie e compreenda a pessoa em vez de rotulá-la de louca. Portanto é fundamental que se esteja em contato com pessoas que lhe dêem apoio e pode ajudar a minimizar os distúrbios. Por último  ressaltamos que o despertar da Kundalini não é o mesmo que Iluminação, que dificilmente resultaria de um único encontro com o luminoso. Seria mais como se esse despertar energético iniciasse uma expansão da consciência que será o início das muitas outras experiências de estados transcendentais de consciência. A intensidade e a duração desses flashes varia de acordo com a nossa presteza para assimilá-los e integrá-los. Desta maneira, o despertar da Kundalini não é a meta final e sim o início de uma transformação de consciência que expandirá a nossa capacidade de conhecer o infinito. Emergência espiritual normalmente inclui expansão de habilidades de percepção, aumento de energia, expressão criativa e uma dedicação e comprometimento para servir um bem maior.

O QUE É O TANTRA

Para começar, vamos dizer o que o Tantra não é. Tantra não é um guru prometendo orgasmos múltiplos e iluminação e cobrando mundos e fundos por isso. Tantra não é  alguém com nome de deusa oferecendo seus serviços na internet. Tantra não é um grupo de alienados carentes se excitando  em nome da hiperconsciência. Tantra não é sacanagem, nem infidelidade institucionalizada. Tantra não tem nada a ver com “praticar o sexo livre”. Tantra não é tara.

Os cursos de Tantra associados à sensualidade, técnicas sexuais e promessas de iluminação através da excitação sexual têm como objetivo sustentar a forma de vida de certos autodenominados ‘mestres’, que buscam satisfazer seus próprios desvios sexuais e desejos de manipular pessoas, ganhando um dinheirinho de quebra.Então, o que significa essa palavrinha de seis letras? Tantra é o nome de um vasto leque de ensinamentos práticos que têm como objetivo expandir a consciência e libertar a energia primal do ser humano, chamada kundaliniO princípio comum a todos os caminhos práticos de Tantra é que as experiências do mundo material podem usar-se como alavanca para conquistar a iluminação, já que este é a manifestação de uma outra realidade, sutil e superior, que está conectada com a nossa própria natureza.

Nesse contexto, a visão do Tantra associada ao êxtase sexual é patéticamente superficial e parcial, se comparada com a verdadeira tradiçãoO Tantra não é hedonista nem orgiásticoO objetivo do Tantra é o despertar da força potencial no homem.A única obra hindu  que trata explícitamente sobre sexualidade, e como aumentar a performance sexual, é o Kama Sutra, que não é um shastra tântrico e que, por sinal, fala muito mais sobre ética do que  poderíamos pensar sem ter a obra em mãos.

Embora existam diversas vertentes dessa tradição, todas têm o mesmo objetivo e usam as mesmas ferramentas para atingi-lo: mantras (sons de poder), yantras e mandalas (diagramas sagrados sobre os quais se exerce a concentração), chakras (centros da força vital), práticas de iniciação e purificação e um sistema ético que une e protege o casal de praticantes. Essa lista de práticas é incompleta, pois os métodos dessa tradição incluem um espectro muito amplo de crenças e técnicas.Tantra significa literalmente tecido, urdidura; pode ser traduzido como ‘espargir o conhecimento’ ou ‘a maneira certa de se fazer qualquer coisa’,tratado, autoridade, estender, multiplicar, continuar.

O Tantra assimilou e organizou os rituais da Magna Mater, transformando-os num método de emancipação que busca na psiquê humana a manifestação da própria força da Shakti. Esse movimento teve uma forte influência sobre a religião, a ética, a arte e a literatura indianas, havendo ressurgido com inusitada força entre 400 e 600 d.C., quando chegou a transformar-se numa moda que acabou por influenciar nos modos de pensar e agir da sociedade indiana medieval. Aqui ela se afirma, populariza e estende ainda mais, dando origem a um grande número de correntes e manifestações filosóficas, religiosas, mágicas e artísticas, algumas antagônicas “Não se trata de uma religião nova, senão de uma nova caracterização de fatos que pertencem ao hinduísmo comum, mas que, às vezes, só se apresentam precisamente em suas formas tântricas. Percebe-se o selo do tantrismo na mitologia e na cosmogonia, mas, principalmente, no ritual. O gérmen se remonta com freqüência aos Vedas, especialmente ao Atharva Veda, que pode considerar-se um hinário pré-tântrico.” ~Jean Renou, El Hinduismo, p. 89.~

O TANTRA E O HINDUÍSMO

Um dos artigos de fé do povo védico era, portanto, que a união sexual conduzia à bem-aventurança do além e devia cumprir-se com verdadeiro espírito religioso para assegurar o bem-estar espiritual, censurando-se severamente a lascívia.” ~( S. B. Lal Mukherjí, ensaio em Shakti y Shakta, de Sir John Woodroffe, p. 83.)~

A visão cosmogônica do Tantra, com suas perguntas essenciais, evidencia uma atitude especulativa sobre a antropogênese que a vincula ao Samkhya*. A cosmogonia se caracteriza pela união dos opostos: isto é, se trata de uma coincidentia oppositorum, conjunção dos opostos que se complementam. Essa idéia não é original do Tantra: existiu em outras cosmovisões ao longo da história da Humanidade; mas o tantrismo recupera para si esse princípio, muito mais antigo que ele próprio.Esses dois princípios em coincidentia oppositorum são Shiva e Shakti. Os rishis, sábios ascetas do alvorecer do pensamento hindu, chamaram Brahman ou Shiva o princípio primordial. Tudo existe em função dele, tudo é reflexo e evidência da sua realidade. Não há noção de criação do mundo nem há Deus: no plano macrocósmico, Shiva é, parafraseando Aristóteles, o motor imóvel do mundo. É o Princípio Imutável e Eterno, nem ativo nem criador. Ele não faz nada: apenas É. Sua manifestação é Shakti, palavra que significa energia e, por extensão, esposa. Shakti é a Prakriti, a Natureza do Samkhya, a energia criadora que provoca a manifestação do Universo. Shiva é inabalável: a ele pertencem o Ser e a Consciência; à Shakti correspondem o movimento, a mutabilidade e a geração. Esses dois princípios se representam na iconografia do tantrismo unidos no viparíta maithuna: Shiva aparece deitado ou sentado, imóvel, enquanto Shakti está sempre sobre ele, ativa no ato da manifestação.

*Leia mais; Samkhya-O fundamento teórico do Yoga antigo

O TANTRA E O ATO SEXUAL

A incompreensão do Tantra e o simbolismo que o transmite colaborou para considerá-lo repulsivo e vergonhoso . A preocupação daquele que condena o Tantra é fruto da sua própria obsessão com a questão sexual, que o leva a querer cortar a liberdade dos demais. Nesse sentido, o tantrismo é totalmente natural, e a sua abordagem do sexo não é patológica, mas absolutamente sadia, de uma espontaneidade difícil de aceitar para os padrões da “decência” cristã.
Maithuna, o ritual sexual, não tem nada a ver com pornografia ou licenciosidade, muito pelo contrário, é um instrumento que revela a dimensão divinal da natureza humana. Entretanto, nos últimos tempos, têm surgido mestres inescrupulosos que vendem sexo como se fosse superconsciência, o que acaba por divulgar e tornar conhecidas no Ocidente unicamente as formas mais vulgares e degradadas do Tantra. “O maithuna é a técnica tântrica que mais fascina os ocidentais, que com demasiada freqüência confundem-na com uma indulgência para com os apetites sexuais, em vez de vê-la como meio para dominá-los.” (Daniel Goleman, A Mente Meditativa, p. 98.)Enquanto alguns buscam a elevação através da repressão ou da eliminação do desejo sexual e suas raízes (samskaras), para o Tantrismo a sua utilização com absoluta seriedade e espiritualidade, é condição básica.

Pelo próprio fato de não se tratar de um ato profano, mas de um rito íntimo e sagrado entre o casal, no qual o mesmo, absolutamente unido no sentido mais completo, não são mais seres humanos, senão que estão “desprendidos”, como duas forças(masculina e feminina) então, a união sexual não participa mais do nível apenas físico. Os textos tântricos repetem com freqüência o adágio: ‘pelos mesmos atos que fazem com que muitos homens se queimem no inferno durante milhões de anos, o yogin obtém a salvação eterna’. (…) O jogo erótico se realiza num plano transfisiológico, porque nunca tem fim. Durante o maithuna, o yogin e sua náyiká incorporam uma ‘condição divina’, no sentido de que não sómente experimentam a beatitude, senão que podem contemplar diretamente a realidade última.” Mircéa Éliade, El Yoga. Inmortalidad y Libertad, pp. 194, 197

(nota pessoal; A questão sexual da vida moderna atravessa grandes transformações;mudanças de paradigmas e hábitos são de foro íntimo de cada um, uma questão a ser tratada sob muitos aspectos, que ampliariam o post e extrapolariam o escopo do texto;Porém, o Sexo Kundalini é um ritual íntimo entre duas forças, muito mais do que simples união sexual comum; A força da Kundalini não é sequer sentida em uma união sexual ,cujo objetivo é somente uma satisfação física ou alívio dos instintos,onde não há um envolvimento de amor profundo e consciência espiritual do ato,pois as sensações instintivas estão nos dois primeiros chakras, enquanto as outras, mais elevadas, estão nos chakras superiores, onde a força da verdadeira energia sexual Kundalini atua; Sexo Kundalini exige preparo,conhecimento espiritual,amor profundo e entrega total.Para quem adota este tipo de sexo em sua vida, o conceito sobre o assunto muda completamente,mesmo porque, as forças envolvidas nesta união são tão poderosas, que as palavras não alcançam.Para o casal que experimenta este tipo de união sexual,nenhuma outra situação neste contexto é atraente;por causa disso, a fidelidade não é imposta, ela é natural;O amor, na acepção completa da palavra entre duas almas é provado,testado e sentido de uma forma única, que une e vivifica.Quando o amor ,por alguma razão não faz mais parte da união, não há razão para a prática do ato, e para o adepto deste tipo de união sexual, só outra situação igual é válida para a prática do sexo;por isso costuma-se dizer que quem pratica sexo Kundalini é muito mais seletivo e de uma certa forma “casto” que uma pessoa que tem seus conceitos sobre sexo, baseados em  simples uniões conjugais com o tradicional ranço social.  Muitos também usam este tipo de argumento(sexo Kundalini) para propósitos escusos, licenciosidade e sexo “livre”, no sentido promíscuo.Sexo Kundalini, volto a afirmar, é amor,união,fusão, comunhão de almas e corpos, ascensão e evolução.)

 O DESPERTAR DA KUNDALINI E A RELAÇÃO COM OS CHACRAS-UM BREVE RESUMO

As mensagens recebidas por canalizadores como Barbara Marciniack vinda de seus mentores Pleiadianos, dizem claramente que as energias prana, telúrica e Kundalini  foram esquecidas durante milênios pelos homens, principalmente os homens ocidentais. A falta de abertura espiritual, impediu que os homens descobrissem a Kundalini. A Kundalini quando está desativada fica adormecida na base da coluna vertebral no Múládhára Chakra, que significa “chakra raiz” e localiza-se onde é o períneo no homem e na mulher na base do útero. A Kundalini sobe em direção aos chakras superiores e vai até o décimo segundo chakra que localiza-se em algum lugar no Universo, esse movimento é muito superior a velocidade da luz é o mesmo quando temos um orgasmo,muitos dizem visualizar “estrelinhas” , mas na verdade estamos sobre efeito da Kundalini, e que não deve ser confundida com a Kundalini sagrada.Nosso corpo não é conhecido pela ciência como um todo, a ciência não explica fatos relacionados ás manifestações espirituais e cósmicas do corpo humano, para a ciência só existe o corpo físico. A ciência não sabe ainda que o nosso corpo físico está ligado ao corpo astral e espiritual. A ciência terrena está atrasadíssima em termos de evolução universal, a falta de compreensão da espiritualidade é prova desse atraso.Os centros de energia estão localizados em nosso corpo físico e astral, nosso corpo está ligado com o Universo por eles, é através de nossos 12 chakras que nós nos ligamos ao Plenum Cósmico/ Deus/ Criador. Sete chakras estão ligados individualmente a partes do corpo humano que são: Raiz ( órgãos genitais), Sacral ( abaixo do umbigo), Plexo solar( umbigo), Cardíaco ( coração), Laríngeo(graganta), Frontal (situa-se entre as sombrancelhas), Coroa ( no topo da cabeça), esses estão ligados ao corpo físico existem mais cinco que estão ligados ao sistema solar, galáxia e pontos além da galáxia e o último se conecta com o nosso Universo.

Sintetizando, Kundalini é a energia que ativamos quando temos o orgasmo sexual. É difícil muita gente entender isso, mas a kundalini é a energia  que se relaliza no orgasmo. Muitos mestres falam que a kundalini é muito mais que simples sexo, e é verdade,pois quando ativada o prazer é grande e nos dá um sentido de liberdade total e de compreensão da beleza física e espiritual do ser humano e do mundo. O sexo em sí, é uma ferramenta de prazer corporal, e a Kundalini é para o prazer espirítual e físico também. Não é fazendo sexo e atingindo o orgasmo que iremos liberá-la, ela vai continuar adormecida, seria,metafóricamente, como se ela estivesse com muito sono, ela acorda e volta a dormir. Sómente com exercícios de respiração e ativação dos chakras  é que se pode ativá-la.  Com os chakras acima do umbigo desativados a Kundalini não sobe e não pode atingir  os seus 12 chakras.Quando a Kundalini realmente é ativada, ela estará desperta o dia inteiro. Negatividade pode fazer com que seus chakras fiquem desalinhados e impedirem que a Kundalini se movimente por entre eles.

Post relacionados; os-cientistas-da-nova-era-segunda-parte-barbara-marciniak-e-os-mensageiros-do-amanhecer
os-cientistas-da-nova-era-quarta-parte-barbara-hand-clow-a-agenda-pleiadiana-e-a-alquimia-das-nove-dimensoes

A IMPORTÂNCIA DA KUNDALINI PARA AS RAÇAS ALIENÍGENAS

As raças alienígenas usam essa energia para conseguir evolução e energia psíquica. Quando a Kundalini, é ativada ela aumenta o poder psíquico de nosso cérebro e as glândulas funcionam com mais vigor em seu corpo físico, é o mesmo que se tornar um super-homem, no teor da palavra.Nosso corpo ainda não conseguiria elevar a tal ponto os poderes psíquicos, por causa que nós terráqueos estamos vivendo em uma era de bloqueios energéticos desde nossa criação, com isso as glândulas pineal e pituitária adormeceram ou simplesmente, endureceram.Quando ativamos a Kundalini ela ativa as glândulas e as torna funcionais. Isso leva tempo, porque o adormecimento é quase total. A Kundalini circula por nossos chacras,os ativando e girando mais rápido, isso pode causar problemas para certas pessoas com energias bem baixas: como dores de cabeça, dores em todo o corpo, um zumbido no cérebro, como um som de panela de pressão;isso é nosso cérebro acordando neurônios adormecidos. Essa frequência limita o cérebro para usar apenas o que é necessário, isto é 10%, o que atrofia as glândulas e neurônios. Com a Kundalini desperta, os chakras começam a funcionar e nossa visão do mundo muda para uma visão menos materialista e mais espiritualizada da nossa realidade diária.Seria o mesmo que acordar de um sonho para a realidade.Nossa vida é irreal, vivemos sobre o controle da mídia e do materialismo, por isso é difícil acordar dessa realidade.Quando seu corpo dorme, ele desativa a parte do cérebro responsável pelo pensamento racionalista e ativa a parte do cérebro responsável pela espiritualidade, do mesmo modo que um médium entra em transe para ativar a abertura espiritual. O que vamos  descobrir depois de ativada a Kundalini, é que a vida é muito mais linda do que a que nós vivemos no nosso dia a dia. A natureza fica mais bonita e  começamos a amar nosso corpo e nossos sonhos se tornam mais prazerosos. A Kundalini tem um efeito estranho, gostoso e muito compensador que é a possibilidade de viagens astrais, sonhos mais realistas, e além de conhecer outros lugares e pessoas diferentes. Seria o mesmo que uma internet de dimensões cosmológicas.Queremos dizer isso mesmo: somos atrofiados energéticamente, tudo por causa do materialismo.Até quando vamos viver martirizados para conseguir dinheiro para fazer tudo o que queremos?
 
O que tem Kundalini com alienígenas?
 
A Kundalini é uma energia psíquica e assim sendo podemos usá-la à nosso favor. Ela pode rejuvenescer e curar. Vamos também falar  o que a Kundalini pode fazer com uma pessoa com energias fracas. Na verdade, para atingir a Kundalini é necessário uma consciência espiritual, pois pode nos enlouquecer, quando despertada sem preparo.Algumas raças usam a Kundalini para absorver energias dos humanos. Mas como eles conseguiriam absorver energia dos seres humanos?Através de atos sexuais, de objetos mecânicos colocados nos corpos das vitimas ou através de incorporações espirituais. A kundalini é uma energia psíquica e não é material; ela usa energia psicoelétrica, que nós absorvemos da Terra e do Sol, é uma energia que pode ser sugada. Algumas raças alienígenas usam esse tipo de vampirismo para conseguir energia para sua própria evolução psíquica;Seria um jeito de burlar a natureza dos corpos físicos; eles retiram essa energia através do sêmen, podendo assim aumentarem as funções físicas e cerebrais e torná-los mais evoluídos. Muita gente pode perguntar , mas por que eles querem nossa energia se somos menos evoluídos? Na verdade, nós somos muito evoluídos fisicamente e psiquicamente(DNA Híbrido), só porque não usamos, não podemos ser considerados não evoluídos. Nosso corpo fisicamente é bem evoluído em relação aos extraterrestres, alguns já tem evoluções melhores por causa de engenharia genética e não por causa de evolução e isso nos torna evolutivamente iguais,  a diferença é que eles tem liberdades em engenharia genética e nós temos barreiras sociais e religiosas. Evolução não é só ter um corpo físico capaz, mas ter uma mente psíquica superior.Como ainda a ciência não conhece nada disso, os seres retiram  essas energias à vontade, sem que ninguém reclame. Por  isso, é importante os seres humanos saberem sobre essa força e o porquê existe esse segredo. O segredo, é para tornar-nos imbecis e não reclamar dessas  energias surrupiadas. Tenha certeza de que quando todos (A humanidade e a ciência acadêmica admitir)saberem sobre isso, todos eles vão aparecer e a verdade virá à tona.
Alguns alienígenas são maleficentes e retiram as energias e até as limitam  para dominação do ser humano; nem imaginamos o que é a Kundalini e a força que é capaz de realizar. Mas descobrimos uma coisa muito importante sobre a Kundalini; ela se ativa automaticamente, quando estamos muito felizes, rindo  e dançando; ela desperta de nosso sono e nos dá prazer de viver e de sentir.

