Essência do Ego & Origem dos problemas

Resultado de imagem para ego
A maioria das pessoas está tão identificada com a voz dentro da própria cabeça – O fluxo incessante de pensamentos involuntários e compulsivos e as emoções que os acompanham – que podemos dizer que esses indivíduos estão possuídos pela mente.

Quem se encontra inconsciente disso acredita que aquele que pensa é quem ele é. Essa mente é egoica. Chamo-a de egoica porque existe uma percepção do eu, em todos os pensamentos – lembranças, interpretações, opiniões, pontos de vista, reações, emoções. Isso é inconsciência, espiritualmente falando. 

O pensamento, o conteúdo da mente, é condicionado pelo passado: pela formação, pela cultura, pelos antecedentes familiares, etc. o núcleo central de toda atividade mental consiste em determinados pensamentos, emoções e padrões reativos repetitivos e persistentes com os quais nos identificamos mais intensamente. Essa entidade é o próprio ego. 

Na maioria dos casos, quando dizemos “eu”, é o ego que está falando, e não nós, como temos observado. O ego compõe-se de pensamentos e emoções, de uma serie de lembranças que reconhecemos como “eu e minha história”, de papeis habituais que desempenhamos sem saber e de identificação coletivas, como nacionalidade, religião, raça, classe social e orientação política. 

Ele contém ainda identificações pessoais não só com bens, mas com opiniões, aparência exterior, ressentimentos antigos e conceitos sobre nos mesmos como melhores do que os outros ou inferiores as eles, como pessoas bem sucedidas ou fracassadas. 

O conteúdo do ego varia de pessoa para pessoa, no entanto todo ego funciona de acordo com a mesma estrutura. Em outras palavras: os egos diferem apenas na superfície. 

No fundo, eles são iguais. De que maneira  são semelhantes? Eles existem à custa da identificação e da separação. Quanto vivemos por meio do eu construído pela mente, que se constitui dos pensamentos e das emoções do ego, a base da nossa identidade é precária por que os pensamentos e as emoções são, por sua própria natureza, efêmero, instáveis. 

Assim, todo ego está continuamente lutando pela sobrevivência, tentando se proteger e aumentar de tamanho. Para sustentar o pensamento do eu, ele precisa de algo oposto, que é o pensamento “o outro”. 

O “eu” conceitual não consegue sobreviver sem o “outro” conceitual. Os outros são sobretudo os outros quando os vemos como inimigos. 

Numa extremidade da escala desse padrão egoico de consciência, situa-se o habito compulsivo de encontrar defeitos nas pessoas e nos queixarmos delas. 

Jesus referiu-se a isso quando disse: “Por que vês tu o argueiro no olho de teu irmão e não reparas na trave que está no seu olho?” no outro extremo da escalada, encontra-se a violência física entre indivíduos e guerras entre países.

Embora, na bíblia, a pergunta de Jesus permaneça sem resposta, ela é sem duvida: porque quando critico ou condeno o outro sinto-me maior, superior. Fonte

Retirado do livro – O Despertar de uma nova consciência – Eckhart Tolle 

O Ego é a parte do ser humano que alimenta pensamentos e emoções de interesse próprio, com base nos estímulos dos sentidos que formam nossas opiniões particulares, nos levando a agir a favor daquilo que nos agrada e contra o que nos desagrada.

O termo Ego vem da Psicologia, mais especificamente da área de Psicanálise. Surgiu para explicar como é o funcionamento da mente impulsiva/inconsciente/consciente humana.

Em palavras comuns, Ego é também a “personalidade” de uma pessoa. Está ligado ao “caráter” e à maneira como ela age e pensa. Isso porque o Ego é uma característica psíquica do ser humano que une todas as experiências que ele teve contato até então, para formar as suas opiniões e os caminhos que ele tomará.

Todo ser humano tem o Ego dentro de si mesmo. É dele que vem todas as nossas reações automáticas, que acontecem de acordo com o que conhecemos. O Ego então age com “opiniões individuais”, que se transformam em uma “verdade” para nós. Parte daquilo que acreditamos, de acordo com nossas percepções da vida e da realidade, já que passamos por isso no passado ou estamos passando no presente.

Ponto positivo

ponto positivo do Ego é fazer de tudo para nos manter vivos. Ele cria maneiras, a todos os momentos, de nos manter em vida, de acordo com tudo o que passamos antes e as referências de sobrevivência que temos vindas do instinto. Ele é uma ferramenta para revolver problemas, e busca sempre fazer isso com as conclusões que chegou através de nossas experiências.

Ponto negativo

ponto negativo do Ego é acreditar que sempre estamos certos. O Ego funciona de maneira “linear”, ou seja, apenas com reagindo à vida com percepções limitadas da realidade. Assim, ele gosta de “ter razão” e seguir isso com todas as forças, mesmo que estejamos errados dentro de uma situação ou contexto.

Quando então não conseguimos perceber dentro de nós o que vem do Ego, costumamos agir apenas “reativamente”. Isso pode provocar diversas repetições de sentimentos negativos em nós.

O que é o Ego? Uma conclusão simples…

O Ego é a parte de nós que nos faz agir apenas a favor dos nossos desejos e contra aquilo que não desejamos.Mas nos esquecemos de avaliar e entender se isso realmente está certo e nos faz bem, ou se é só uma reação repetida, vinda do passado, de acordo com uma experiência que tivemos antes. Sem essa avaliação, ficamos “prisioneiros” de reações idênticas em nossas vidas, que causam resultados idênticos.

Um exemplo prático e específico, para entendermos mais fácil: se tivemos uma experiência no passado com um homem idoso que nos tratou mal, toda vez que virmos um homem idoso em nossa frente, o nosso Ego vai disparar emoções negativas, como se aquele homem idoso fosse igual ao anterior que te tratou mal. Agora pense isso multiplicado a todos os hábitos e padrões da sua vida: aí é que está o perigo do Ego.

O Ego nos faz ter hábitos e padrões que nos “aprisionam” em resultados semelhantes em nossas vidas. Se esses resultados são negativos, teremos sempre resultados negativos.

Por isso entendê-lo é essencial, para não dependermos só daquilo que vem do nosso instinto e do passado.

egoPercebendo o Ego no dia a dia…

Pare em um momento do seu dia hoje, em que você possa estar tranquilo e sem fazer nada. Avalie os pensamentos que vêm em sua cabeça nesse momento. Talvez, venham centenas de pensamentos relacionados a centenas de coisas diferentes. Pode ser a sua fome, pode ser um sentimento negativo que você está carregando. Pode ser um problema que você quer resolver logo, pode ser um fato totalmente bobo que você presenciou há pouco tempo. Tudo isso são pensamentos do Ego.

Perceba que, dificilmente, algum pensamento está conectado ao momento presente. A maioria estará te levando para o passado ou para o futuro, e tirando seu foco do que você realmente precisa focar agora. Esses pensamentos são aqueles infinitos que falamos antes, tentando resolver problemas que ainda nem aconteceram.

Observar quais são seus pensamentos, hábitos e ações constantemente vai te fazer perceber como é e como está o seu Ego hoje. Por enquanto, e por alguns dias, só observar já basta. Isso porque assim você estará se distanciando e percebendo cada vez mais a separação entre sua consciência (o observador) e o Ego.

Controlando o Ego no dia a dia…

Para ter autocontrole, a observação, como dizemos no passo anterior, é muito importante. Ao observar os pensamentos constantes, podemos começar a entender quais são aqueles que nos ajudam e aqueles que nos prejudicam. Os famosos “pensamentos negativos” tiram muito nossa energia, fazendo também focarmos em ações negativas.

Uma dica simples que costumo dar bastante nos Processos de Alta Performance que faço na Pandora, é para você fazer uma lista. Pegue um papel e uma caneta, ou anote em um bloco de notas do seu celular, quais os pensamentos frequentes que você está tendo. Primeiro os que mais estão presentes (e pode ser genérico, por exemplo, “pensamentos de fome”). Com esse “mapa” de pensamentos, poderemos agora saber quais pontos trabalhar aos poucos para mudar os pensamentos.

Se, por exemplo, seus pensamentos principais do dia são focados em fome, você pode começar a controlar sua alimentação, de maneira simples. Talvez comer menos, ou fazer uma pequena dieta, ou comer mais alimentos saudáveis, como frutas, para saciar sua fome constante. E isso pode ser repetido depois com outros pensamentos.

O principal é trocar o controle dos seus pensamentos para você! Autocontrole significa controlar-se, em primeira pessoa. Quanto mais deixarmos nossos pensamentos nos controlar, impulsivamente, estaremos sendo “escravos” do acaso.

Uma dica valiosa…

Já percebemos anteriormente que a maioria de nossos pensamentos nos levam para o futuro e o passado. Com base nisso, uma dica valiosa é, cada vez mais, focarmos no momento presente.

Para isso, a Pandora criou uma ferramenta chamada auto desafios, que são pequenos desafios que você se propõe diariamente para ter ganhos em todas as áreas de sua vida, seja pessoal ou profissional. Essas ferramentas aumentam nossa observação com simples tarefas de nosso dia a dia. E, consequentemente, aumentam nossa presença (o foco em estar aqui e agora).

A intenção principal deste texto é mostrar que todos temos dentro de nós alguns aspectos que nos limitam e sabotam, mas que também temos o controle de tudo o que quisermos ter em nossa vida. Basta querer. Se você está em um site chamado Quero Evoluir, acredito que você queira!

A verdadeira “morte do Ego”…

Muitas pessoas não entendem bem, porque Nessahan falava que o Ego tinha que ser morto, para que um Homem pudesse nascer.

Confundem a noção de Ego dele, com o Ego da Psicanálise, este último, uma parte da nossa mente, com a qual, não podemos dispensar.

Lembro aos Confrades que ele sempre falava em “agregados psíquicos”, quando definia Ego. Ou seja, de algo com o qual não nascemos, que foi colocado em nossas mentes.

Força, Coragem, Excelência e Honra, são os valores fundamentais que norteiam a Masculinidade (sendo a Força algo não exclusivamente física). Em que momento, da História, a quantidade de parceiras sexuais, passou a fazer parte disso? A definir se alguém é Homem, ou não?

Apenas no nosso Presente, dominado pelo Comunismo, os mecanismos sociais que eles controlam, nos doutrinam por todas as partes, que é assim.

Dessa forma, adiciona-se um componente a nossa noção de estima masculina, que nunca esteve lá. Logo, que deve deixar de estar lá. Desaparecer. Morrer.

Sir Isaac Newton morreu virgem, mas foi muito mais Homem, por suas ações e legado, que muitos macacos reprodutores, que temos hoje, espalhados por aí.

Vocês não precisam chegar a tanto, claro. Mas precisam saber identificar que algumas noções de masculinidade e valores que possuem, tem que ser exterminadas, ou jamais poderão ver o mundo como ele é, nem serem donos de seus destinos. Fonte

999239_187917574734307_1075337169_n

Lidar com ele é uma necessidade descrita entre nós desde o nosso Precursor, Nessahan Alita. Seu conceito entre os Realistas ainda é muito discutido, assim como a forma exata de lidar com ele. Aqui deixo minhas observações e reflexões sobre o primeiro grande obstáculo na formação de um homem: o ego.

O Realismo preza por definição, a buscar enxergar o mundo exatamente como ele é, pela perspectiva mais lógica possível. Por conta disso, muitos dentre nós só enxergaram veracidade nos nossos conceitos quando seguir suas emoções lhes causou grande sofrimento, quando a busca por saciar o ego termina em desastre, e ele enfraquece o suficiente para podermos roubar dele uma parte de sua influência sobre o Aspirante.

No mundo moderno, superficial e desenhado para dar a poucos roubando do resto, a aparência possui mais valor do que a substância. Crescemos diante de imagens inabaláveis: homens e mulheres infalíveis, onipresentes e para os quais, sempre há uma justificativa para resguardá-los, para impedir que a culpa sobre seus erros recaia sobre eles. Os tomamos por exemplo e modelo. Só se tem o “melhor” da vida, se você parece, mesmo que não seja.

Passamos a acreditar então que a fonte desse poder está naquilo que os outros pensam de você, e que tudo deve ser empregado para alimentar esse poder. O orgulho é fomentado. O egoísmo cresce no íntimo. Essas duas forças interagem até formarem um filtro artificial que direciona suas decisões e percepções para atender a duas necessidades ilusórias: ter a aparência da perfeição, e ter tudo aquilo que se puder ter.

A esse filtro, sujo, torto e emocional, os Realistas dão o nome de ego.

O ego é a venda através do qual a Matrix nos mantém cegos, e dependentes de todas as suas mentiras para se guiar no mundo. Conservando-o, nenhuma decisão tomada por um homem pode ser REALmente produtiva.

Como você deseja desenvolver seu físico, se você não sabe diferenciar entre conquistas sólidas e válidas para você, e os ganhos que simplesmente lhe tornarão mais “visível”?

Como você deseja desenvolver sua mente, se você é incapaz de separar o conhecimento de que realmente precisa, e as inutilidades que o tornam popular, se você puder pronunciá-las?

Como deseja ampliar suas finanças, se você desperdiça dinheiro com símbolos de poder pelos quais não pode pagar, e fica na penúria com suas necessidades básicas?

Como deseja melhorar sua profissão, se escolhe seus ofícios por projeção social, e não por vocação alicerçada num bom rendimento?

Como quer entender o universo feminino, se você acha que tem que chafurdar na cafajestagem, ou se escravizar num compromisso de má qualidade… apenas por que essas são as formas mais seguras de se ter a atenção delas?

Como quer entender a si mesmo… se você se enxerga ou como uma divindade infalível, ou um cão obediente… e não como um homem?

O ego é uma armadilha no coração dos homens desde a Aurora dos Tempos, mas hoje, ele faz parte da avalanche de pequenos elos de uma gigantesca corrente, com o qual o mundo nos torna pequenos, frágeis, manipuláveis, e facilmente derrotados. É uma pedra no caminho que hoje se transformou numa montanha de aparência intransponível, mas que todo Realista tem o dever e obrigação de escalar.

Mas não se enganem: o ego é uma força ardilosa. Ele tentará lhe convencer que não existe, que não pode viver sem ele, que nasceu com você, e para algumas pessoas, tentará lhe fazer confundir humildade com submissão, para continuar dentro de você. Falarei um pouco dessas artimanhas.

Não é mistério que nossos sentimentos e suas direções dão o tom de nossa personalidade, conforme a diversidade que eles podem ser expressos – homens se afeiçoam a algumas coisas, enquanto outros procuram coisas totalmente diversas. Muitos desses gostos e preferências são genuínos, e devem ser atendidos. Seu ego interfere dizendo “QUERO DO JEITO MAIS CHAMATIVO POSSÍVEL, QUERO SÓ PARA MIM, QUERO AGORA!”. Mas… nem tudo precisa ser ofuscante e gritado aos quatro ventos. Nem tudo pode ser exclusivo. E principalmente, nem tudo pode ser realizado instantaneamente.

Sua lógica é seu guia, e ao deixá-la determinar como, o quanto e quando seu gosto ou preferência deve ser atendido, sua vontade se torna sua personalidade, e exercida com total consciência. Adicionalmente, você poderá perceber até mesmo que algumas coisas que julgava como gostos seus, na verdade, foram imposição do seu ego, e essas você deverá abandonar. Logo, a eliminação da interferência do ego reforça a personalidade, ao invés de anulá-la. Como dito de várias formas ao mundo, em momentos diferentes, seu ego NÃO É VOCÊ.

Voltado para si mesmo, qualquer coisa que tenha a semelhança de ameaça ao que você parecer ser, ganha a mesma dimensão de lhe ameaçarem com uma arma de fogo. Qualquer arranhão, se transforma em rude mutilação, qualquer leve invasão é cruel violação. É inaceitável por definição, e tem que ser descartada, destruída e retribuída da forma mais pública e escandalosa possível.

Tendo a razão ao seu lado, um Realista pode identificar a situação, seja uma calúnia sem fundamento algum, uma difamação leviana, ou uma crítica, e agir apropriadamente. Dessa forma, passa-se a devotar energia para a única defesa para o qual um homem tem que ser implacável, para a daquilo que ele REALmente é, e abre-se a mente para compreender suas falhas ocultas – antes que elas mesmas se tornem catástrofe.

Ainda no foco pessoal, o ego pode conduzi-lo para uma direção diferente, visando a sobrevivência de si mesmo enquanto atitude, mas sendo exercido de outra forma. Ao invés de direcionar o Aspirante para crer em sua infalibilidade, merecimento inquestionável de todas as coisas, e sem necessidade de esperar, o ego o lança no total desmerecimento de si mesmo, reduzindo-o a mero brinquedo servil nas mãos dos que o cercam. “Me desculpe, eu estava errado, é assim que é viver corretamente”, diz ao Aspirante seu ego, sacrificando os anéis para não perder os dedos.

Um Realista de esclarecimento sabe que essa não é a direção correta. Ele sabe que viver sem seu ego lhe dá a verdadeira dimensão de si mesmo, nem maior nem menor. Ele não pode ou merece ter o que quiser, mas não está obrigado a abdicar de tudo. Não exige a cabeceira da mesa, mas não se coloca o mais distante possível de seu anfitrião. Ocupa apenas aquilo que sabe que faz jus a ter, e trabalha a si mesmo para somar a si o suficiente para ter o melhor que puder. Desta forma, a armadilha do ego em confundir humildade (o justo conhecimento do seu valor) com subserviência (remover de si qualquer valor diante do Outro) fracassa.

A primeira grande conquista de um Realista é a identificação do seu ego como seu adversário no caminho; o resto será conseguido com o combate sistemático e contínuo à sua influência. É um trabalho árduo. Mesmo os mais Antigos entre nós estão sujeitos à sua influência, se forem relapsos. Mas como sabemos bem, o trabalho de libertação e reconquista da masculinidade está dentro de nós. Fonte

A corrente ainda está inteira. QUEBRE-A.
O Oponente está dentro de você. VENÇA-O.
E então, a estrada estará livre para seu crescimento.

Resultado de imagem para ego

EGO: A origem dos problemas…

Desde a infância, vamos construindo uma identidade inventada, que acaba se tornando a causa de alguns conflitos pessoais. Este falso self é chamado de ego. Uma espécie de segunda identidade que dificulta a tarefa de saber quem realmente somos e de onde vem os nossos problemas.

Todos os relacionamentos pessoais: família, amigos, casamento, trabalho…frequentemente são abalados por conflitos, grandes ou pequenos. Às vezes, quando um relacionamento vai bem, outro piora. As relações entre as pessoas se comparam à uma montanha russa, cheia de altos e baixos, com avanços e recuos. E parece que nunca se estabilizam definitivamente. Quando o mesmo tipo de conflito passa a se repetir, a vida fica mais difícil.

Diante de algumas situações, as pessoas costumam se justificar dizendo coisas como: “as relações são difíceis“, quando na verdade é quem faz essa afirmação que é difícil. Talvez a pessoa não precise de reparos, mas deve examinar e questionar se suas crenças e comportamentos estão sendo dominados pelo ego. Estas não são, sem dúvidas, as causas do sofrimento, mas apenas o gatilho que desencadeia uma dor antiga, um conflito não resolvido que já estava lá.

Podemos observar o grande número de conflitos judiciais dolorosos que levam muitos relacionamentos a se perderem em uma espiral de amor e ódio, que passam do tudo ao nada em função das expectativas criadas sobre a outra pessoa. Se alcançar essas expectativas será amada; se não, será odiada. São relações que não têm nada a ver com o amor, mas com uma necessidade, uma carência ou até mesmo um vício.

O vício em relacionamentos pessoais consiste em usar pessoas para preencher um vazio ou uma dor. Quando duas pessoas estão em um terreno movediço, estão predestinadas a viverem uma experiência ruim: uma crise de casal. No entanto, uma crise no relacionamento pode até ser benéfica se ajudar o casal a se entender melhor: é a oportunidade perfeita para corrigir as manifestações do ego a partir da prática no dia a dia.

Para definirmos, recorremos ao uso de algumas referências externas convencionais ou rótulos. A mente gosta de nomear tudo o que tenta entender. O ego é uma auto-imagem que se baseia em identificações, tais como o nome, a idade, o estado civil, o papel na família, a posição social, a nacionalidade, o passado, a profissão, o corpo, a educação, a religião, o sexo, os sucessos e fracassos … Na realidade, todos os egos são iguais, porque consistem em uma identificação, se diferem apenas na superfície, mas não na substância. As pessoas simplesmente contam uma história, e quanto mais se apegam à sua própria história, mais sofrem, porque não são capazes de viver de forma diferente.

A realidade é nada mais do que a capacidade de nos enganar com nossos sentidos. ~Albert Einstein~

O auto-engano tem muitos nomes. O ego também é conhecido como uma auto-imagem construída, ou falso eu. Na realidade, o nome não importa, o importante é perceber que o ego é uma criação mental, ou uma falsa identidade, mas não é real. É importante detectar quando ele está ativo. Isso ocorre quando estamos diante de situações que nos fazem querer ter razão em tudo a todo o custo, se queixar e se fazer de vítima, julgar e rotular pessoas, atacar ou defender comportamentos, reagir impulsivamente… Por outro lado, quando você desativa o ego, perde o interesse em discutir, competir, agredir, criticar, julgar, ficar na defensiva … Isso não quer dizer que seremos passivos, mas que escolheremos, antes de mais nada, a paz mental diante das situações, algo que só se consegue sendo muito ativo (fazendo escolhas sábias) e não reagindo automaticamente.

O perigoso jogo do ego consiste em criar uma identidade por identificações. Uma vez criada, as diferenças com outros egos são procuradas. Quanto maiores forem essas diferenças, mais problemas decorrem do conflito, uma cruzada estúpida para defender as supostas diferenças. Uma luta fútil, um conflito de egos que tem como única consequência possível o sofrimento psicológico. Além disso, o ego gosta de criar um molde para si mesmo e outro para quem cruza o seu caminho. Se a pessoa se ajustar, ele vai amá-la; caso contrário, ele vai odiá-la.

Mas o jogo favorito do ego é tentar mudar os outros, sem fazer nenhum esforço para mudar a si mesmo. Um provérbio chinês diz: “É mais fácil mudar o curso de um rio do que o caráter de uma pessoa“. É isso mesmo, uma vez ou outra se vive na ilusão de passar aos outros scripts que nós inventamos para eles, e julgamos como falsidade caso não se comportem da maneira que escrevemos.

