O Nascimento da nova Raça já começou…

Resultado de imagem para Drunvalo MelchizedekDrunvalo Melchizedek

Parece estar ocorrendo uma contínua intervenção da consciência superior atualmente aqui na Terra não apenas por parte de ET’s do espaço, como também de níveis superiores de consciência, dimensões superiores de luz que decidiram tornar sua presença mais pessoal. Não estão vindo em naves, e sim em forma de espírito. Estão entrando em nosso caminho evolutivo, não por medo, e sim por amor. Estão aqui simplesmente para ajudar, pois sabem a verdade. São criancinhas!

Resultado de imagem para Drunvalo MelchizedekSilenciosamente, a Mãe Terra está dando à luz crianças de um novo sonho. Ou é o contrário — as crianças estão mudando o sonho da Terra Mãe?

No mundo todo as pessoas estão descobrindo que existe agora uma cura verdadeira para a AIDS. Mas, o que seja talvez até mesmo mais importante, o mundo está mudando de uma maneira jamais vista por causa da AIDS. Há uma magia na atmosfera. A ciência, com cautela, anunciou que, neste momento, aparentemente está nascendo das cinzas da AIDS uma nova “super” raça humana na Terra, e ao mesmo tempo manifestou-se agora uma nova esperança para nosso mundo ameaçado. É real. E é, em minha opinião, o fenômeno humano mais importante jamais ocorrido nesta Terra.

Em primeiro lugar, antes de contar a história e mostrar as provas, vamos tratar de nosso dilema da consciência humana, pois no dilema está a compreensão. Por um lado, não parece haver esperança para o mundo, e por outro, oculta da atenção da maior parte do mundo, existe uma grande e crescente luz brilhante.
Somos sonhadores, e estamos sonhando um novo mundo a cada respiração. O resultado deste drama terrestre cabe inteiramente a nós. Sempre tive fé em vocês e em “nós,” e agora, talvez, tenha chegado a hora de realmente viver nosso sonho. Vocês sabem o caminho; está bem no fundo de vocês, enterrado nas profundezas de seu coração. É uma luz eterna que nunca se extinguirá, nunca morrerá. É uma luz que é sua verdadeira unidade com o Grande Espírito, a Fonte.

Este artigo contém informações que estou honrado em lhes transmitir. Descrevem algo relativo a vocês, algo belo e pleno de poder, algo, que quando for compreendido e vivido, poderá levar seus sonhos até a vida e sua vida à consciência superior.

Para lhes mostrar esta beleza e força, devo primeiro tecer uma história ao redor de certos eventos e revelações que estão acontecendo agora na Terra. Uma vez vistos, eles poderão ser-lhes de grande utilidade em seu despertar. A história envolve a conseqüência sombria e trágica da AIDS sobre a vida de milhões de pessoas e acaba com uma nova luz brilhante de esperança para toda a humanidade.

Todos lemos e escutamos certos professores, inclusive eu, sugerindo que a nova evolução incluiria mudanças no ADN humano. As pessoas imaginam mudanças futuras como o aumento do número de faixas de ADN, que chegaria a 12, ou o aumento do número de cromossomos. Isto, claro, poderia acontecer, mas ainda não foi observado pela comunidade científica mundial. Contudo, há mudanças reais no ADN humano, descobertas recentemente pela ciência. Essas mudanças poderiam facilmente alterar todo o caminho evolutivo humano e, muito provavelmente, seu caminho pessoal. Para contar esta história moderna, começarei num lugar improvável — o Tora, um dos livros sagrados do mundo. Ousam escutar? É uma história sobre vocês.

Como a maioria de vocês sabe a esta altura, o Código da Bíblia, como está sendo chamado, muito provavelmente é verdadeiro. O livro de Michael Drosnin, The Bible Code (O Código da Bíblia) apareceu na lista de mais vendidos do New York Times (prestigioso jornal diário norte-americano, impresso em Nova Iorque e que circula praticamente em todos os Estados Unidos), sendo em todo o mundo um parâmetro da opinião desse Código da Bíblia. Sobre o mesmo tema, mais recentemente também foi lançado o livro Cracking the Bible Code, do Dr. Jeffrey Satinover, que provavelmente lhe seguirá os passos. O livro de Jeffrey é muito bem escrito, apresentando informações mais detalhadas. Mas o que dizem eles?