LEIA MAIS;kundalini-nova-energia

*************************************************************************************

CONCLUSÃO E NOTA DO BLOG

 

A Kundalini representa uma energia que inicia no chacra básico, ou seja, a entrada energética na base da coluna, e que desliza por toda a espinha até chegar ao topo, no alto da cabeça, no chacra coronário. O movimento pelo Kundalini, pode trazer diversas emoções que devem ser sentidas e processadas. O processo da ascensão implica em vivenciar suas próprias emoções e não mais a de seu próximo, pois cada ser é responsável apenas por suas emoções, liberando todo o peso que não for seu. De um tempo para cá, muitos de nós têm sentido dores por todo o corpo, sendo confundido com o quadro de fibromialgia, em muitos casos. Enquanto isso, as novas formas orgânicas vão se formando, o antigo vai se deteriorando, num processo automatizado por nosso DNA, que também passa pela transformação. Para alguns que são sensíveis, esta pode ser uma experiência bem desconfortável, até que uma parte suficiente da forma tenha sido transmutada, ficando mais cristalina. As dores do corpo são referentes às regiões no corpo etérico que estão bloqueadas ou presas. O ato de movimentar a Kundalini ajuda em muito a aliviar estas dores, que irão diminuindo. Quanto mais elevado estiver este Kundalini, menos dores sentiremos. Exercícios como yoga, meditação, cromoterapia, Reiki, ajudam muito este processo. Este desconforto é temporário, portanto, não nos desesperemos, ao contrário,devemos elevar o pensamento, que é esta a maior fonte de luz que podemos produzir. Outro sintoma é o cansaço, a fadiga, que nos leva a dormir mais horas por noite, por exemplo, ou a ter sono repentinamente.,mas também é comum a insônia noturna, neste processo.Devemos dar ao nosso corpo o que ele precisa. A escolha pela ascensão é individual e espiritual, que faz uma verdadeira ressurreição do que estava doente na forma, ancorando um novo paradigma de uma nova consciência humana.Alguns sintomas como os suores noturnos e ondas de calor durante o sono, que mesmo em noites frias nos fazem acordar suando ou ter calores repentinos durante o dia, se deve ao fato do Kundalini estar se movimentando;é importante limparmos o organismo com uma alimentação fresca e natural, evitarmos os alimentos processados, tomarmos muita água fresca alcalina; Nosso corpo está sofrendo uma grande desintoxicação. As toxinas são liberadas por glândulas sudoríparas, por poros da pele e filtradas pelos rins, fígado ou intestino. Portanto, certa sensibilidade nesse órgãos de limpeza é normal, pois a ascensão faz com que estes órgãos aumentem sua capacidade de funcionamento.A Kundalini é o suporte de nossas vidas; é Ela que faz tudo funcionar no corpo. Sem Kundalini, nós morreríamos. O que chamamos de “ativar/despertar a Kundalini” é na verdade provocar uma irradiação de energia maior do que a “normal”. Como é uma energia densa, pouco sutil, e irriga principalmente os centros sexuais, ela é normalmente usada para o sexo (a força-­motriz da espécie animal), mas nada impede que nós, pela VONTADE, direcionemos o grosso da Kundalini para outras funções, como religiosidade, carisma, oratória, esportes, etc. Por isso que algumas pessoas literalmente “transbordam” energia em algumas atividades, e se destacam por conta desse redirecionamento de “prioridades”.O “perigo” da ativação da Kundalini é que essa dose extra de energia potencializa tanto nossos pensamentos bons quanto nossos pensamentos maus. E tudo o que pensamos, “Criamos”, de certa forma, e atraímos pra nós.Quando o que se dá é mais pirotécnica fenomenológica, ecos de práticas passadas, conseqüência de uso de drogas ou chás, fenômeno bioenergético ­ mais do que consciencial ,­ o que ocorre é que temos “espirros” kundalínicos, como se algo incandescente fizesse uma bolha estourar e subir. A energia nesse caso vai até o granti (nó) de uma só vez, e nos proporciona uma sensação (distorcida) de fusão com o todo, ainda assim prazerosa ­ mas com retorno à mediocridade pouco tempo depois. Quanto mais forçada for essa subida, mais conseqüências negativas pode ter, tanto na parte bioenergética, quanto nos surtos patológicos, ou na dificuldade em lidar com o mundo, depois.Já um desenvolvimento normal, por práticas espirituais,sexo com amor e mudança consciencial, não têm conseqüência negativa alguma, e as coisas sobem de um modo que não mais precisarão descer. Pelo mesmo motivo que tentar estimular a kundalini, com sexo por diversão, sem amor ,por práticas alheias á uma comunhão espiritual/física com o parceiro/a,por obrigação conjugal e/ou rotina, a sexualidade torna-­se sem sentido e essa força divina e altamente energética não se manifestará e sim, nos frustrará,pois deixará de ser uma comunhão de almas e corpos ,para uma função biológica como outra qualquer.

A Terra como organismo vivo que é, passa pelo mesmo processo de ascensão através da Kundalini do planeta. Acontecerão mudanças globais, principalmente nas áreas em que as vibrações se tornaram extremamente tóxicas. A raça humana será purificada: é apenas uma questão de tempo. Então, vamos nos esforçar para estarmos entre os primeiros a desfrutarem deste novo paradigma planetário.

EQUIPE DA LUZ É INVENCÍVEL

*************************************************************************************

A DANÇA CÓSMICA DA KUNDALINI

  • Fogo serpentino,Princípio ativo.
  • Força magnética,Princípio universal.
  • Vida que flui….Abrasante.
  • Desperta e sobe vertiginosamente….Abre todos os caminhos (Chakras)
  • Queima.. queima..Sobe em espiral.
  • Fogo do feminino Criativo….O fogo serpentino.
  • Adormecido, …Desperta!
  • Queima, queima..Sobe e serpenteia.
  • Do útero sai torrentes de fogo….Em impetuosos ritmos,
  • Criativos da evolução…..O despertar.
  • O sutil despertar de uma consciência ampla…..Fragrâncias exalam..
  • Contato com o Eu superior,…..E alcança a Liberdade,
  • Converte-se em pássaro……Descobre que tem asas…
  • Mas ainda não consegue voar……No afã de voar..Distingue o real do irreal,
  • O verdadeiro do falso,….O útil do inútil,….O belo do feio.
  • Conhece, experimenta para mais tarde…..adquirir conhecimento-experiência,….Equilíbrio.
  • O fogo da vida se libertará……Sobre sua cabeça haverá…..
  • A coroa de flores do Reino Eterno.
  • (Rosa Barros)

*************************************************************************************

Bibliografia para consulta

Kundalini Yoga
M.P.Pandit
Osho-desvendando mistérios-Chacras
Osho
Kundalini Tantra
Jan Esmann
Kundalini Awakening
John Selby
Kundalini-The mother power
Sri Schinmoy
The psychology of Kundalini Yoga
C.G.Jung
Auto perfeição com Hatha Yoga
Prof.Hermógenes
Kundalini-O fogo sagrado da serpente
 Rosane Mary Zacharias Arruda Silveira

Nota:Biblioteca Virtual

Divulgação: A Luz é Invencível

LIVROS SOBRE A KUNDALINI

Compartilhe isso:

Relação dos Sons, Corpo Humano e os Chacras…

post-11-22-3

O som é vibração em forma audível. Se o nosso aparelho auditivo tivesse um alcance maior, de modo a captar todas as frequências em cada intensidade sonora, então ouviríamos a música das flores, dos campos, das montanhas e dos vales, o canto do céu e das estrelas, bem como a sinfonia do nosso próprio corpo. As opiniões da ciência moderna confirmam aquilo que os místicos e sábios de todas as culturas reconheceram e empregaram para a harmonização, a cura e a ampliação da consciência do ser humano, a vida inteira da criação.

Desde os tempos mais remotos, o homem percebeu todo o seu potencial musical. Usando os materiais que tinha a disposição (pedras, ossos, madeiras, o próprio corpo e a voz), ele foi combinando sons e silêncios das mais diversas maneiras, surgindo assim a música.

Em sua origem, ela era usada para venerar a natureza, os deuses e para conectar o ser humano com forças maiores, envolvendo realidade, magia e crenças. Até hoje ela é responsável pela criação dos mais diferentes sentidos e significados. O som é vibração em forma audível.

A ciência confirma que todas as partículas no Universo, bem como todas as formas de radiação, todas as forças da natureza e cada informação, obtém suas características específicas através da sua estrutura musical, através da frequência e do padrão melódico, bem como através dos sons fundamentais com suas vibrações especiais. O som da música pode ser utilizado para nos “religarmos” com as forças da vida que agem no núcleo mais íntimo de todas as coisas, para equilibrar nossas energias e para criar harmonia com a vida no Universo.

Quando ouvimos uma música, suas ondas sonoras (vibrações) alcançam o tímpano do ouvido gerando reações químicas e impulsos nervosos que registram em nossa mente os diferentes tipos de som que estamos ouvindo. Como as raízes dos nervos do ouvido são extensamente distribuídas sendo um dos que mais possui ligações com o cérebro, todas as funções no nosso organismo são influenciadas. Elevando-se através do tálamo (área estacionária que reveza todas as emoções, sensações e sentimentos), a área mestre do cérebro (razão) é automaticamente influenciada.

Estudos têm revelado que o impacto da música no sistema nervoso altera as batidas do coração, a respiração, a pressão sanguínea, a digestão, o balanço hormonal, temperamentos, atitudes, além de liberar adrenalina. As reações podem variar em cada indivíduo e o resultado é sempre único. Van de Wall no seu livro “Music in Hospitals” explica que as vibrações sonoras causam contrações e colocam em movimento braços, mãos, pernas e pés automaticamente. Em testes com determinados pacientes, aconteceram movimentos involuntários, sendo necessária a retenção muscular consciente do paciente.

Somos essencialmente criaturas rítmicas. Tudo, desde o ciclo das ondas do nosso cérebro, às batidas do coração, nosso ciclo digestivo, ciclo do sono. Tudo trabalha com ritmos. Nossa mente trabalha com as mais diversas faixas vibratórias (frequências), até porque nosso corpo foi criado para captar e processar todas essas energias. Assim, aquele que sabe manipular a vibração pode transformar as coisas ao seu redor e CRIAR !

Toda oração é invocação ou chamado. Toda palavra/som, primeiramente influi no corpo de quem emite, e só depois alcança seu objetivo externo. É por isso que tudo que desejamos (e pela palavra cristalizamos) para o próximo, a nós mesmos estamos desejando. De toda palavra inútil teremos que prestar contas. NOSSA PALAVRA È NOSSA LEI.

Os mantras são palavras ou sons especiais que se criam por meio do ritmo e da nota-chave de cada pessoa. O íntimo (Atman), de acordo com nossos pensamentos e aspirações puras, pode nos dar a verdadeira pronúncia das palavras sagradas. O poder magnético da palavra humana é conhecido pelos estudiosos do oculto. E nós temos mecanismos que reagem aos sons, que fazem parte de nosso corpo desde a criação da raça humana.

Esses receptores são os chacras, que só são visíveis por sensitivos (pois ficam no corpo etérico). Eles captam as energias que nos circundam no etérico, astral e mental e, como um transformador, “convertem” para um padrão que o corpo possa assimilar. Informações mais detalhadas podem ser encontradas nos livros de Leadbeater e Blavatsky, então farei um breve e modesto resumo:

Chacra (roda, em sânscrito) é um centro de força, que gira como uma roda, captando e irradiando energia como um vórtice, ou, de forma mais poética, como uma galáxia microscópica. Alguns sons específicos, como as vogais do alfabeto, emitidos pela nossa voz, vibram nestes centros do nosso corpo, emitem uma coloração e causam efeitos bioquímicos em nós mesmos e em quem os ouvir.
São harmonizantes, relaxantes e curativos. Causam efeitos físicos que revitalizam, animam e auxiliam na interiorização. Levam-nos para dentro e para fora, para cima e para baixo. Cada som age especificamente sobre um centro energético, ressoa numa área vibratória específica do corpo. Os centros principais são: o básico (centro vital; Hara), o cardíaco (centro pessoal), e na cabeça (centro impessoal). O som dos tambores, por exemplo, estimulam os chacras básicos e impulsionam à ação. Os sons melodiosos de um instrumento como o violão e o piano, estimulam o centro cardíaco, a afetividade. O centro dos chacras superiores é ativado por sons de pouca modulação, suaves, como da música New Age, que traz paz e equilíbrio interior.

Algumas tradições musicais indianas, e certos instrumentos, como a cítara, ativam os três centros ao mesmo tempo. Isto promove o alinhamento perfeito entre os centros principais e todos os demais chacras. A vibração do centro básico deve se elevar, ao passo que a vibração do centro superior deve descer e se corporificar. E é no coração que acontece esse encontro, que é o centro pessoal do ser, nascido da terra… E descendido do céu.

A seguir uma lista dos sons relacionados aos chacras:

1-Chacra Básico ou Raiz: O som “U” ativa as forças da iniciativa, vitalidade, segurança, sobrevivência, autoconfiança, estabilidade e força interior.

2-Chacra Sacro-central ou Sexual: O som “O” desperta os sentimentos de uma forma circular para integrar a energia masculina e feminina do ser.

3-Chacra do Plexo Solar: O som “Ó” estimula a formação exterior do ser, partindo de uma perfeição interior. Contribui com a manifestação da plenitude e alegria no mundo.

4-Chacra Cardíaco: O som “A” envolve a aceitação sem preconceitos de todas as manifestações de afeto das quais surge o amor.

5-Chacra Laríngeo: O som “E” une o coração e a mente canalizando suas forças para a expressão exterior.

6-Chacra Frontal: O som “I” gera um movimento dirigido para cima que dá a força da inspiração, levando para novas compreensões e percepções.

7-Chacra Coronário: O som “I” representa a unidade não dividida e a consciência pura e ilimitada. (Estes dois últimos chacras vibram iguais e são os mais espirituais).

Podemos entoar essas sílabas para tratar especificamente a cada dia um chacra diferente, a fim de mantermos todos equilibrados. Nem todas as pessoas são afinadas… E muitos podem achar-se desafinados para tal tarefa, mas isso não é importante para o corpo, pois ele “entende” o que estamos querendo dizer a ele com certeza.

De qualquer forma, podemos cantar e ouvir muita música o dia todo, que, sendo edificante e nos dando prazer, tanto físico como emocional, estaremos trabalhando estas energias sem perceber.

Um simples conselho:
A intenção e a vibração criam as formas. Com a intenção que temos ao emitir um som, produzimos um padrão vibratório. Por isso que às vezes o tom, a maneira como falamos, é mais revelador do que as palavras. Quando a intenção e as palavras entram num acordo, quando criam um acorde, e tocam diferentes notas simultaneamente, temos uma harmonia. A palavra “PER-SONA” tem uma origem que significa “através do qual o som passa”.

As palavras são formas, que podem ser vazias e dependem da intenção e da consciência de quem as pronuncia. A energia segue o pensamento. Por isso que uma oração, uma escritura sagrada, ou um canto religioso, terá o poder que lhe é dado pela intenção e pela consciência daquele que o canta ou recita. O poder é dado pela intenção e pelo sentimento, é atribuído pelo olhar de seu OBSERVADOR.

Os sons podem abrir portais dimensionais. Quando elevamos nossa vibração podemos sentir a presença de seres espirituais de outros planos e nos comunicarmos com eles. Quanto mais alta a frequência alcançada, mais calma se torna a pessoa e mais flui na frequência. Pois ela está em contato com o plano das causas, assim todo o seu estímulo vai ser proativo, ao invés de reativo. Ela tem a chave da criação e pode cantar a harmonia das estrelas. O espírito em harmonia com o OM, o som primordial, que é o próprio canto do Plenum Cósmico ou… Deus. Fonte

Referências Bibliográficas para pesquisa e leitura:

  • Music in Hospitals-Willen Van de Wall-Russel Sage Foundation-1946
  • Os Chacras C.W.Leadbeater
  • A Doutrina Secreta H.P.Blavatsky
  • O Livro completo dos Chacras Ambika Wauters
  • Frequência Vibracional Penney Peirce
  • An Introduction to Yoga Annie Wood Besant
  • A Cura pelo Som Olivea Dewhurst
  • Cura Energética pelo Qigong Bai Yin/Gao Yun
  • CD da cantora clássica indiana Meeta Ravindra “Melodia dos Chacras”
  • Vision; the life and music of Hildegard von Bingen (fantástica obra de uma mulher incrível)

©Monica Jardin

Nossa Gratidão à Monica pela partilha deste artigo.