Não é fácil renunciar à possessão imaginária da construção mental que é o ego. Como se livrar de uma identidade forjada ao longo da vida? Parece uma pequena morte, e realmente é, mas que vai renascer para uma nova vida livre de apegos e aversões e, portanto, mais feliz.

Há muitas técnicas e teorias sobre como acabar com o ego, talvez a menos conhecida seja matá-lo de tédio. E como se faz isso? Deixando de reagir com os outros egos, não se alterar à menor provocação ou agir mecanicamente. Se trata de escolher uma resposta elaborada, sem dar atenção à voz arrogante que está dentro de nós sempre procurando problemas.

O ego é como o seu cão. Este tem que seguir você, não o inverso. Você precisa fazer com que o cão te siga. Não o mate, dome-o. ~Alejandro Jodorowsky~

O último problema está em não reagir ao ego dos outros. Mas como fazer isso antes de um comportamento ofensivo? É simples de dizer, mas não é fácil de fazer. A chave é entender que seu comportamento disfuncional é ditado por seu ego. Não é da própria pessoa, mas das condições adquiridas no passado. E compreender que todos nós levamos um ego nas costas, e todos nós sucumbimos e temos nossos delírios de vez em quando… Considere isso como uma ajuda para entender (mas não para justificar) os comportamentos disfuncionais e, portanto, não reagir a eles.

O contexto em que os egos conflitam se encontram em todos os tipo de relações: familiar, social, profissional e conjugal… Alguns pensam que mudar de relação resolve o problema. Mas não é assim. Fugir das relações conflitantes não é a solução, pois a dor permanece latente no inconsciente. Sem dúvida, o problema reaparece, desta vez em outro lugar, em outro momento e com outra pessoa. Só resolvemos esses problemas se pararmos de julgar e criticar, se aceitarmos os outros como são, sem querer mudá-los, mesmo que para o bem. Fonte

Ninguém aprende o sentido da vida até que coloque o seu ego à disposição para servir os seus irmãos. ~Ralph Waldo Emerson~

 Imagem relacionada
Anúncios

Força e Magia do Pensamento…

 É necessário que você saiba que existe uma força imensamente superior à eletricidade e à dinamite: a força do pensamento.

Quando você pensa em algum amigo ou num membro de sua família, são projetadas ondas mentais pelo seu cérebro tais quais as de uma emissora de rádio.

As ondas mentais também percorrem o espaço, chegando à mente da pessoa em quem estamos pensando. Os cientistas já começam a fazer experimentos com a força do pensamento e, logo, inventarão o teletermômetro: instrumento utilizado para medir a força mental de uma pessoa.

No futuro, a Ciência Ótica avançará um pouco mais e inventará o fotomentômetro: instrumento que permitirá ver e medir a força mental que o cérebro humano irradia.

Saiba que, assim como o ser humano tem uma mente, de igual forma, todo o Universo possui mente. Existe a mente humana e a “mente cósmica”. A Terra e o Universo são “mentes condensadas”. As ondas da “mente universal” saturam o espaço infinito.

Quando um engenheiro vai edificar uma casa, a primeira coisa que faz é realizar o projeto mental, quer dizer, projeta a casa primeiramente na mente; depois faz o esboço no plano e, por último, cristaliza a casa materialmente. Assim, tudo o que foi construído existiu primeiro na mente.

Não pode existir nada no mundo físico ou material no qual vivemos, sem antes ter existido no “mundo da mente”. É necessário aprender a concentrar e projetar a mente com precisão e grande força. É necessário saber que concentrar a mente é fixar a atenção em uma só coisa.

Quando você fixa a atenção mental e se concentra em um amigo que está distante, fique certo de que seu cérebro emite ondas mentais potentes que, inevitavelmente, chegarão ao cérebro de seu amigo.

O importante é que você, realmente, concentre-se. 

É necessário que nenhum outro pensamento seja capaz de distraí-lo. Você deve aprender a concentrar sua mente.

Acreditamos que você, que está lendo este texto quer triunfar na vida: ter saúde, dinheiro e amor. Reflita um pouco… aprenda a direcionar a força do pensamento.

Quem aprender a manejar a força do pensamento chegará com absoluta segurança ao triunfo, da mesma forma como a flecha atinge o alvo, guiada pela mão do exímio arqueiro.

Lembre-se de que o mundo é um produto da mente. Você é o que é através de sua mente. Você pode transformar-se totalmente utilizando a força do pensamento. O pobre e miserável é assim porque assim o quer.

Toda a sua pobreza e miserabilidade são sustentadas pelo seu próprio estado interno.

 O rico e poderoso é assim porque se fez desta forma. Cada um é o que quer ser através da força de sua mente, que projeta no mundo da “Mente Cósmica” o que quer ser.

Os projetos da mente cristalizam-se fisicamente e, então, temos na prática uma vida rica ou miserável, feliz ou desgraçada. Tudo depende dos tipos de projetos mentais que são cristalizados.

Assim como a nuvem se condensa em água e a água em gelo, igualmente se dá com a força mental: primeiro, nuvens (projetos); depois, água (circunstâncias, desenvolvimento do projeto); e por último, o gelo duro (o projeto convertido em fatos concretos).

Se o projeto for bem feito, com força suficiente, se os fatos, seu desenvolvimento e as circunstâncias forem corretos, o resultado será a condensação perfeita do projeto: a vitória.

Quem aprende a manejar a força do pensamento, vai com absoluta segurança ao triunfo, assim como a flecha chega ao alvo guiada pela mão do exímio arqueiro. Lembre-se de que o mundo é um produto da mente. Você é o que é pela mente. Você pode transformar-se totalmente, fazendo uso da força do pensamento. 

O pobre e miserável é assim porque quer ser assim; com a mente se sustenta pobre e miserável.

FAZENDO AS COISAS FUNCIONAR

Esta lei é verdadeira em qualquer área da vida. Se quiser que um relacionamento funcione, invista nele e ele vai crescer, Se não  vestir no relacionamento, ele não vai crescer.

 E simples assim. Não se queixe da outra pessoa; cresça do seu lado e o relacionamento vai sentir os efeitos disso. Se quiser que seus filhos sejam bem-sucedidos, invista neles e eles vão ser muito mais bem-sucedidos.

Para encontrar seu propósito na vida e determinar como vai servir a Deus e à humanidade, você tem de fazer a mesma, Pare de fantasiar, ponha para fora o seu talento e coloque-o em ação. Quando o fizer, a lei da multiplicação começará a funcionai • as coisas crescerão.

Os fatores básicos para o triunfo de um projeto são três:

  1. Força mental.
  2. Circunstâncias favoráveis.
  3. Inteligência.

A FORÇA MENTAL

É impossível cristalizarmos um projeto (seja comercial ou qualquer outro) sem a força mental.

É preciso que nossos estudantes aprendam a manejar a força mental, porém, é necessário que aprendam primeiro a relaxar o corpo físico. É indispensável saber relaxar o corpo para se conseguir a perfeita concentração do pensamento.

Para triunfar na vida há que se transformar em “pescador de homens”.

Jesus escolheu seus discípulos entre pobres pescadores que tiveram que deixar de pescar peixes para se converterem em “pescadores de homens”. Você quer obter êxito, poder e glória? 

Escute este conselho:

“Ponha no anzol a isca de que o peixe mais gosta”. Não converse com os demais sobre as coisas que só interessam a você. O seu é unicamente seu. Desgraçadamente, o ser humano é egoísta e só quer saber do que interessa a si próprio.

Se você falar ao próximo sobre coisas que ele deseja e quer, influirá positivamente para conseguir tudo o que você necessita dele. É preciso ver o ponto de vista do semelhante e ajudá- lo a resolver os seus conflitos.

Converta-se em uma pessoa altruísta e bondosa, ajude os demais com seus conselhos, esforce-se para compreender o ponto de vista do próximo e assim você conseguirá “pescar” abundantemente.

Quando começamos a compreender o próximo, damos os primeiros passos rumo à felicidade e ao êxito. 

Há que se estudar e compreender as funções da mente. Aquele que conhece o mecanismo mental está capacitado a controlá-lo. Tem-se falado muito acerca da força mental e são muitas as instituições que ensinam como podemos concentrar a mente.

Ninguém pode negar a força do pensamento, e essa força composta de ondas e formas radioativas que se transladam de um cérebro a outro. Há que se desenvolver essa força maravilhosa, porém, devemos advertir que o pensamento e a ação devem combinar-se sabiamente, se quisermos triunfar na vida.

A concentração do pensamento faz milagres quando se combina inteligentemente com a ação. A força mental realiza prodígios e maravilhas quando se fundamenta na sinceridade e na verdade.

Não utilize a concentração mental para enganar as pessoas porque você fracassará, inevitavelmente. A força mental realiza prodígios quando é utilizada para ajudar as pessoas e, assim, nos beneficiamos; esta é uma lei. Você necessita triunfar em alguma questão importante?

Sente-se numa poltrona bem cômoda, relaxe os músculos do corpo, concentre-se no negócio que lhe interessa, imaginando-o com pleno êxito. Identifique-se com o próximo e procure entender o ponto de vista dele; aconselhe-o mentalmente, fazendo com que veja as grandes vantagens do negócio que realizará com você.

O ego  ou eu inferior vive no plano mundano ou emocional, ele é imaturo e é levado pelo desejo e por sua necessidade. O plano mental superior  representa o universo da Alma  que  é o espelho do Espírito ou “Eu superior” – neste plano ou plano da Unidade a mente governa o mundo, ou Deus com sua inteligência e ação move o mundo.

O Espírito Espelha a mente de Deus. A consciência do Criador age inteligentemente no mundo da Mente.

O Iniciado  domina sua mente e é treinado para ser um veículo da mente superior ou Alma.

Assim, as ondas mentais penetrarão profundamente na mente da pessoa, realizando prodígios. Uma hora de perfeita concentração é suficiente para determinar o triunfo de um negócio.

Todo comerciante tem o direito de conseguir dinheiro, porém, os seus produtos devem ser bons, úteis e necessários para os demais. Não procure enganar os outros porque enganará a si mesmo. Multidões de vendedores ambulantes percorrem as ruas, oferecendo, inutilmente, suas mercadorias.

As pessoas até se entediam quando os encontram porque só pensam em si, só falam nos seus produtos. Se aprendessem a ver o ponto de vista alheio, triunfariam completamente. É necessário compreender que todo ser humano possui um eu que quer se sobressair, mostrar-se, subir ao topo da escada.

Este é, precisamente, o aspecto mais débil do ser humano e você também o tem. Não caia nos mesmos erros dos demais; nunca diga: “eu”; diga sempre: “nós”.

Quem domina a si próprio, domina os demais. Insinue inteligentemente o que você quer, mas não diga “eu quero”. Lembre-se de que aos outros não interessa o que você quer.

Deixe que as pessoas preparem sua ideia, como se fosse delas. Ponha os elementos, inteligentemente, para essa preparação e permita que os outros elaborem nossas ideias.

Fique certo de que os demais se sentem felizes elaborando nossas ideias. As pessoas gostam de se sentir importantes, sendo esta a debilidade do eu que você precisa explorar.

Nunca se sinta importante para que, com isso, você seja realmente importante. Procure dissolver o eu e, certamente, você será feliz. Todo o êxito na vida depende da habilidade que você tem para tratar as demais pessoas.

É necessário deixar o egoísmo e cultivar o cristocentrismo. Urge trabalhar pelo bem comum. É indispensável dissolver o eu e pensar sempre como “nós”. O termo “nós” tem mais força do que a expressão egoísta “eu”.

Todos os grandes fracassos da vida se devem ao eu. Quando o eu quer se mostrar, sobressair-se, subir no topo da escada, advêm as reações por parte dos demais, cujo resultado é o nosso fracasso.

Recorde-se de que o ego é energético: são desejos, carências, necessidades, recordações, medos, violências, ódios, apetências, fanatismos, ciúmes, desconfianças e outras coisas.

Você necessita explorar profundamente todos os escaninhos de sua mente, porque em seu interior psicológico existe isso que se chama eu, o “mim mesmo”, o ego. Se você quer triunfar na vida, deve dissolver o eu.

Se quiser eliminar o eu, deve desintegrar todos os seus defeitos. Se quiser desintegrar os seus defeitos, não os condene nem os justifique, compreenda-os.

Quando condenamos ou justificamos um defeito nas profundezas da mente robustecemos tremendamente o ego, ou eu inferior ou a imagem do demônio que representa nossos “pecados” do ego.

Por outro lado, quando o compreendemos, podemos desintegrá-lo totalmente. Quando dissolvemos o eu, enchemo-nos de plenitude e felicidade porque se expressam através de nós o Ser, o Espírito, o Amor.

Recorde-se de que Deus, o Espírito, o Ser interno de cada ser humano jamais é o eu. O Ser é divino, eterno, perfeito. O eu é o  adversário interior.

O eu não é o corpo, é uma energia egoísta e infantil. No eu está a raiz da miséria, da pobreza, dos fracassos, das desilusões, dos desejos insatisfeitos e violentos, do ódio, da inveja, dos ciúmes etc.

Mude sua vida agora mesmo: compreenda a necessidade de acabar com todos os seus defeitos para dissolver o eu, o  a causa causorum de todos os fracassos.

Quando o eu é dissolvido, ficam dentro de nós mesmos somente o Ser, Deus, a felicidade. Deus é paz, abundância, felicidade, perfeição…

PRÁTICA…

Um grande homem, depois de estudar a si próprio, descobriu que tinha doze defeitos que o estavam prejudicando. Ele refletiu da seguinte forma:

“Assim como não é possível caçar dez coelhos ao mesmo tempo, porque o caçador que quisesse fazer isso não caçaria nenhum, de igual forma é impossível acabar com os meus doze defeitos ao mesmo tempo”.

Então, chegou à conclusão de que seria melhor caçar primeiro um coelho, depois, o outro; noutras palavras, acabar primeiro com um defeito e depois com o outro. Por isso resolveu se dedicar durante dois meses a cada defeito.

Decorridos vinte e quatro meses, já não tinha mais aqueles defeitos que o impediam de chegar ao triunfo, todos os defeitos haviam sido eliminados.

O resultado foi tão maravilhoso que ele se tornou o primeiro cidadão dos Estados Unidos: Benjamin Franklin. Imite Benjamin Franklin. Examine-se e veja quantos defeitos você tem, conte-os e enumere-os. Depois, dedique-se dois meses a cada defeito, sucessivamente até que elimine totalmente os seus defeitos.

Sente-se numa poltrona cômoda e ore ao seu Deus interno assim: “Tu que és meu verdadeiro Ser, tu que és meu Deus interno, ilumina-me, ajuda-me, faz com que eu veja meus próprios defeitos. Amém”.

Concentre-se nesta prece até que você atinja o sono profundo. Procure descobrir todos os seus defeitos. Aconselhamos que você leia também a Bíblia. Nos Quatro Evangelhos, encontra-se a palavra do Divino Mestre, explicando acerca das virtudes de que tanto você necessita.

Desconheço o autor.

Este texto está livre para divulgação desde que seja citada a fonte

 

Sistema de Controle ou Despertar…

Resultado de imagem para Sistema de Controle e despertar

Qual Ganhará?

Neste momento crucial da história, a era do nosso despertar através da verdade e da transparência, nunca foi mais incrível estar vivo. Alguns de nós sabemos que as apostas são importantes na luta pela nossa liberdade: de um lado, temos um sistema de controle parasita cada vez mais destrutivo. Uma máquina bem ajustada, projetada friamente pela elite governante e associados, para ferrar todo o mundo com seus paradigmas falsos e limitantes. Por outro lado, estamos passando por um despertar em massa de mudanças na consciência com o potencial de cocriar um planeta totalmente diferente.

Então, qual ganhará, o sistema de controle da elite governante ou o nosso despertar ? Uma questão aberta que poderia fornecer muitas respostas diferentes, mas aqui está a minha resposta, do ponto de vista do coração.

O Sistema de Controle…

Tudo é energia. Todos os aspectos do sistema de controle parasitário servem para destruir a energia do nosso coração. Isso serve para nos desconectar da nossa poderosa inteligência intuitiva do coração. Simplificando, a elite governante quer que nós sejamos como eles, sem coração.

Eles tentam nos programar e fazer lavagem cerebral para acreditarmos em suas mentiras, para não lembrarmos do nosso poder e demonstrarmos nossa falta de compaixão um com o outro. Tomemos, por exemplo, o caso de lutar em suas guerras fabricadas secretamente através de mentiras e que buscam tão somente poder, lucro e ganhos políticos. Nestas guerras intermináveis, o único inimigo real, o único “nós contra “eles” somos nós a humanidade contra eles “a elite governante”, tudo o mais é meramente uma ilusão.

O mesmo pode ser dito sobre outros conflitos fabricados secretamente, como aqueles que envolvem distúrbios civis, divergências religiosas, conflitos raciais e os despojos da ruptura econômica causada por eles…

Do berço ao túmulo, a nossa energia cardíaca intuitiva recebe marteladas de um currículo do sistema educacional emburrecedor e profundamente sufocante, em seguida a massificação continua no local de trabalho: em ambos os casos, fomos programados e lobotomizados por culpa dos sistemas de adoração, auto atendimento corporativo/bancário, como aquele consumista “que morre com a maioria dos brinquedos que ganha” e a “sobrevivência do mais apto”, que tomou as atitudes que o sistema ensinou.

Ainda existe a mídia convencional controlada pela elite governante. O entretenimento é um arrastão: a mídia convencional é projetada para afetar o nosso comportamento, depois de assistir horas intermináveis de TV/filmes onde as pessoas se tratam de forma horrível, é uma forma de programar para nos tornarmos insensíveis. Não se esqueça das falsas notícias que induzem o medo. Vendendo falso terrorismo patrocinado secretamente pelos próprios governos com seus demônios externos ou falsos bichos-papões…

Ocultismo…

Outro ataque ao coração existe sob a forma de ocultismo. A elite governante se encontra secretamente em salas ditas terem a geometria/simetria correta para conduzirem seus rituais de energia negativa ou simbolismo oculto como, por exemplo, os logotipos das corporações são projetados para ter efeitos contraproducentes na humanidade, afetando nossa psique e o campo morfogenético.

Transhumanismo…

Nossas qualidades humanas estão seriamente ameaçadas pela agenda do transhumanismo. Com o uso de suas tecnologias, como a nanotecnologia, engenharia genética, drogas farmacêuticas, robótica e biônica… ditas para nos “melhorar”, corremos o risco de perder a conectividade do nosso coração e ficarmos incapazes de fazer qualquer coisa contra o controle do sistema da elite dominante.

Terra e a Nossa Desconexão Energética…

As energias do nosso coração se estendem em uma conexão energética com a Terra. A elite governante está destruindo a energia do coração poluindo a Terra, o ar, a comida e a água através da geoengenharia, perfurações, poluição química, radiação, modificação genética… enquanto aceitamos passivamente.

Os protestos feitos contra a instalação de um oleoduto em Standing Rock, Dakota foi um apoio a energia do coração: Aqui nós tivemos uma situação em que, de um lado, havia manifestantes protegendo um pedaço de Terra como uma entidade viva sagrada, ofertada por Deus, fornecendo solo fértil e água fresca… Do outro lado, havia uma série de indivíduos sem coração. Políticos corruptos que representavam as corporações dirigidas pela ganância, pelo excesso de poder e uma força policial violenta, militarizada, que só precisava lidar com manifestantes pacíficos.

Nosso Despertar…

Nessa era da verdade e transparência, em nosso despertar, precisamos escolher o caminho do “serviço aos outros”, mais do que nunca, precisamos demonstrar gratidão, compaixão, empatia, generosidade, bondade e cuidado uns com os outros, como forma de permanecermos conectados com o coração.

Ao buscar a auto aceitação, encontrar a paz dentro de nós mesmos, permanecemos no coração, um lugar onde o sistema de controle parasitário não consegue encontrar uma maneira de se anexar para usá-lo.

Não só para a nossa sobrevivência e apoio uns aos outros, mas também para a nossa transformação, eu sempre acreditei que a resposta reside na formação de comunidades locais. Cada comunidade deve ter unidade, auto suficiência e discernimento para sobreviver e prosperar. Uma vida baseada na comunidade que se concentra em uma distribuição uniforme de riqueza ao invés de concentrá-la nas mãos de alguns poucos…

Precisamos redefinir o sistema educacional com teoria e prática que vai além do paradigma atual. Além da abertura, precisamos demonstrar mais honestidade e integridade em nossas abordagens. Nós, como uma raça, estamos nesta bagunça essencialmente por aceitar cegamente o consenso geral das massas e as opiniões dos chamados especialistas, agora cabe a nós cocriarmos conscientemente o nosso caminho para fora disso. A consciência é a chave para a mudança mundial. É muito mais simples do que alguns podem imaginar. Vamos fazer essa mudança através do sentimento, pensamento e ação pelo coração.

Embora tenha traumatizado a consciência coletiva, foi preciso experimentar esta realidade atual para entender que precisamos transformá-la. Ela nos permitirá alinhar nossa intenção consciente de massa para criar uma nova experiência de paradigma, um mundo que faz a diferença para todos. Isso nos permitirá ter a profunda percepção de que eu sou você e você é eu, então por que mentir, trapacear e machucar ?

Em conclusão

Toda realidade, seja falsa ou real, se manifesta como uma consequência de onde estamos conscientemente em nossas vidas. Nosso despertar ganhará: a mudança na consciência de massa para a energia do coração trará a realidade manifestada necessária para vencer o sistema de controle. Fonte

©Paul A. Philips
Origem: wakingtimes
OBS: Com o objetivo de facilitar a leitura alguns dos links estão acionando a tradução do google, caso alguém deseja ver o texto original é só clicar no botão “original”.
Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼

Albert Einstein & Potência do Amor…

Quando propus a teoria da relatividade, muito poucos me entenderam e o que vou agora revelar a você, para que transmita à humanidade, também chocará o mundo, com sua incompreensão e preconceitos. 