Parece que no Tora, que consiste nos primeiros cinco livros da Bíblia, afirma-se seis vezes existir um livro secreto escondido nele e que esse livro secreto não será aberto “até o final dos tempos.” Se acreditarmos nos maias, estamos atingindo o final dos tempos nesta época exata, restando-nos menos de 14 anos. Quatorze anos para a Terra é como um único sopro para nós.

Há aproximadamente 50 anos um rabino chamado H.M.D. Weissmandel acreditou ter descoberto o livro escondido no Tora num código. Rabino Weissmandel descobriu que ao se pular cada grupo de 50 letras no princípio do Livro do Gênese, obtinha-se a palavra “Tora.” Também descobriu que ao se pular 50 letras no Livro do Êxodo, no Livro dos Números e no Livro do Deuteronômio da mesma maneira, obtinha-se novamente a palavra “Tora.”

O próprio código era um código simples composto apenas do espaçamento das letras do Tora. Há um exemplo nesta frase: “We ate an oily redia and hid.”(Comemos uma larva gordurosa e nos escondemos). A palavra Torah (em inglês) pode ser encontrada juntando-se uma letra a cada três na frase em inglês: “We aTe an Oily RediA and Hid.” Este sistema de código é usado desde tempos antigos. Porém, até mesmo este código simples foi muito difícil para o rabino Weissmandel decifrar. Teve de esperar até o surgimento do computador.

Recentemente, o Dr. Eli Rips, da Universidade Hebraica criou um programa de software que tem por base este sistema de espaçamento de letras. Ou seja, este programa de software reorganizaria as 304.805 letras do Tora em matrizes diferentes, dependendo da palavra que estivesse sendo procurada e de seu número de letras. Os resultados foram incríveis, até mesmo impressionantes e, se verdadeiros, representariam um dos maiores progressos jamais feitos pela humanidade. E se verdadeiros, todo nosso mundo mudaria muito mais do que quando Copérnico deu-se conta de que a Terra girava ao redor do Sol.

A Universidade Hebraica colocou os nomes de mais de 60 rabinos conhecidos no programa de computador. Esses rabinos tinham morrido, e sabia-se muito sobre suas vidas. Em cada caso o Tora revelou seus nomes exatos, a data e local de nascimento, data e local de sua morte e dados pertinentes sobre as principais realizações de suas vidas. Além disso, eles pesquisaram muitos, muitos outros assuntos com o software do Código da Bíblia, tais como acontecimentos conhecidos do passado. Descobriram que todas as coisas imagináveis tinham sido escritas nos primeiros cinco livros da Bíblia. Começou a dar a impressão de que o futuro é totalmente conhecido na Bíblia, tendo sido escrito no Livro Sagrado mesmo antes de acontecer.

Uma pergunta importante a se fazer é: Quais as probabilidades de isso ocorrer no Tora? Na verdade, são estatísticas ou probabilidades que estão sendo usadas para provar que o Código da Bíblia é verdadeiro, que realmente existe um livro secreto no Tora. As universidades de Harvard e Yale foram as primeiras a se apresentar para pôr à prova se este fenômeno do Tora era realmente verdade ou apenas uma fraude. A universidade criou programas de software na verdade para provar que o Código da Bíblia não era verdadeiro, mas os resultados verificaram que realmente era verdade. Então o Pentágono, nos Estados Unidos, envolveu-se na história. O poderoso departamento de código e todos os seus recursos concentraram-se em provar a validade ou falsidade do “livro secreto” do Tora. Seus esforços também provaram que o Código da Bíblia era verdadeiro.

Entendam que em estatística, se um acontecimento apresentar probabilidades de um para mil, não é considerado apenas um acidente. Muitas das probabilidades surgidas no Tora são de uma em um milhão e de até uma em dez milhões. Não se trata de um acidente. Estas informações sobre o passado/presente/futuro foram colocadas nos primeiros cinco livros da Bíblia com consciência, aliás, um nível muito elevado de consciência. Muitos acreditam, claro, que foi Deus, considerando o livro secreto uma prova da existência de Deus.