Caso tenha interesse pode baixar arquivos de áudio dos solfejos já ajustados em 432 Hz na Biblioteca Virtual da Luz é Invencível.

post-07-31-1

Os Tons de solfejo criam músicas que acalmam a mente hiperativa e nos conecta com o divino, de acordo com o Dr. Leonard Horowitz, 528 Hertz é uma frequência que é central para a “matriz matemática musical de criação”, mais do que qualquer som descoberto anteriormente é a “frequência do AMOR” que ressoa em todos corações, ele conecta seu coração, sua essência espiritual à realidade em espiral do céu e da Terra.

A frequência do amor é o “Milagre” a nota original da escala musical de Solfejo, confirmada por pesquisadores independentes, essas frequências criativas centrais foram utilizadas pelos antigos sacerdotes e curandeiros em civilizações avançadas para manifestar milagres e produzir bênçãos.

O cientista matemático Victor Showell descreve o 528 Hz como fundamental para o Phi e a razão de ouro evidente em toda concepção natural, Vic Showell e John Stuart Reid (um pioneiro na pesquisa acústica e medições cymatic) provaram que 528 Hz é essencial para a geometria sagrada de círculos e espirais de acordo com a estruturação e reestruturação hidrosônica do ADN.

528 Hz se resolve em um 6, o ícone da manifestação física, isto é: 5+2+8 = 15 e 1 + 5 = 6 (usando a matemática de Pitágoras), o símbolo “6” reflete “espiralando para baixo o céu para a totalidade da Terra”, na verdade a frequência do amor pode ser fundamental para a transmissão de toda a matéria e energia na realidade de acordo com as leis da física.

Tons de solfejo criam músicas que acalmam a mente hiperativa e nos conecta com o divino, de acordo com o Dr. Leonard Horowitz, 528 Hertz é uma frequência que é central para a “matriz matemática musical de criação”, mais do que qualquer som descoberto anteriormente é a “frequência do AMOR” que ressoa em todos corações, ele conecta seu coração, sua essência espiritual à realidade em espiral do céu e da Terra.

A frequência do amor é o “Milagre” a nota original da escala musical de Solfejo, confirmada por pesquisadores independentes, essas frequências criativas centrais foram utilizadas pelos antigos sacerdotes e curandeiros em civilizações avançadas para manifestar milagres e produzir bênçãos.

O cientista matemático Victor Showell descreve o 528 Hz como fundamental para o Phi e a razão de ouro evidente em toda concepção natural, Vic Showell e John Stuart Reid (um pioneiro na pesquisa acústica e medições cymatic) provaram que 528 Hz é essencial para a geometria sagrada de círculos e espirais de acordo com a estruturação e reestruturação hidrosônica do ADN.

528 Hz se resolve em um 6, o ícone da manifestação física, isto é: 5+2+8 = 15 e 1 + 5 = 6 (usando a matemática de Pitágoras), o símbolo “6” reflete “espiralando para baixo o céu para a totalidade da Terra”, na verdade a frequência do amor pode ser fundamental para a transmissão de toda a matéria e energia na realidade de acordo com as leis da física.

Tons de solfejo criam músicas que acalmam a mente hiperativa e nos conecta com o divino, de acordo com o Dr. Leonard Horowitz, 528 Hertz é uma frequência que é central para a “matriz matemática musical de criação”, mais do que qualquer som descoberto anteriormente é a “frequência do AMOR” que ressoa em todos corações, ele conecta seu coração, sua essência espiritual à realidade em espiral do céu e da Terra.

A frequência do amor é o “Milagre” a nota original da escala musical de Solfejo, confirmada por pesquisadores independentes, essas frequências criativas centrais foram utilizadas pelos antigos sacerdotes e curandeiros em civilizações avançadas para manifestar milagres e produzir bênçãos.

O cientista matemático Victor Showell descreve o 528 Hz como fundamental para o Phi e a razão de ouro evidente em toda concepção natural, Vic Showell e John Stuart Reid (um pioneiro na pesquisa acústica e medições cymatic) provaram que 528 Hz é essencial para a geometria sagrada de círculos e espirais de acordo com a estruturação e reestruturação hidrosônica do ADN.

528 Hz se resolve em um 6, o ícone da manifestação física, isto é: 5+2+8 = 15 e 1 + 5 = 6 (usando a matemática de Pitágoras), o símbolo “6” reflete “espiralando para baixo o céu para a totalidade da Terra”, na verdade a frequência do amor pode ser fundamental para a transmissão de toda a matéria e energia na realidade de acordo com as leis da física.

DEFINIÇÃO DA FREQUÊNCIA DO AMOR…

528 Hz é conhecido como o tom do “milagre” que traz notáveis ​​e extraordinárias mudanças, o Dr. Joseph Puleo analisou o significado do tom usando dicionários latinos e entradas ocultas do dicionário Webster, o tom de “Mi” é caracterizado como:

1. Uma ocorrência extraordinária que supera todos os poderes humanos conhecidos ou forças naturais e é atribuído a uma causa divina ou sobrenatural, Deus.

2 Exemplo de algo esplêndido ou que supera, maravilhoso, [1125-1175], Miraculoso = Mira (Ri) para admirar (francês): observação com o objetivo de segurar contra a luz. (gestorum: gesto, movimentos para expressar o pensamento, emoção, qualquer ação, comunicação, etc destinada para o efeito), Miragestorum em Latim significa milagre, coincidentemente, esta é a frequência exata, usada por bioquímicos genéticos, para reparar ADN interrompido.

O tom 528hz é associada ao reparo do ADN“.

COMO LIMPAR A ÁGUA POLUÍDA NO GOLFO DO MÉXICO

Em 2010, John Hutchinson, especialista em energia eletromagnética de Vancouver, BC, Canadá, ajudou a purificar a água envenenada ao largo do Golfo do México após o vazamento de petróleo da BP, ele e sua parceira de pesquisa Nancy Hutchinson (ex-Nancy Lazaryan), usaram a frequência de 528 Hz e outros tons solfejo para reduzir o óleo e a graxa em águas poluídas.

A área poluída foi tratado com as frequências durante quatro horas no primeiro dia e na manhã seguinte as águas já estavam claras, eles também fizeram mais de quatro horas de frequência de RF para completar o teste, o dispositivo de frequência estava situado cerca de 25 metros a partir da praia até a água.

Eles restauraram a vitalidade da água comprovado pelo retorno dos peixes, golfinhos e até mesmo vermes, nancy disse que “a água que estava marrom turvo ficou um verde claro, dois golfinhos vieram até 5 metros na água para visitar, lotes de cardumes de peixes e caranguejos estavam muito ativos”.

Seus resultados foram certificados pelo Dr. Robert Naman, presidente do Laboratório Analítico de Teste Químico Inc, de Mobile, Alabama, o Dr. Naman, um químico analítico com quase 30 anos na área testou amostras e confirmou a completa remoção de óleos e graxas da amostra após o tratamento testado na fonte, para você ver, a quantidade de óleo e graxa “antes” do tratamento pela frequência era de 7 ppm (partes por milhão, ou miligramas por litro), enquanto que as amostras que tinham sido submetidas à exposição da frequência tinham medida inferior a 1 ppm.

O método de John utilizando som e rádio frequência praticamente eliminou o óleo e as toxinas completamente e não tem efeitos secundários, John e Nancy podem limpar um raio de cerca de um quilômetro em uma sessão de 24 horas.

O Laboratório Analítico de Teste Químico Inc declarou: “Embora a tecnologia não é completamente compreendida pelo abaixo-assinado, é claro que o processo pode ter extremo valor e que deve ser dada a oportunidade de ser apresentado e testado em uma base de grande escala”.

QUEM UTILIZA A FREQUÊNCIA DE 528hz ?

Llewelyn S. Lloyd, no Jornal da sociedade real de artes (16 de dezembro de 1949), descreveu o seu impulso inato para “sintonizar-se” em uma “brilhante” frequência mais calmante e inspiradora do que a A em 440 Hz, o autor e os compositores britânicos expressaram sua preferência justamente pela afinação em A=444Hz, que se manifesta na C a 5 passos de C=528 Hz, ele escreveu que este passo 4 Hz superior é geralmente mais agradável para os músicos em todo o mundo.

Uma pesquisa recente do veterano afinador e customizador de pianos Daniel Koehler demonstrou o impacto acústico e espiritual benéfico em protótipos de pianos que incluem pontes de granito para melhor acomodar a maior tensão das cordas afinadas para A=444Hz, Koehler relatou seu entusiasmo pela frequência 528 Hz ressoar mais poderosa e duradoura.

Em 2011, vários candidatos ao Prêmio Grammy Amerie produziram seu novo álbum Cymatica Vol.1, na frequência 528hz para transmitir a cura genética, outro artista Scott Huckabay, executa exclusivamente usando a afinação C=528/A=444 Hz, a cada dia mais mais pessoas sintonizam-se com as vibrações harmônicas de músicas em 528 Hz.

Em 2009 milhares de pessoas se reuniram para participar do concerto de H2O ao vivo para a água viva, este filme foi registrado por um dos participantes desse evento maravilhoso, as pessoas estavam jogando e cantando em 528 Hz, orando por toda a água poluída ser abençoada em todo o mundo.

O concerto para a água viva foi produzido por Dr. Leonard Horowitz e os milhares de voluntários em todo o mundo, não havia grandes patrocinadores comerciais.

A RECEITA PARA O PLANETA

528hz é a bioenergia da saúde e da longevidade, é a vibração harmônica que eleva o seu coração e a voz divina em harmonia com o céu.

Você pode imaginar o quão bonito o mundo seria com a vibração do amor permeando o ar ? Mais e mais pessoas estão despertando espiritualmente, mentalmente e emocionalmente e optando por estar em sintonia com 528 Hz, esta frequência de cura ajuda a fluir em harmonia e ritmo perfeito.

Quase toda a nossa economia global é construída sobre uma fundação de doença, doença e morte, o poderoso som do amor pode acabar com os problemas na Terra hoje, encorajo-vos a usar a frequência de 528 Hz para restaurar a consciência humana ao seu pleno poder e potencial.

Por eras os seres humanos têm sentido que determinados números, índices e formas têm um significado sagrado, por exemplo, o número “7” teve grande importância em vários aspectos de muitas culturas, formas geométricas têm sido associados com números, a série de Fibonacci e a razão de ouro ainda são fundamentais para tudo, desde a arte até a música.

SIGNIFICADOS SAGRADOS EM NÚMEROS E FORMAS GEOMÉTRICAS

Significados simbólicos e sagrados também são atribuídos a determinados números, formas geométricas e relações ou proporções geométricas através dos tempos, especialmente no mundo antigo alguns números tinham significado simbólico ligado além de seu uso comum para contar ou calcular, na geometria figuras tais como triângulos, quadrados, polígonos, hexágonos, etc, estão todos relacionados com números, triângulos por exemplo, referem-se a três ângulos, quadrados a quatro e assim por diante.

Como um exemplo de anexar significados sagrados com números geométricos o número “sete” ocorre de forma consistente em diversas culturas ao redor do mundo e mais, as mitologias religiosas e do mundo estão cheios de setes, confira algumas delas:

  • A forma das pirâmides do Egito produzem o número sete, combinando o triângulo de três lados e o quadrado de quatro lados.
  • Na música tem sete notas musicais em uma repetição de escala na oitava.
  • Há sete terraços no purgatório nas crenças católicas romanas.
  • A Igreja Cristã reconhece as sete virtudes e os sete pecados capitais.
  • Haviam sete medidas tomadas pelo Buda com o seu nascimento.
  • Há sete céus e sete terras na tradição islâmica.
  • Há sete mundos no universo hindu.
  • O menorah judaico de sete braços é o símbolo mais antigo no Judaísmo.

O antigo filósofo grego Pitágoras acreditava que os inteiros representavam significados fundamentais, ele considerou sete como o “veículo” da vida, para ele o número sete significava a união do espírito e da matéria, a união de três (a tripla natureza do espírito), combinado com os quatro elementos da matéria (terra, ar, fogo e água).

Sete também foi associado com o crescimento segundo o qual um fenômeno tende a ser concluído em sete etapas, tais como as “sete fases do homem” expressas por Shakespeare em como gostei de você ou a criação bíblica por Deus em sete dias, de acordo com algumas crenças o corpo humano precisa de sete vórtices de energia conhecidos como chacras para estar aberto ao crescimento espiritual ou seja, é preciso mover o foco dos três chacras inferiores (físicos) com os quatro (espirituais) centros superiores.

Como então está a sequência de Fibonacci relacionada com a Geometria Sagrada ? A sequência de Fibonacci é uma série de números em que cada número representa a soma dos dois anteriores, ela começa com 0 e 1 o que é igual a 1, em seguida 1 mais 2 é igual a 3, 2 + 3 é igual a 5 e assim por diante, porque esses números são significativos ? Simplesmente porque eles são o sistema de numeração da natureza e os que dão origem ao Phi místico, que é referido como o ponto de ouro ou a razão de ouro, deve-se notar que a proporção entre os pares sucessivos da série de Fibonacci tende para ou 1,618 e fora dessa relação vem o retângulo de ouro e a forma de espiral que é a forma mais comum no Universo.

Os números de Fibonacci são representados praticamente em todos os lugares, nas pétalas de uma flor ou na distribuição das folhas ao longo de um tronco você vai encontrar essa sequência de números, as pétalas sobre a maioria das flores exibem um dos números de Fibonacci, os números também aparecem em certas partes na formação de conchas do mar, as partes do corpo humano também revelam estas relações, incluindo os cinco dedos e um polegar em cada mão, Fibonacci também pode ser visto em um piano que produz harmonia através de uma bela música, um piano tem um teclado com cinco teclas pretas (sustenidos e bemóis) organizados em grupos de dois e três e oito teclas brancas (tons inteiros) para as 13 oitavas musicais cromáticas.

O Phi ou 1,618 foi descrito no passado como um número divino porque significa beleza e harmonia, arquitetos egípcios fizeram uso de relacionamentos Phi na construção de templos e da grande pirâmide e assim fizeram os gregos no seu Partenon em Atenas e os europeus em suas catedrais góticas.

A GEOMETRIA SAGRADA…

A Geometria Sagrada surgiu do conjunto de números da série de Fibonacci ou a “proporção áurea”, através dos anos desde os tempos antigos tem sido utilizada de forma significativa no planejamento e construção de estruturas religiosas (igrejas, templos, mesquitas , tabernáculos, altares e monumentos), assim como espaços sagrados (como poços e bosques sagrados) e na criação de arte religiosa.

Conscientemente ou não, os seres humanos parecem ser geneticamente programados para responder a esses números, proporções e formas sagradas, graças ao matemático italiano Leonardo Fibonacci pela introdução de sua famosa sequência de Fibonacci com a sua relação mística associada ao Phi e abrindo o caminho para as formas que definiram muitas estruturas magníficas do mundo e surpreendentes maravilhas.

Os números de Fibonacci, as proporções e formas têm sido usados ​​para explicar a criação, o crescimento e a harmonia a partir do número de pétalas de uma flor até a arquitetura grandiosa de uma galáxia espiral, para os amantes da música é uma bela harmonia de escala musical que agrada ao ouvido e finalmente o espírito !

@Jocelyn Daher
Origem: thespiritscience

Caso tenha interesse pode baixar arquivos de áudio dos solfejos já ajustados em 432 Hz na Biblioteca Virtual da Luz é Invencível.