Peço ainda, que aguarde o tempo que for necessário, anos, décadas, até que a sociedade tenha avançado o suficiente para aceitar o que explicarei em seguida para você. 
Há uma força extremamente poderosa para a qual a ciência até agora não encontrou uma explicação formal. É uma força que inclui e governa todas as outras, existindo por trás de qualquer fenômeno que opere no universo e que ainda não foi identificada por nós.
Esta força universal é o AMOR. 
Quando os cientistas estavam procurando uma teoria unificada do Universo esqueceram a mais invisível e poderosa de todas as forças. 
O Amor é Luz, dado que ilumina aquele que dá e o que recebe.
O Amor é gravidade, porque faz com que as pessoas se sintam atraídas umas pelas outras.
O Amor é potência, pois multiplica (potencia) o melhor que temos, permitindo assim que a humanidade não se extinga em seu egoísmo cego.
O Amor revela e desvela.
Por amor, vivemos e morremos.
O Amor é Deus e Deus é Amor. 
Esta força tudo explica e dá SENTIDO à vida. Esta é a variável que temos ignorado por muito tempo, talvez porque o amor provoca medo, sendo o único poder no universo que o homem ainda não aprendeu a dirigir a seu favor.
Para dar visibilidade ao amor, fiz uma simples substituição na minha mais célebre equação. Se no lugar de E=mc2 aceitarmos que a energia necessária para curar o mundo pode ser obtida através do amor multiplicado pela velocidade da luz ao quadrado (energia de cura = amor x velocidade da luz ²), chegaremos à conclusão de que o amor é a força mais poderosa que existe, porque não tem limites. 
Após o fracasso da humanidade no uso e controle das outras forças do universo, que se voltaram contra nós, é urgente que nos alimentemos de outro tipo de energia. 
Se queremos que a nossa espécie sobreviva, se quisermos encontrar sentido na vida, se queremos salvar o mundo e todos os seres sensíveis que nele habitam, o amor é a única e a resposta última. 
Talvez ainda não estejamos preparados para fabricar uma bomba de amor, uma criação suficientemente poderosa para destruir todo o ódio, egoísmo e ganância que assolam o planeta. No entanto, cada indivíduo carrega dentro de si um pequeno, mas poderoso gerador de amor, cuja energia aguarda para ser libertada. 
Quando aprendemos a dar e receber esta energia universal, Lieserl querida, provaremos que o amor tudo vence, tudo transcende e tudo pode, porque o amor é a quintessência da vida. 
Lamento profundamente não ter sido capaz de expressar mais cedo o que vai dentro do meu coração, que toda a minha vida tem batido silenciosamente por você. 
Talvez seja tarde demais para pedir desculpa, mas como o tempo é relativo, preciso dizer que te amo e que a graças a você, obtive a última resposta. 
Seu pai,
Albert Einstein
Albert Einstein e sua filha Lieserl Einstein.
ULTIMA CARTA DE EINSTEIN À SUA FILHA LIESERL…
No final dos anos 80, Lieserl, a filha do célebre gênio, doou 1.400 cartas escritas por Einstein para a Universidade Hebrea, com o pedido de não torná-las públicas até que duas décadas se passassem da morte de seu pai. Esta foi uma delas, para Lieserl Einstein.
Fonte: http://iragaivota.blogspot.com.br/2016/02/a-ultima-carta-de-eisntein-sua-filha.html
http://www.decoracaoacoracao.blog.br/2014/07/carta-de-einstein-sua-filha-lieserl-o.html

Rudolf Steiner, defensor da sensibilidade

Resultado de imagem para rudolf steinerRudolf Steiner nasceu em Kraljevec, na Áustria, em 1861, e viveu seus primeiros anos em uma paisagem magnífica, cercada de montanhas. 
Seu pai era maquinista e esperava que o filho se tornasse um engenheiro. Por influência paterna, cursou Ciências Exatas no Instituto de Tecnologia de Viena. 
Mas foi durante os estudos técnicos, na Alemanha, que passou a ter contato com as ideias filosóficas de Johann Wolfgang von Goethe (1749-1832) e de outros pensadores. 
Aos 22 anos, Steiner foi contratado para organizar os escritos de Goethe. Ao mesmo tempo em que editava e catalogava as obras do filósofo alemão, começou a desenvolver sua própria linha de pensamento, a Antroposofia, e sua teoria pedagógica, a Pedagogia Wadorf. 

Após um período de vivência em Berlim, Alemanha, no qual sobreviveu como escritor de uma revista literária, Steiner ininterruptamente aderiu a uma trajetória de conferencista e escritor, desenvolvendo a Ciência Espiritual Antroposófica, ou Antroposofia. Inicialmente a expôs ligado à Sociedade Teosófica e, desligado desta, no que fundou sob o nome de Sociedade Antroposófica.
Em 1884, ele escreveu sua obra mais conhecida: A Filosofia da Liberdade. 
 
Por fim, em 1913, Steiner se mudou para Dornach, na Suíça, onde construiu a sede da Sociedade Antroposófica, por ele fundada. E foi nessa localidade que ele morreu, em 1925.
Em Dornach construíram a sede da Sociedade Antroposófica, denominada Goetheanum onde está atualmente a Escola Superior Livre de Ciência Espiritual. O primeiro Goetheanum foi destruído por um incêndio em 1922. Foi reconstruído e tem participação importante na obra de Steiner como um grande centro de contribuições para os campos do Conhecimento Humano. 
A Sociedade Antroposófica e as Escolas Waldorf foram fechadas pelos nazistas, que queimaram os livros de Steiner (a propósito, ele sofreu deles um atentado no início do nazismo em München – Munique – o que resultou na transferência da sede do movimento antroposófico para a Suíça). 
A Antroposofia e suas iniciativas práticas eram também proibidas na União Soviética, que confiscava os livros de Steiner em sua fronteira até a abertura de 1989; desde lá têm surgido inúmeras escolas Waldorf em países do leste Europeu.
Em 1921 a Dra. Ita Wegman fundou a primeira clínica antroposófica, em Arlesheim, ao lado de Dornach, e que subsiste até hoje com seu nome. Na clínica, Steiner e Wegman já recomendaram o uso de atividades artísticas como terapia, o que foi o germe da terapia artística antroposófica. 
Ela foi desenvolvida mais tarde pelos seus continuadores, sendo aplicada sob forma de pintura, modelagem, arte da fala, musicoterapia, euritmia curativa, massagem rítmica, etc. O movimento médico-terapêutico antroposófico é, depois da Pedagogia Waldorf, talvez o que teve mais sucesso. 
 
Em paralelo com a Medicina, houve o desenvolvimento de uma farmacêutica antroposófica, produzida principalmente por dois laboratórios, a Weleda e a Wala. Eles seguem inúmeras indicações de medicamentos dados por Rudolf Steiner, bem como resultados de pesquisas recentes. 

Steiner, entre outras obras, dedicou-se principalmente aos campos da Organização Social, Agricultura, Arquitetura, Medicina, e Pedagogia; também Farmacologia e no tratamento de crianças com a Síndrome de Down, dentro da Pedagogia Curativa.
Oferecendo alternativas além das condições materiais de soluções de todos os problemas dos quais tratou, Steiner obteve reconhecimento mundial. Em todos os continentes surgiram centros de atividades antroposóficas como desdobramentos práticos da Ciência Espiritual por ele desenvolvida.
Em suas obras, Rudolf Steiner cita vários educadores e pensadores alemães. A principal fonte de inspiração dele foi sem dúvida alguma o intelectual Johann Wolfang von Goethe (1749-1832). 
A identificação possivelmente ocorreu porque o filósofo, tal como Steiner, compartilhava seu entusiasmo pela ciência sem, no entanto, se portar como um materialista. 
Ciência Espiritual…
 
A Antroposofia é uma filosofia e uma prática que foi erigida por Rudolf Steiner. Ele a apresenta como um caminho para se trilhar em busca da verdade que preenche o abismo historicamente criado desde a escolástica entre fé e ciência. 
Na visão de Steiner, a realidade é essencialmente espiritual; ele queria treinar as pessoas para superar o mundo material e entender o mundo espiritual através do eu espiritual, de nível superior. Há um tipo de percepção espiritual que opera de forma independente do corpo e dos sentidos corporais.
Steiner coloca que, ao se pensar sobre o pensar começamos a fazer acesso a uma consciência diferente da cotidiana. A primeira experiência que podemos ter de um conceito que não encontra correspondente nas percepções do mundo é a vivência do próprio Eu. É a primeira instância de uma experiência no puro pensar.

A partir daí muito mais pode ser vivenciado no puro pensar, vários conceitos que não encontram correspondentes em percepções físicas, mas para isso Steiner diz ser necessário ampliar a capacidade de nossa consciência e apresenta exercícios para tal.
Pode-se resumir a Antroposofia de Steiner como um modo de alcance de um conhecimento supra-sensível da realidade do mundo e do destino humano. 
Mas, o conteúdo desse resumo é complexo e remete a um estudo de extremas profundidade e disciplina, aliadas a um método de exercícios metódicos precisos, com o intuito de revelar no homem o divino que neste reside adormecido. 
A Antroposofia, o corpo de conceitos derivados da Ciência Espiritual, coloca o Antrophós (Homem) como participante efetivo do mundo espiritual através de seus corpos superiores, tornando assim evidente no mesmo o conceito do Theós (Deus).
A Ciência Espiritual é o meio de experiência consciente direta com o mundo espiritual, não se tratando, portanto, de uma forma de misticismo. 
É denominada ciência pois seus resultados podem ser verificados por qualquer um que se dispuser a se preparar neste sentido por meio do trabalho interior. Trata-se, por isso, de um conhecimento exato possível de ser acessado pelo pensar, desde que ele seja desenvolvido para tal pelo trabalho diário (exercício de concentração, revisão da memória, ação pura, percepção pura, etc).
Antroposofia:

Steiner definiu a antroposofia como “um caminho de conhecimento para guiar o espiritual do ser humano ao espiritual do universo.” 
O objetivo do antropósofo é tornar-se “mais humano”, ao aumentar sua consciência e deliberar sobre seus pensamentos e ações; ou seja, tornar-se um ser “espiritualmente livre”.
Antroposofia (palavra derivada do grego anthropós, homem, e sophia, sabedoria) é uma filosofia de vida que reúne os pensamentos científico, artístico e espiritual numa unidade e que responde às questões mais profundas do homem moderno sobre si mesmo e sobre suas relações com o universo.
 
A Antroposofia é um método de conhecimento que aborda o ser humano em seus níveis físico, vital, anímico e espiritual, e mostra como essas naturezas, absolutamente distintas entre si, atuam em constante inter-relação. 
Trata-se de uma Ciência que se interessa pelos processos físicos abordados pelas ciências naturais e também por todos aqueles processos que não podem ser materialmente mensuráveis. 
Esta abrangente e organizada compreensão do ser humano e de seus relações com o Cosmos trouxe um substancial enriquecimento a todos os campos práticos da sociedade, contribuindo, com suas descobertas, para uma vida humana mais íntegra.
Steiner ministrou vários ciclos de palestras para médicos, a partir dos quais surgiu um movimento de medicina antroposófica que se espalhou pelo mundo e agora inclui milhares de médicos, psicólogos e terapeutas, e que possui seus próprios hospitais e universidades médicas. 

A antroposofia possui seus detratores. Os críticos designaram-na como um culto com similaridades em relação aos movimentos da Nova Era. 
Não existe culto dentro da Antroposofia mas, mesmo se existisse, seria um que fortemente enfatiza a liberdade individual. 
Ainda, alguns críticos sustentam que os antropósofos tendem a elevar as opiniões pessoais de Steiner, muitas das quais são estranhas às visões das religiões ortodoxas, da ciência e das humanidades, ao nível de verdades absolutas. Se existe alguma verdade nesta crítica, a maior parte da culpa pertence não a Steiner, mas a seus seguidores. 
Steiner freqüentemente estimulou seus seguidores a testarem tudo o que ele dizia, e em muitas ocasiões, até mesmo escreveu e implorou a eles que não tomassem nada do que dissesse com base na fé ou autoridade.
Outras vertentes práticas da antroposofia incluem: a arquitetura orgânica (a sede da Sociedade Antroposófica Geral — veja Seção “Ligações externas”, o Goetheanum, em Dornach, Suíça, é uma amostra dessa arquitetura), a agricultura biodinâmica, a educação infantil e juvenil (pedagogia Waldorf), a farmácia antroposófica, que é uma extensão da homeopática (Wala, Weleda, Sirimim), a nova arte da euritimia (“o movimento como verbo e som visíveis”), e a pedagogia curativa e terapêutica social, em que se destacam os centros denominados Vilas Camphill.
A Pedagogia Waldorf…

Mais do que uma concepção de ensino, o filósofo, educador e artista Rudolf Steiner  criou uma linha de pensamento que enxerga o homem além do material. 
É a Antroposofia, que prega o conhecimento do ser humano aliando fé e ciência. Sua Pedagogia é um reflexo dessa forma de pensar, que sobrevive há um século. Ideias defendidas por ele, como a de que todos carregam uma bagagem das vidas passadas, às vezes afastam os educadores, temerosos de que o ensino seja contaminado pelo exoterismo. Não é preciso comungar da visão espiritual de Steiner para tirar benefício desse modo de ver a Educação. 
A Pedagogia Waldorf, desenvolvida por ele, é aplicada em escolas específicas. São cerca de 800 ao redor do mundo. Tudo começou quando o diretor de uma fábrica em Stuttgart, na Alemanha, pediu que Steiner o ajudasse na fundação de uma escola para os filhos dos funcionários. A empresa chamava-se Waldorf-Astoria – daí o nome dado ao método de ensino, nascido em 1919.
No livro A Educação da Criança Segundo a Ciência Espiritual, Steiner declara: “Não são, pois, as sentenças morais nem os ensinamentos da razão que atuam nesse sentido sobre a criança, mas apenas o que os adultos fazem em sua redondeza de maneira visível”. 
A primeira coisa que a criança deve aprender ao entrar na escola é o que foi fazer lá. Steiner sugere o seguinte: “Vocês vieram aqui para aprender coisas que os adultos são capazes de fazer e vocês ainda não, como escrever”. 
Na Educação Infantil, Steiner vê a importância de estimular a imaginação. Não se deve oferecer brinquedos industrializados, que já vêm prontos. 
Steiner combate a Educação massificada e valoriza as características individuais. Ele adota o conceito de quatro temperamentos básicos, descritos inicialmente pelo grego Hipócrates (460-377 a.C.), para explicar por que crianças em estágios similares de desenvolvimento reagem a estímulos de formas diferentes. 
Na sua concepção, a melancólica não consegue fazer uso do próprio corpo, a fleumática tende a permanecer acomodada em seu interior, a sanguínea é cheia de vida e leve e, por fim, a colérica é aquela que tenta se impor em todas as ocasiões que compõem sua vivência. 
Steiner ressalta sempre que a criança é educada “de alma para alma”, ou seja, a do professor não pode desprezar a do estudante.

Segundo a Antroposofia, cada elemento, substância e ser vivo sobre a face da Terra fazem parte de um conjunto harmônico que respira como um verdadeiro cosmo vivo. 
Esse cosmo possui um aspecto sensível, visível e mensurável com o qual nos relacionamos através de nossos sentidos e que compreendemos racionalmente através da nossa ciência acadêmica, mas também possui um conjunto de forças não visíveis, o seu aspecto imaterial ou supra-sensível. 

Para a Ciência Espiritual de Rudolf Steiner, esse campo supra-sensível é tão real e passível de ser estudado, quanto o mundo material. O ser humano ocupa uma posição muito peculiar dentro dessa cosmovisão. Ele é considerado uma imagem condensada desse mundo ao seu redor. Um microcosmo em permanente interação com o macrocosmo material e espiritual.
Steiner morreu em 30 de março de 1925 em Dornach. Toda sua obra foi publicada, incluindo seus livros e cerca de 6.000 palestras, compreendendo mais de 350 volumes.

Fonte:http://revistaescola.abril.com.br/formacao/formacao-continuada/rudolf-steiner-defensor-sensibilidade-pedagogia-waldorf-setenios-518759.shtml?page=0#
http://pt.wikipedia.org/wiki/Antroposofia

J.J. HURTAK, Academia para a ciência futura-DNA-Ultraterrestres…

“O próximo passo na evolução da humanidade é trabalhar junto com o meio científico e as religiões para a unidade espiritual. Isso significa a união entre as religiões e os cientistas.  Líderes religiosos e espirituais devem se uniram para discutir uma ética global da ciência no planeta, e uma visão básica de futuro para a humanidade. Independente da religião, eles todos concordaram que têm algo em comum: a consciência de que a mente, o corpo e o espírito estão unificados.” ~ James Hurtak ~

Prof Dr. JJ (James) Hurtak é um cientista social, religioso comparativo, estudioso, autor fundador e presidente da Academia para Ciência Futura. Ele é autor de mais de 15 livros, incluindo comentários sobre antigos textos místicos e gnósticos como a Pistis Sophia. Ex-professor no Califórnia State University, Northridge e California State University, Los Angeles, sua formação educacional inclui um Ph.D. da Universidade da Califórnia e um segundo Ph.D. da Universidade de Minnesota. Foi consultor técnico para Sidney Sheldon’s best-seller, A Conspiração do Juízo Final (1991). Ele tem falado antes das audiências profissionais em todo o Mundo, em países como África, América do Sul, Europa e no Pacífico. Na capacidade de um consultor científico, ele tem sido destaque em vários filmes e documentários, e já apareceu em programas de televisão internacionais de renome. Pesquisador reconhecido, escritor renomado e especialista em sensoriamento remoto, com pesquisas multidisciplinares estendendo‐se de lasers a tratamento de resíduos e expedições arqueológicas, o norte‐ americano James J. Hurtak, residente em Nova York, não tem limites para seus planos relacionados às inteligências superiores – incluídas nesse universo os seres extraterrestres. Hurtak é ainda lingüista, cientista social e futurista, sendo que, em 1973, fundou a Academia para Ciência Futura (The Academy for Future Science, AFFS), após passar por uma experiência que resultou em sua obra mais conhecida, O Livro do Conhecimento.

As Chaves de Enoch (1973) – J.J.Hurtak

Hurtak alega ter recebido muita inspiração, pois no início da década de setenta, afirmou ter recebido em seu quarto um ser de luz que anunciou ser o Mestre Ofanim Enoch, que o levou aos céus, onde passou por diferentes regiões, a começar pelas estrelas Mérak e Muscida, depois pela estação intermediária de Arcturus, um paraíso superior de Luz conhecido como o sétimo céu, e ainda pela região de Saiph no campo estelar de Orionis, quando se deparou com um ser de luz chamado Metatron, que finalmente levou-o ao Pai Divino. Perante o Trono do Pai foram-lhe feitas muitas revelações, inclusive sua razão de viver para exaltar o Pai, o que lhe levou a preparar, entre outros trabalhos, a obra O Livro do Conhecimento: AS CHAVES DE ENOCH.

ENTREVISTA EXCLUSIVA-CARMEM BALLESTERO ENTREVISTA J.J.HURTAK E DESIRÉ HURTAK SOBRE O LIVRO DE ENOCH-TRADUZIDA EM PORTUGUÊS

ELE FALA DA ECOLOGIA E OS EXTRATERRESTRES,ENERGIA SUSTENTÁVEL E SOBRE O BRASIL…

A obra apresenta um programa detalhado que visa explicar velhos mistérios a partir de novas óticas, partindo do princípio de que a humanidade vem se relacionando há milênios com seres de um grau evolutivo superior. O trabalho de conscientização de Hurtak se reflete em 64 áreas científicas que estão em processo de acelerada transformação, à medida que a raça humana ruma para novas fronteiras. As Chaves de Enoch visa a preparação do indivíduo para várias mudanças que afetarão o planeta e apresenta um cenário da cosmologia do passado ao futuro, além de um projeto de novo direcionamento para a evolução da humanidade, no sentido de um estado superior de consciência. “O conhecimento navega em caminhos paralelos, científicos e espirituais, e somente a absorção equilibrada de ambos pode proporcionar solução para os problemas da Terra”, assinava Hurtak. Segundo um segmento da Comunidade Ufológica Brasileira, essa seria uma forma de dizer que o tão esperado contato definitivo com nossos milenares visitantes estaria próximo de acontecer. As Chaves de Enoch é definido pelo próprio autor como um livro científico‐espiritual. Hurtak garante que o conteúdo da publicação não foi canalizado, mas “recebido” diretamente por ele através de um contato direto com seres originários de um sistema que denomina de Inteligência Superluminar Maior. Pode soar muito místico, mas na verdade não é. O autor tem trânsito tanto nos meios científicos como os alternativos, tendo palestrado várias vezes em vários órgãos governamentais.

Hurtak afirma ter tido uma série de encontros com uma consciência superior, e esse “livro-código” descreve essa experiência e conhecimento. A obra, segundo a Academia, “prepara para uma mudança de paradigma que afetará todos os aspectos das dimensões sociais, psicológicas e espirituais da vida”. Segundo Hurtak, haverá um momento quando a consciência da humanidade estará tão expandida que se fundirá à consciência de Deus. “Seremos cidadãos cósmicos”, afirma ele.

O QUE DIZEM AS CHAVES DE ENOCH…

As Chaves examinam os enigmas da vida e dão uma explicação espiritual para a nossa existência nesta realidade.  Um dos principais temas das Chaves é a sua referência detalhada ao DNA humano como um sistema de pré-codificação baseado em um código “revelado” de letras que se correspondem com a Etz Chaim   (a Árvore da Vida) da Antiga Torah (o cânone/revelação do Antigo Testamento). Isto assimila o uso da “energia da Linguagem Sagrada” pelo emprego de certas palavras energéticas de línguas e culturas antigas, particularmente o antigo hebraico-aramaico, o paleoegípcio, o grego-cóptico e o sânscrito-tibetano, a fim de codificar o corpo na “Luz” de sistemas biofísicos de alta energia.O Livro do Conhecimento reúne muitos elementos faltantes que as filosofias espirituais só por alto mencionaram, e os implanta nas nossas consciências em um processo de despertar para que conheçamos a altura, a profundidade e a largura expandida do nosso universo de Luz onde vivemos, nos movemos e onde habita o nosso ser. Enoch, que se revelou como sendo o Enoch bíblico, guiou o autor nesta jornada através dos vários níveis dos mundos dimensionais superiores até o trono da Mente Divina, conhecida como  YHWHYHWH com as suas permutações.

