Como detectar intrusos na Apometria?

APOMETRIA, NÍVEIS E INTRUSOS…

1ds400

O trabalho apométrico requer um comportamento especial….
Precisamos todos estar receptivos às influências do assistido e dos amparadores. Normalmente são frequências diferentes, por isto os papéis de médium e coordenador.
O médium deve sintonizar com a frequência do assistido e o coordenador com a freqüência dos amparadores. Deve-se evitar misturar frequências. O coordenador não deve se ligar ao assistido sob pena de ser manipulado por este e seus acompanhantes.
Os médiuns devem confiar na atuação do coordenador e não se ligar aos amparadores. Devem sintonizar-se exclusivamente no assistido.
Ao final de cada atendimento o coordenador deve cortar a ligação dos médiuns com o assistido. Este corte deve ser explicito. Não basta apenas fazer uma limpeza, é importante utilizar instrumentos para proceder ao corte. Ao efetuar o corte, não se deve estimular a sintonia dos médiuns com os amparadores, eles devem continuar passivos, deve-se apenas solicitar que sejam amparados e protegidos pelos amparadores.
O tratamento com níveis deve ser completo, invocando-se todas as fichas e arquivos, níveis e sub-níveis e tratando-os em conjunto. Mas este tratamento é inócuo se for um intruso.
É importante determinar bem a origem da manifestação. Se houver intruso acompanhando o nível, determinar que se manifeste, afastar e congelar o nível.
Os intrusos podem ser de várias origens, é importante determinar se estão em forma humana, se estão sendo amparados por falanges, e se estão armados e equipados.
Precisam ser preliminarmente separados de seus apoiadores, cortando sua ligação com outras entidades e falanges, depois serem destituídos de seus apetrechos, para só aí cortarmos sua ligação com o assistido.
Após este isolamento, devemos envolvê-lo em recipientes próprios. Haverá um específico para cada situação: bolhas, pirâmides, espirais, e outros.  Estando sozinho, sem apetrechos e envolvido no material que escolhermos, poderemos tratá-lo apropriadamente restaurando as condições necessárias para o seu afastamento definitivo do assistido e seu encaminhamento em direção a assistência necessária.
Cortada sua ligação com o assistido e feito seu encaminhamento, poderemos em determinados casos revestir o assistido com camadas isolantes específicas, blindando-o contra um regresso de energias semelhantes.
Existe hoje tecnologia que nos permite pegar a assinatura energética do intruso e criar uma camada que atua como vacina contra aquele tipo de energia.
Também é necessário reparar o envoltório energético do assistido, pois o corte da ligação com o intruso pode danificar a envoltura energética deixando falhas em sua estrutura. O corte pode arrancar uma parte da estrutura energética do assistido. Esta estrutura precisa ser reparada e após isto podemos envolvê-la com a camada repelente necessária.

O que é Apometria? (Vídeo 01)

 Apometria- Pulsos e Contagem…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s