Sonhos Lúcidos porque é importante…

Resultado de imagem para sonhoImportância dos Sonhos…

Carl Jung deu grande importância a análise dos sonhos no processo de psicoterapia, transformando em uma ferramenta essencial no processo de autoconhecimento.
A interpretação dos sonhos é uma ferramenta antiquíssima utilizada por diversas culturas anteriores a nossa. Os povos primitivos, que possuíam uma mente mais mitológica que a do homem moderno, já notava sinais de que os sonhos eram mensagens. No entanto,eles analisavam os sonhos de forma literal.
A análise dos sonhos em psicoterapia, e da descoberta de algo simbólico por trás das imagens, começou com Sigmund Freud,que em 1900, lançou a obra inovadora chamada A Interpretação dos sonhos, onde ele notou que os sonhos nos mandam mensagens oriundas do inconsciente. Sendo essas mensagens provenientes de materiais reprimidos pela nossa consciência, principalmente de cunho sexual e agressivo. Ou seja, eram desejos secretos que muitas vezes, por repressão da sociedade ou da própria pessoa, não podiam ser realizados.
Para Freud, então, o sonho seria a realização de forma disfarçada de desejos reprimidos.
Com Carl Jung, os sonhos adquiriram uma importância ainda maior e passaram a não se limitar a conteúdos recalcados pela consciência.
Sua definição de sonhos é a seguinte (Jung, 2009)…
“O sonho é uma parcela da atividade psíquica involuntária, que possui, precisamente, suficiente consciência para ser reproduzida no estado de vigília. Entre as manifestações psíquicas são talvez os sonhos aquelas que mais nos oferecem dados “irracionais”.
Para Jung, diferentemente de Freud, o sonho é o que é, sem disfarces. O sonho possui um significado intrínseco próprio. Ele é uma força orientadora o ego.
Para a compreensão dos sonhos, é necessário que entender sua origem e que ele possui uma natureza distinta dos produtos da consciência, Jung (2009):
“A razão para a posição excepcional do sonho está na sua maneira especial de se originar: o sonho não é o resultado, como os outros conteúdos da consciência, de uma continuidade claramente discernível, lógica e emocional da experiência, mas o resíduo de uma atividade que se exerce durante o sono. Esta maneira de se originar é suficiente, em si mesma, para isolar o sonho dos demais conteúdos da consciência, e este isolamento é acrescido pelo conteúdo próprio do sonho, que contrasta marcantemente com o pensamento consciente.”
Os sonhos podem trazer imagens, detalhes e acontecimentos que provêm de impressões, pensamentos e estados de espírito do dia ou dos dias precedentes. Mesmo assim, os sonhos ainda possuem uma função de nos guiar para frente, como cita Jung (2009)
“Neste sentido, portanto, existe certa continuidade, embora à primeira vista pareça uma continuidade para trás, mas, quem quer que se interesse vivamente pelo problema dos sonhos, não deixará de notar que os sonhos possuem também — se me permitem a expressão — uma continuidade para frente, pois ocasionalmente os sonhos exercem efeitos notáveis sobre a vida mental consciente, mesmo de pessoas que não podem ser qualificadas de supersticiosas e particularmente anormais.”
Freud possuía uma concepção causal dos sonhos, em que parte de um desejo, de uma aspiração recalcada, se expressa no sonho. Esse desejo é sempre algo de relativamente simples e elementar, mas pode se dissimular sob múltiplos disfarces.
A abordagem causal parte dos elementos do sonho e, através de uma série de associações que estes despertem vai, de elo em elo, até chegar a um desejo reprimido no inconsciente.
Isso não está errado, no entanto, limita a interpretação dos sonhos e o próprio inconsciente a apenas complexos recalcados.
Jung também via os sonhos com uma finalidade, onde cada imagem onírica possui o seu valor próprio. E isso traz uma diversidade de expressões simbólicas.
Para Jung, então, a conjugação dos dois pontos de vista: causal e finalista — que ainda não foram desenvolvidos de maneira cientificamente satisfatória, em virtude de enormes dificuldades tanto teóricas como práticas — nos pode levar a uma compreensão mais completa da natureza do sonho (Jung, 2009).
Os sonhos então são, além de importante fonte de informação, um instrumento altamente educativo, pois mostram de forma espontânea e simbólica a situação atual do inconsciente e para onde ele pode encaminhar a consciência.
Além disso, os sonhos falam a linguagem do inconsciente, ou seja, utiliza uma linguagem simbólica, o que torna difícil para a consciência, com sua linguagem linear, interpretá-los sem ajuda.
Os sonhos carecem de lógica, tem uma moral duvidosa às vezes, apresenta alguns absurdos e conta-sensos, por essa razão ainda é desprezado pelo homem moderno pautado na lógica.
Segundo Jung, os personagens que surgem no sonho, as situações representadas, referem-se de fato à realidade objetiva. Isso acontece geralmente quando as pessoas com as quais se sonha são conhecidos: sejam íntimos ou que desempenham papel atual na vida do sonhador. Mas se os figurantes do sonho são desconhecidos, ou mesmo quando conhecidos, mas que não mantém estreitas relações, no presente com o sonhador, então adquirem significação peculiar: representam fatores autônomos da própria psique do sonhador, como sombra, anima e animus (Silveira, 1981).
Com a descoberta do inconsciente coletivo e dos arquétipos, Carl Jung percebeu que os sonhos podem trazer muito material mitológico. Como diz Joseph Campbell em O Poder do Mito: os mitos são sonhos públicos; os sonhos são mitos privados.
Entre as principais funções dos sonhos temos: a economia psíquica e orgânica. Neurofisiologistas modernos, na base de experiências, chegaram à conclusão de que não sonhar é mais prejudicial que não dormir (Silveira, 1981).
Mas a função mais importante em termos psicológicos é a de compensação. Para Jung, os sonhos funcionam principalmente como auto-reguladores de posições conscientes demasiado unilaterais ou até antinaturais. Essa compensação Poe inclusive antecipar uma realização consciente.
Sobre isso Silveira (1981) cita:
“Sempre que a atitude consciente extrema-se, seja no sentido de extroversão ou de introversão que saia fora dos ritmos peculiares ao tipo psicológico do indivíduo, ou quando uma das funções de orientação do consciente (pensamento, sentimento, sensação, intuição) torna-se demasiado hipertrofiada em detrimento das demais; sempre que o indivíduo supervaloriza ou, ao contrário, subestima a si próprio ou a outrem; sempre que necessidades especificas a cada um são negligenciadas, surgem sonhos compensadores indicando que a psique funciona como um sistema auto-regulador.”
Por essa razão deve-se conhecer a situação consciente do sonhador.
A função de compensação dos sonhos pode então negar, criticar, confirmar ou modificar uma atitude consciente.
Além da função compensadora, outra função importante do sonho é a função prospectiva.
Ou seja, em alguns casos, ele pode trazer uma antecipação do futuro, inclusive também como forma de correção ou confirmação da atitude consciente.
Jung também cita o sonho reativo, onde acontecimentos traumáticos são revividos no sonho, tais como violentos choques de guerra, incêndios, inundações, acidentes, perdas de pessoas queridas.
Esses sonhos tem como função a repetição constante de forma a levar o estimulo traumático a se desgastar.
Jung também classificava os sonhos em grandes e pequenos.
Os pequenos sonhos se referem aos acontecimentos do dia a dia e a problemas ordinários.
Os grandes sonhos são aqueles carregados de significações profundas, seja de caráter individual ou coletivo, sonhos que perturbam, infundem medo ou exaltam. São carregados de imagens arquetípicas e mudam completamente o direcionamento da atitude corriqueira. É comum no inicio da análise o paciente ter um grande sonho, que marca o inicio do seu processo.
Por vezes nossos sonhos podem nos mostrar nossos desejos ou nossos traumas, mas se analisarmos a fundo eles nos dizem coisas que não queremos ver nem ouvir. Por isso sua analise não é fácil.
A análise dos deve ser feita com seriedade, pois eles constituem as melhores fontes de informação sobre as etapas em que o sonhador se encontra em seu processo de individuação.
Portanto, se empenhar em compreender seu simbolismo pode ampliar nossa maneira de encarar nossa própria vida e o mundo. Todo aquele que trilha o caminho do autoconhecimento deve saber que o sonho é a base do desenvolvimento da personalidade. Seu significado nos faz encontrar o sentido mais profundo de nossa existência, dando sentido a ela. Fonte

Sonhos Lúcidos…

Stephen LaBerge fez uma coisa pouco comum: demonstrou que algo que costumava ser julgado impossível nos domínios do consciente na realidade é possível. Provou cientificamente que podemos dormir e sonhar e ao mesmo tempo ficar completamente conscientes no sonho. A primeira parte deste livro conta a história fascinante de como ele conseguiu isso.

A prova de LaBerge é importante porque mostra mais uma vez que as possibilidades da percepção humana são maiores do que pensávamos. Muitos cientistas costumavam acreditar que os sonhos, pela sua própria natureza, eram “irracionais” e “inconscientes”. Desse ponto de vista, sonhar lucidamente estaria fora de cogitação.

Muitas vezes uma concepção errada funciona como empecilho para a compreensão e com isso obstrui a visão das possibilidades. Dando um exemplo paralelo: já foi considerado impossível correr dois quilômetros em cinco minutos. Parece que essa ideia constituía um entrave para muitos corredores até que um homem conseguiu realizar a façanha. Logo que a barreira conceitual foi derrubada apareceram muitos outros corredores aptos a fazer dois quilômetros em cinco minutos. Aparentemente só tentamos o que supomos possível.

O mesmo princípio se aplica à percepção consciente; e a demonstração de LaBerge, da possibilidade de existir ação consciente e deliberada no estado de sonho, pode servir para inspirar outras pessoas a fazer o mesmo.

Sonhos Lúcidos capaLivro Sonhos Lúcidos em PDF

premissa de um sonho lúcido é simples e, ao mesmo tempo, misteriosa: um sonho lúcido é aquele em que você sabe em que está sonhando. A maioria de nós acorda ou tem o sonho imediatamente interrompido quando descobre, no meio dele, que está sonhando. O susto parece trazer nossa consciência de volta do mundo onírico. Mas o que talvez você não saiba é que tem gente que consegue ter sonhos lúcidos com bastante frequência e inclusive permanecer neles, mas alerta. E isso significa ser capaz de fazer tudo o que você faz acordado, mas em sonho.

O melhor é que qualquer um pode treinar pra adquirir essa habilidade. Já publicamos, aqui na GALILEU, uma matéria que explica a ciência por trás dos sonhos lúcidos, e hoje vamos falar mais um pouco sobre detalhes que você não sabia sobre esse aspecto misterioso do sono humano: a capacidade de sonhar consciente do sonho.

Os primeiros registros de sonhos lúcidos na história são egípcios…

Ba (Foto: reprodução)

Alguns pesquisadores acreditam que Ba, a representação egípcia para a alma, era o ‘eu’ presente em sonhos lúcidos e projeções astrais, por exemplo. Ba era comumente demonstrado como um pássaro com cabeça de humano que flutuava acima do corpo humano. Robert Waggoner, autor de Lucid Dreaming: Gateway to the Inner Self, fala no mesmo livro que Ba pode ser o primeiro registro histórico de uma consciência itinerante, que sai do corpo mas conserva as características do corpo e da mente comuns, ou seja, nós mesmos quando estamos dentro de um sonho lúcido.

Sonhos lúcidos podem ser identificados como um outro estado de consciência…

De acordo com a autora do livro Consciousness: A Very Short Introduction, Susan Blackmore, sonhos lúcidos podem ser um estado de consciência distinto daqueles que já conhecemos e alguns cientistas até acreditam que possamos, eventualmente, identificá-lo desse maneira. Ela iguala o estado de ‘sonho lúcido’ a alteração de consciência de experiências com algumas drogas como maconha e LSD, paralisia do sono, meditação e experiências de projeção astral.

Uma em cada 5 pessoas tem pelo menos um sonho lúcido por mês…

Um estudo de 1988 descobriu que 20% das pessoas afirmam ter sonhos lúcidos todo mês, enquanto outros 50% disse já ter tido um sonho assim pelo menos uma vez. O estudo também mostrou que a lucidez em sonhos é ainda mais comum para crianças – desconfia-se que seja porque crianças têm mais pesadelos e são mais vulneráveis a eles, e pesadelos frequentemente despertam a parte do cérebro responsável pela lucidez no sonho, para que o sonhador possa se dar conta que está em uma narrativa irreal e possa então transformá-la em algo diferente e menos assustador.

Alguns alimentos podem aumentar suas chances de ter sonhos lúcidos…

Anota aí: um estudo de 2006 identificou que participantes que tomaram, diariamente, 250mg de vitamina B6, disseram ter sonhos mais vivos, emocionantes, com cores mais vivas e histórias mais mirabolantes. O problema é que a quantidade diária recomendada pela OMS de vitamina B6 é 100mg. O que acontece se você tomar vitamina B6 demais? Bom, registros científicos anteriores dão conta de gente que tomou de 500mg a 1000mg por dia durante meses e teve neuropatia sensorial, que é dormência e perda de sensibilidade na extremidade. Ou seja, não é uma boa ideia.

Mas você pode garantir que seu consumo diária de vitamina B6 fique dentro do recomendado e isso já vai ajudar: você a encontra em alimentos como batata, banana, pães e arroz integral, alho, abacate, gema de ovo, limão, leite e aveia, por exemplo.

Há um gadget que, supostamente, induz sonhos lúcidos…

A Aurora é uma máscara facial que pisca cores em um padrão específico que, de acordo com o fabricante, induz sonhos lúcidos mais facilmente. O projeto foi financiado no Kickstarter. Fonte

Benefícios dos Sonhos Lúcidos…

Em alguns tópicos já foram abordados alguns benefícios que podemos extrair do estado mental dos sonhos. Esse é um dos temas mais fascinantes dentro das pesquisas na área. Ainda não se possui sequer, uma Teoria definitiva a respeito da finalidade dos sonhos em si, consequentemente ainda mais distante está o alcance de uma compreensão das fronteiras que podem ser derrubadas com o uso da consciência nos sonhos. Nos últimos anos porém, diversas pesquisas começaram a ser desenvolvidas. Existem estudos relacionando o desenvolvimento de habilidades motoras, possibilidade de auxílio no tratamento de certas psicoseso próprio estudo da mente e da consciência e muito mais.

As fronteiras acerca dos benefícios que podemos obter com a exploração da consciência nos sonhos ainda estão sendo explorados.

Tendo em mente essas considerações, resolvi elencar de memória algumas experiências marcantes que podem servir de exemplo de coisas para se provar com o uso do estado mental consciente nos sonhos:
 
Voar:  para quem recém começou a conseguir ficar consciente dentro de um sonho, talvez naturalmente já tenha ocorrido essa incontrolável vontade de sair voando. De fato, pelos relatos nas comunidades, grande parte das vezes é o que se procura de início fazer. E é uma das melhores sensações nos sonhos.
 
Ouvir música: uma das melhores experiências que tive. Não faço ideia de onde veio aquela música maravilhosa que eu mesmo toquei uma vez, a partir de uma guitarra muito louca que me fez ficar embevecido com tamanha arte. Arte pura e sublime.
Ouvir música ou se transformar num músico nos sonhos pode ser uma das melhores experiências com sonhos lúcidos.
Fazer sexo: fazer sexo com quem amamos é um presente dos céus. E usar os sonhos como playground para brincarmos com isso é alucinante… chega a dar medo de ter alguma hemorragia cerebral! rsrsrsrsrs
 
Explorar a memória: visitar alguma casa da infância! Até hoje tento visitar a primeira casa que tenho lembrança. Tinha 3 anos na época. Cheguei muito próximo algumas vezes. Conversar com familiares, amigos ou pessoas que já se foram…  
Outra experiência que ainda tento fazer é a de voltar para uma sala de aula e fazer uma revisão de coisas importantes!…
Superação de traumas: Beverly D’Urso usou isso pra superar o forte trauma da perda da mãe. Pessoas com estresse pós-traumático, muitas vezes acometidas de fortes pesadelos, podem encontrar nos sonhos lúcidos uma ferramenta poderosa na amenização dos problemas ou na busca da sua solução.
 
Virar um super-herói: minha especialidade. Aliás, meus primeiros sonhos na infância, como já relatei por aqui, foram criando todo um micro-universo particular de personagens. Super-heróis, vilões, civilizações, planetas, entidades cósmicas e dimensionais… são exercícios mentais simples que fortalecem nossa imaginação e criatividade.
Se divertir com sexo ou virar um super-herói, criar ou imaginar uma obra, um personagem, uma música ou resolver um problema… parece ser grande o número de benefícios que podemos extrair do estado mental dos sonhos.
Mergulho no Inconsciente: os sonhos comuns propiciam isso. A psicanálise usa os sonhos como grande ferramenta. Quando ficamos conscientes nos sonhos, temos a oportunidade de ir ao encontro direto desse nosso interior. Explorar as raízes dos nossos medos, inseguranças e com possibilidades de romper com condicionamentos impostos.

Solução de problemas: perdi a conta das vezes que mencionei como o cérebro funciona de maneira diferente durante os sonhos em geral. Trata-se de um estado alterado de consciência em que nos livramos de certas amarras. Vide como gigantes de diversas áreas, a partir de sonhos comuns, obtiveram benefícios inestimáveis. Exemplos como a química(Mendelev e Kekulé), invenção(Elias Howe), literatura com o Frakenstein de Mary Shelley, Kublai Khan de Samuel Coleridge e os relatos de Stephen King. Na filosofia encontramos depoimentos de Bertrand Russell e Kant…

Exercitar habilidades: provavelmente esse seja um dos maiores potenciais a serem explorados na aplicação prática dos sonhos lúcidos. Alguém aqui lembra do “Mini-simulador da Matrix” que usaram para treinar o Neo? Em que o Mouse tinha criado uma linda mulher de vermelho?… Lá o Morpheus ensina Mr. Anderson a compreender como ele poderia não apenas exercitar suas novas habilidades, como romper com os limites impostos pela pseudo-realidade.
O estado mental de consciência nos sonhos pode servir como uma surpreendente ferramenta para o desenvolvimento de habilidades.
Está cada vez mais claro que possuímos um monumental simulador de realidade no nosso cérebro e todos podemos aprender a desenvolver o seu uso de maneira lúdica e experimental.
A maneira mais eficiente e rápida de descobrirmos formas de aprimorar a utilização da consciência nos sonhos é pela troca de experiências. O que indubitavelmente estamos fazendo por aqui e nas demais comunidades. Fonte
Como ter sonhos lúcidos…

Se você pensou no filme Inception, vai lembrar que, nele, Leonardo DiCaprio tinha “âncoras” que lhe permitiam saber se estava sonhando ou não. Essa é uma das técnicas usadas pelos sonhadores lúcidos – eles criam uma âncora com a realidade que pode ser verificada no sonho. A ideia é reconhecer, durante o dia, elementos exclusivos da realidade não-onírica. Por exemplo: em um sonho, se você apertar o interruptor da luz, não necessariamente a luz acende ou apaga. Na vida real, a não ser que a lâmpada esteja queimada, pressionar o interruptor vai sempre ter um efeito. E se você se acostumar, no cotidiano, a checar se a luz acende ou apagar todas as vezes que você toca o interruptor, dizem os especialistas, você vai começar a repetir os mesmos hábitos nos sonhos. Daí, diante de um resultado improvável – digamos, tudo fica colorido quando você aperta o interruptor – você saberá que está sonhando. Vale pra qualquer coisa, como se olhar no espelho e checar a imagem que aparece antes de ir pro trabalho, por exemplo. O importante é que seja um hábito e que lhe permita checar a realidade.

Outra técnica é fazer um diário de sonhos: separe um caderno e todos os dias, ao acordar, anote tudo o que se lembrar sobre seus sonhos. Mas faça isso ao acordar, pois as memórias do que a gente sonha tendem a enfraquecer ao longo do dia.

Vários especialistas recomendam técnicas diferentes. Algumas, sugerem induzir o cérebro – literalmente soprar pra si mesmo “vou ter um sonho lúcido essa noite”, outras recomendam despertar por um número específico de vezes durante a noite para aumentar as chances de controlar os sonhos. Mas nenhuma fórmula é definitiva e, de acordo com os relatos, cada coisa funciona de maneira diferente com cada pessoa.