O resultado deste encontro foi a instrução de “compor um rolo de pergaminho a partir do rolo divino de Luz”. Este “rolo” explica como os “sete selos” do Livro de Revelação/Apocalipse serão rompidos à medida que a nossa compreensão científica for harmonizada com uma nova revelação espiritual de acordo com os Nomes Divinos de Deus, como Y-H-W-H, o Tetragrama sagrado.As Chaves, portanto, vão exemplificar tanto a compreensão científica quanto a compreensão espiritual, que precisam convergir,ao darem um salto quântico para a frente.

A ORIGEM DO LIVRO-“Não é uma canalização” – diz J.J.Hurtak…

Deve ser destacado que este texto não foi “canalizado”, mas dado diretamente ao autor em uma experiência face a face e direta com dois seres da Inteligência Super luminar Maior.  O livro contêm ensinamento científico-espiritual de dois Instrutores superiores da inteligência universal chamados “Enoch” e “Metatron”. Enoch se identificou como o mesmo Enoque mencionado nos antigos textos bíblicos.
“O que explico no meu livro, simbolicamente, é uma nova ciência da realidade sublime do contato com outros níveis de inteligência. Eles estão comunicando novas idéias, novas esperanças e novos insights sobre o processo de evolução, e respondendo as três questões básicas: quem somos, porque estamos aqui e para onde estamos indo.” ~ James Hurtak
 
O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch, vem abrir a mente do homem a novas idéias, convidando-o a participar na experiência da educação da alma. As Chaves são um projeto dos muitos níveis da consciência espiritual e são destinadas a colocá-lo em contato com o significado da Inteligência Divina. É considerado  uma ferramenta para a construção de comunidades de Luz e para a orientação necessária da raça humana de modo que as comunidades espirituais do nosso planeta estejam preparadas para a “exteriorização” ou aparecimento dos Mestres de outros mundos de Luz.
Ainda hoje, mais de duas décadas depois desta publicação, as pessoas continuam a aprender coisas novas das Chaves de Enoch, que, em essência, fornece o cenário de uma cosmologia passada/presente/futura e um projeto de um novo direcionamento para a evolução da humanidade, no sentido de um estado superior de consciência.
 
MEDITAÇÃO DA ACADEMIA PARA CIÊNCIA FUTURA-LEGENDADO EM PORTUGUÊS

Planeta na Web entrevistou James Hurtak:

Planeta na Web – Você teve um encontro com uma consciência superior?
James Hurtak – No começo dos anos 70, minha esposa e eu tivemos uma série de experiências de consciência que nos fizeram entender que nós, como raça humana, somos apenas uma parte da grande evolução cósmica. Foi um amplo entendimento da importância da expansão da consciência, e de que é possível o contato entre a terceira dimensão e outros níveis da inteligência. O que explico no meu livro, simbolicamente, é uma nova ciência da realidade sublime do contato com outros níveis de inteligência. Eles estão comunicando novas idéias, novas esperanças e novos insights sobre o processo de evolução, e respondendo as três questões básicas: quem somos, porque estamos aqui e para onde estamos indo.

PnW – Qual será o próximo passo na evolução da humanidade?
Hurtak – Trabalhar junto com o meio científico e as religiões para a unidade espiritual. Isso significa a união entre as religiões e os cientistas. É possível, como foi demonstrado no World Peace Summit. Líderes religiosos e espirituais se uniram para discutir uma ética global da ciência no planeta, e uma visão básica de futuro para a humanidade. Independente da religião, eles todos concordaram que têm algo em comum: a consciência de que a mente, o corpo e o espírito estão unificados.

PnW – Você acredita que a união da ciência e do espírito é um processo irreversível?
Hurtak – Acho que a expansão da população mundial e a destruição dos recursos naturais forçam as pessoas, até mesmo os céticos, a entenderem que nosso tempo é limitado.

PnW – O que é a Merkabah?
Hurtak – A Merkabah é um termo para diferentes tipos de veículos de luz ou naves espaciais que não são do tipo físico, feitas de metais. A Merkabah é uma ilustração de uma inteligência há milhões de anos no futuro que trabalha com os detalhes das mentes e consciências da civilização humana. É além de extraterrestre. A Merkabah é uma maneira de lembrarmos da nossa origem cósmica, ou seja, de que estamos evoluindo para a pura luz. Enquanto os extraterrestres estão trabalhando com o lado prático da ciência interplanetária, a Merkabah é o veículo ultraterrestre trabalhando com o design cósmico de muitos sistemas evolutivos.

Leia mais sobre a Merkabah

PnW – Para acelerar esse processo de expansão da consciência, o que cada pessoa pode fazer?
Hurtak – Descobri que a melhor e mais simples maneira de fazer a expansão da consciência é ensinar os nomes sagrados de Deus, e usar as palavras que Jesus usou quando ele ensinou os discípulos como curar, expulsar demônios, e elevar a consciência para ver no futuro e trabalhar com os dons superiores do amor divino. Estes nomes de Deus nas linguagens bíblicas antigas são ensinados pela Academia para Ciência Futura no Brasil, juntamente com a música, que é bastante profunda. Essa combinação de música e linguagem é acessível a pessoas de todas as origens e níveis sociais. Através da história, temos obtido uma compreensão de que os nomes de Deus são muito importantes, porque são palavras de poder em ação. É a maneira mais prática de nos proteger, educar e comunicar com os nossos parceiros cósmicos. A maestria de alguns dos nomes divinos pode ativar um processo de maturidade da raça humana.

(nota pessoal:Estudando o Livro do Conhecimento;As Chaves de Enoch,podemos perceber que esses nomes de “Deus”, nada mais são que mantras sonoros que desbloqueiam zonas cerebrais específicas, pois tudo está baseado no som,ou seja, existe uma vibração que movimenta forças eletromagnéticas nos neurônios, como os sons binaurais,por exemplo, só que na forma dos sons das palavras.Há que se ter cuidado em analisar o livro e aproveitar seu conhecimento evitando a religião associativa,por exemplo, com o hebraico e a bíblia)

OBS:VEJA MAIS SOBRE ALGUMAS CHAVES NO FINAL DO POST

Biomagnetismo e Bio-Eletromagnetismo:
A Fundação da Vida

J.J.Hurtak – Academia para Ciência Futura

Ao longo dos últimos 30 anos, os cientistas vem extensivamente pesquisando organismos que têm a capacidade de produzir a magnetita,que é um mineral ferromagnético. A magnetita é uma forma mineral preta de óxido de ferro que cristaliza no sistema cúbico ou isométrico, isto é,são todos os cristais que têm os seus eixos cristalográficos de comprimento igual a 90 graus entre si. É uma mistura de ferro (II) de ferro (III), óxido de Fe3O4, e é um dos principais minérios de ferro, que é fortemente magnético. Algumas variedades, conhecidas como magnetita, são ímãs naturais; estes foram usados ​​como bússolas no mundo antigo.A descoberta de um material biogênico (isto é,  formado por um organismo biológico) com propriedades ferromagnéticas parecido com a magnetita, foi o primeiro avanço em direção a uma compreensão de por que alguns animais têm a capacidade de detectar o campo magnético da Terra. A procura por magnetita biogênica em tecidos humanos não foram conclusivas até o início da década de 1990, quando o trabalho com microscopia eletrônica de transmissão de alta resolução e difração de elétrons em extratos de tecido cerebral humano do córtex cerebral, cerebelo e meninges (membranas que envolvem o cérebro e a medula ),identificaram cristais de magnetita.


Estes cristais de magnetita foram encontrados  organizados em correntes ligadas à membranas lineares de alguns micrômetros de comprimento, com capacidade para 80 cristais por cadeia.  Esta forma da partícula prismática também é incomum em cristais de magnetita geológicos deste porte, que são geralmente octaédricos. A morfologia de cristal foi feita para ser cubo-octaédrica e os cristais adjacentes encontram-se perpendiculares ao eixo da cadeia.Todos os cristais de magnetita que foram examinados são domínios magnéticos individuais, o que significa que eles são uniformes e tem uma forma estável magnetizada;  têm o momento magnético máximo possível por volume de unidade para a magnetita. Análise elementar, análise por energia dispersiva de raios-X, os padrões de difração de elétrons, e as imagens de alta resolução microscopia eletrônica de transmissão de treliça, mostrou que muitas das partículas eram estruturalmente bem ordenadas e cristalograficamente de domínio único da magnetita. Isto significa que a produção deste biomineral devem estar sob controlo biológico preciso.

Cristais ferromagnéticos interagem mais de um milhão de vezes mais fortemente com campos magnéticos externos do que os materiais diamagnéticos ou paramagnéticas (deoxihemoglobina, ferritina e hemossiderina) .Com esta pesquisadores encontrar foram colocados com uma questão fundamental para a biologia, a saber: Qual é o mecanismo através do qual os campos geomagnéticos fracos são percebidos por organismos que são capazes de precipitar cristais de um mineral ferromagnético tal como magnetite (Fe3O4)? Poderiam usar estes cristais e seu movimento, em uma variedade de maneiras para transduzir o campo geomagnético em sinais que podem ser processados ​​pelo sistema nervoso?

A presença de magnetita biomineral ligado à membrana, o qual tem sido demonstrado , têm uma origem biológica, e a implicação de que algum tipo de ligação mecânica deve ser feita entre cada partícula de magnetita e um mecanorreceptor, ou, pelo menos, um mecanismo funcionalmente equivalente, permitindo que a posição da partícula a ser monitorizada por um organismo sensorial no corpo, é único. A investigação também descobriu que a magnetita é produzida pelas células do organismo, quando necessário. Formas de inteligência física avançada são capazes de absorver diretamente qualquer informação, se  têm uma rede cristalina dentro de sua cavidade cerebral.(nota pessoal;podemos conjecturar que essa magnetita provavelmente seja produzida por organismos com DNA avançado/desbloqueado, pleno de suas capacidades geradoras e assim, as informações sejam melhor assimiladas, no geral, constituindo-se assim, um avanço na raça produzido por este DNA diferenciado, ou seja, mais cristalino e menos carbonado?Provavelmente). 

Os cientistas estão agora fazendo a pergunta fundamental: O que a  magnetita está fazendo no cérebro humano? Em bactérias contendo magnetita, a resposta é simples: cristais de magnetita transformam as bactérias em “agulhas de direção” que orientam com relação a campos magnéticos da Terra.A Magnetita também foi encontrada em animais que navegam pela direção da bússola, como abelhas, pássaros e peixes, mas os cientistas não sabem por que a magnetita está presente em seres humanos, só que ela está lá.

AS CÉLULAS PIRAMIDAIS…

Vimos também em pesquisa feita no final de 1980 que as proteínas do DNA estão transformando a função do DNA em estrutura pizoelétricas como a rede cristalina da natureza. O efeito piezoeléctrico refere-se a propriedade da matéria que pode converter oscilações eletromagnéticas  em vibrações mecânicas e vice-versa. Estudos aplicando exogenamente campos eletromagnéticos demonstraram que tanto a transcrição (síntese do DNA) e de tradução (síntese proteica-ATP) podem ser induzidas por campos eletromagnéticos e, além disso, que uma  corrente contínua em um osso,por exemplo, irá produzir osteochondrogenesis (presente na formação do osso) e bacteriostase, bem como afetar o trifosfato de adenosina (ATP) que representa a geração, síntese de proteínas e está presente na membrana de transporte.

No cérebro humano, as células piramidais estão presentes e dispostas em camadas no córtex cerebral dos dois hemisférios. As células piramidais atuam como células eletro-cristais, imersas em fluidos dos tecidos extra-celulares, e parecem operar na forma de um oscilador de cristal líquido, em resposta a comandos diferentes de luz, ou impulsos de luz que, por sua vez, alteram a orientação de cada molécula e átomo de dentro do corpo. Interruptores biogravitacionais codificados presentes no cérebro permitem que um tipo de líquido liberte os elétrons que induzem correntes para os dendritos enroladas em torno.  Os impulsos dos elétrons a partir de um neurônio, ao atingir a bobina dendrito da célula encostada, geram um campo magnético de micro amperagem, fazendo com que o cristal ultra fino, ou o cristal líquido na célula piramidal possa ser ativado — de uma forma muito invulgar. Em flexão, este cristal ultra fino torna-se um oscilador piezoeléctrico, a produção de um pulso de luz polarizada circular que viaja por todo o corpo, ou viaja como um feixe de energia fotônica transversal.

De acordo com Einstein, a matéria deve ser considerada em si como parte, na verdade, a parte princípio, do campo eletromagnético e energia elétrica , portanto,é a origem fundamental de todo o nosso mundo físico. Por conseguinte, em trabalho publicado pela Academia para Ciência Futura ele tem sido citado que “sob as presentes condições biológicas, o desenvolvimento evolucionário em corpos desde a mais tenra criação segue uma semicondutividade unicelular que vive como uma matriz piezoelétrica viva, através de estágios que permitem tecidos básicos primitivos (Células glia e células de schwann) ser solidário com os neurônios no sistema humano, onde a principal fonte é elétrica. Isto tem sido especialmente mostrado na resposta de crescimento do osso a um esforço mecânico e a fraturas que se demonstrou ter características de sistemas de controle que utilizam eletricidade. 

Leia mais: Pizoeletricidade-PDF-UNICAMPMateriais Pizoelétricos e Eletricidade

 Uma investigação em curso mostrou que o osso tem propriedades elétricas. A matriz óssea é um semicondutor bifásico, ou seja, um sólido cristalino com uma condutividade elétrica. O componente da matriz de colágeno de osso é um semicondutor de tipo N .Quando testado para piezoeletricidade,o colágeno acaba por ser um gerador piezoelétrico .O estresse mecânico sobre o osso produz assim, um sinal piezoelétrico do colágeno. O sinal é bifásico,e a força do sinal diz às células ósseas como é forte o estresse mecânico , e sua polaridade  lhe diz de que direção vem. O Osteogênico (presente na formação do osso) e as células que tenham sido mostradas como tendo um potencial negativo, seriam estimuladas a crescer mais no osso, ao passo que, se aquelas da área positiva parassem a produção da matriz seriam reabsorvidas quando necessário. Se o crescimento do osso e reabsorção são parte de um processo, o sinal elétrico atua como um código  analógico para transferir informações sobre o estresse para as células e desencadear uma resposta adequada. Assim, o estresse é convertido num sinal elétrico.

Leia mais: Bases biomecânicas do treinamento osteogênico-PDF

.A ELETRICIDADE USADA PARA A REGENERAÇÃO ESPINHAL…

Com o uso de uma corrente aplicada de  alguns microamperes na medula espinhal, no nervo óptico e no osso, tem sido demonstrada as correntes elétricas geradas, que naturalmente têm sido associadas a alterações no desenvolvimento de embriões e regeneração de membros.

Durante as últimas décadas um grande aumento nas pesquisas teve lugar  sobre os efeitos das radiações eletromagnéticas não-ionizadas em sistemas biológicos. Muito se tem revelado sobre os organismos humanos em todos os níveis, mas a questão que ainda está sendo feita por cientistas é: O que a eletromagnética pode sinalizar/ sintonizar uma ressonância magnética de energia, suscetíveis de alterar a regulação genética metabólica para promover o crescimento e reparar? Tem sido considerado pelo presente autor que as moléculas de DNA podem desempenhar um papel central para levar as células a alterar as suas propriedades normais, recebendo a transmissão genética original dada por meio de um “ponto de rotação” para uma célula. Estas transmissões nos pontos de rotação, como discutido por meio da pesquisa na Academia para Ciência Futura, pode fornecer regeneração e instruções para a fabricação de enzimas e proteínas, que são os blocos de construção para o “novo tecido “ou a” forma órgão novo “, que é regenerada no plano físico. Projetar a energia para o ponto de rotação permite a formação de um blastema (massa de células do tipo primitivo) que dá origem ao tecido regenerado. Assim, através do ponto de rotação, as células tornam-se o tecido responsável pela geração e transmissão de sinais de corrente contínua utilizados em processos de regeneração.


 ESTUDOS SOBRE A PURIFICAÇÃO DA ÁGUA…

O delicado equilíbrio do frágil ecossistema aquático do nosso planeta está sendo perturbado em um ritmo alarmante. Industriais, agrícolas, afluentes residenciais estão entrando em nossas vias navegáveis e ​​poluindo estes sistemas com uma vasta gama de orgânicos, metálicos e compostos inorgânicos. Nos Estados Unidos, a Lei Federal Água Limpa de 2007, a Environmental Protection Agency (EPA), teve autoridade legal para processar os poluidores que resultou em uma drástica redução na concentração de poluentes “fontes pontuais”, aqueles cujas fontes são facilmente identificados a partir de seus fluxos de resíduos .Um estudo recente na Carolina do Norte sugere que tais CLOs em apenas duas bacias hidrográficas sozinhas podem produzir 111.31 toneladas métricas de nitrogênio excretado e 36,39 toneladas de fósforo por ano.  A introdução de altas concentrações de nitrogênio biologicamente ativo e fósforo nas águas superficiais resultou em um rápido aumento no crescimento das algas e plantas aquáticas em estuários e zonas costeiras.

COMPARAÇÃO…

–  métodos existentes ou melhorados com o MÉTODO BIORREMEDIAÇÃO AERÓBICO

Os métodos para o tratamento de águas residuais existentes são caros e prejudiciais para os ecossistemas, porque matam organismos que são cruciais para a delicada cadeia alimentar no ambiente aquático. Os métodos atuais de remediar sedimentos aquáticos contaminados com poluentes orgânicos, como esgoto agrícola e residencial, óleo combustível, PCBs e outras substâncias químicas industriais, envolvem a dragagem de sedimentos e é tratando-o em outro lugar, e, em seguida, devolvendo-o ao local de remoção. Tratamentos de água de superfície, tais como o tratamento de lagos para proliferação de algas, requerem a adição de herbicidas químicos venenosos e pesticidas. A necessidade de tratamentos alternativos de baixo custo é claramente evidente e tem incentivado nossa pesquisa neste campo.A maioria das instalações de tratamento primário e secundário convencionais são inadequadas em termos de remoção completa de muitos produtos químicos inorgânicos e orgânicos, levando à eutrofização em lagos, rios e baías. O método de iodo ativado é o sistema de tratamento de águas residuais secundário mais comumente utilizado para dejetos humanos. Após o tratamento, no qual a maioria dos sólidos são resolvidos fora da coluna de água, estes sólidos são desviados para um reator de lamas ativadas, enquanto a água da sobreposição é enviado para um sistema de tratamento aeróbico, antes da descarga.  O potencial para a existência de danos ambientais, se este tipo de resíduos é acidentalmente descarregado nos cursos de água não diluído, é enorme.

UMA NOVA FORMA DE TRATAMENTO DE ÁGUA SUSTENTÁVEL…

Nossos estudos mostraram que a utilização de comprimidos e de efeito rápido  Cellinite Technologies(CT) para a degradação biológica, fornece um método eficiente para gaseificar águas residuais suficientemente  bom em cooperação com, ou em lugar de, sistemas de tratamento secundário. A incorporação de microrganismos vantajosos e vários nutrientes, bem como de oxigênio dissolvido (pela quebra de peróxido de hidrogênio-H2O2) pode ser adicionado em qualquer ambiente de águas residuais por meio da utilização de comprimidos CT  específicamente concebidos para que o sistema para reduzir o índice de degetos químicos e biológicos e gases nocivos para estabelecer o Eco-equilíbrio harmonioso.

A economia de tratamento baseia-se na eficácia do sistema de tratamento de águas residuais para proporcionar um ambiente que suporta a atividade e crescimento de uma microflora de tratamento, juntamente com fatores, tais como o equilíbrio entre o fornecimento de oxigênio e do substrato. Nosso sistema concebido sob os EUA Patent # 5275943  pode incorporar adequadamente os nutrientes necessários , microrganismos e oxigênio através de peróxido de hidrogênio para equilibrar natureza orgânica e inorgânica e controlar a biodegradabilidade dos resíduos.

Estudos semelhantes foram também feitos no Japão, que se combinam com micro-organismos que sintetizam outros microrganismos por fermentação química(zimogenia). Ele define micro-organismos zimogênicos como aqueles que reduzem a matéria orgânica para um estado solúvel, criando grandes quantidades de antioxidantes.  Em ambos os estudos de campo e de laboratório, Cellinite Technologies já criou sistemas de degradação controladas. O sucesso no uso destes sistemas envolve a utilização de micro-organismos específicos, nutrientes e oxigênio através de introdução cápsulas de aeração lançado em tempo para a degradação controlada de estrume e detritos em decomposição (matéria vegetal). As alterações nos parâmetros físico-químicos em um sistema estático e a passagem de patógenos bacterianos também foram analisados ​​e demonstraram resultados benéficos.

Dores físicas e a mudança no DNA-Por Dr. J. J. Hurtak, Phd

As dores físicas, especialmente na coluna, ombros e costas — Isto é resultado de intensas mudanças no nível do DNA à medida que “a semente da nova energia” vai despertando dentro de vocês. Tudo isto passará.

Sentimento de profunda tristeza interior sem razão aparente — Vocês estão liberando seu passado (estas vidas e outras) e isto provoca este sentimento de tristeza. É como a experiência de se mudar de uma casa onde vocês moraram por muitos anos para uma nova. Quanto mais vocês quiserem ir para esta casa nova, mais experimentarão a tristeza de deixar para trás as recordações, a energia e as experiências da casa antiga. Tudo isso também passará.

Mudanças repentinas no trabalho e na profissão — Sintoma muito comum. Quando vocês estão mudando, as coisas ao seu redor também mudam. Não se preocupem em encontrar o trabalho ou a profissão perfeita. Tudo isto passará. Vocês estão em período de transição e deverão passar por muitas mudanças de trabalho antes de encontrar o que realmente os atrai.

Afastar-se das relações familiares — Vocês estão conectados com sua família biológica através do carma passado. Quando termina o ciclo cármico, os vínculos estabelecidos com essas relações se liberam. Ainda pode parecer que a relação com sua família e amigos esteja à deriva. Tudo isto também passará. Passado um tempo, vocês poderão novamente retomar a relação com eles se for apropriado. De qualquer maneira, essa nova relação se baseará numa nova energia, sem vínculos cármicos.