Se interessou? O vídeo aqui embaixo tem informações bastante precisas se você quiser desenvolver algumas técnicas para sonhar de maneira lúcida:

Elementos da Consciência em um Sonho Lúcido…

A Pesquisa    

Ao buscar relacionar, através de uma recente pesquisa (VOSS, 2012), quais os principais elementos que diferenciam um sonho comum de um sonho lúcido, o estudo chegou aos seguintes resultados:  raciocínio, insights, controle, emoções positivas, memória e dissociação.

elementos

Trata-se de uma pesquisa pioneira, portanto os próprios pesquisadores admitem que no máximo podem “tentar estabelecer algumas hipóteses”.  Chama-se a atenção para o fato de que substancialmente as principais características diferenciadoras dos sonhos comuns para os sonhos lúcidos são a capacidade de controle e o insight.

Foi observada uma estreita relação entre o controle e o insight. De acordo com os dados levantados, a hierarquia de grau de importância desses elementos ficou assim elencada:

  1.  Insight,
  2. Controle,
  3. Emoções Positivas
  4. Raciocínio,
  5. Memória
  6. Dissociação.

O estudo admite suas limitações ao considerar que obteve seus dados a partir das seguintes fontes: laboratório de sono, relatos escritos e questionários online. Ao se considerar a dificuldade de obtenção de experiências com sonhos lúcidos em laboratório, a pesquisa optou por também analisar as informações obtidas por questionários online. Isso porém, fragiliza um pouco a pesquisa, no sentido de não existir um controle dos experimentos e poder monitorar e analisar as ocorrências dos sonhos lúcidos, especificamente nas fases REM. Por conseguinte, os relatos considerados nos questionários online, podem perfeitamente advir de sonhos lúcidos de sonhos NREM.

mercy-s-dream-daniel-huntington

Comentários …     

A instigante escala produzida pelos pesquisadores, pode conduzir a novas pesquisas que consolidem ou não a importância dessas características. Particularmente, consigo perceber que praticamente todos elementos parecem corresponder em presença nos meus sonhos lúcidos.

Com relação a alguma hierarquia entre esses elementos, talvez eu não estimasse o “controle” acima do raciocínio por exemplo.  Pelo menos em minhas experiências com sonhos comuns, não é tão incomum eu exercer algum controle da narrativa, seja sobrepujando algum obstáculo ou quebrando as regras do ambiente. Fonte

Graus de Consciência no Sonho Lúcido…

Uma pesquisa recente (VOSS, 2012) procurou elencar alguns fatores importantes para determinação do grau de consciência em um sonho lúcido: memória, raciocínio, emoções positivas e negativas, controle, insights, dissociação e realismo.

Elaborando-se um comparativo dos oito elementos, para com os sonhos comuns e os sonhos lúcidos, observou-se a presença irrelevante(para diferenciação, entre ambos estados), dos fatores realismo e emoções negativas. Interessante notar que isso leva a ponderações um tanto curiosas.

Emoções Negativas

670cb-x-men-origins-wolverineAo se considerar que as emoções negativas não são determinantes para diferenciação de um sonho lúcido do sonho comum, pode-se levar a conclusão sobre o fato, do qual, o sonho lúcido pode sim estar carregado com emoções negativas.   Logo, qualquer sonhador, mesmo durante um sonho lúcido, poderia ser surpreendido por emoções negativas, independente da manutenção da consciência.

Interessante notar, porém, sobre uma bem aventada possibilidade de benefício (ROLIM, 2012) dos sonhos lúcidos: o controle de pesadelos recorrentes, especialmente nos casos de vítimas de stress pós-traumático. Dessa maneira, vale ressaltar a situação no qual o sonhador, mesmo confrontando seus pesadelos e lúcido, ainda assim teria a necessidade de lidar com suas emoções, haja vista, a presença da consciência não ser necessariamente, uma inibidora de emoções. Em suma, somente conseguir ficar lúcido em um sonho não significa, necessariamente estar livre dos sentimentos negativos.

O outro lado dessa moeda, diz respeito às emoções positivas. E nesse caso, sua presença estaria marcantemente relacionada aos sonhos lúcidos.

Realismo…

No caso do realismo, ao ter sido elencado como presença indiferente tanto para o sonho lúcido, como para o sonho comum, imagino que para o leitor, possa causar alguma estranheza. De fato, caminhando um pouco mais pela minha subjetividade e relembrando minhas experiências particulares, fico com a impressão que os sonhos lúcidos mais intensos – particularmente aqueles que gosto de denominar “super sonhos lúcidos” – possam carregar mais realismo. Por outro lado, fica difícil rebaixar o realismo provocado por algum belo pesadelo.

Trata-se de uma questão a ser bem refletida. Ao compararmos a média de nossos sonhos lúcidos e o padrão dos sonhos comuns, seriam todos eles munidos do mesmo grau de realismo?…Situações do cotidiano parecem ser vivenciadas nesses dois estados?

Quanto ao realismo em si, o conceito proposto na pesquisa, buscou abranger uma equivalência de aspectos relacionados a  emoções, pensamentos e eventos tipicamente vivenciados no estado desperto.

Deixarei os demais seis fatores – memória, controle, raciocínio, emoções positivas, insights e dissociação, para posts subsequentes. Fonte

Sonhadores Lúcidos Ajudam Cientistas a Explorar o Cérebro e os Sonhos…

Um feito extraordinário realizado por alguns onironautas feras em manter a consciência nos sonhos: conseguiram se comunicar de dentro dos seus sonhos, durante complexos exames de ressonância magnética e monitoramento cerebral.

O objetivo da pesquisa foi verificar os registros das atividades cerebrais de sonhadores lúcidos que avisaram quando iniciaram movimentos com suas mãos enquanto sonhavam.

O objetivo do aparato tecnológico em cima dos sonhadores lúcidos, era flagrar o comportamento do cérebro, quando os onironautas decidiam fazer movimentos com as mãos nos sonhos. Que diferenças seriam provocadas na ativação cerebral, uma vez que os voluntários estavam conscientes, mas ainda no estado mental dos sonhos?

Foram seis voluntários que ao se submeterem aos exames, conseguiram realizar a comunicação, com os olhos, avisando que estavam sonhando e conscientes. Em seguida avisaram do início das experiências e iniciaram movimentos com as mãos, ainda sonhando.

Para assombro de muitas pessoas, os registros das atividades cerebrais colhidos se equivalem ao de uma pessoa movimentando a mão!.. Porém esses sonhadores se encontravam no estado REM do sono. Estavam sonhando e como são sonhadores lúcidos, foram capazes de assumir a narrativa do sonho, realizando os movimentos com as mãos.

Cypher: eu disse que lá dentro aquele bife suculento era tão ou mais prazeroso que aqui fora!

O mapeamento pela ressonância magnética e demais equipamentos de medição, captaram os registros de atividade cerebral dos movimentos das mãos, realizados pelos sonhadores.

Martin Dresler do Instituto Max Planck na Alemanha faz interessantes observações sobre os resultados:
“Sonhar não é apenas olhar para um filme do sonho. As áreas do cérebro que representam movimentos específicos do corpo são realmente ativadas.”
     
O cientista aponta uma interessante perspectiva para os sonhos lúcidos:                            “O sonhador lúcido tem insights em um estado muito complexo: dormindo, sonhando, mas estando consciente do estado de sonho. Isso pode nos dizer muito sobre os conceitos de consciência”. Fonte

O Sonho Lúcido de Descartes…

René Descartes, muitas vezes conhecido como o “pai da matemática moderna” e o “fundador da filosofia moderna” é um nome facilmente lembrado e sempre enaltecido por suas gigantescas contribuições para matemática e à filosofia.

Em sua obra “As Meditações”¹, pode-se acompanhar seu ceticismo metodológico compondo um intenso jogo de crítica ao real, no qual busca alcançar alguma certeza ou pelo menos “as primeiras coisas que podem ser conhecidas filosofando”². Advém dessa luta reflexiva o alcance da dúvida como pilar inabalável… afinal aquele que duvida, está pensando e se está pensando, definitivamente existe. Daí a célebre frase: “Penso, logo existo”.

11-02-rene-descartes-the-history-channel-2René Descartes

Ao vasculhar material bibliográfico para minhas pesquisas, descobri que Descartes além de ser um exímio sonhador – usava seus sonhos para auxiliar em suas produções intelectuais – também era capaz de ter sonhos lúcidos.

Essa relação de Descartes com os sonhos leva-o a construções argumentativas surpreendentes. Destaca-se como percebeu nos sonhos, a facilidade com que a experiência sensorial pode ser simulada. Para o filósofo francês, pode-se chegar ao ponto de ser praticamente impossível distinguir o estado desperto de um sonho. Vale destacar seu poder reflexivo, o qual era capaz de manter, ainda durante seus sonhos, em especial, seu terceiro sonho da noite de 10/11 de novembro de 1619, quando estava em Ulm, na Alemanha. De acordo com a versão de Adrien Baillet, citada por Marie-Louise von Franz ³, sobre o relato de Descartes:

“Descartes nos conta que estava cheio de entusiasmo e completamente absorvido pelo pensamento de ter, nesse dia, descoberto as bases de uma “ciência maravilhosa”. Durante a noite ele teve três sonhos consecutivos(…).

IMG-20160827-WA0002Livro Meditação Descartes em PDF

(…) Logo depois disso, ele teve um terceiro sonho, que não foi tão terrível quanto os dois anteriores.

Nesse último sonho, ele encontrava um livro sobre a mesa dele, sem saber quem o havia deixado lá. Ele o abriu e ficou maravilhado de ver que era um dicionário, esperando que pudesse ser útil a ele. No instante seguinte, outro livro apareceu, tão novo para ele quanto o primeiro e de origem igualmente desconhecida. Ele descobriu que era uma coleção de poemas de diversos autores, cujo título era Corpus Poetarum etc. Ele ficou curioso para descobrir o que ele continha e, ao abrir o livro, os olhos dele pousaram sobre a frase Quod vitae sectabor iter? Ao mesmo tempo, ele viu um homem que ele não conhecia, que mostrava a ele um poema que começava com as palavras “Est  et non”, e exaltou a excelência dele. Descartes disse ao homem que conhecia o poema, que estava entre os idílios de Ausônio e estava incluído na grande coleção de poemas que estava sobre a mesa dele. Ele quis mostrá-lo ao homem e começou a virar as páginas, gabando-se de conhecer a ordem e a arrumação perfeitamente. Enquanto ele procurava, o homem perguntou onde ele havia comprado o livro. Descartes respondeu que não poderia dizer como o havia conseguido, mas que, um instante atrás, ele estava com um livro nas mãos que havia desaparecido, sem que ele soubesse quem o havia trazido, nem quem o havia levado embora novamente. Ele mal havia terminado de falar quando o livro reapareceu na outra ponta da mesa. Ele descobriu entretanto, que o dicionário não estava mais completo, sendo que antes, parecia estar. Enquanto isso ele encontrou os poemas de Ausônio na antologia de poetas, que ele estava folheando; mas, incapaz de encontrar o poema que começava com “Est et non”, ele disse ao homem que conhecia um poema mais bonito do mesmo autor, que começava com “Quod vitae sectabor iter?” O homem pediu que ele o deixasse ver, e Descartes estava procurando-o atentamente quando ele se deparou com um número de pequenos retratos – gravuras em placas de cobre – que o fizeram exclamar quanto à beleza do livro; mas não era a mesma edição daquele que ele conhecia.

A essa altura, tanto o homem quanto os livros desapareceram e sumiram do olho da mente dele, mas ele não acordou. O impressionante é que, estando em dúvida se essa experiência era um sonho ou uma visão, ele não apenas decidiu, enquanto ainda dormia, que era um sonho, como ele também o interpretou antes de acordar.

Ele concluiu que o dicionário significava a conexão entre todas as ciências e que a coleção de poemas, intitulada Corpus Poetarum apontava especial e claramente para a união íntima da filosofia e a sabedoria. Pois ele pensou que ninguém deveria se surpreender de descobrir(…).” Fonte

Resenha do Livro, MEDITAÇÕES METAFISICAS DESCARTES

Livros em PDF de René Descartes:

1. Discurso do Método

2. Meditações Metafísicas

4. Regras Para a Direção do Espírito

5. Meditações sobre Filosofia Primeira

6. Dicionário Descartes – John Cottingham

7. René Descartes – Coleção Os Pensadores

Maria Pereda, Ph.D e Cris D Paschoal falam sobre Ayahuasca, DMT, LSD e cogumelos que geram as alucinações, como isso se processa no cérebro, no sistema límbico e farmacologicamente.

 

 

Ciclos planetários uma realidade…

Imagem relacionadaAtualmente estamos tendo um despertar em massa, e a procura por aconselhamento espiritual,  autoconhecimento, autoajuda, meditação e terapias alternativas tem aumentado muito, e esse texto resume  o que podemos entender sobre as Mudanças Planetárias.
Esse termo surgiu por estarmos encontrando diversas pessoas que estão notando o mundo diferente, que estão procurando respostas, se entender melhor, entender o mundo, entender o que está acontecendo  com o Planeta e com si mesmo. Por isso juntamos diversas pesquisas sobre o assunto, com uma abordagem simples, clara, porém baseada em testes e experimentos científicos reais, na física quântica com comprovações para que esse tema possa ser desmistificado de forma simples, para que pessoas que não tenham um  aprofundamento sobre o tema possam entender e usar como ponto de partida para entrar nesse mundo  mais “sutil” e entrar de vez nesse “Novo Mundo” ou “Nova Era”, como queiram chamar…

Uma realidade cíclica… 
Essa é a primeira coisa que deve ser levada em consideração para entender a dinâmica das mudanças. 

É fato que o Universo é composto por diversos ciclos como, por exemplo:

  • Ciclo da Água, Ciclo Lunar, As Estações, Ciclos de Colheita, etc;

E no ser humano temos:

  • O Ciclo da Gestação, Ciclo Menstrual, o Ciclo Digestivo, etc;
Imagem inline 1

E expandindo um pouco a visão, temos também ciclos maiores, como, por exemplo, os Ciclos Galácticos, que eram muito estudados pelos Maias e outras civilizações antigas. Segundo os Maias, a Terra possui 5 grandes Ciclos ou Eras, que duram em torno de 5.125 anos cada. A Quinta Era Solar terminou em 21/12/2012. E dentro desse grande ciclo, a cada 26.000 anos a Terra se alinha com o centro da galáxia, e esse fato foi traduzido como “Mudança das Eras” ou “Mudança de Mundos”. 

Esse é a famosa previsão feita pelos Maias que foi erroneamente interpretada por muitos, o que gerou muitas dúvidas e medos.

Durante esse alinhamento passamos por uma transição, chamado de “entre mundo”. Pois, assim como a Terra, apresenta alterações naturais durante o ano, que chamamos de Estações, o Sistema Solar também sofre diversas alterações naturais durante essa sua grande jornada.

Imagem inline 2

E porque ocorrem alterações durante esses ciclos?

A teoria da relatividade de Einstein prova que matéria também é energia. Apenas está em estado diferente. Ou seja, matéria é energia altamente condensada. Portanto, o Universo é composto por energias em diversas formas, cada uma mais ou menos densa que a outra, se tornando rodeado por energias em diversas forma. A energia está sempre em movimento, mesmo que não captado pelo olho humano. Esse movimento emite vibração, e quando uma energia entra em contato com uma vibração externa, há trocas de informações, que geram alterações em sua estrutura. E assim como a Terra, o corpo humano é composto principalmente por água. E a água é condutora e tem baixa resistência, se tornando vulnerável para sofrer grandes alterações ao ter contato com essas vibrações externas.

Para entender melhor, veja a seguir uma correlação, a pesquisaA Mensagem da Água”….
O Sr. Masaru Emoto documentou visualmente as mudanças moleculares na água congelando gotas de água e depois examinando sob um microscópio de campo escuro dotado de recursos fotográficos. E o que ele descobriu foi algo impressionante. Veja a seguir as fotos e um link para ver um vídeo que explica com mais detalhes sobre essa pesquisa.

A água é a fonte de toda a vida neste planeta, e sua qualidade afeta todas as formas de vida. O corpo se torna uma esponja para essas interferências, pois está composto de trilhões de células, que também contém água. Nos deixando assim vulneráveis a interferência externa.

Tudo emite uma vibração o tempo todo. E assim como Nós, a Terra, A Lua, o Sol e outros Astros estão constantemente emitindo vibrações. E essas vibrações que chegam na terra influenciando o planeta e tudo o que habita nele. A distância e posição de cada um desses astros formam uma configuração, onde os que estão mais perto influenciam mais que outros.

Cada pessoa ao nascer recebe essa carga energética, gerando uma pré-disposição de comportamento, que influencia nossa personalidade. Isso mostra o porquê que pessoas dos mesmos signos tem uma tendência a comportamentos semelhantes (As diferenças maiores se encontra no mapa natal de cada pessoa, o mapa natal é como uma “foto” dos astros no momento exato do seu nascimento, onde é possível visualizar quais astros estão influenciando mais ou menos determinada área da vida da pessoa, mostrando seu ascendente e muitas outras informações). Tudo isso é amplamente estudado pela Astrologia há milhares de anos.

Como que esses Astros podem influenciar nossas vidas?

Isso pode ser explicado pela Física Quântica… Que comprova que tudo é composto de energia. Então vamos entender como funciona para entender como podemos ser influenciados por interferência externas…

E por que não vemos essa energia?

Essa imagem mostra o que normalmente é captado pelos olhos humanos. Observe como o que conseguimos captar é apenas uma pequena porcentagem dessa tabela. Ou seja, conseguimos ver apenas o que “vibra” em uma determinada frequência. Outras mais elevadas ou mais baixas acabam passando despercebido ao olho nu. Porém muitas delas podem ser captadas e estudadas em laboratórios. Então, seria muito ceticismo apenas acreditar apenas naquilo que os olhos veem, pois, como podem ver, é muito limitado…

As Mudanças Planetárias
Todos esses Astros emitem vibrações a todo momento, e essas vibrações chegam até a Terra, onde cada um interfere positivamente ou negativamente nas mais diversas áreas aqui na Terra ou em nossa personalidade de acordo com sua faixa de vibração. E por conta dessas interferências energéticas comentadas, temos os planetas regentes de uma época do ano, as diferenças de climas durante os ciclos solares, lunares, etc… Interferindo no clima, na colheita, no ciclo menstrual das mulheres, etc.

Os Portais Energéticos
Os portais são simplesmente posições dos Astros favoráveis a absorção de uma determinada frequência energética.

O Sol e a Terra se alinharam com o centro da galáxia, que gerou o famoso portal do dia 21/12/12. No momento deste alinhamento a Terra completou sua entrada no Cinturão de Fótons. Esse Cinturão emite uma frequência constante de Raio Gama, que está alterando nossos Prótons e Elétrons, fazendo com que os átomos trabalhem em uma frequência mais elevada.

Veja abaixo foto mostrando o alinhamento das Pirâmides e das câmaras em relação a posição dos astros na galáxia, que mostra como os povos antigos utilizavam esses portais para realizar seus trabalhos e como eles já estavam consciente de seus benefícios.

E as 24hs do dia?
Gregg Braden fez uma pesquisa e descobriu que os raios do Cinturão de Fótons estão diminuindo a rotação da Terra, ao mesmo tempo está aumentando a frequência de ressonância da Terra, e de uma média de 7.8 ciclos por segundo passou para 11 (7.8Hz – 11Hz). Algumas pesquisas apontam que se alcançar um valor de 13Hz poderá gerar uma inversão dos Pólos Terrestre.
Além disso, enquanto as taxas de pulsos crescem, a resistência magnética muda e o eixo da Terra está se verticalizando, e essas alterações em conjunto gera uma sensação de que o tempo está se acelerado e um dia de 24 horas parecerá ter 16 horas. Isso foi descoberto por pesquisadores Norueguês e Russos, e podem ser encontrados materiais sobre essas pesquisas em Seattle, nos EUA.

Veja essa imagem para entender melhor porque essa sensação acontece.
Grossamente falando, apenas para fazer uma analogia, imagine que nosso cérebro é essa TV de 60Hz, e a Terra é um aparelho de DVD que estava na época enviando imagens com 120Hz. Ou seja, vamos supor que a Terra estava enviando 6 quadros por segundo de informações, porém, nosso cérebro tem capacidade para apenas 3 quadros por segundo, o que acontece nesse meio tempo, é perdido, não sendo captado pelo cérebro. Então não percebemos o tempo passando.

Resultado de imagem para imagem campo magnético da terra agosto 2017O campo magnético e os polos da Terra está mudando rápido….

Qualquer um que olhar para uma bússola apontando firmemente para o polo norte pode supor que o campo magnético da Terra é uma constante. Mas não é. Os pesquisadores sabem há muito tempo que as mudanças estão em andamento.

O pólo norte magnético rotineiramente se move, tanto quanto 40 km / ano, causando que as agulhas das bússolas fiquem à deriva ao longo do tempo. Além disso, o campo magnético planetário enfraqueceu 10% desde o século XIX.

Um novo estudo da constelação de satélites Swarm da Agência Espacial Europeia (ESA) revela que as mudanças podem estar acontecendo ainda mais rápido do que se pensava. Neste mapa abaixo, o azul representa onde o campo magnético da Terra é mais fraco e vermelho mostra as regiões onde é mais forte:swarm_strip2-AMAS-Brasil

Acima: Dados de satélite mostram que o campo magnético da Terra está mudando rápido. O ponto em que o campo é mais fraco no planeta fica exatamente sobre o BRASIL.

Os dados da rede de satélites  Swarm, combinados com observações dos satélites CHAMP e Ørsted, mostram claramente que o campo magnético da Terra enfraqueceu em cerca de 3,5% em latitudes altas em relação à América do Norte, ao passo que se fortaleceu cerca de 2% em relação à Ásia.

A região onde o campo magnético do planeta está mais fraco – a Anomalia do Atlântico Sul [SAA-South Atlantic Anomaly], com FOCO CENTRAL NO BRASIL – tem se movimentado firmemente para o oeste e enfraquecido mais cerca de 2%. Essas mudanças ocorreram durante o período relativamente breve entre 1999 e meados de 2016.earth-changes-amas-saa

Medições feitas ao longo dos últimos meses confirmam a tendência geral de enfraquecimento do campo magnético, com as quedas mais dramáticas acontecendo sobre o Hemisfério Ocidental, no Brasil.

O campo magnético da Terra nos protege de sermos atingidos por cargas altamente energizadas das tempestades solares e dos raios cósmicos. Menos magnetismo significa que MUITO mais radiação solar e cósmica (oriunda de outros sóis) pode penetrar a atmosfera do nosso planeta, afetando-nos. Na verdade, balões de alta altitude lançados pelo Spaceweather.com rotineiramente detectaram níveis crescentes de raios cósmicos sobre a Califórnia. Talvez a queda, a diminuição do campo magnético sobre a América do Norte contribui para essa tendência.

Por mais notáveis que pareçam essas mudanças, elas são brandas em comparação com o que o campo magnético da Terra tem feito no passado. Às vezes o campo gira completa e rapidamente, com os pólos magnéticos norte e sul trocando de lugar, literalmente. Tais reversões drásticas, registradas no magnetismo de rochas antigas, são imprevisíveis e inevitáveis.

As reversões dos polos e do campo magnético  acontecem em intervalos irregulares com uma média de cerca de 300.000 anos; A ÚLTIMA REVERSÃO desse tipo aconteceu ha cerca de 780.000 anos atrás. Parece que estamos muito atrasados para outra reversão total dos pólos norte sul e do campo magnético? Ninguém sabe.swarm-constelação-campo-magnetico

A constelação de três satélites do programa SWARM orbitando a Terra. Crédito: ESA / Medialab AOES

A rede Swarm é um trio de satélites equipados com magnetômetros vetoriais capazes de detectar o campo magnético terrestre desde as altitudes orbitais até a borda do núcleo do nosso planeta. Esse grupo de satélites é esperado para continuar suas operações, pelo menos, até 2017, e possivelmente além, por isso fique atento para novas atualizações a respeito desse assunto sobre a mudança dos polos e do campo eletromagnético de nosso planeta.

”Os pesquisadores estimaram que o campo magnético estava enfraquecendo à taxa de cerca de 5 por cento por século, mas os novos dados revelaram que o campo realmente está enfraquecendo à taxa de 5 por cento por década, ou seja, a uma taxa 10 vezes mais rápida do que se pensava anteriormente”, explica Kelly Dickerson em LiveScience.

E os resultados…
A posição atual dos astros forma uma configuração que facilita a expansão da consciência, senso de coletividade, o desenvolvimento espiritual, o estudo e a ter consciência da existência dessas energias mais sutis por elevar a vibração da Terra. Porém, assim como a cura do corpo normalmente vem após uma febre, a Terra e a Galáxia também precisa passar por uma fase de “luta”.

Apresentando atividades como:
– Aumento de atividade solar;
– Alteração da temperatura média terrestre;
– Aumento de atividade sísmica;
– Alterações magnéticas;
– Mudança do eixo da terra;
– Alterações climáticas;
– Catástrofes;
Porém, a mudança será gradual e sutil. É preciso uma fase de adaptação natural. As crianças que estão nascendo agora já entram no planeta configuradas com essas novas energias.
Porém, o ser humano tem resistência natural para aceitar o novo, e o tempo para que o planeta esteja totalmente imerso nessa nova energia vai ser proporcional a resistência dos humanos com essa mudança.

Sintomas no ser humano:
– Enxaquecas, cansaço, tonturas, sensações elétricas no corpo, irritabilidade, ansiedade, depressão sem causa aparente, gripes, alterações nos sonhos;
– Mudança de interesses, hábitos e apetite;
– Sensação de querer saber sempre mais;
– Pressão na cabeça;
– Alterações fisiológicas;
– Alterações nos sentidos;
– Com o tempo o corpo se tornará mais sensível e aumento da intuição, pois vibrará com uma frequência mais elevada, acessando energias mais sutis.

Como facilitar o processo?
– Aceite as mudanças;
– Entre em harmonia com seu corpo;
– Evite multidões e ambientes pesado;
– Permaneça ancorado e centrado;
– Medite!
– Harmonize-se com a Natureza e Universo;
– Seja grato por tudo;
– Confie na sua intuição;
– Conserve o meio-ambiente (Ele faz parte e você e você dele);
– Não julgue e não critique;
– Respeite o desenvolvimento do outro;
– Seja você mesmo!!!
– Espiritualização da matéria (É uma maneira de elevar a vibração da matéria. Pois não há separação do mundo chamado espiritual do material. Tudo é uma coisa só. Todos os seres estelares são físicos e reais, apenas vibram em frequência diferentes ou trabalham em dimensões mais sutis – Não vou entrar muito nesse assunto nesse momento, fica para outra oportunidade, mas se quiserem entender melhor como funciona, estude a teoria do multi universo e a teoria das cordas, que começarão a abrir muitas coisas…).

Dicas:
– Faça de todo dia uma oportunidade de começar de novo;
– Ao acordar, visualize tudo o que vai querer de positivo para seu dia;
– Faça de hoje o dia mais importante da sua vida;
– Mantenha sempre objetivos positivos e afirmativos;
– Deixe a imaginação e intuição trabalhar;
– Mantenha sempre uma vibração elevada;
– Faça da vida um grande aprendizado;
– Trabalhe o desapego;
– Faça o que gosta de fazer;
– Tire um tempo para você mesmo;
– Tire suas próprias conclusões de forma neutra, inclusive deste texto;
– Repita isso por pelo menos 21 dias (Não é nenhuma regra, mas é uma maneira de fazer isso ser enraizado no seu dia a dia para se tornar algo natural).
– SEJA FELIZ AGORA!

E com isso irão notar diversas coisas diferente no dia a dia, como por exemplo:

– Acontecimentos que mudam o rumo da sua vida;
– Aumento da criatividade e da intuição;
– Sensação de liberdade;
– Sensação de paz e união com o Universo;
– Sensação de plenitude e felicidade sem causa aparente.
– Dogmas, programas e padrões antigos e limitantes irão acabar;
– Fim da era dos “gurus” e das religiões.

Afinal, parte dessa mudança é interna e outra é externa, pois haverá uma mudança dimensional (estamos “alcançando” a 5ª Dimensão).
Quando falamos de mudança dimensional é apenas uma mudança da nossa visão e percepção em relação ao mundo. Não é passar de um nível a outro, mas agregar níveis mais sutis a sua realidade. Não há nada de místico nisso, é uma mudança PURAMENTE VIBRACIONAL.

Precisamos nos adaptar a Nova Terra. Estamos aqui para tomar consciência que somos o meio-ambiente, não apenas parte dele, não há separação.

Por isso, nosso corpo é uma miniatura do universo, se quer mudar o mundo, mude algo em você mesmo. Não temos controle ou poder sobre outra pessoa. Para isso precisamos pensar menos, e sentir mais.

Esse “salto dimensional” ocorre somente através de uma mudança frequêncial SUA, por isso é preciso ter paciência, pois leva um tempo para completar a adaptação.

Outras coisas que podem ajudar nessa mudança é:

– Qualidade da Alimentação: Você é aquilo que come; Se ingerir alimento que vibrem em uma frequência elevada, como frutas e grãos, essa mesma energia irá para o seu sangue, que alimentará suas células, órgãos, vísceras, glândulas até alimentar em seus hormônios, que interferirá em seus comportamentos.

– Qualidade na Respiração: O oxigênio alimenta as células, traz a paz e a presença;

– Qualidade do pensamento: Seja Feliz, sempre tenha pensamentos elevados. O pensamento também é energia, ele vibra em uma frequência, a qualidade dele refletirá na qualidade da sua vida.

Conclusão,
A mudança planetária é um processo de desenvolvimento natural da Terra, isso já aconteceu antes, a história está apenas se repetindo. Como comentado anteriormente, é apenas um Ciclo.

Resultado de imagem para imagem campo magnético da terra agosto 2017

Aurora boreal, as partículas que atingem o planeta são desviadas para os polos da Terra, dando origem ao bonito fenômeno das auroras boreais.

Os cientistas já sabiam que os polos magnéticos trocaram de posições 36 vezes em 23 milhões de anos ao longo da história terrestre e o farão outras vezes mais. Porém, esse processo não acontece da noite para o dia. E, enquanto se dá o processo, a Terra vive um período de instabilidade. Até então, acreditava-se que esse período durava de 2.000 a 5.000 anos, mas esses pesquisadores chegaram à conclusão de que esse evento durou apenas cem anos.

O diretor da Uber Trends, PhD em física, Aba Cohen, explica que é por meio da movimentação das ligas metálicas em diferentes estados, pastoso e líquido, que compõem o interior da Terra, e as correntes elétricas que esse movimento provoca, que surge esse campo magnético. Atualmente, é no norte geográfico que se encontra o sul magnético e vice-versa. Enquanto os polos geográficos são uma convenção humana, os polos magnéticos são consequência de um fenômeno natural.

Mudança. A Terra começou a se consolidar há cerca de cinco bilhões de anos, e os cientistas estimam que o campo magnético exista há pelo menos 3 bilhões de anos, sendo que ao longo do tempo ele mudou sua intensidade, sua orientação e sofreu variações de polaridade, de acordo com o presidente da Sociedade Brasileira de Geofísica, Jorge Hildebrand.

Ele não acredita que tal transformação aconteceria em tão pouco tempo, mas afirma que existe, sim preocupação. “A magnetosfera se enfraqueceu 6,4% em cem anos. Se essa redução continuar, em um prazo de 2.000 anos estaria zerado, ou seja, a Terra perderia seu escudo protetor, e o equilíbrio do planeta estaria ameaçado”, afirma.

Essa redução estaria diretamente associada ao processo de inversão dos polos. “À medida que perde intensidade, o campo magnético vai se desfazendo, e, depois da mudança de polaridade, começa um novo ciclo”, diz Hildebrand.

Segundo ele, nas regiões polares, a intensidade do campo pode chegar a 90 mil nT (nanotesla é a unidade usada para medir a densidade de fluxo magnético). No Brasil, Estados como Paraná e Santa Catarina registram 22 nT.

Por causa desse fenômeno conhecido por Anomalia Magnética do Atlântico Sul, nessas regiões os níveis de radiação são mais elevados, podendo ocorrer mais problemas na transmissão de energia elétrica e casos de câncer de pele.

Essa falta de proteção contra as ameaças do espaço, como explosões solares e radiações, poderia afetar também os animais, os oceanos, o clima, as usinas geradoras de energia, os centros de comunicação. Ou seja, com o mundo cada vez mais dependente da tecnologia e, consequentemente, da eletricidade, o caos seria inimaginável.

Evento astronômico no equinócio da primavera de 2017…

23 set 1O equinócio da primavera ocorre por volta de 20 de setembro (Hemisfério Sul) e é celebrado através de comemorações como: o Festival de Hathor no Egito, o de Afrodite em Chipre, o de Eostre na Escandinávia e o de Olwen na Bretanha. Desta forma egípcios, gregos, celtas e druidas comemoravam com a chegada da primavera o equilíbrio entre o dia e a noite, a igualdade entre luz e sombra, a fertilidade e germinação de sementes para o futuro plantio. A ufologia supõe que na passagem dos equinócios e solstícios ocorram a abertura de portais dimensionais, expandindo a consciência humana e concretizando contatos extraterrestres. Então, observei o evento astronômico no dia 23 de setembro de 2017, onde haverá o alinhamento da Constelação de Leão (estrela Regulus), dos planetas Vênus, Marte e Mercúrio, do Sol dentro da Constelação de Virgem, do Planeta Júpiter junto à estrela Spica e da Lua em fase minguante. Fonte

Vejam abaixo imagem real da Rota do Nibiru, sua aproximação vem alterando em extremos o manto magnético da terra e os polos, provocando alterações no clima.

Imagem relacionada

Nibirus é um sistema composto por luas ou planetas, inumeráveis cometas e asteroides atraídos por causa de sua gravidade. Segundo pesquisas astronômicas, além de Nibirus, temos planetas ou luas chamados Immaru’, Ano Dommni, Amel Sarru, Nana, Uri’’, Sarru’’, e mais um nome ainda desconhecido (nomes baseados nas placas Sumérias. Ainda se faz necessário a averiguação de dados para confirmar a existência de seu sistema de luas ou planetas, pois não é possível a visualização com nitidez para distinguir).
Características de Nibirus: Rotação de 8 horas em torno de seu próprio eixo. Cometa Elenin está 8 vezes na frente de Nibirus em distâncias. Conclui-se que está a 8 UA (unidades astronômicas) = 149.Milhões de km. Exemplificando, é a distância da Terra até o Sol. É considerado por astrônomos, uma protoestrela, sendo considerado um gigante gasoso vermelho, com massa treze vezes maior que Júpiter, e densidade desconhecida até o momento. Sua velocidade de deslocamento no espaço interestelar é de 8.140 km/s até a órbita do Planeta Saturno. (Protoestrela que me refiro, tem massa próximo a do Sol que levam em torno de 10 milhões de anos para evoluir de uma nuvem molecular para sequencia principal, de treze a quinze vezes a massa do nosso Sol (anã amarela), sabemos por cálculos perturbação gravitacional do sistema solar exterior que tem treze vezes a massa de Júpiter.