Padrões de sono anormais — Pode ocorrer que vocês se sintam muito sonolentos ou despertem muitas noites entre as 2 e as 4 horas da manhã. Há muito trabalho a ser feito em seu interior, o que faz com que a mente necessite de uma folga. Não se preocupem. Se não puderem pegar no sono outra vez, levantem e façam alguma coisa em vez de ficar na cama preocupando-se com assuntos mundanos. Tudo isto também passará.

Sonhos intensos — Podem incluir sonhos com conteúdo de batalhas ou guerras, sonhos em que são perseguidos ou sonhos com seres monstruosos, ou que correm para fugir de algum monstro. Vocês estão literalmente liberando velhas energias de dentro de vocês. E estas energias do passado são representadas como lutas. Tudo isto passará.

Desorientação física — Algumas vezes se sentirão como se não estivessem pisando no chão.

Sentir-se desafiado pelo espaço — Com a sensação de não conseguir pôr os pés no chão ou de andar entre dois mundos. Durante a transição de sua consciência para uma nova energia, o corpo pode ficar estafado. Vocês precisam passar mais tempo na natureza para enraizar a nova energia em seu interior. Tudo isto passará.

Aumento das conversas consigo mesmo – Vocês se verão mais frequentemente falando com o seu eu interno. Há um novo nível de comunicação assentando-se no seu ser. Vocês estão experimentando a ponta do iceberg com essa sua conversa interna. As conversas se intensificarão e se farão mais fluidas, mais coerentes e mais visionárias. Vocês não estão ficando loucos; apenas estão dando vazão à nova energia.

Sentimentos de saudade — Ainda que estejam na companhia de outros, podem sentir-se sós e separados dos demais. Poderão sentir o desejo de se afastar dos grupos e da multidão. Como humanos angélicos, estão caminhando para o caminho sagrado que cada um tem que trilhar por si próprio. Quanto mais ansiedade esses sentimentos de saudade lhes causam, mais difícil será interagir com os demais nesses momentos. Os sentimentos de saudade também estão associados ao fato de que os seus “guias” anteriores se foram. Eles estiveram com vocês por todas as viagens, em todas as vidas. Mas veio o momento de se afastarem para que vocês pudessem partilhar seu espaço com sua própria Divindade. Tudo isto também passará à medida que a voz interior se encha com o Amor e a energia da própria Consciência Crística.

Perda da paixão — Vocês podem sentir-se totalmente desapaixonados, ou com pouco desejo de fazer as coisas. Está bem assim. Isto também faz parte do processo. Vocês tomarão algum tempo para não fazer nada. Não lutem consigo mesmos por isso, porque tudo isto passará. É parecido com o ato de reiniciar o computador. Vocês necessitam parar por um breve período para carregar um software novo e mais sofisticado, que, neste caso, é a nova energia da semente Crística.

Um profundo anseio de voltar para casa — Esta é a condição mais difícil e desafiante de todas. Vocês poderão experimentar um desejo profundo e irresistível de deixar o planeta e retornar ao “Lugar”. Não é um sentimento suicida, pois não está baseado em raiva nem em frustração, e vocês não querem nenhum drama, nem para vocês nem para ninguém. Há uma parte muito pequena de vocês que quer voltar para Casa, pois vocês completaram seu ciclo cármico, concluíram o contrato com a vida atual, e estão liberados para se empenhar em uma nova vida. Porém, ainda estão num corpo físico, e mesmo que estejam preparados para aceitar os desafios relativos à entrada numa Nova Energia, e de fato vocês poderiam voltar para Casa neste exato momento, vocês percorreram um longo caminho, e depois de tantas vidas, seria vergonhoso se vocês deixassem a cena antes de o filme terminar. Além disso, o Espírito necessita que vocês ajudem os demais a fazer a transição para a nova energia. Eles necessitam de um guia humano, como vocês, que caminharam da velha energia para a nova. A senda pela qual vocês estão caminhando os provê de experiências que os capacitaram a chegar à maestria do Novo Humano Divino. E apesar de às vezes a sua viagem parecer escura e solitária, lembrem-se de que jamais estão sozinhos e que serão ajudados se pedirem.

A BUSCA DO SIGNIFICADO DAS ESTRUTURAS PIRAMIDAIS DE MARTE: ELAS DETÊM A CHAVE DA EXISTÊNCIA DO HOMEM?…
J.J. Hurtak, Ph.D.

Há quinhentos anos os seres humanos eram considerados o topo da criação e o seu planeta Terra era proclamado o centro do universo. Esta visão mudou há quatrocentos anos com Copérnico e as mudanças prosseguem com a descoberta pelo Mars Global Surveyor de evidências comprovadas recentemente de atividade fluvial prévia em Marte; a descoberta de cristais de gelo pela Mars Odyssey.Além das fotografias tiradas pela Mariner 9 a uma altitude de 1.650 quilômetros que mostram um vale de 4.000 quilômetros de comprimento como indício de que pode ter havido água corrente ao longo da história geológica de Marte, uma série de pirâmides tetraédricas também foi observada. Estas pirâmides de Marte aparecem agrupadas em torno das proximidades da latitude 15,258 e longitude 198,425, numa planície meio desolada. A comparação de duas fotografias, uma tirada de um ângulo de visão de 6,018 graus em 8fev1972 e a outra, de 37,510 graus em 7ago1972 mostra tetraedros quase perfeitos de duas categorias observados de duas direções e em momentos diferentes em que o Sol se encontrava bem acima do horizonte. Elas exibem faces piramidais de uma exatidão impressionante, uma evidência de que estas pirâmides não fazem parte de fenômenos naturais. (2)

Sabemos pelo trabalho do ganhador do Prêmio Nobel da Paz Jacques Monad que a mãe natureza não cria realidades superficiais em linhas retas nem em padrões repetitivos, mas aqui na região do Quadrângulo Elysium em Marte temos conjuntos de pirâmides em padrões repetitivos exatos numa distância matemática que parece ser idêntica entre os conjuntos. Será que estas estruturas calculadas em torno de 700 e 800 vezes o volume da Grande Pirâmide do Egito fazem parte de uma história evolutiva anterior, de algum outro mecanismo de vida no universo local? (3)

É fato demonstrado que ao longo da história geológica de Marte metade do planeta se desordenou com grandes vulcões que se abriram para o céu marciano e com as lavas que ali correram. Em algum ponto ao longo dos três e meio bilhões de anos da história de Marte, e provavelmente num período bem recente, jorravam pela superfície de Marte enormes quantidades de água que provocaram a erosão de imensos bancos aluviais. No entanto, num planeta geológicamente ativo com montanhas e caldeiras vulcânicas maiores que quaisquer outras na Terra, as fotos da Mariner 9 B MTVS 4205-77 DAS 0779453 e MTVS 4296-24 DAS 12985881, tiradas da parte centro-leste do Quadrângulo Elysium, mostraram um conjunto perfeito de estruturas piramidais tetraédricas que são incomuns demais para serem resultado de formações naturais.

Assim como Carl Sagan e outros, eu salientei que as estruturas piramidais não-artificiais podem ser explicadas por um dos seguintes mecanismos:
(1) O facetamento pelo vento de cones vulcânicos, serras formadas do fluxo de lava, e geomorfologias alongadas por tempestades de ventos predominantes. Estes ventos ou poderiam ser parte de um padrão de circulação predominante de Marte, ou de tempestades de areia de longa duração.
(2) Recobrimento do manto de intemperismo por resíduos de erosão, seja de filões resistentes, seja de sedimentos infiltrados, seja de outras formas de leito rochoso, com aspecto piramidal.
(3) Possível ação glacial que tenha esculpido formas semelhantes às agulhas glaciais alpinas da Terra.
(4) Rotação de blocos de lava solidificados na lava liquefeita subjacente. A inclinação desses blocos solidificados poderia expor arestas pela protuberância acima do campo de lava.

Contudo, um exame mais de perto com a ampliação das imagens mostra os detalhes de paredes e estruturas paralelas construídas exatamente acima da linha da água conforme concluiu o US Geological Survey (Órgão de Análise Geológica dos EUA) com relação à superfície em Marte. (4).Os soviéticos, na verdade, chegaram a uma conclusão oposta a dos americanos sobre a questão de vida evolutiva prévia em Marte ao reprocessarem os dados da NASA e os mais de 54 mil quadros fotográficos da Mariner 9. Outros argumentos foram apresentados por geólogos tradicionais de que as formações montanhosas incomuns no altiplano peruano fornecem uma analogia para as estruturas piramidais marcianas facetadas pelo vento. Contudo, uma pesquisa mais ampla mostra conjuntos piramidais não-naturais aglomerados em Chancay, Jequetepeque, Viru, etc., nas áreas peruanas circunjacentes. Tem ficado claro que muitos conjuntos de morros, até agora descobertos no Peru, não podem ser descartados como anomalias geológicas, pois ao se pesquisar um pouco mais se descobre que muitos eram na realidade complexos astronômicos de calendários construídos há muitos milênios. Comparada com a malha de conjuntos piramidais do Quadrângulo Elysium de Marte, a área peruana não corrobora os argumentos de que as pirâmides sejam resultado de um recobrimento do manto de intemperismo por resíduos de erosão, seja de filões resistentes, seja de sedimentos infiltrados, seja de outras formas de leito rochoso. Nem existem quaisquer falhas rochosas visíveis que indiquem controles estruturais relacionados à formação da malha das quatro pirâmides tetraédricas. Um sítio de múltiplas estruturas piramidais sugere a necessidade de atualizar os argumentos da geomorfologia. (5)

A atenção ainda se volta para as impressionantes anomalias de estruturas piramidais em bordas de crateras como as captadas pelas câmeras da Mariner 9 numa localidade próxima ao Pólo Sul de Marte (quadro original B 1417-160341 renomeado como 42125) que mostra diversas unidades distribuídas em malha pelo planalto, estruturas semelhantes a caixas de vários quilômetros cada com fortificações elevadas possivelmente usadas como uma área experimental para um bioma, ou como algum tipo de padrão reticular para a coleta de informação que foi destruído por uma mudança cataclísmica. Este sítio foi apelidado pela NASA de “Cidade Inca”. Um exame mais de perto das imagens aéreas mostra semelhanças com Macchu Picchu no Peru. Quantos arqueólogos profissionais já teriam ouvido sobre o sítio de Morro Solar? Ele fica a 1,5 km de Las Palmas, nos arredores de Lima, e revela hectares de construções científicas e um elaborado sistema hidráulico virtualmente desconhecido pelo mundo científico. Quantos sabem a respeito das vinte e cinco pirâmides de Apurle a noroeste do Peru? Jack West (6), um arqueólogo contemporâneo, divulgou recentemente ilustrações que mostram vestígios de pequenas pirâmides dentro das montanhas peruanas de forma piramidal. Um número cada vez maior de evidências arqueológicas tem demonstrado que aquilo que os geólogos há séculos pensavam ser montanhas na verdade estão se revelando artefatos piramidais de milênios atrás.

Foram identificadas no Quadrângulo Elysium de Marte, estruturas piramidais cujas dimensões da base alcançam em média de 3 a 6 km de diâmetro. Os processos geológicos que poderiam provocar essas características não forneceram uma explicação científica satisfatória para algumas das pirâmides. Assim, precisamos ter em mente que o que pode aparentar ser um morro natural visto do céu pode ser um artefato piramidal. Talvez, em vez de nos prepararmos para as atuais sondagens de microinteligência em Marte, devêssemos nos preparar para um exame de perto das estruturas piramidais como modelos para análogos biomagnéticos. As malhas piramidais marcianas e egípcias podem ser modelos que nos preparam para encontrarmos os arquitetos superiores do nosso universo circunvizinho. Talvez a pirâmide seja um artefato do futuro.

Referências:

1-Hurtak, J.J. (1976) “The Meaning of the Pyramids on Mars” em Beyond Reality. Março-Abril de 1976. 
2- Hurtak, J.J. (1973) Ilustração e detalhes dos tetraedros publicados pela primeira vez no Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®, Los Gatos, Academia para Ciência Futura, pp. 35-36.
3- Dolphin, Lambert. (1974) Conversa particular no Instituto de Pesquisa Stanford, Menlo Park, CA.
4- Mazursky, Harold. (1976) Conversa particular no USGS Office. Flagstaff, AZ. Mazursky foi considerado uma das principais autoridades sobre Marte e as Missões Viking 1 e 2.
5-Sagan, Carl. (1973) “Sandstorms and eolian erosion on Mars” no Journal of Geophysical Res. 78. pp. 4155-4162.
6- West. Jack (1972) Trial of the Stick of Joseph . Sacramento: Rich Publishing House.

OS SERES ULTRATERRESTRES-Uma entrevista para a Revista UFO…

Mais avançadas que os seres extraterrestres que nos visitam, ainda presos a várias formas de tecnologia, são os seres ultraterrestres
 
Doutor Hurtak, há anos se tem feito a mesma pergunta: quando faremos contato definitivamente com nossos visitantes? O senhor tem uma estimativa?
Essa é uma pergunta muito interessante. Na minha opinião, com os documentos recentemente tornados públicos pelo Governo brasileiro para um grupo de pesquisadores locais –, como A. J. Gevaerd e demais integrantes da Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU) –, e no cenário das liberações de arquivos semelhantes pelo Governo francês, há vários anos, além dos antigos registros da KGB, vê-se que essa apresentação de fenômenos em nível mundial já está diante de nós. Portanto, num contexto mais amplo, essa pergunta já está obsoleta. Os extraterrestres já estão aqui! Em minha pesquisa, a questão que se deve fazer é sobre a chegada dos ultraterrestres, detentores dos poderes mais elevados do Cosmos, que estão além da forma material de evolução e, ao mesmo tempo, não se limitam à tecnologia dos veículos extraterrestres. Eles – os ultraterrestres – estão por trás da orquestração dos eventos cósmicos que regem civilizações inteiras, bem como eventos planetários, como os registrados nos últimos 60 anos na Terra.
 
Então o senhor acredita que haja seres ainda mais avançados que os extraterrestres?
Nós estamos vendo um intercâmbio face a face com várias categorias de inteligências extraterrestres, que querem mostrar-se sistematicamente para a comunidade científica mundial. Eles querem um diálogo com cientistas políticos, advogados, juízes e especialistas planetários, pra surgimento de uma ciência espacial. Esse evento acontecerá apenas daqui alguns anos, quando tivermos um novo tipo de lei espacial em operação, conforme detalhei no recente documento Conseqüências para a Lei Espacial das Descobertas de Água em Marte (Publicado nos Anais de Ciência Espacial da Universidade McGill, Montreal, Canadá, 2005)-(nota pessoal- no mês de outubro de 2015, a NASA confirmou oficialmente a existência de água em Marte).
 
É possível se prever como será esse diálogo entre os extraterrestres e a humanidade?
Está bastante claro, pela vastidão dos milhares de casos estudados pelos melhores especialistas e pesquisadores no assunto, que há formas de inteligência muito diversas no espaço. No entanto, a questão não é o diálogo com essas formas de vida, mas como o mesmo prosseguirá e se trará grandes benefícios para a raça humana. Por exemplo, a revista Popular Mechanics, em 2004, lançou um artigo dedicado a investigar quem seria o melhor cientista para estabelecer contato com um ser extraterrestre. Dentre os candidatos estava o professor Frank Drake, muito famoso por seu trabalho em radioastronomia e busca pela inteligência extraterrestre, que a NASA tem adotado como um de seus paradigmas. Nessa lista também estava Jane Goodall, que trabalhou na África com comunicação entre seres humanos, macacos e chimpanzés. Cientistas de duas áreas bem distintas são fortes candidatos, então. Ficaram de fora dessa equação especialistas no assunto da Europa e das Américas do Norte e do Sul. E ainda os da antiga Índia, Japão e China, onde a realidade dos seres ultraterrestres de luz é bem compreendida por aqueles que os orientalistas e antropólogos chamariam de avatares, ou seres crísticos. São sábios de mente superior que cederiam à humanidade o grande entendimento de quem somos, porque estamos aqui e para onde vamos. Isso tem ligação com toda essa variedade de culturas extraterrestres que temos estudado nos últimos 60 e poucos anos, através das ferramentas da moderna ciência.
Em sua obra mais famosa, As Chaves de Enoch, o senhor fala sobre seres habitando o fundo dos oceanos. Tem informações a respeito de bases extraterrestres nessas regiões ou no Brasil?
Eu tenho pesquisado o assunto junto de mergulhadores em áreas próximas da costa da Flórida, nos Estados Unidos, e em Porto Rico, no Caribe. Eles afirmam ter descoberto a existência de alguma forma de tecnologia subaquática movendo-se a velocidades extremamente altas, nestas regiões. Tal tecnologia permite que seus proprietários cheguem subitamente à superfície do mar e acelerem seus veículos a uma velocidade ainda maior no sentido do espaço exterior. Também tivemos outros eventos próximos em Baía Blanca, na costa da Argentina, nos anos 50. Espaçonaves entrando nos oceanos e viajando milhares de quilômetros submersos sugerem a existência de bases e plataformas estabelecidas em todo o planeta, através das quais nossos visitantes poderiam observar o desdobrar dos eventos que realizamos, tais como o uso positivo e negativo de nossa tecnologia.
Também foram registradas tais manobras em outros períodos da história.Nos anos 70, por exemplo, durante manobras do governo norte-americano no Caribe, naves não identificadas também foram seguidas por navios soviéticos presentes na região. Aqueles veículos saíram do oceano e ficaram na frente da proa das embarcações dos EUA, separando-as das rivais. Foi o mesmo que dizer: “Coloquem os seus brinquedos militares de lado, pois o tempo para viver em paz é curto”.
 
O senhor trata desses casos em As Chaves de Enoch?
O livro apresenta um modelo de muitas áreas da ciência, que conduz o leitor a enxergar a realidade da presença ultraterrestre no planeta e oferece um modelo superior de organização, que mudará a vida no nosso e em outros sistemas solares, em nível muito maior do que o imaginado pelos cientistas e ufólogos de hoje.
 
As abduções seriam parte desse processo? Qual é o objetivo de tais experiências?
Após estudar milhares de casos de seqüestros na África, na América do Norte e do Sul, concluí que são procedimentos médicos feitos com humanos por formas embrionárias de inteligências extraterrestres, que estariam utilizando nossa raça para uma variedade de experimentos. Acredito que as abduções desrespeitam a liberdade e dignidade humanas, além de princípios cósmicos que determinam às diferentes raças estelares que solucionem seus próprios problemas, atendo-se a uma ética biológica de não-interferência em outros mundos. Experimentos envolvendo violência física e implantes técnicos subcutâneos, conforme tem sido constatado pelos pesquisadores, são agressões. Tais princípios cósmicos regem formas peculiares de inteligência que estão guiando a humanidade em seus passos iniciais, através da música, das artes criativas e das grandes descobertas da ciência. Todas essas atividades acrescentam dignidade à raça humana, bem como abrem infinitas possibilidades de aperfeiçoamento da centelha divina plantada dentro do ser humano, no momento da encarnação ou nascimento.
 
Com base em suas pesquisas é possível afirmar que os extraterrestres que visitam nosso planeta podem ser divididos em positivos e negativos?
Esta pergunta apresenta uma lógica dualista. Há mais de 70 categorias de extraterrestres nos visitando, muitas das quais neutras, nem positivas ou negativas. Portanto, temos que ter em mente um cenário mais amplo. Um exemplo é o que foi visto recentemente no México, quando frotas de centenas de objetos luminosos apareceram e não mostravam nem tecnologia física, nem as limitações normalmente atribuídas aos efeitos físicos (Veja edições UFO 109 e 112). No caso de 10 de junho de 2004, em especial, os mais de 500 objetos filmados sugerem uma categoria de civilização que existe em muitas formas além do aspecto físico. Minha conclusão é de que os responsáveis por aqueles veículos parecem estar interessados em observar a rápida aceleração da raça humana no sentido de sua própria destruição. Isso por causa do completo desrespeito do ser humano ao meio ambiente planetário.
 
A humanidade deve fazer uma mudança de rumo? 
Enquanto espécie, nós aprendemos muito pouco desde que a primeira bomba atômica foi ativada, em 1945. Há a necessidade de vermos de maneira mais ampla o potencial de nosso próprio destino, que não é dualista nem orientado para a lógica científica do ocidente ou do imperativo econômico de corporações multinacionais. Estas estão exaurindo rapidamente os recursos de nosso planeta, aparentemente sem compreensão de que a humanidade planetária corre riscos. Nossa raça tem, agora, que se mover em direção do espaço, tirando partido dos recursos que ali estão, em planetas próximos, asteroides ou através de outras evoluções cósmicas.
 
Em seu livro o senhor fala da chegada de gigantescas naves de extraterrestres negativos e sua guerra contra os positivos. Diz que isso será precedido de indicadores astronômicos e que as comunicações serão cortadas. O senhor poderia explicar melhor
Sim. Por exemplo, na chave 2-1-6 de As Chaves de Enoch me refiro à constelação chamada Perseus, para efeito de uma nova forma de intercomunicação astrofísica. Veja que, recentemente, os cientistas britânicos captaram sinais vindos daquela constelação, num total de 57 oitavas além do C médio (Nome da nota Dó na nomenclatura musical inglesa e alemã), na região que os cientistas chamam de Lá sustenido. Portanto, temos nesta descoberta um evento científico preciso de recebimento de sinais musicais de fontes do espaço exterior. Uma outra área, na chave 2-0-5, fala de labaredas solares (Solar flares) assumindo um papel bastante significativo nas mudanças planetárias diante de determinados eventos que acontecerão(nota pessoal-as ondas cósmicas transformadoras ocorridas recentemente em setembro de 2015 e já previstas pelo Dr Simon Atkins e pelo Dr Paul La Violette PhD). É interessante observar que, em 2004 e 2005, houve um aumento de tais labaredas, que, de acordo com especialistas , são responsáveis pela mudança dos padrões climáticos da Terra – e de forma bastante singular, efetuam mudanças geofísicas em nosso planeta, associadas à supertempestades.

O senhor acredita que essas mudanças climáticas poderão influenciar o modo de agir da humanidade?

Creio que sim. Essas supertempestades aumentarão daqui para frente, o que colocará a humanidade de joelhos, pedindo ajuda de outras civilizações cósmicas. Suas ações servirão de exemplo para mover nossa raça para além da globalização, chegando ao que eu chamo de “povalização” , que são as pessoas ganhando sentido e assumindo o controle dos recursos do planeta.