O Planeta X também assim é conhecido, se tornará visível aos olhos do mundo inteiro, mas ainda não tem previsão de cálculos para estabelecer uma data provável. Sabe-se, que por cálculos astrofísicos, será visível por meados de 2017 (informação obtida por cálculos astrofísicos de astrônomos do mundo, pela União Astronômica Internacional – U A I). Em relação a como aparecerá, ao lado do Sol tendendo a se afastar a cada ciclo de sua translação com a magnitude aparente de -25,56 (nosso Sol possui magnitude de -25,74). Assim como vemos nas fotos, porém maior, tal quanto o Sol.

segundo sol dia 260913 as 0630 em ponto

A Ciência fala de um imenso objeto celeste que se aproxima do nosso sistema solar em uma órbita excêntrica, via polo sul. Um objeto grande e inusitado entrando no sistema solar a caminho de seu interior. O Hubble ou algum outro “pássaro” (pássaro que me refiro são os satélites Norte americanos assim apelidados pela NASA) do governo dos EUA no espaço profundo provavelmente tenha tomado e registrado isso em imagens. Meu palpite é muito forte. A ciência atualmente afirma que tem a confirmação que a nós faltava durante anos: a instalação do novo telescópio, o South Pole Telescope (SPT). Muito mais poderoso e capaz de sobreviver a nave espacial IRAS 1983 e ao Telescópio Espacial Hubble juntos. Este observatório foi criado para acompanhar a chegada do novo astro já conhecido e chamado por vários nomes diferentes (Hercólubus, Planeta X, Absinto, NIBIRU, Brown Dwarf Star, etc…) mas que parece ser uma estrela Anã marrom que está se aproximando da Terra vindo da direção dos prístinos céus da Antártida, pelo polo Sul. Isto a ciência já comprovou.

Os impactos em nosso sistema solar são divididos em dois estágios.

Sabemos que o nosso Sistema Solar é dividido em: sistema solar interior (Sol, Mercúrio, Vênus, Terra, Marte) e sistema solar exterior (Júpiter, Saturno, Urano, Netuno). Existem ainda planetas anões, Plutão, Éris, Makemake, Haumea, Ceres, e Sedna (Objeto 90377). Esses impactos estão atualmente ocorrendo no sistema solar exterior, fazendo com que as órbitas de Netuno e Urano sejam perturbadas, além de alterar a órbita de Saturno em 90 graus, corrente equatorial perdendo velocidade, uma enorme fonte de raio-X perto do equador, ocasionando também um brilho excessivo nas regiões dos polos. No sistema solar interior ocorrerá mudanças de polos equatoriais dos planetas. Em consequência destas potentes ondas, ela já está alterando os planetas do nosso sistema solar, mudando as temperaturas dos seus núcleos, atmosferas, posições dos polos e campos magnéticos.

Imagem relacionadaQuando o Planeta X chegar ao periélio, ponto entre Júpiter e Marte, ocorrerão no planeta Terra fenômenos elétricos fortes (relâmpagos cósmicos), choque de gravidade do Planeta X com nosso Sol. A Terra sofrerá com o aumento da atividade solar, secas severas, magnitudes médias dos terremotos aumentarão, furacões e tornados mais poderosos, dilúvios localizados provenientes de tsunamis, mares altas mais do que o normal, aumento das atividades vulcânicas. Dados obtidos através de estudos na NASA sobre impactos na Terras causadas por anomalias gravitacionais aumentadas (dados obtidos por cálculos astrofísicos de astrônomos do Mundo, pela União Astronômica Internacional – U A I).

Com a verticalização do eixo, sabemos que haverá inversão dos polos, desastres ambientais. As partículas emitidas pelo Sol poderiam interagir com a atmosfera terrestre, desencadeando uma série de reações químicas que resultariam em buracos na camada de ozônio, e que, por sua vez, resultariam em vários problemas para os humanos e desastres ambientais. Fonte

Resultado de imagem para alinhamento 23 setembro  2017

Pesquisa no google e sites indicados na Fonte. Aqui repassamos informações do assunto. Busquem as verdades, pesquisem e tirem sua própria conclusão. EG.

Conhecendo mais sobre a Obsessão…

Resultado de imagem para obsessãoObsessão, o que é, quando começa e quando pode termina?…Uma das perguntas que mais chega a minha pessoa é sobre a diferenciação entre doença mental e obsessão. Estimulado pelo fato e diante da necessidade de buscar uma temática interessante para os caros leitores, optei por tentar falar do tema, na esperança de esclarecer alguns e de estimular a outros para o questionamento.Temos umas dificuldades bastante comuns, que é a de estudar um tema ou objeto sem necessariamente ter que analisá-lo pelas partes. Isto é um dos grandes desafios ao falarmos do ser humano. Não conseguimos fazer a gestalt, como diriam os alemães, ou seja, ver o todo, querendo entender as situações vivenciais do ser como se fossem dicotomizadas.
O homem é, na realidade, o espírito e os seus diversos instrumentos de manifestação, nos planos variados de vida, vinculado a vivência terrestre. Assim, a sua leitura bio-psíquico-sócio-espiritual é uma maneira didática de entendermo-nos e termos o conhecimento das diferenciadas vivências e posturas da criatura.
A realidade essencial da vida é o espírito, ou seja, a vida, como dom maior de Deus, é atributo da essência espiritual. No entanto, pela nossa necessidade evolutiva, precisamos de instrumentos energéticos, nos mais variados planos de existir, para que possamos nos expressar, relacionar e crescer.
A partir desses planos, o espírito se expressa de diferentes formas. Entretanto, essas expressões repercutem nos outros instrumentos de manifestação. Desta forma, a vida, que se expressa pelo corpo físico, interage com os diversos corpos de estrutura mais transcendente, purificando-os ou constrangendo-os, sendo que a recíproca é verdadeira.
Afirmam os espíritos superiores que a essência espiritual não adoece, pois sendo a imagem e semelhança do Criador, carrega todo o potencial da perfeição – como criatura! – em si. Pensando assim, a doença, seja qual for, aloja-se na intimidade dos corpos através dos quais o espírito se manifesta.
Entendendo que Deus é infinitamente perfeito e sábio, toda a manifestação vivencial, por mais comprometida do ponto de vista do egoísmo e suas excrescências, tem um fim útil, buscando levar a criatura para a ação no Bem. Quando a criatura desrespeita a Lei Divina, que se encontra inscrita em sua consciência, como afirmaram os Benfeitores Espirituais a Allan Kardec, em “O Livro dos Espíritos”1, abrindo um campo de culpa sem que haja uma busca de reparação e correção, ela se afasta de Deus, postulando para si o referencial para a própria vida (egoísmo), iniciando assim um processo de doença.
Primeiramente, esta patologia é moral, no entanto, as demarcações da mesma estarão vinculadas ao campo de ação do espírito. Como é uma moléstia da consciência e a sua gravidade dependerá do grau de comprometimento, as lesões no perispírito estarão associadas aos corpos mais sutis, quando as atitudes negativas forem mais graves, e às estruturas mais grosseiras, nos casos menos graves.
No processo reencarnatório, o corpo físico funciona como mata-borrão, expressando as deficiências morais na forma das patologias conhecidas pela medicina tradicional, sendo que as suas manifestações nos órgãos mais nobres identificam maior comprometimento moral do espírito. Podemos, então, concluir que as doenças do sistema nervoso e da esfera do psiquismo são as de maior severidade, sendo que os seus portadores são espíritos com reiteradas atitudes no mal, em diversas encarnações.
Como a doença é primariamente moral e isto se expressa por pensamentos e atitudes infelizes, a sua presença faz com que se abra um campo de sintonia para outras entidades e situações energéticas, surgindo assim o processo obsessivo.
Emmanuel, no livro “Pensamento e Vida”, define que obsessão é “o equilíbrio de forças inferiores, retratando-as entre si”2. Partindo desta abordagem simples, mas profunda do grande orientador espiritual, podemos claramente perceber que a obsessão é uma estrada de mão dupla, onde não existe uma vítima e um algoz, mas ambos se fazem agressores mútuos, se retroalimentando em suas próprias deficiências.
Quando transportamos esse pensamento para o campo da realidade da doença e da presença da ação obsessiva, podemos dizer que diante de uma moléstia, em especial, no caso dos transtornos mentais, há uma possibilidade também da atuação de uma outra entidade na mesma faixa de sintonia, a qual pode ter desencadeado ou estar agravando o quadro clínico do encarnado, na situação específica.
Assim, a obsessão, como nos afirma o espírito Joseph Gleber, no livro “O Homem Sadio – Uma Nova Visão”3, não é causa, mas sim efeito, fruto do comprometimento moral do ser.
Podemos afirmar que nem toda enfermidade do indivíduo teve o seu desencadeamento na ação malévola de uma entidade espiritual, mas que, nas enfermidades psiquiátricas e psicológicas, há sempre um processo obsessivo, pois a condição mental do doente abre brechas para a sintonia em plano inferior, determinando o aparecimento da obsessão.
Este raciocínio é muitas vezes usado para a afirmação de que os pacientes psiquiátricos, por acharem na condição de vítimas de obsessão, seriam médiuns e necessitariam de um trabalho voltado para o campo do exercício da mediunidade.
Primeiramente, não é porque uma pessoa está obsediada que ela seja portadora de mediunidade. A base fundamental da obsessão é as afinidades morais, que se fazem pelos pensamentos e sentimentos que a criatura carrega em sua intimidade. Nem todo obsediado é portador de mediunidade e, portanto, não precisa desenvolver a sua mediunidade. Mesmo nos casos onde há a presença da sintomatologia mediúnica, esta não deve ser estimulada, enquanto a criatura não estiver mais equilibrada moralmente, o que só ocorre através da reforma íntima. Nos casos de transtornos mentais crônicos, onde os sintomas psiquiátricos se fazem persistentes, mesmo com uso das terapêuticas mais diversas, e o desequilíbrio moral permanece, não há indicação para que essas pessoas sejam indicadas para uma tarefa mediúnica, já que pela seriedade e pelo objetivo da mesma, não há lugar para elas no intercâmbio espiritual.
Ao contrário, a experiência de todos esses anos, atuando com pacientes daquele quilate, mostra que podemos agravar profundamente o quadro mental e, por conseqüência, os processos obsessivos. Nesses casos, o tratamento fundamental é o estudo doutrinário-evangélico (objetivando a reforma íntima) e a laborterapia, através do trabalho assistencial aos necessitados de todos os matizes. Fonte

Resultado de imagem para obsessãoA Obsessão é o ato de exercer influência do tipo negativa. Trata-se de um termo clássico e tradicional utilizado em meio à comunidade espiritualista que passa a ideia de que uma ou mais pessoas, lugares, objetos ou entidades, estão sofrendo influencia negativa de origem espiritual. A designação obsessão espiritual revela o caráter extrafísico do processo, portanto, de forma geral, trata-se de obsessão invisível e silenciosa, logo, com baixíssimo grau de percepção por parte do obsediado.

Existem inúmeros tipos de obsessões, contudo, neste material vamos tratar apenas as de ordem espiritual.

O assunto é denso, exige profundidade, atenção, maturidade e muito bom senso, porque está intimamente relacionado às questões mais profundas da alma humana. Digo isso porque a obsessão não acontece sem um obsessor. A obsessão é um sistema energético que funciona pela presença do obsessor e do obsediado. Não há um sem o outro.

E como decidi abordar o tema com foco apenas na obsessão do tipo espiritual, vamos estreitar a amplitude do assunto lembrando que para considerar a obsessão espiritual, antes precisamos considerar a existência do espírito ou o caráter imortal da alma.

É importante ficar claro que a obsessão espiritual se dá pela ação de influência de um espírito desencarnado sobre um ou mais espíritos encarnados.

Também podemos lembrar que existem diversos tipos de obsessão, como por exemplo, entre pessoas encarnadas, entre espíritos desencarnados, entre pessoas e espíritos. Neste caso estamos abordando unicamente a ação de seres desencarnados sobre os encarnados.

A imortalidade da alma e dos aspectos da personalidade…

Ao desencarnar, a alma guarda consigo todos os aspectos de sua personalidade, o lado positivo e o negativo. Quando a morte vem, a única coisa que se perde é o corpo físico, todavia o temperamento, a base moral e o universo de pensamentos e sentimentos ficam preservados. É aí que as obsessões começam, porque os mesmos defeitos e virtudes que a pessoa tinha quando vivia na matéria, agora ela manifestará no lado extrafísico da vida.

Imagem relacionada

Criamos nossa própria realidade à partir daquilo que estamos pensamos e vibramos.

Escolhas e sintonias…

Quando a alma desencarna no processo da morte do corpo físico, é a sua constituição moral e sua personalidade que determinará os horizontes que seguirá. Em outras palavras, “a cada um será dado conforme suas obras”.

O que uma pessoa vive na vida material, no que concerne a forma como ela pensa e sente a vida e a sua capacidade de sentir mais ou menos amor, determinará o seu endereço na vida além-túmulo. Como a alma não morre, e ela é a matriz da sua existência, você não se livrará daquela tendência de se magoar, daquela visão pessimista, daquela mania de reclamação, daquela atitude crítica, somente porque “passou para o outro lado”.

Se você é uma pessoa legal aqui no lado da matéria, assim será do lado de lá!

Se você é chato, inconveniente e negativo aqui no lado da matéria, assim você será do lado de lá!

A morte não muda o que as pessoas são em essência!

A morte é uma transição necessária que acontece para que as pessoas possam reavaliar seus estágios de evolução e para que possam se reciclar quanto aos seus propósitos e necessidades.

Definitivamente, quanto mais você focar o sentido de uma vida física na busca por evolução espiritual e reforma íntima, mais chances você terá de não se tornar um obsessor no pós-morte!

Imagem relacionada

Eu, um obsessor???…

Esse é um caminho, infelizmente, muito comum!

O motivo é simples, você vive uma vida inteira sem propósito espiritual e sem focar na evolução da sua consciência e na realização da verdade da sua alma. A consequência é que a morte vem e você não estava preparado para ela. Isso implica em sentir muitos sentimentos negativos, como apegos, medos, tristezas, mágoas, ressentimentos e irritações. É aí que as obsessões mais simples, as quais são as mais ocorrentes na vida humana, surgem.

Você morreu, mas aquele ressentimento está mais vivo do que nunca. O seu corpo morreu, mas aquela tristeza está mais forte do que nunca. O seu corpo já virou resido no cemitério, mas aquele vício por cigarro, álcool ou por aquela alimentação desregrada ainda está muito forte.

O que você acha que acontece? Você acha mesmo que somente porque você é um espírito desencarnado é que tudo será curado? Ledo engano…

No lado de lá da existência, os vícios, incluindo os emocionais como reclamação, crítica, apego, ficam mais intensos, mais protuberantes, portanto mais incômodos.

E o mesmo desafio pessoal, que envolve dedicação, vontade, desapego e força, necessária para vencer as suas limitações, será igualmente necessário.

O lado espiritual da vida revelará totalmente o que você é em essência!

O lado espiritual da vida mostrará a face escura e a face clara da sua alma! O lado que estiver mais nutrido vencerá!

Não existe um Deus que castiga, pois céu e inferno são estados de consciência que sintonizam a pessoa em ambientes bons ou ruins. O céu e o inferno são aglomerados de coisas, pessoas, energias de mesmo padrão, portanto você terá o seu magnetismo pessoal como o GPS que lhe guiará para o seu ambiente perfeitamente adaptado para  o que você é em essência e verdade.

Você se tornará um obsessor de pessoas encarnadas se não souber se livrar a tempo das inferioridades mundanas que lhe mantem em estado de apego e dependência, seja no nível e tipo que forem.

Imagem relacionadaO início de uma obsessão…

Cada ser escolhe como quer evoluir. Evoluir pela dor ou pelo amor será sempre a escolha oferecida a cada alma, contudo, evoluir não é uma escolha, é uma lei natural, a qual você não pode se desligar.

Você tem a oportunidade de após a morte do seu corpo físico, seguir no caminho da consciência e da continuidade da sua evolução, mesmo que isso exija dedicação, empenho e muito trabalho. Sempre há uma mão estendida do lado espiritual, proporcionando ajuda no sentido da elevação moral daquele que acaba de desencarnar. Todavia, ceder aos impulsos da carne e obedecer a um chamado da alma não é tarefa simples, em especial para aquele que se intoxicou profundamente no período de uma vida, com ilusões mundanas, materialismo excessivo e paixões animalizadas.

É nesse momento que a evolução pelo caminho da dor pode começar. Se o espírito recém-desencarnado não se dedicar ao aprimoramento de sua alma, cederá aos impulsos ainda remanescentes de uma alma contaminada pelo estilo de vida material sem valores espirituais.

Como saciar os desejos de uma alma doente e dependente de elementos de uma vida material?

Somente com elementos do mundo material…

Dessa forma, o espírito apegado ao modo de vida na Terra, ignora o chamado que levará ao o seu aperfeiçoamento para ser magnetizado aos elementos que provocaram a ilusão da saciedade.

Com esta escolha, o espírito passará a seguir o caminho da vampirização energética ou simplesmente obsessão espiritual (os dois termos significam a mesma coisa). De forma magnética será atraído para pessoas encarnadas que estejam mergulhadas nas sensações em que ele é viciado, passando a participar ativamente da aura de acontecimentos, idas e vindas dessas pessoas.

Seu objetivo não é fazer mal a ninguém, apenas alimentar suas sensações de carência com os fluidos energéticos das práticas realizadas na Terra por um ou mais encarnados.

A obsessão acontece no sentido de sugar os fluidos corpóreos extrafísico exalados pelos ambientes e pessoas que produzem as sensações as quais o obsessor necessita.

Elementos de dependência…

Tudo o que promove o aumento do amor e da elevação da alma ajuda na construção da proteção espiritual, da saúde em todos os níveis e da ascensão da alma humana. Todavia, tudo aquilo que gera vício e provoca sentimentos animalizados ou desequilibrados, gera a escravização.

Se você é uma pessoa cheia de rancor, poderá viciar-se em situações de mágoa e quando desencarnar, ficar presa às situações similares;

Se você é uma pessoa controladora e autoritária na sua família, quando desencarnar, tende a ficar preso as situações similares;

Se você é descompromissado, não tem vontade de crescer, não tem ambição para vencer o comodismo, quando desencarnar, tende a ficar preso em situações similares;

Se você só reclama da vida e fica se lamentando o tempo todo, quando desencarnar, tende a ficar preso a situações similares;

Emoções negativas são viciantes, estudos científicos já comprovam essa afirmação, portanto, são as maiores responsáveis por dar origem a condição de obsessor espiritual.

90% das obsessões NÃO são feitas por espíritos malígnos…

Você não precisa ser uma pessoa maldosa para se tornar um obsessor espiritual, basta que você se deixe levar pelas emoções negativas, que feche as portas para a necessidade de evolução e que mergulhe nos erros da invigilância espiritual, para que você se torne um candidato a obsessor. É simples assim!

90% dos obsessores procuram amigos e familiares…

Da mesma forma que vivemos no mundo material em grupos sintonizados por afinidades, quando desencarnamos e não aprendemos a domar as emoções viciantes, voltamos a procurá-los. Desta forma, as obsessões tem a maior tendência de acontecer com parentes e amigos.

Notadamente, os obsessores procuram os seus semelhantes!

As consequências…

É importante evidenciar que o elemento de ligação entre o obsessor e o obsediado é um conjunto de emoções e sentimentos. Em outras palavras, o obsessor reconhece no obsediado uma ponte para que ele volte a experimentar os fluidos de determinadas sensações, portanto não existem vítimas, somente consequências de ações.

Resultado de imagem para obsessão

Mesmo assim, é necessário explicar alguns dos tipos mais clássicos de consequências envolvidas no processo de obsessão.

Basicamente o obsessor se alimenta de uma ou mais sensações específicas que são geradas na associação do corpo mental e emocional do obsediado. E para que essas sensações sejam produzidas pelo obsediado, o obsessor irá constantemente estimular seu alvo a tais ações. Com essa corrida sem fim, o obsediado passa a ser manipulado não somente pelos seus próprios vícios, mas também pela ações de entidades externas.

Por meio dessa influenciação, o obsediado aumenta o seu nível de dependência e de desequilíbrio. Também pode começar a sentir outros anseios, dores, emoções e traços de temperamento do seu obsessor, o que provocará inúmeras sensações inconvenientes.

Como o processo de obsessão acontece por conta da sintonia de sensações, é dificilmente percebida por pessoas distantes da vida espiritual e porque não manifestam características muito diferentes daquelas que retratam a sua personalidade. E outras palavras, as consequências negativas das obsessões dão a impressão de ser fruto apenas de um desajuste meramente pessoal. E com isso a percepção dos reais fatos se torna impossível para pessoas materialistas (neste conceito não me refiro ao dinheiro, mas apenas as pessoas que não estão abertas para enxergar, sentir e acreditar no lado espiritual da vida).

Tipos de obsessões espirituais…

O tipo mais ocorrente de obsessão espiritual é o que relatei anteriormente, contudo não é o único. Existem outros padrões de obsessões bem mais complexas e arquitetadas. Vamos citar aquelas as quais considero as mais relevantes.

Obsessões de inimigos espirituais…

Quando um conflito surge entre duas pessoas, as consequência dessas desavenças podem atravessar os séculos. Quando as pessoas envolvidas estão em dimensões diferentes, ou seja, uma está no plano físico e outra no plano espiritual, uma obsessão espiritual pode surgir.

Os laços negativos que foram criados por conta dos conflitos criam sintonia entre os dois seres. Depois disso, o indivíduo desencarnado toma proveito da sua invisibilidade para fazer valer sua influenciação negativa no sentido de promover sua vingança, seu ataque ou qualquer que seja a sua ação perniciosa. Casos assim acontecem com muita frequência e precisam de muita dedicação por parte principalmente do obsediado para que o processo se encerre. Além disso, a oração de familiares e amigos pode também oferecer vibrações positivas que favorecem a transmutação do carma. É importante entender que os conflitos podem ter origem em uma ou mais existências (vidas passadas).

Nesses casos, o obsediado dificilmente conseguirá tratar a obsessão se não procurar ajuda especializada, bem como, mergulhar profundamente no seu caminho de reforma íntima.

Sistemas energéticos de viciação…

Os submundos espirituais são regiões extrafísicas envolvidas por vibrações negativas, de baixo calão, estruturadas de material astral sombrio, proveniente das imperfeições da alma humana. Nesses ambientes conhecidos genericamente por umbral (região onde existe grande perturbação e sofrimento) ou inferno (do latim: profundezas, mundo inferior) muitos espíritos especializados na obsessão coletiva, desenvolveram sistemas complexos para garantir a exploração em escala maior dos fluidos vitais humanos carregados de sensações e sentimentos que alimentam os seus vícios. Esses sistemas contam com o trabalho de escravos espirituais que atuam na crosta da Terra exercendo influencias em encarnados para que o processo de obsessão organizada siga acontecendo. Esses sistemas são especializados por áreas de interesse, como por exemplo: escolas e universidades, grupos religiosos, bares e prostíbulos, festas e eventos, grupos políticos, entre outros.

Quando uma ou mais pessoas no ambiente extrafísico da Terra desenvolve ações, atitudes ou movimentos que indiquem uma possibilidade de abalar a ação desse sistema organizado por espíritos especialistas (os quais normalmente lideram falanges de muitos espíritos viciados ou enveredados para o mal) poderão sofrer retaliação.

Esses casos são graves, a considerar que essas organizações são monitoradas a distância pelos técnicos espirituais a serviço do bem maior, os únicos capazes de proceder com os recursos corretos, com as estratégias perfeitas para o desmantelamento de suas atividades.

Quando uma pessoa por imperícia, distração ou inocência, comete ações impensadas contra essas organizações (quase sempre sem perceber), pode sofrer graves consequências. Especialmente se essas ações infringirem leis naturais, então os agentes do bem maior nada poderão fazer para atenuar as consequências. Nestes casos, a pessoa pode ter a sua vida literalmente virada de pernas para o ar!

Se um pessoa desavisada agir de forma que provoque alterações nos sistemas desses seres das sombras, todavia não estiver agindo contra nenhuma lei da justiça divina, ela será amparada pelos seres de luz responsáveis pela tarefa.

Retaliação de obsessores de terceiros

É comum uma pessoa que esteja ajudando alguém na sua reforma íntima sofrer a retaliação do espírito obsessor relacionado a ela.

Imagine que você esteja ajudando alguém a se livrar de um vício ou a curar aspectos da personalidade inferior de alguém que esteja sobre influencia espiritual de uma entidade qualquer. Pela mudança no padrão energético da pessoa que está buscando ajuda, ela passará a ser considerada pelo obsessor como a responsável pela perda de seu ?escravo?, logo, pode começar a sofrer ataques espirituais da entidade perturbada.

Uma vez que o trabalho de ajuda seja feito dentro de um âmbito de respeito, não julgamento e amor, não haverá desequilíbrio nas leis de justiça divina, portanto a pessoa será amparada por seres de luz empenhados na tarefa. Da mesma forma, se a pessoa que oferece ajuda conduzir práticas que alterem o equilíbrio da justiça divina, certamente receberão o impacto das ações incorretas.

Obsessão por encomenda

Você pode ter sido alvo de alguém que encomendou um “trabalho” para lhe prejudicar por inúmeros motivos que o egoísmo humano pode criar. Exemplo: Inveja, cobiça, vingança, entre outros. Neste caso, a pessoa interessada no mal de alguém encarnado, encomenda o serviço para algum feiticeiro que cobra um valor pelo serviço. Este feiticeiro trabalha em consórcio com espíritos malignos especializados, os quais avaliam detalhadamente as falhas morais e os pontos fracos do alvo, para o planejamento das ações obsessivas.

Neste caso, a consequência dos atos ou carma fica acumulado na energia tanto de que solicita o trabalho, quanto de quem o intermedia (o feiticeiro e os espíritos associados).  Mesmo assim, a ação do trabalho poderá facilmente atingir o alvo se este sucumbir as falhas morais que dão vida aos efeitos da ação obsessiva. Da mesma forma, a conduta moral elevada, a associação com praticas de elevação moral e o serviço altruísta amoroso pode construir os diques de contenção necessários para impedir que tais influências sejam recebidas.

No caso das encomendas, poderão ser utilizados espíritos escravos ou soldados dos reinos inferiores, os quais muitas vezes podem se revezar no processo de obsessão negativa. Utilizam-se de vibrações perniciosas através de técnicas de implantação mental de pensamentos que dão origem a emoções, que por sua vez podem produzir as consequências desejadas pelos seres das sombras.

Obsessão por implantes extrafísicos…

A vida física é uma cópia grosseira meramente aproximada da vida espiritual. Da mesma forma que as tecnologias estão avançando no mundo físico e afetando a vida de todas as pessoas, nas atmosferas espirituais elas também estão presentes.

Para organizar um sistema de obsessão espiritual mais efetivo e eficiente, os espíritos especialistas das sombra criaram um complexo sistema de obsessão por dispositivos tecnológicos, os quais substituem a necessidade da presença constante dos espíritos escravos ou dos soldados das sombras no ambiente das obsessões.

Os implantes são pequenos dispositivos implantados nos corpos espirituais dos encarnados que pulsam vibrações específicas para o objetivo de cada obsessão.

Por se tratar de uma tecnologia espiritual avançada, esses dispositivos só podem ser removidos com a cooperação trabalhadores a serviço do bem maior encarnados e desencarnados.

Nessas tarefas de remoção de implantes, são necessários trabalhadores habilidosos na manipulação de energias vitais de cura, associadas às vibrações e a perícia dos técnicos do plano espiritual, espíritos guardiões e especialistas na manipulação das energias de plantas e minerais, como os conhecidos pais velhos.

A remoção de um implante extrafísico por meio de um médium ou terapeuta holístico despreparado pode gerar graves consequências ao implantado.

Tipos de obsessores…

SIMPLES

Aquele parente ou amigo que está preso ao plano físico simplesmente pela sintonia de apego as emoções e sentimentos mundanos. Por essa causa, acaba se tornando um obsessor, muitas vezes sem ter consciência do caráter pernicioso de sua ação.

ESCRAVIZADO

Após atingir um nível de profunda dependência e apego aos desejos mundanos, esses seres são escravizados por entidades especializadas, que os utilizam oferecendo permutas e os mantendo como trabalhadores para os mais diversos tipos de ação.

QUIUMBAS

São os bagunceiros e vândalos espirituais. Não se prendem a nada e não tem nenhuma intenção elevada, não tem ambição de nada, apenas bagunçar. Normalmente andam em grupos contendo mais do que três quiumbas. Podem facilmente afetar um ambiente o tornado um campo de discussões e desentendimentos.

SOLDADO DAS SOMBRAS

É uma classe de espíritos realmente conscientes do mal, arredios, revoltados e contrariados. Eles sabem o que estão fazendo, estão conscientes de seus papeis e consequências. São empregados nos mais diversos tipos de trabalhos sempre orientados por espíritos especializados.

ESPECIALISTAS

Apenas para não aprofundar propositalmente nesta classificação, pode-se dizer que são diversas classes de espíritos especialistas. Contudo, vale lembrar que são peritos nas artes de manipulação de fluidos vitais, na influenciação por meio da hipnose e na disciplina mental. Em outras palavras, são especialistas no domínio dos elementos. Não costumam aparecer, de forma alguma se deixam mostrar, bem como não trabalham em causas pequenas. Estão empenhados em atuar em ações coletivas ou em pessoas importantes no mundo, cujo suas ações reflitam consequências em muitas pessoas. Se você não é um político muito influente, se você não tem um trabalho de grande expressão, se você não é um líder espiritual, não se preocupe, pois você jamais será alvo de um especialista das sombras.

Todo processo obsessivo ocorre sempre que há trocas não equilibradas ou não saudáveis de energia. As trocas podem ser:

Entre seres vivos

A energia de uma ou mais pessoas, influenciando a de outra ou outras pessoas.

Entre seres desencarnados

A energia de um ou mais espíritos desencarnados, influenciando a de outro ou outros espíritos desencarnados.

Entre pessoas e espíritos desencarnados

A energia de um ou mais espíritos desencarnados, influenciando a e energia de uma ou mais pessoas ou a energia de uma ou mais pessoas influenciando a de um ou mais espíritos desencarnados.

Entre pessoas e ambientes ou objetos

A energia mental e emocional de uma ou mais pessoas sobre um objeto ou ambiente. A projeção do psiquismo dessa ou dessas pessoas sobre um local ou objeto pode afetar completamente sua energia.

Entre espíritos desencarnados e ambientes ou objetos

A energia de um ou mais espírito desencarnado exercendo influência sobre a energia de locais ou ambientes.

Aspectos das obsessões ? Padrões…

Nosso espírito, nossas emoções e nossos pensamentos, são verdadeiros geradores de energia, logo podem ter seus padrões influenciados (positivamente ou negativamente) de acordo com a natureza da influência. Também podemos influenciar (positivamente ou negativamente) qualquer outra pessoal, espírito desencarnado, local, objeto, pelo fato de termos a capacidade de direcionar nossas energias, sejam espirituais, mentais ou emocionais para o foco da atenção. Pela característica de gerar facilmente grandes fluxos energéticos, as obsessões tendem a ocorrer principalmente nos seguintes aspectos:

Emocionais

Quando a energia que gera influência é de natureza emocional, portanto oriunda das emoções emanadas de uma ou mais pessoas, local ou espírito desencarnado. Tem a capacidade de influenciar as emoções de pessoas, seja através de interferências direta ou através de interferência indireta quando acontece em um ambiente ou objeto. Nesse caso, a energia das emoções fica carregada no local ou objeto, e em algum momento, quando qualquer pessoa ou espírito desencarnado tiver qualquer contato, receberá imediatamente a influência da energia dessas emoções que ali estavam impregnados.

Mentais

Quando a energia que gera influência é de natureza mental ou psíquica, portanto oriunda dos pensamentos emanados de uma ou mais pessoas, local ou espírito desencarnado. Tem a capacidade de influenciar os pensamentos de pessoas, seja através de interferências direta ou através de interferência indireta quando acontece em um ambiente ou objeto. Nesse caso, a energia dos pensamentos fica carregada no local ou objeto. Em algum momento, quando qualquer pessoa ou espírito desencarnado tiver qualquer contato, receberá imediatamente a influência da energia desses pensamentos que ali estavam impregnados.

Espirituais

Quando a origem obsessiva tem natureza espiritual, ou seja, parte de um espírito desencarnado. Essa influência pode ser gerada por um ou mais espíritos, sobre um ou mais objetos, locais ou pessoas.
Nesse tipo de obsessão, o desencarnado, que pensa e sente como qualquer ser encarnado, emana influências emocionais e mentais para qualquer coisa, pessoa ou ambiente.

Uma das mais graves obsessões: a silenciosa…

A ação das situações extremas, negativas, adversas na vida é algo que se pode notar e imediatamente perceber os malefícios. A exemplo de um acidente, uma perda, notícia ruim, demissão, doenças, etc. Trata-se de uma interferência negativa que pode ser facilmente detectada, entendida e imediatamente combatida, pois a consciência de que um mal ocorreu é grande e esclarecedora.

E os males sutis do dia a dia, como ficam?

Quem os percebe?

A falta de persistência, a vontade de desistir, a intolerância, a preguiça, o egoísmo, entre outros aspectos tão presentes no dia-a-dia que navegam plenamente por cada ser, com impunidade absoluta. Por quê?

O mal latente não é exclusivamente aquele que se mostra com grande impacto e concentração. Ou ainda, se manifestado por situações ou acontecimentos negativos de grande intensidade. É aquele que emerge sorrateiramente, e que aos poucos vem ganhando terreno silenciosamente.

Uma mudança abrupta de conduta pode ser detectada imediatamente e corrigida. Principalmente, se alguém com bons hábitos alimentares, sem vícios, de um dia para outro começar a se alcoolizar. As atenções se voltarão para esse fato ocorrido, onde será considerado um fenômeno, uma anomalia, algo fora do normal da pessoa.

A ação do mal poucas vezes ocorre dessa forma, mas silenciosa e discreta. Aos poucos vai criando mecanismos para mudar os hábitos e atitudes. Estrategicamente o individuo vai recebendo impulsos de interferências negativas que vão produzindo pequenas e quase imperceptíveis mudanças no seu comportamento.

Diante disso, o autocontrole mental do indivíduo, sua consciência do todo diminui, sua frequência cai passando a tornar-se solo fértil para obsessões, tendências negativas e fraquezas.

Dificilmente há o choque direto entre uma energia densa e uma energia de luz. Suas polaridades tão opostas que naturalmente não permitem essa aproximação. O mal atua de forma intensa, rapidamente é percebido pelo indivíduo e combatido. Quando ele age silenciosamente, vai recriando comportamentos, emanando influências e alterando lentamente o percurso da jornada de evolução de cada ser. Valendo-se de uma forma ardilosa, seduz pacientemente a pessoa para um caminho de densidades, fraquezas, inferioridades e vícios dos mais diversos.

As interferências negativas lentas e sutis podem vir a atuar por 10, até 20 anos. Estas, reprogramam o poder mental do indivíduo e constroem alicerces firmes para suas investidas em alguns casos mais curtos, em outros mais lentos.

Considerações importantes…

Podemos considerar que obsessor é a entidade encarnada (pessoa) ou desencarnada (espírito que vive em outro plano), que parasita uma outra entidade ou local. Essa obsessão pode ser intencional, logo consciente, ou não intencional (inconsciente).

Sempre que uma pessoa ou espírito desencarnado, estiver interferindo negativamente na energia de uma ou mais pessoas, de um ou mais ambientes ou objetos, esse pode ser considerado um obsessor, logo todos podemos ser obsessores e obsediados conforme a situação a qual estejamos sujeitos. Fonte