O senhor poderia nos apresentar outros exemplos relacionados à evolução da humanidade, presentes em seu livro? 
Existe inúmeros, como a descoberta de significativas ruínas arqueológicas em Yonaguni, perto da costa de Taiwan, uma enorme estrutura de mais de 200 m comprimento e idade estimada em 10 mil anos, encontrada sob o mar, na década de 90. Isso foi mencionado no mapa-múndi da chave 2-1-5 de meu livro, que falava de uma história evolutiva anterior. Além disso, os recentes eventos na área da Ilha de Flores, Indonésia, foram também preditos em sua linha latitudinal – 121º27’ latitude leste –, que passa exatamente sobre o local. Nessa região foi descoberta em 2004 uma espécie humana de baixa estatura batizada de Homo floresiensis, que viveu pelo menos até 18 mil anos atrás. Tal achado foi anunciado pela revista Science em março deste ano.
 
Sua obra é capaz de nos dar um mapeamento de fases anteriores da humanidade?
Sim, ela oferece o mapa de onde foram feitos, em determinados períodos, testes anteriores de uma proto-humanidade. E sugere ainda que aqueles que realizaram tais experimentos com a raça humana e suas diversas ramificações estão agora voltando para verificar os resultados de suas ações, para atualizá-las e conduzir o ser humano coletivamente num sentido superior, que poderia ser chamado, conforme meu falecido colega John Mack mencionou, de um “passaporte para o Cosmos”.
 
Como o senhor acha que a população, os cientistas, religiosos, militares e autoridades governamentais reagirão quando houver uma chegada pública e definitiva dos extraterrestres?
Está muito claro que, no tempo da Guerra Fria entre os EUA e a URSS, havia razões lógicas para não se discutir a realidade extraterrestre. Primeiro, porque se a tecnologia alienígena fosse descoberta e se uma dessas nações pudesse acessar sua engenharia, acabaria tendo vantagem bélica sobre a outra. Mas essa idéia é passado. Agora, na era de Steven Spielberg e George Lucas, creio que a humanidade de nosso jovem planeta sabe – quer intuitivamente ou através de determinado tipo de expansão de consciência – que em outros tantos milhões de galáxias existe outras formas de vida. Já os burocratas que vivem de estatísticas não verão o cenário como o resto da humanidade, para quem a chegada de nossos visitantes será encarada de forma mais ampla e positiva. Especialmente por parte de jornalistas e pesquisadores que trabalham com o tema ufológico com seriedade, bem como sociólogos de ponta, antropólogos e peritos. Todos se dão conta de que o planeta está ficando cada vez menor e seus recursos também. Isso requer um novo entendimento da raça humana e da aceitação de sua cidadania cósmica, para nos tornarmos Homo universalis.
 
Ainda sobre seu livro, o senhor disse ter chegado ao sétimo céu. Como isso é possível para um ser humano? Houve alguma forma de preparo?
O meu livro é considerado uma obra cabalística, o que significa que é escrito com uma simbologia e metalinguagem própria. Ou seja, tem um significado em sete níveis de realidade científica, desde a partícula subatômica até a atividade da consciência da supermente. Minha experiência deu-se no contexto de algo ultraterrestre, no qual não foi o meu eu físico que recebeu autorização de experimentar outras dimensões, mas o transfísico ou meu eu consciencial que recebeu autorização de experimentar outras dimensões. Na linguagem cabalística, isso equivaleria a uma realidade superior de ver as supermentes ou as inteligências mestres, além do reino físico ou extraterrestre.
 
O senhor vê que há perigo na manifestação de seres extraterrestres?
As Chaves de Enoch está escrito de uma forma que possa advertir o leitor contra seres extraterrestres que ficam “brincando” cientificamente com a raça humana. Ao mesmo tempo, o livro serve como um modelo para compreender as pegadas anteriores do homem, conduzindo-o a uma aceleração do conhecimento através do qual a raça humana descobrirá a presença de um reino muito maior de inteligência, a dos seres ultraterrestres ou seres de luz integral. São eles que orquestram o compartilhamento dos dons espirituais divinos com a raça humana.
 
Que pesquisas a respeito da presença extraterrestre no passado, ou no presente, a Academia para Ciência Futura está realizando no momento?
A Academia desempenha um papel muito importante ao documentar eventos reais conectados com a realidade extra e ultraterrestre. Um exemplo é o conjunto casuístico que ficou conhecido como A Noite Oficial dos UFOs no Brasil, em 19 de maio de 1986. Como se sabe, parte do material referente a este caso foi tornado público pelo Governo brasileiro, em maio passado. Ainda naquela época, fazendo palestras no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), em São José dos Campos (SP), tive oportunidade de ver com meus próprios olhos e tirar fotos daquilo que creio serem formas de inteligência ultraterrestres, que se moveram sobre São Paulo, Rio de Janeiro e regiões mais amplas de ambos os estados . Os artigos publicados na época mostram um elevado interesse por parte de cientistas dos EUA nos eventos que estavam ocorrendo no Brasil e noutras partes do mundo.

“Os seres que realizaram experimentos com a raça humana estão voltando para verificar os resultados de suas ações e conduzir o ser humano num sentido superior, que poderia ser chamado, como meu falecido colega John Mack mencionou, de um “passaporte para o cosmos” ~J.J Hurtak~

 
Além do Brasil e dos EUA, há outros países nos quais a Academia desenvolve pesquisas relacionadas ao Fenômeno UFO? 
Também estamos presentes no México. Durante recentes casos de avistamentos naquele país, como o ocorrido em Campeche, em março de 2004 [Veja as edições 110 e 112 de UFO], alguns dos pilotos envolvidos eram membros da Academia e atuaram decisivamente para mostrar a realidade do fato, abrindo a mente de outros especialistas do mundo inteiro. A Academia também opera em conjunto com colegas mexicanos, como Jaime Maussán e alguns advogados trabalhando para erigir uma nova legislação espacial. Buscamos com isso cumprir nosso papel de ajudar a aumentar as fronteiras científicas de diálogo e entendimento entre as diversas culturas e ramos da sociedade humana.
 
Que mensagem o senhor deixaria para os leitores da Revista UFO e aqueles que admiram seu trabalho?
Que a humanidade se defronta hoje com um momento muito importante em sua trajetória, quando devemos nos mover todos juntos e para frente, encarando o livro da vida de maneira mais ampla e entendendo que a raça humana não é senão um pequeno parágrafo dele. Saudamos os esforços de jornalistas brasileiros que falam a verdade, em parceria com cientistas e especialistas, o que tem tornado o Brasil um modelo de cooperação para todos os países do mundo. Isso nos fará ir além do antigo paradigma e ter uma nova realidade, na qual devamos aceitar as responsabilidades de nos preparar para a cidadania cósmica. Creio no diálogo com as centelhas divinas da inteligência cósmica. Nosso trabalho, feito em conjunto, vê a ciência extraterrestre como um modelo real de ciência, como parte de um grandioso esforço científico que precisa ser convergido para um ponto comum.
 

PISTIS SOPHIA-UM TEXTO COPTA-por J.J. Hurtak

O documento original, escrito em grego e tido como perdido, foi guardado pela Providência Divina numa tradução para o copta, o dialeto sahidico do sul do Egito. A versão copta foi provavelmente escrita entre os séculos III e IV de nossa era. O códice foi levado para a Inglaterra em 1772, adquirido por um médico colecionador de manuscritos antigos, o Dr. Askew, e mais tarde vendido ao Museu Britânico.O texto completo foi traduzido para o latim por volta de meados do século XIX, por M.G. Schwartze,  mas só a partir do final do século XIX foi traduzido para línguas européias modernas (francês, alemão e inglês). 

O simbolismo – O Mito de Sophia-Uma análise pessoal

Em todas as tradições esotéricas, as mais importantes instruções internas são sempre transmitidas em linguagem simbólica, velando assim o sagrado aos olhos profanos, oferecendo com isso um método para desenvolver a intuição dos estudantes. Com raras exceções, os nomes usados em PS para caracterizar as diferentes entidades e planos não têm nenhuma conexão com a tradição judaica que a precedeu nem com a cristã que a sucedeu.

O simbolismo de Pistis Sophia é extremamente engenhoso em sua simplicidade. As entidades da estória representam os princípios do homem, revelando com isso o sistema psicológico subjacente aos ensinamentos de Jesus. Outro nível de simbolismo é introduzido no texto por intermédio da gematria, ou seja, das correspondências numéricas das palavras (no original grego), com seus significados mais profundos. Pistis Sophia representa a alma, ou mais especificamente, a parte da alma que encarna, a parte da mente concreta que é a unidade de consciência do homem. Seu nome é uma chave para seu papel: Pistis é a palavra grega para fé. Não a fé cega, mas a fé que surge com a total convicção do conhecimento interior. Sophia é sabedoria em grego. Assim, seu nome composto indica o princípio fundamental (fé na Luz do Alto – um aspecto do Plenum Cósmico /Deus) que a capacita a realizar sua missão, ou seja, o desenvolvimento da sabedoria em ambos os mundos (material e espiritual).

Seu par é Jesus (leia-se Consciência Crística), um símbolo para a alma espiritual do homem que permanece nas regiões do Alto, quando PS desce ao caos. Essa informação é de suma importância, porque expressa a separação de consciência entre a natureza inferior e a superior do homem. Ainda que, em sua essência última, o homem seja uno com seu Eu divino, o nível usual da consciência do homem não pode alcançar os planos espirituais, portanto, no mito, Pistis Sophia e a Consciência Crística são devidamente apresentados como entidades separadas.O papel desta Consciência Crística na estória é uma das partes que oferece maior dificuldade para os leitores, em virtude de nosso condicionamento mental com relação à posição da figura humana Jesus na religião cristã. No texto, vemos que “Jesus”(Consciência Crística) representa, num determinado momento, o Mestre que instrui seus discípulos e, no momento seguinte, representa um dos três aspectos da natureza superior do homem: a mente concreta não conspurcada (o par de PS), a mente abstrata (o Salvador) e o princípio Búdico ou intuição, também chamado de Cristo interior (o Primeiro Mistério Voltado para Fora).

O PAPEL DA PERSONALIDADE…

O “vilão” da estória é o Autocentrado, que representa a personalidade. Esse é um nome bem apropriado para o nosso “eu” egoísta, presunçoso e fútil, que está sempre demandando ser o centro das atenções, que busca a gratificação dos sentidos, causando com esse comportamento grande aflição à alma. Os regentes, ou “arcontes”, são os principais aliados do Autocentrado e representam as emoções e paixões do homem. O principal agente entre eles é o poder com cara de leão, que representa o egoísmo, a força mais poderosa a afastar o homem da Fonte e levá-lo ao caos. Esses poderes malévolos e trevosos não são demônios exteriores, mas aspectos internos do homem. Eles permanecem ativos e engajados na tentativa de derrubar o homem até que ele consiga sua libertação final do caos.Apesar do caos ser uma região do Submundo, no sistema de Pitis Sophia, o termo é também usado para transmitir a imagem de um estado psicológico, ou seja, o da desordem. Como Pistis Sophia é aquela parte da mente que age como unidade de consciência do homem, quando é dito que ela “cai no caos”, o que isso quer dizer é que ela se torna vítima de desordens mentais que aparecem quando é tomada pelas emoções, desejos e paixões, e se torna condicionada por nomes e formas, por valores culturais e morais, em suma, por toda gama de condições que representam uma virtual prisão para a alma encarnada no mundo. Assim, a descida de PS(Pistis Sophia) ao caos é uma descrição simbólica da entrada do homem no ciclo de encarnações, onde permanecerá até que sua missão seja cumprida.

OS PLANOS  EXEMPLIFICADOS…

Quando o Inefável decide manifestar-se no processo de auto-expressão para realizar Seus propósitos, projeta de Si mesmo uma série de entidades que são dispostas ao longo de cinco planos em ordem crescente de densidade. Esses planos poderiam ser chamados, de acordo com a linguagem moderna: Divino (Os Mistérios do Inefável), Espiritual (Tesouro de Luz), Mente Concreta (Plano Psíquico), Astral (Hílico) e Físico (Material). A característica inovadora da cosmologia de PS é que cada plano está dividido em três regiões: direita, meio e esquerda. A direita é sinônimo de superior, e a esquerda, de inferior. As entidades da direita têm a função de estabelecer os ideais ou arquétipos daquele plano, as do meio a função de manutenção, ou sustentação, que garante condições apropriadas e, finalmente, as da esquerda que estão engajadas na implementação das atividades estabelecidas para cada plano. Seus papéis poderiam ser descritos como de pai, mãe e filho ou, também, de semente, solo e fruto.

DERRUBANDO O CONCEITO SIMPLISTA DE “DEUS”…

A Deidade Suprema não-manifesta, não é chamada de Deus, mas simplesmente de Inefável, Aquele ou Aquilo sobre o Qual nada é conhecido e Que está infinitamente além de qualquer caracterização pelo homem. Dentro do Inefável, e como parte intrínseca de seu Ser, encontram-se os Membros do Inefável, transmitindo a idéia implícita de unidade, como ocorre com os membros de um ser humano, cada um dotado de funções específicas. Entre os últimos membros do Inefável encontram-se os sem-pais, ou não gerados, que correspondem às mônadas, referidas na Vedanta e na Teosofia pelo termo sânscrito anupadaka, que significa “sem pais”.

O SENTIDO DO LOGOS…

A entidade mais elevada no Plano Divino é chamada de Mistério do Inefável, ou Logos. Ele é a Fonte de tudo o que existe, visível e invisível, o criador do arquétipo de toda a manifestação. Imediatamente abaixo dele encontra-se o Primeiro Mistério, em seu duplo aspecto: Voltado para Dentro e Voltado para Fora. O Primeiro Mistério é o mistério da unidade, e seu aspecto Voltado para Dentro é Atma, ou o Espírito, que abrange e interpenetra tudo o que existe. O Primeiro Mistério Voltado para Fora é o veículo de Atma, ou seja, Buddhi, também conhecido na tradição ocidental como o Cristo.

O PLANO ESPIRITUAL E A PRIMEIRA RAÇA-O ADAM KADMON…

O plano abaixo é o Plano Espiritual, Pleroma ou Tesouro de Luz, que corresponde ao plano da mente superior ou abstrata. Ele corresponde ao conceito ortodoxo de Céu, onde as almas encontram sua bem-aventurança quando libertadas do caos. A entidade mais elevada desse plano é IEU, também referido pelos títulos de Supervisor da Luz e Primeiro Homem. Essa última expressão revela seu papel como Adão Kadmon, ou o Manu da Raça Humana, que se encarnou para estabelecer o arquétipo da primeira raça humana.

Também na região da direita do plano espiritual encontra-se Melquisedek, o Manu da Quinta Raça (a atual), o Grande Recebedor da Luz. Vale mencionar que a Igreja Primitiva reverenciava a figura de Melquisedec como indicado na epístola aos Hebreus, onde é dito que Jesus foi ‘feito sumo sacerdote para a eternidade, segundo a ordem de Melquisedek’ (Hb 6:20). 

(NOTA PESSOAL: Outra característica interessante da cosmologia de Pistis Sophia é que cada plano é um reflexo dos planos que lhe estão acima. Assim, as entidades da direita de cada plano agem como delegados do Logos, desabrochando o modelo fundamental, ou arquétipo, para seu próprio plano. O processo de manifestação segue esse modelo, da ideação para a criação em cada plano subseqüente).

INTERPRETAÇÃO DO MITO – Uma análise pessoal…

O mito é outra representação da jornada de retorno da alma à Casa do Pai. Pistis Sophia “cai’”de sua região original, ao perseguir uma miragem, um reflexo da Luz do Alto, que é percebido no plano inferior como um poder com cara de leão,  o poder da matéria, o egoísmo. Essa queda, devida à ignorância, foi seu “pecado original”. Mas é dito que Pistis Sophia agiu assim sob o comando do Primeiro Mistério, ou seja, seguindo um impulso interior para obedecer ao desígnio do Plano Divino, provavelmente com o objetivo de que o Espírito pudesse manifestar-se inteiramente na matéria.

Com algum esforço de imaginação podemos visualizar a unidade de consciência do homem aventurando-se do plano mental e lentamente sendo seduzida pelas vibrações totalmente novas das emoções e dos sentimentos, dos desejos e das paixões. À medida que Pistis Sophia consentia a essas vibrações, ela se tornava cada vez mais emaranhada nesse novo nível vibratório e, com a repetição, ficava tão impregnada delas que se estabelecia um condicionamento, ou tendência, que a mantinha virtualmente prisioneira do caos.

(nota pessoal:O texto deixa implícito que quando a unidade de consciência, Pistis Sophia, desce ao caos, o homem encarna-se, ou seja, assume os veículos necessários para a manifestação no mundo material. Isso quer dizer que tanto no plano astral como no físico a alma é “envolvida por corpos” apropriados para o funcionamento naquele plano,análogamente á um homem com um escafandro que pode atuar no fundo do mar. Deve ser lembrado que as entidades da região do meio em cada plano têm a função maternal de prover as condições apropriadas e de nutrirAssim, no plano astral, a Providência lega todas as tendências de outras vidas, as quais oferecem inúmeras oportunidades para o indivíduo aprender todas as lições que ainda não foram superadas. No plano físico, a região do meio fornece um corpo físico ao indivíduo que o capacita a vivenciar o tipo de vida que o aguarda, resultado de seu carma.)

O LEGADO DE PITIS SOPHIA

É interessante notar que a estória de Pitis Sophia expressa a realidade quando vista do Alto, isto é, de um ponto de vista espiritual. Assim, quando Pistis Sophia reclama que os regentes dos eons a estão oprimindo, tentando tirar a sua luz, isso pode expressar o fato de que a personalidade experimentou uma vibração negativa, agressiva ou desagradável, tal como um ataque de raiva, sentimento de ódio, uma mentira etc. Mas a ‘opressão dos regentes’ também pode significar, do ponto de vista da personalidade, experiências imoderadas de gratificação dos sentidos, que para o homem do mundo representam ‘alegria de viver’, ou ‘diversão’, mas que para a alma, que vê a realidade do ponto de vista da luz interior, significam uma aflição pela qual terá que pagar caro.

Temos aqui a representação clássica da luta entre as forças da escuridão e da luz. Pistis Sophia, a alma encarnante, procura ascender, mas tem que lutar, a cada passo do caminho, desde a alvorada do tempo, contra as perigosas forças do mal e da escuridão, que não são forças exógenas que atacam do exterior. Os inimigos do homem estão entrincheirados dentro de seu próprio castelo, ou seja, são suas próprias emoções, desejos e paixões sob o comando do Autocentrado, a personalidade egoísta, presunçosa e orgulhosa.

Pistis Sophia busca sua libertação com suas ‘metanóias’, geralmente referidas como “arrependimentos”.Portanto, cada “metanóia” no mito está indicando que o homem passa por uma transformação mental que, por sua vez, se reflete em mudanças de atitudes, valores e comportamento. O Caminho, ou Senda, tão decantado em todas as tradições esotéricas é, na verdade, esse processo de mudança interior, apesar de ter vulgarmente uma conotação física.(nota pessoal; Esta verdade está por trás da declaração que se vê no famoso livro” A Voz do Silêncio”, de que o homem não pode entrar no Caminho até que se torne o Caminho).

A NATUREZA DOS ENSINAMENTOS DE PITIS SOPHIA-Conclusão

A natureza esotérica dos ensinamentos de PS é evidenciada nesse enfoque fundamental para a salvação, ou seja, a mudança de dentro para fora, e não meramente a obediência a uma série de preceitos,dogmas, escrituras sagradas ou como na tradição ortodoxa .Em nenhuma parte do texto de Pistis Sophia encontramos Jesus pregando um código moral de comportamento. O que é dito e reiterado é que o homem deve renunciar a este mundo e transformar a sua mente, se pretende buscar e receber os mistérios que lhe abrirão as portas da Herança da Luz.

(nota pessoal:As vinte e quatro “transformações da mente” e invocações proferidas por Pistis Sophia são indicativas da natureza lenta do processo de mudança necessário para transformar um homem do mundo no Homem Perfeito, a medida da estatura da plenitude da Consciência Crística. Cada mudança interior indica um estágio de renovação da mente no caminho espiritual.)

Observações finais pessoais…

Como a parábola do tesouro escondido no campo, o mito de Pistis Sophia está pronto para entregar, a todo homem ou mulher que cultivar com afinco seu solo interior, um verdadeiro tesouro enterrado de ensinamentos esotéricos, escondidos ali pela Consciência Crística. Parece que, com o desvelar dos diferentes níveis de manifestação e das progressivas mudanças interiores, o livro está tentando despertar o homem para a realidade de sua origem divina e de sua missão na Terra. Ao longo da estória de Sophia e no restante do livro existem muitos ensinamentos que podem tocar a alma de cada leitor de uma maneira diferente. Nesse sentido o texto é mágico. Ele foi preparado para trabalhar em cada coração sincero que busca com ardor e determinação as chaves que abrem as portas das Dimensões Superiores.Pistis Sophia, é um mapa codificado que leva ao tesouro mais precioso ansiado pelo homem. Se pudermos interpretar os símbolos usados, poderemos trilhar o Caminho e achar a pérola preciosa da Gnosis, a chave que nos admite nos reinos superiores.

A FILOSOFIA DA RECONEXÃO-AS LINHAS AXIATONAIS – Chaves 3.1 0,7 do “O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch”, pelo Dr. JJ Hurtak, Ph.D.

Para a compreensão do trabalho da Reconexão, nos concentremos na idéia de que, como o Dr. Hurtak escreve, “há um processo de renovação que ocorre no nível celular, que é controlada por linhas axiatonais”.

Dr. Hurtak define linhas axiatonais como “linhas vibratórias que ligam os níveis de atividade eletroquímica humana com circuitos astrobiológicos que abrangem todo o sistema solar e estão ligados a sistemas estelares ressonantes. As linhas axiatonais conectam o mapeamento de acupuntura do sistema biológico humano com análogos astrobiológicos superiores. Linhas axiatonais são campos de energia nos padrões de trabalho com vibrações acústicas em execução por todo o corpo e além existente. Com isso, o corpo é mantido e também pode ser refeito , por isso, todas as funções próprias do corpo pode ser restaurado e acelerado e, através deste , o corpo pode ser reconstruído , célula por célula , molécula por molécula , forma-pensamento por pensamento-forma ” . Ele continua  dizendo que As linhas axiatonais fazem parte de um quinto campo circulatório a estender não só através de suas células com seus microtúbulos , mas além de seu corpo . Você é uma árvore de caminhada do conhecimento, e como você ir mais longe até o neurocircuito, você percebe que você é um biotransdutor a processar as formas-pensamento de energia a partir da mente universal , a consciência universal , o universal EU SOU .

O SIGNIFICADO DE AXIATONAL

A palavra ” axiatonal ” em si reúne duas idéias. Não se refere apenas à ideia de o eixo maior dimensional ou grade por onde a luz e os fluxos de informação, mas também para as cores, sons, vibrações e matizes. Isso implica que a cura pode ocorrer em todos os níveis , através da incorporação de todos esses “tons”  a Inteligência Universal seleciona o que é adequado de acordo com o que uma determinada pessoa pode precisar naquele momento em suas vidas e entregá-la. Então , são essas “linhas axiatonais” vibratórias, que em última análise nos conecta com o projeto original do nosso corpo superior. É importante reconhecer que as linhas de vem de uma fonte mais elevada e que estar conectado a eles nos leva a essa fonte , ou seja, fornecem uma ligação direta entre a nossa consciência individual e da inteligência cósmica . Uma vez conectado, luz, energia e informações  viaja a partir da fonte mais elevada através das linhas de grade de energia que circundam no planeta e se conectam em nossos corpos através dos meridianos axiatonais aos nossos meridianos de acupuntura.

CHAVE 3.1.7 DAS CHAVES DE ENOCH…

Especificamente, a chave 3.1.7  fala de como existe no trabalho em todos os nossos corpos , um conjunto de níveis vibratórios únicos. Fala de como nossos corpos podem controlar as suas funções de renovação através dos meridianos das linhas axiatonais, que são o equivalente e paralelos das linhas de acupuntura. Além disso, essas linhas axiatonais não terminam em nossos corpos físicos, eles são abertas e nos conectar com as linhas axiatonais que emanam de outros sistemas estelares. Uma vez que começamos a ligar o sistema axiatonal, nosso eu superior pode trazer a energia básica para o eu físico e  controlar todas as nossas funções renovadoras. Esta energia, luz e informação trabalha com todas as estruturas do corpo, para que possamos avançar para a formação adequada.

CHAVE 3.1.4 DAS CHAVES DE ENOCH…

Além disso, a chave 3.1.4 fala de como, através de uma projeção de luz, os indivíduos selecionados podem ser reconectados ao seu plano perfeito através de uma ressonância operando através do espaço hyperdimensional (ou seja, fora dos limites do espaço e do tempo).

Qual é o efeito da Reconexão ?

Tendo a Reconexão ligada e ativada, se estende suas linhas de acupuntura existentes para essas “novas” linhas axiatonais que estão ligados diretamente ao seu ” Eu Superior ” – o maior do corpo de luz que existe para os seres antes de sua encarnação pré-existente. O resultado é que as linhas axiatonais estão executado através de seu corpo, ligando a grade energética dentro de você para o sistema axial e as linhas de grade energética da Terra. As linhas de início começam a mudar o seu corpo físico para uma vibração mais elevada e mantêm continuamente recarregada. Eles fornecem um caminho, uma conexão da Terra com você e através de você para o Universo e além e volta no sentido inverso.

LEIA MAIS: Academia Para Ciência Futura.

O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch®…

Uma explicação de J.J. Hurtak-Uma nova ciência;A astronomia médica

“Existe um trabalho dentro de todos os nossos corpos, um padrão com níveis de vibração única, e os nossos organismos controlam todas as suas funções, que são renovadas por algo chamado Linhas Axiatonal dos Meridianos e estas linhas Axiatonal não são limitadas, ou seja, não terminam em nossos corpos físicos mas estão abertas; estas ‘linhas’ realmente se estendem transpassando nosso corpo, e elas podem nos conectar mais plenamente ao universo. Quando o Homem descobrir a conexão entre o espaço de sua própria vida e as grades Axiatonal, a humanidade vai entrar num todo em um novo nível de ‘super’ ciência conhecida como a astronomia médica”.

O QUE É ASTRONOMIA MÉDICA

Astronomia médica refere-se a cura em todos os níveis, mente, corpo, espírito e fala sobre a mudança na formação adequada de nossos membros, sobre um passo à frente em um novo nível de interação consciente com o Universo . As linhas axiatonal sendo as linhas de grade do Universo, são parte de um maior sistema supradimensional que combinam cores e som, luz e informação.

A FUNÇÃO DO NOSSO EU SUPERIOR

Nosso Eu Superior traz essa energia e informações básicas e renova todas as funções do nosso corpo humano, nosso corpo energético, e nosso corpo evolutivo, e funciona em todos os níveis, celular, atômico, molecular, DNA, cerebral, emocional, etc. Quando começamos a manter isso em uma forma contínua, as redes permitirão o intercâmbio de informações genéticas, e todas as informações que fluem em nossas células e em nossa formação adequada. Podemos curar uma doença, regenerar membros e órgãos, podemos avançar na terra com maior nível de luz e de informações em nossas células.Muitas pessoas perguntam o que estamos reconectando? Estamos  reconectando com nosso Eu, o Universo e o Potencial. E como sabemos quando estamos fazendo isso? Nós não sabemos. É um processo em curso, é uma experiência em andamento. Que está acontecendo agora.”

ALGUMAS CITAÇÕES DO LIVRO DO CONHECIMENTO;

A citações a seguir estão no livro: As Chaves de Enoch®, (Chave 317: 1-62)

1 – “Desde a criação nosso corpo galáctico controla suas funções por meio da renovação das linhas de meridianos axiatonal que são o equivalente as linhas de acupuntura e que podem se conectar com sistemas estelares ressonantes. Estas linhas axiatonal não estão limitadas a um corpo físico ou uma criação biológica, mas estão abertas e podem conectar o veículo do corpo com as linhas axiatonal que emanam das várias constelações, e interagir em mecanismos de códigos químicos. “

2 – “O homem é uma variável de sub-sistema biológico existente entre os campos magnéticos.”

3 – “A evolução humana é uma experiência pré-concebida dentro de um mundo casual da relatividade.”

4 – “As linhas axiatonal podem existir independente do Eu Superior, mas ainda exigem as funções de direção da Evolução Superior”.

5 – “As grades axiatonal tendem a entrar em interface com a atividade biológica ocorrendo em maior ou menor freqüência vibratória dentro do espaço a ser utilizado por diferentes biologias. As grades não são regidas pelas leis e mecanismos que controlam a evolução física, pois eles operam por meio de sua própria acumulação de energia para a manutenção.”

6 – “O homem neste momento está avançando para um novo programa biológico da criação.”

7 – “Uma espécie inteiramente nova está sendo criada neste momento, a reunião da criação Adâmica Eu Superior humano que permitam a expressão espiritual e biológica da Raça Cristo avançando para a próxima zona da consciência do tempo da criação.”

8 – “As linhas axiais são parte de um sistema circulatório da quinta dimensão que combina cor e som, que são usados para retirar do corpo do Eu Superior a energia de base utilizada para a renovação evolutiva do corpo humano”.

9 – “A combinação de Astronomia Médica e Biologia Molecular permite que “as moléculas de DNA produzam células para alterar suas propriedades normais, o que fará receber as transmissões genéticas originais dada por intermédio de um” ponto de spin “, para uma célula.”

10 – “Linhas Axiatonal, assim, provocam que novos padrões de circunvolução celular ocorram.”

11 – “O ponto de rotação leva energia e tece as redes de luz que formam o tecido da regeneração celular.”

12 – “Os ‘pontos spin’ recebem as suas energias, através das linhas axiatonal”.

13 – “Através do ajuste axiatonal, as vibrações acústicas da Luz espiritual e Luz Viva ocorrem”.

14 – “A chave que abre a porta para as vibrações sonoras gerem luz gravitacional dentro do corpo.”

NOTA;O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch® vem abrir a mente do homem a novas idéias, convidando-o a participar na experiência da educação da alma. As Chaves são um projeto dos muitos níveis da consciência espiritual e são destinadas a colocá-lo em contato com o entendimento da Inteligência Divina.

Tradução do link de origem:
http://healinglondon.co.uk/KeysOfEnoch.aspx

CONCLUSÃO E NOTA DO BLOG
Se o leitor casual é um cético confesso, ele descartará o trabalho como um outro relato de ficção científica a promulgar e explorar reinos desconhecidos. Contudo, este trabalho não é fantasia, nem resultado de “informação canalizada”, nem produto de mediunidade. Em vista da natureza da experiência direta como base de recebimento da informação registrada nas Chaves de Enoch, ele deveria ser mais apropriadamente descrito como um ensinamento revelado – semelhante aos contidos na Bíblia e em outras escrituras sagradas. Ele nos desafia a ultrapassar o pensamento tridimensional do nosso intelecto racional a fim de aceitá-lo a nível supra-racional.Não há qualquer prova de que a experiência do autor não tenha sido uma experiência objetiva, e muitas das previsões feitas, especialmente no campo das descobertas científicas, têm sido confirmadas desde então.A nível de realidade, é difícil para os nossos processos concretos de pensamento explicar experiências místicas como as descritas nas Chaves, mas, a menos que descartemos a existência de outras dimensões além da nossa (e a relatividade e a física quântica já nos dão prova de que há pelo menos uma quarta dimensão além das três tradicionais), nós ficamos na posição de ter ao menos de nos dispor a considerar os ensinamentos da Chaves como verdadeiros antes de podermos começar a entendê-los.Este dilema intelectual, semelhante ao “salto de fé” de Kierkegaard, põe as Chaves em perspectiva para o buscador da filosofia. Este trabalho está publicado desde 1973, e tem circulado não apenas em ambientes populares, como também é bem conhecido em círculos científicos e internacionais – algo irônico, levando em conta tanto o alcance como a profundidade do trabalho, e a forma como ele desafia os preconceitos do leitor, sejam científicos, sejam filosóficos, ou algo entre os dois. Somente pela compreensão do nosso universo físico como uma sub-estrutura de níveis de criação mais sublimes operando através de fractais arquetípicos ou “letras divinas” de criação de forma-pensamento, é que podemos compreender a importância deste ensinamento.  Esta é a grande preparação, não apenas para a grande unificação do reino material, mas para a ascensão a partir dos reinos materiais e metamateriais rumo aos reinos espirituais e conscienciais da criação superior.O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch ,está disponível para o nosso estudo e pesquisa. Muitos sociólogos, psicólogos, ecologistas, economistas, entre outros, estão prevendo um futuro catastrófico se não houver uma drástica mudanças no statuos quo da humanidade em todos os aspectos; para os excessos egoístas e autodestrutivos do homem e a sua tentativa de subjugar a natureza, toda causa tem um efeito; Muitos vêem que a única esperança é a lógica científica ou um caminho espiritual. 
Contudo, a conclusão a que chegaram as investigações de muitos cientistas que trabalham com as Chaves de Enoch é de que deve haver uma união superior entre os caminhos tanto científicos como espirituais, o que ligaria a evolução humana com a Evolução Superior, conectando a humanidade com o Plano Mestre. Fonte

 EQUIPE DA LUZ É INVENCÍVEL

*********************************************************************************************************************

Posts relacionados: Ondas Cósmicas-Dr Paul LaViolette EVOLUÇÃO DA RAÇA HUMANAequilibrio-a-principal-ferramenta-da-ascencao-para-uma-consciencia-unificada/”marte-o-enigma-do-planeta-vermelho-primeira-parte/”crops-circles-a-geometria-e-a-mensagem-do-povo-das-estrelas-primeira-parte/”chaves-para-o-autoconhecimento-e-a-cura-o-estudo-do-eu-superior-parte-1/”a-abertura-aos-sentidos-superiores-experiencias-no-caminho-da-ascencao/”os-cientistas-da-nova-era-mehran-tavakoli-keshe-as-energias-limpas-o-reator-de-plasma-tecnologias-star-trek-decima-setima-parte/”as-linhas-ley-e-os-centros-de-poder-do-planeta-terra/”os-cientistas-da-nova-era-nona-parte-nassim-haramein-e-a-teoria-do-grande-campo-unificado/”

**********************************************************************************************

LEIA MAIS;

Para mais informações sobre As Chaves de Enoch , visite a Academia Para Ciência Futura.

No Brasil, você pode adquirir o O Livro do Conhecimento: As Chaves de Enoch® .Clique no link de origem: http://www.chavesdeenoch.org/html/livros.html ou envie email para: acfbrasil.material@terra.com.br

SOBRE O LIVRO-o-livro-do-conhecimento-as-chaves-de-enoch”

 

 

Nota:Biblioteca Virtual

Divulgação: A Luz é Invencível

Eric Pearl, Reconexão e Poder de Cura…

“Todos nós temos a capacidade de transmitir estas novas frequências de cura. Não é um dom apenas para algumas pessoas .Todos nós temos essa energia, apenas precisamos de aprender a usá-la e trabalhá-la conscientemente.Todos temos a capacidade de nos curar a nós próprios e aos outros .Talvez não seja tão importante compreender como uma determinada coisa funciona. Talvez seja mais importante saber simplesmente que funciona. A cura acontece .”~Dr Eric Pearl-The Reconnection ~

Eric Pearl, médico quiroprático norte-americano, é hoje um curador reconhecido internacionalmente, tendo seu trabalho abordado por várias publicações, como o jornal The New York Times. Mais recentemente, fez parte do filme documentário The Living Matrix (A Matriz Viva), e já foi convidado a discursar na Organização das Nações Unidas (ONU).Eric trabalhou com quiropraxia em sua clínica em Los Angeles, EUA, durante 12 anos. Após passar por uma experiência de reconexão pessoal, seus pacientes começarem a relatar que sentiam as mãos do médico sobre eles – apesar de ele não lhes ter tocado físicamente –, e a relatar sensações e presenças benéficas nas sessões. Em pouco tempo, os pacientes começaram a manifestar curas recebidas para problemas como câncer, epilepsia, fadiga crônica, esclerose múltipla, osteoartrite e artrite reumatoide, problemas físicos congênitos, paralisia cerebral e outros problemas graves. Este processo foi chamado por Eric de Cura Reconectiva® e relatado por ele no livro A Reconexão®: Cure os Outros, Cure a Si Próprio (The Reconnection®: Heal Others, Heal Yourself), traduzido em 33 línguas. Suas experiências e trabalhos estão descritos ainda em outros cinco livros. Fonte

Desde Los Angeles,  Eric e a Cura Reconectiva® provocaram um grande interesse por parte de médicos e investigadores de renome, de hospitais e universidades de todo o mundo. Estes incluem o Jackson Memorial Hospital, UCLA (Universidade da Califórnia Los Angeles), Cedars-Sinai Medical Center, o Hospital de Vermont, a Universidade do Minnesota, a Escola de Medicina de Miami e a Universidade do Arizona – onde Eric deu uma palestra a pedido do Dr. Andrew Weil. Novos programas de investigação estão  decorrerendo no presente em várias instituições sob a tutela de cientistas de renome como o Dr. Gary Schwartz, PhD., o Dr. William Tiller, PhD., entre outros.Viajando extensivamente por todo o mundo ao longo do ano, Eric ensina como ativar e utilizar este novo e abrangente espectro de frequências curativas, e as técnicas para que tenhamos acesso a um abrangente nível de cura. Eric ensinou a Cura Reconectiva para mais de 60 mil pessoas, em mais de 70 países, dando origem a toda uma geração de curadores em todo o mundo.

Dr Eric Pearl,  é  o fundador da The Reconnection – A Reconexão,e tem sido destaque no top de mídia, incluindo The Dr. Oz Show, The New York Times e CNN.Realizou apresentações nos principais locais incluindo  Nações Unidas e Madison Square Garden. No Congresso Mundial de Conferência Medicina Quântica no Havaí em 2013 , a apresentação de abertura do Dr. Pearl foi destaque do evento. Como o visionário, acima de tudo, líder e pioneiro no campo da “Medicina Energética” ou ” Saúde Quântica”, ele é cada vez mais procurado como palestrante , especialista, autoridade e porta-voz da mídia.Como ciência ,  medicina ,  mídia e o público vem abraçar a Energy Healthcare – Cuidados da Saúde Energia, Pearl está na vanguarda.

LEIA MAIS:os-cientistas-da-nova-era-decima-parte-bruce-lipton-e-a-epigenetica-a-biologia-da-crenca/”os-cientistas-da-nova-era-j-j-hurtak-academia-para-a-ciencia-futura-dna-ultraterrestres-vigesima-parte/”

O PODER DE CURAR COM AS MÃOS DO DR  ERIC PEARL

Paciente após paciente relatavam curas de câncer, epilepsia, paralisia cerebral e outros problemas de saúde graves, simplesmente quando o Dr. Pearl estendia as mãos perto deles.Buscando entender o que estava acontecendo , Eric consultou líderes em ciência, medicina e espiritualidade – descobrindo que eles também não tinham as respostas. Apoiado por pesquisadores vinculados com várias instituições de prestígio como Harvard, Yale e Stanford, Dr. Pearl passou por estudos pioneiros sobre as Frequências da Cura Reconectiva e seus efeitos sobre as pessoas – uma abordagem de cura abrangente, que transcende completamente “cura energética” e os seus complexos rituais e técnicas – conhecida hoje em todo o mundo  como Cura Reconectiva 

O QUE É A ” RECONNECTION”

Dr. Pearl apresentou centenas de milhares de indivíduos e profissionais para a Cura Reconectiva e como viver uma vida reconectada. A Reconexão – The Reconnection realiza seminários ao redor do mundo onde o Pearl e instrutores de peso ensinam a acessar as Frequências da Cura Reconectiva, para que as pessoas possam efetivamente aprender a facilitar curas para si e para os outros. Até o momento, cerca de 90.000 pessoas em todo o mundo têm sido treinadas em Cura Reconectiva. Autor do livro internacionalmente reconhecido “A Reconexão: Cura os outros, cura-te a ti mesmo”, Eric Pearl é considerado um dos curadores mais importantes da atualidade. Os seus livros transformaram-se em best-sellers de dimensões mundiais e a sua atividade levou-o a ser orador num fórum das Nações Unidas e a ser citado e requerido pelos meios de comunicação mais destacados dos EUA e da Europa.

Uma entrevista com Eric Pearl

1-  Quem é o senhor?

Eric Pearl – Apenas uma das muitas pessoas que optaram por entrar no nosso dharma, com o objetivo de contribuir para o mundo e para o universo a um nível mais elevado. Não fui o único a ter a oportunidade de reconhecer o meu caminho na vida, mas tive a honra de poder viver a vida de acordo com ele.

2-Há quem o considere um Messias da nova era…

Sinceramente, não me considero um profeta, nem um messias, nem um guru. Creio que todos somos mestres. É responsabilidade nossa descobrir que estamos aqui para ensinar e assumir que ensinamos este tipo de coisas aos outros.

3-De onde vem o nome de Reconexão?

O nome de “A Reconexão” procede de dois pontos de vista específicos: estamos a voltar a ligar “cordas” (planos simultâneos da existência) e “fibras” (cadeias de DNA). O cérebro não funciona como se acreditava antes, em que a aprendizagem estava numa área do cérebro, a fala noutra e a memória noutra. Hoje sabemos que esta informação está difusa por todo o cérebro e não localizada. Por outras palavras, existe o que a ciência denomina como um Campo de Ponto Zero, um campo infinito de energia, luz e informação. Lidamos com este campo o tempo todo. Quando não pensamos em alguém há quinze anos e quinze minutos depois essa pessoa nos telefona, estamos a ascendendo a esse campo. Os génios, os psíquicos e os curadores acedem um pouco mais instintivamente a esse campo. Portanto, o que estamos a fazendo é voltar a ligar as linhas, é como se estivéssemos  melhorando o “software humano”.

4-Como pode explicar á um cético que a Reconexão funciona?

Na verdade, o cético pode ser neutro, ou seja uma pessoa que tem uma opinião formada, ou então antagónico, que na verdade não é céptico porque já formou a sua opinião e não tem intenção de avaliar abertamente os fatos.Relativamente aos céticos antagônicos, não valeria a pena perder o meu tempo. Isso necessitaria de energia que pode ser melhor utilizada na educação dos que estão abertos ao conhecimento e ao crescimento. Quanto ao verdadeiro cético, limitar-me-ei a explicar que, segundo os investigadores, apareceu um novo nível de cura que nos leva mais além da cura energética. É algo que qualquer pessoa pode aprender a ascender para se curar a ela própria e aos outros. As investigações demonstram que o DNA se reestrutura. As curas produzem-se frequentemente de forma instantânea e tendem a durar toda uma vida. Já foi apresentado em hospitais e universidades. Até agora mais de 70.000 pessoas aprenderam o trabalho, nomeadamente médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, investigadores médicos e laicos.

5-O senhor foi o primeiro cético relativamente aos sucessos que aconteciam na sua consulta. O que o convenceu então?

Bom, foram as evidências e as provas. As evidências estão nos estudos científicos que demonstram os efeitos nas ondas do coração, nas ondas cerebrais e nas ondas gama. Nas salas onde se levam a cabo Curas Reconectivas, as medições dos investigadores mostram que os níveis de energia não poderiam ser reproduzidos a menos que o aquecimento do quarto ficasse a mais de 300 graus centígrados. São as respostas físicas evidentes que se produzem em muitas dezenas de milhares de pessoas quando experimentam uma Cura Reconectiva. As provas estão nas curas, nas crianças com paralisia cerebral que conseguem caminhar, correr, brincar e falar outra vez, nas pessoas com epilepsia que já não têm convulsões e noutras que recuperaram a sua visão, audição e o uso dos seus braços e pernas, por exemplo.

6-Porque associa o Yoga, que é uma tradição milenar de autoconhecimento, com a Reconexão? Não lhe parece atrevido misturar as duas coisas?

Da mesma forma que a fibra ótica e o ADSL aceleraram a transmissão de dados eletrônicos em todo o mundo, agora pode melhorar-se a prática do Yoga com as novas frequências da Cura Reconectiva. Existe uma união natural entre a antiga prática do yoga e estas novas frequências de cura. Ambos os sistemas desenvolveram de forma independente a prática de situar o corpo, a mente e o espírito na ligação direta com a totalidade do universo e a informação disponível no mesmo. Como pedra angular da sua filosofia, tanto o Yoga como a Cura Reconectiva partilham os inumeráveis benefícios desta ligação universal. O Yoga Reconectivo é uma prática de Yoga com a Cura Reconectiva e cria uma nova e poderosa forma de alinhar todo o seu ser.

7-Segundo a sua opinião o que anda mal nesta sociedade?Tem alguma resposta coletiva para o conflito humano?

Não há nada mal nesta sociedade… ou em qualquer outra sociedade. Todos estamos no nosso caminho perfeito, ainda que nem sempre pareça à primeira vista. O nosso crescimento provém da vontade de procurar a perfeição na imperfeição aparente. Algumas sociedades evoluem mais rápidamente que outras. Algumas que existiram durante mais tempo evoluíram através de um fundamento mais baseado no amor, outras, ainda que não tenham existido sempre, acabarão por superar os terroristas suicidas, racionalizar o terrorismo e evoluir também. Aprendemos as nossas lições sempre que estamos dispostos a observar todas as interacções com o mínimo de sensatez. E, entretanto, reconhecemos que durante o processo completo neste plano temos que entender a compaixão dos seres humanos, para entender que alguém que sofre é, em última instância, o nosso sofrimento, que quando uma criança chora num país, alguém chora noutro lugar por causa disso. Estamos ligados.

8-Que importância tem o dinheiro e a projeção pública no fenômeno da Reconexão?

No Ba Guá do Feng Shui existem nove áreas: Saúde, Relações, Pessoas importantes, Viagens, Carreira, Sabedoria, Família, Prosperidade e a Fama. A importância da fama no Ba Guá era algo que me escapava desde há bastante tempo, uma vez que esta palavra está muitas vezes associada à vaidade do ego. Mas adquire uma nova profundidade de sentido quando pensamos a partir da perspectiva da “reputação”. Se temos uma dádiva para dar, como a Cura Reconectiva, ela não pode florescer plenamente se a mantivermos em segredo. Torna-se nossa responsabilidade levar o conhecimento deste trabalho ao mundo para que todos possam participar e receber os seus benefícios. Muitas destas coisas custam dinheiro. E isto perpetua o fluxo de dinheiro dentro e fora. Fluxo e refluxo. Este é o princípio da abundância. Não acumular e sim repartir. Não só dar ou receber, mas sim ambos. Porque quando nós só damos privamos os outros da alegria de poder dar.

9-Pode a Reconexão criar uma nova forma de segregação e de elite entre quem a obteve e pagou por ela e quem não se reconectou?

Claro que não. Há duas formas de receber o trabalho: O primeiro chama-se Cura Reconectiva. Aos praticantes da cura ensina-se a encontrar algum tipo de intercâmbio econômico justo, o que pode corresponder ao valor total de duas ou três massagens profissionais. Deve sempre haver uma troca de valor, para permitir que a pessoa receba o benefício do trabalho de cura. Muitas pessoas dizem-nos que depois de pedirem ao Universo a realização das suas reconexões, este responde ao que necessitavam através de um bônus imprevisto no trabalho, de um presente surpresa, ou de um cheque que chegou ao correio de forma inesperada. A Reconexão é voltar a um estado de equilíbrio com Deus, com o Amor e com o Universo. O Universo não segrega porque te oferece o que realmente te faz falta. Nem sempre é o que crês e queres, mas é sempre o que é perfeito para esse momento. Não há segregação, só uma interligação de todos os seres vivos.

10-De que forma se pode explicar que algo tão extraordinário como a Reconexão se possa ensinar e aprender num seminário por níveis?

Para se ser um curador não é necessário gastar 10.000 euros num curso de quatro anos a estudar outros curadores e hipnotizadores através dos séculos. Parafraseando o Dr. Reginald Gold, um quiroprático e filósofo atual, isso não te torna um curador mas sim um historiador. Por outras palavras, a maioria das escolas não ensinam cura, ensinam a história de determinados curadores. Na cura não se trata de recopilar conhecimentos, trata-se de entrar num estado de “sabedoria”. Nos seminários interage-se com o que a ciência refere de Espectro da Cura Reconectiva, que nos leva mais além da cura energética, leva-nos á uma evolução, à cura através de um espectro mais amplo da energia, luz e informação. As trocas no DNA durante a interação com este Espectro de Cura são novas e até agora inexplicáveis, como tal são o impulso para as investigações internacionais atuais sobre o que faz que a Cura Reconectiva seja tão única e diferente de tudo o que vimos até agora. E da mesma forma observamo-lo através das mudanças fisiológicas que se experimentam nos seminários, os efeitos sobre o corpo, a consciência e a cura em nós mesmos e nos demais com quem se interage.

Que perspectiva de futuro tem o senhor para a reconexão num mundo complexo como o que temos aqui no ocidente?

Estamos diante do precipício de um nível superior de evolução humana. E à medida que voltamos a reconectar com a verdade de quem e o que somos, brilharemos como a luz que somos, iluminaremos as nossas próprias vidas e iluminaremos a vida de outros. E à medida que este trabalho se alarga, alcançaremos a saúde, a consciência e a vibração de todos no planeta e, como tal, do próprio planeta.

A Cura Reconectiva, iniciada pelo doutor em quiroprática Eric Pearl nos Estados Unidos há quase 20 anos, começa a ganhar visibilidade no Brasil. A prática consiste em promover o contato das pessoas que buscam a cura para problemas físicos, mentais ou emocionais com “frequências eletromagnéticas, compostas de luz, informação e energia”.“Quando entramos em harmonia com estas frequências, nosso organismo as incorpora e volta ao seu estado de equilíbrio natural. Qualquer pessoa pode se beneficiar da Cura Reconectiva. Não é privilégio de ninguém. O nosso papel, como profissionais, é de abrir as portas para esta conexão. Não somos os responsáveis pela cura”, diz Pearl.

COMO SE PROCESSA ESSA RECONEXÃO

Segundo ele, estas frequências são produzidas naturalmente pelo universo desde os tempos ancestrais. Daí a “reconexão”. Para os praticantes, a Cura Reconectiva não é uma terapia, pois não são feitos diagnósticos nem indicações de tratamento. Cada pessoa passa, no máximo, por três sessões, que podem ser repetidas se o paciente desejar.O atendimento é presencial ou à distância. No primeiro caso, o profissional habilitado geralmente se movimenta ao redor do paciente, que fica deitado numa maca, e manipula sutilmente correntes de energia invisíveis acima do seu corpo, como descreve Pearl ao ensinar o método em seu livro. Em geral, não há contato, nem posturas específicas.

“Não precisa de técnicas complicadas, tambores ou mantras”, costuma dizer o quiroprático. A sessão dura cerca de 30 minutos. Para o atendimento à distância, marca-se um horário para que o praticante e o cliente entrem em contato com as frequências eletromagnéticas.

Sugado por um ímã-os depoimentos

“Foi assim que atendi o meu primeiro caso, de um vizinho que havia sofrido um acidente de moto e teria que amputar as pernas”, conta Karla Kinhirin, uma dos 16 profissionais brasileiros habilitados a fazer a Cura Reconectiva.“Acessei as frequências e o rapaz disse ter tido a sensação de que um ímã o sugou e o trouxe de volta. Ele não perdeu as pernas, fez dois anos de fisioterapia e hoje caminha normalmente”, acrescenta. “Aliás, a pessoa nem precisa estar consciente. Pode até estar em coma, que as frequências vão agir”.Segundo os relatos de Pearl, as pessoas apresentam sensações e reações diversas durante a sessão: frio, calor, movimentos involuntários de mãos, pernas e olhos, relaxamento profundo e até a visão de anjos. O quiroprático cita casos de cura de problemas crônicos de coluna, fadiga crônica e até mesmo de câncer, entre vários outros.

Kinhirin observa que a cura é para a causa do problema e não para o sintoma. “Portanto, se a pessoa chega com dor de cabeça, não sabemos que resultado ela terá. Se o problema do indivíduo é aprender a amar, a cura se dirigirá para isso”.Ela comenta também que, uma vez acessadas, as frequências da Cura Reconectiva “são suas para sempre, pois suas moléculas passam a reconhecê-la”. Pearl reforça: “A cura tende a ser instantânea e durar a vida toda”. Entretanto, ressalvam que o cliente não deve abandonar os tratamentos médicos convencionais.

DA CIGANA AOS CIENTISTAS

Durante 12 anos, Pearl teve uma clínica de quiroprática bem sucedida em Los Angeles. Passava por uma crise pessoal quando, depois de muita insistência da sua assistente, consultou uma cigana judia que lia cartas na praia. Ela o identificou como curador e lhe ofereceu um “trabalho especial” que conectaria seu corpo “às redes do planeta, das às estrelas e de outros planetas”.Mesmo absolutamente descrente e se sentindo ridículo, ele se submeteu à sessão e começou a ter sensações físicas diferentes a partir daquela noite. Depois da experiência, seus pacientes do consultório de quiroprática passaram a relatar as mais diferentes sensações durante o atendimento, melhorando significativamente, segundo Pearl.A sessão realizada pela cigana, que passou a ser feita por Pearl e também é ensinada aos praticantes, foi batizada de Reconexão. Pearl detalha a técnica: consiste em reconectar as chamadas linhas axiatonais (sistema paralelo ao dos meridianos da acupuntura e ao sistema tridimensional circulatório) aos meridianos da malha energética do planeta e do Universo.A Cura Reconectiva tem sido tema de estudos e experimentos de vários pesquisadores. Um deles, Gary Schwartz, professor de psicologia, medicina, neurologia e psiquiatria da Universidade do Arizona, afirma que a energia da Cura Reconectiva é “real, detectável e mensurável”.Pearl conta que os pesquisadores alemães Fritz Albert Popp e Alexander Popp constataram o aumento do processamento de informações do cérebro dos praticantes, medido durante o sono, o período em que estão acordados e durante o atendimento a clientes.

  • Divulgação
  • Segundo relatos , durante as sessões as pessoas apresentam sensações e reações diversas durante a sessão: frio, calor, movimentos involuntários de mãos, pernas e olhos
  • A Reconexão – Entrevista Dr. Eric Pearl

Perguntas & Respostas sobre Cura Reconectiva e Reconexão

1 – Qual a diferença entre Cura Reconectiva e Reconexão?

A diferença encontra-se sobretudo na intenção. A intenção da Cura Reconectiva é, na sua essência, a cura: seja ela física, mental, emocional, espiritual ou de qualquer outro nível. E, claro, ao conseguir o grau de cura facilitado pela Cura Reconectiva, irá experienciar, até certo ponto, uma Reconexão como parte do processo. É esta Reconexão que faz com que a Cura Reconectiva seja tão dramaticamente mais abrangente que as “técnicas” de cura que tivemos ao nosso dispor até aos nossos dias.A intenção da Reconexão é a de nos levar a uma plenitude da nossa conexão inerente com o Universo. Isto faz-se ao longo de duas sessões (Reconexão Individual). E, claro, ao conseguir o grau de Reconexão que este processo oferece, irá experienciar, até certo ponto, também a cura como parte do processo.
E ainda que os dois não sejam processos completamente separados, para conseguir os maiores benefícios é recomendável que as sessões de Cura Reconectiva e as sessões de Reconexão  sejam feitas separadamente, deixando um intervalo temporal adequado entre ambas.

2 – Quanto tempo dura uma sessão de Cura Reconectiva? Tem um valor fixo como a Reconexão?
Uma sessão de cura dura 45 a 60 minutos com a pessoa deitada comodamente numa maca ou cama. No final o cliente desperta voltando à sua realidade habitual e partilha a sua experiência (se assim o desejar).

3 – O que se sente durante uma sessão de Cura Reconectiva?

É difícil de prever pois é diferente em cada caso. Há que deixar-se surpreender. Podem fluir sentimentos, imagens, cores, odores e todo o tipo de percepções e sensações durante as sessões e também depois das sessões. Sensações físicas curiosas, registos, percepções espaciais, etc.Também há pessoas que não notam absolutamente nada de extraordinário durante as sessões. Mas isso não significa que o Processo não esteja em marcha. O que se percebe tem a ver com o despertar do consciente e a percepção de mais dimensões.

4 – Como é que o Dr. Eric Pearl descobriu a Cura Reconectiva?

Como médico quiroprático, o Eric geriu uma clínica quiroprática de sucesso ao longo de 12 anos, até ao dia em que os seus pacientes começaram a afirmar que sentiam as suas mãos – apesar de ele não lhes ter fisicamente tocado. Nos primeiros dois meses as mãos do Dr. Eric formaram pequenas pústulas e sangramentos. Em pouco tempo os seus pacientes começaram a afirmar terem visto anjos e receberem curas milagrosas em doenças como cancro, doenças relacionadas com sida, Fadiga Crônica, problemas de nascença, paralisia cerebral, e outras condições complicadas. Tudo isto acontecia enquanto o Eric mantinha as suas mãos próximas dos pacientes. E assim é até aos dias de hoje.

5 – Pode-se repetir uma Reconexão?

Uma vez reconectado nada nem ninguém pode desfazer ou interferir na Reconexão. Se uma pessoa deseja repetir a Reconexão porque gostou da experiência, não há nada de mal nisso. Mas é totalmente desnecessário.

6 – Quanto tempo precisamos deixar passar entre as duas sessões de Reconexão?

Os melhores resultados obtêm-se quando as duas sessões se realizam em dois dias consecutivos. É necessário haver um período de sono entre as sessões.O processo de desbloquear os centros energéticos, pontos de entrada de energia do corpo, necessita de um tempo. O mais adequado são duas sessões em dois dias consecutivos ou com um dia de intervalo apenas.

7 – Pode-se fazer uma Reconexão sem nunca ter recebido antes uma Cura Reconectiva?

Sim, pode-se fazer a Reconexão sem nunca ter recebido uma Cura Reconectiva préviamente.

(OBS Dr Eric Pearl-;Nas frequências Reconectivas, o intercâmbio justo é uma parte essencial para que se dê a equação da cura.O número 3 é o portador da vibração de cura e o 9 (3+3+3) é o número Mestre do ser humano reconectado com o seu pleno potencial.É também o número da Santíssima Trindade. O último número de decisão espiritual é o 333. Ele representa o imperativo divino final. Procurar conscientemente unir-se ao amor do universo, é a força espiritual mais poderosa que existe. E nada pode – nem irá – interpor-se contra essa união entre o humano e o divino.)

“Quando facilitamos estas energias não estamos apenas a ajudar a cura de alguém, estamos a contribuir para preparar a chegada de uma transformação de uma magnitude nunca antes vista.” ~Dr. Eric Pearl~

8– Que resultados se podem esperar?

Experimenta-se que se pôs em marcha um processo imparável e extraordinário. Amplifica-se a visão e a consciência de uma pessoa. A relação com o seu corpo começa a mudar. E o seu corpo começa também a mudar. A sua mente fica mais activa, mas rápida, mais lúcida e mais intuitiva. Pode-se sentir um grande alívio de sintomas e desequilíbrios físicos. Não há dois processos de Reconexão iguais, pois todos somos únicos, e como tal o processo manifesta-se de maneira diferente em cada pessoa.Nas semanas e meses seguintes a pessoa nota que funciona de maneira diferente em todos os níveis.

9 – Que faço com os tratamentos e medicação que o médico receitou?

A Cura Reconectiva e a Reconexão não são terapias, e portanto são compatíveis, complementares e potenciadoras de qualquer tipo de tratamento existente. O processo de auto-cura põe-se em marcha. É muito provável que a medicação atue melhor em si e que com o tempo o médico diminua ou retire os remédios. Em todo o caso não é função do facilitador da Reconexão recomendar medicamentos, sejam de que tipo for.A responsabilidade de tomar ou não os medicamentos receitados pelo médico é da total responsabilidade do paciente.

CONCLUSÃO E NOTA DO BLOG

Reconexão é vibração

Ao elevar nossa vibração,  começamos a trabalhar e a nos comunicar com níveis superiores de sabedoria e verdades antigas. A energia da Luz e os aprendizados superiores ativam novos caminhos no nosso cérebro através dos neurônios. Nos sentimos mais calmos e começamos a não gostar de estresse e de todas as energias mais grosseiras. Isto é transferência de energia em ação. Quando  estamos sob tensão, são liberados elementos químicos no nosso cérebro, que “encolhem” nossas células cerebrais. Isto restringe o fluxo das energias mais elevadas e nós não nos sentimos bem.Conectar-se ao nosso Eu Superior e ao nosso Eu multidimensional e também às origens e missões de nossa alma, assistirá na recepção e ancoragem das dimensões superiores em nossa sociedade humana, pois nosso Eu Superior vive nas dimensões superiores, e a fusão com este então cria nosso Eu multidimensional.Isso nos trará toda a sorte de energias antes desconhecidas e potenciais de curar, transcender, transmutar e vibrar cada vez mais alto e melhor.Viver e respirar como nosso Eu multidimensional em uma base individual começa a criar uma sociedade multidimensional, pois muitas pessoas que estão vivendo uma vida multidimensional começam a se conectar umas com as outras, e então isto forma um tipo de sociedade multidimensional que é a base de nossa Nova Terra na Era Dourada, cujo limiar agora nós atravessamos;essa é uma das mensagens do livro do Dr Pearl.Ao nos conectarmos com nosso eu dimensionalmente superior, nós então começamos a viver á partir da perspectiva das dimensões superiores e começamos a deixar para trás tudo que são vibrações inferiores que não mais nos servem e transmutamos e curamos esses nossos aspectos que pertencem ao velho mundo que agora está sucumbindo e ruindo num ritmo tão rápido para um crescendo oscilante, girando mais e mais rápido e levando-os para o espaço de “não tempo”, um espaço dimensionalmente superior com que nossos corpos, mentes e almas começarão a ressoar mais e mais.A Reconexão lança a luz da iluminação para a descoberta de nossa própria cura, então nossa  vida se tornará mais leve, mais cheia de alegria e mais amorosa conosco e com os outros, pois sintonizamos com a energia harmônica de nossa alma e começamos a nos fundir energéticamente com essa harmonia .A Reconexão nos faz começar a viver de um ponto de vista de um ser espiritual dimensionalmente superior e começando a assistir nossos corpos terrenos antes tridimensionais passarem para corpos cristalinos dimensionalmente superiores que nunca envelhecem ou têm dor.É para este corpo e vida que nós estamos mudando.É isto que é possível por reconectar nosso eu dimensionalmente superior e viver a partir do ponto de vista de um ser espiritual dimensionalmente superior – algo que  já somos, mas agora nossa conscientização disso está aumentando – para abranger nosso ser inteiro enquanto vivemos esta vida passando para a Era Dourada abundante e harmoniosa.

EQUIPE DA LUZ É INVENCÍVEL

*****************************************************************************************************************
Comentários sobre a Reconexão e a Cura Reconectiva

“… Um novo olhar sobre a dinâmica da cura.” — Deepak Chopra, M.D., autor de Como conhecer Deus.

“O Eric é um homem extraordinário com um dom magnífico de cura. Leia este livro e transforme-se!” — John Edward, medium; autor de What  if God were the Sun?

“A Cura Reconectiva® é um fenômeno no mundo da cura.”— Lynne McTaggart, autora de The Field e The Intention Experiment.

“…a verdade sobre uma forma revolucionária de curar e ser curado… Escrito com humor, intuição, e a compreensão e humildade profundas que ocorrem apenas com a maturidade de um bom clínico e cientista… Se você leva o tema da cura e da saúde a sério, leia este livro!” — Christiane Northrup, M.D., Professora Assistente de Ginecologia/Obstetrícia,Colégio de Medicina da Universidade de Vermont; autora de Corpo de Mulher, Sabedoria de Mulher e A Sabedoria da Menopausa.

“Como médica e neurocientista, aprendi como e porque funciona um determinado tratamento. Mas no que toca à Cura Reconectiva, não sei como funciona. Simplesmente sei, pela minha experiência pessoal, que funciona…” — Mona Lisa Schulz, Médica., Ph.D., autora de Awakening Intuition.

“A Reconexão do Dr. Eric Pearl é simplesmente o melhor livro em cura transpessoal e medicina espiritual que apareceu em muitos anos. É um presente do universo e uma extraordinária contribuição à mudança de paradigma mundial a ocorrer no nosso tempo.  Se você ler apenas dois livros este ano, certifique-se que esta preciosidade é um deles.” — Hank Wesselman, Ph.D., autor de Spiritwalker, Medicinemaker, and Visionseeker.

“Este é um livro que inspira a mente ao mesmo tempo que conforta o coração e celebra o processo de cura. … A Cura Reconectiva deveria ser lida por todos os prestadores de cuidados de saúde que desejam incentivar um elevado nível de cura nos seus pacientes e, no processo, curar a si mesmos.”

— Gary E. R. Schwartz, Ph.D., e Linda G. S. Russek, Ph.D., diretores do Human Energy Systems Laboratory (Laboratório de Sistemas Energéticos Humanos) da Universidade do Arizona; e autores de The Living Energy Universe.

“Ao Eric Pearl foi dado um dom sem precedentes de cura… uma forma nova, não dirigida de cura, que vai para além de fórmulas, técnicas e mantras, com os quais trabalhamos até agora. Recomendo-o vivamente a todos os prestadores de cuidados de saúde, assim como àqueles interessados em despertar o seu potencial inerente de cura.” — Richard Gerber, M.D., autor de Vibrational Medicine.

“A Reconexão… o “segredo” para todo o tipo de cura.”
— Dr. Wayne Dyer, autor do bestseller O Poder da Intenção

***********************************************************

• P.O. Box 3600 • Hollywood, CA 90078-3600
• 1 888 ERIC PEARL  (1 888 374 2732) 
• info@TheReconnection.com
• © 2010 The Reconnection, LLC
 

****************************************************************************************************************

WEBSITE;THE RECONNECTION
A RECONEXÃO NO BRASIL-facebook.com/Dr.EricPearl.Reconexao.Brasil/”
SEMINÁRIOS NO BRASIL;arautodofuturo.wordpress.com/0-a-reconexao-the-reconnection-dr-eric-pearl-seminarios-no-brasil/”

LEIA MAIS DEPOIMENTOS DE CURA ATRAVÉS DO MÉTODO DO DR ERIC PEARL  AQUI

PDF do livro:A Reconexão-