Parece haver certeza agora de que cada pessoa do mundo tem seu nome escrito no Tora, juntamente com a data e local de nascimento e morte. O que significa isto? Em primeiro lugar, indica que estamos atingindo ou atingimos um ponto especial chamado o final dos tempos; caso contrário não poderíamos ter desvendado o código, de acordo com o próprio Tora. O livro secreto indica que o que todos os profetas têm sugerido acerca desta época em que todos vivemos é provavelmente verdade.

Por ora deixarei o Código da Bíblia e falarei sobre outro fenômeno incrível de nosso tempo. Atualmente estão nascendo crianças que desafiam a compreensão lógica. Parecem estar surgindo três grupos separados de crianças, mas de fato pode ser o mesmo fenômeno se expressando de maneira diferente. Estão sendo chamadas de supervidentes crianças da China, crianças Índigo e os filhos da AIDS.

A relação exata entre esses três grupos de crianças neste momento não me é clara. Suponho quando nos dermos conta de sua presença, entenderemos.

Aparentemente estão surgindo na Terra hoje crianças que não são normais segundo os padrões humanos. De fato, de acordo com padrões científicos, os “filhos da AIDS” sequer são humanos. Não possuem ADN humano. O ADN humano é muito específico, e o ADN dessas crianças é diferente o bastante para receber um novo nome.

Comecemos pelo começo. Por volta de 1984, o governo chinês pela primeira vez descobriu uma criança, um menino, que era vidente além de tudo que já se vira. Quando suas habilidades psíquicas foram testadas pelo governo, constatou-se que eram 100% exatas. Então o governo encontrou outra dessas crianças, a seguir muitas, depois centenas e milhares.

A revista Omni (Homem) foi investigar esse fenômeno a convite do governo chinês. Quando o pessoal da Omni chegou, supôs que pudesse estar havendo fraude, então procederam com grande cautela. O governo lhes deu cerca de 100 crianças para trabalhar. A Omni criou testes, tais como pegar um livro ao acaso, arrancar aleatoriamente uma página, amassar a página, colocando-a sob à axila do pesquisador. As crianças leram perfeitamente cada palavra da página! Depois de muitos tipos diferentes de testes, a Omni acreditou que essas crianças eram incríveis, mas não entendeu como, nem por quê, estava ocorrendo este fenômeno. Vocês podem ler sobre isto no exemplar de janeiro de 1985 da Omni.

Desde então, essas crianças foram descobertas em muitos outros países, como Rússia, Japão, Canadá, Europa e Estados Unidos. Creio que essas crianças estão vindo de um nível muito mais elevado de vida, e estão aqui para nos ajudar com nossa transição evolutiva para um novo mundo. Elas nos ajudam com sua simples presença.
Não tenho certeza do que estou prestes a dizer, mas acredito que seja verdade. Quando essas crianças começaram a nascer em países que não a China, receberam rótulos diferentes. Nos Estados Unidos, Kryon, através do canal Lee Carroll, as chamou crianças Índigo. Kryon as vê vindo da profunda luz púrpura-azul. Os pais dessas crianças estão sendo transformados simplesmente por estar na presença delas.

Atualmente está acontecendo um novo fenômeno na Terra que ultrapassa o das crianças supervidentes. Aproximadamente dez ou onze anos atrás nasceu uma criança com AIDS. Fizeram exames e descobriram que realmente estava com AIDS. Fizeram exames novamente quando o menino estava com seis meses e depois um ano, ele ainda tinha AIDS. Só fizeram novos exames quando ele estava com cerca de cinco anos, e não acharam nenhum indício de AIDS ou do HIV em seu corpo. Era como se ele nunca tivesse tido a doença.

Foi então que a UCLA (Universidade da Califórnia, campus de Los Angeles) entrou na história. Querendo saber por que esta criança estava livre de todos os indícios de AIDS, começaram a fazer exames. Um exame foi feito no ADN dele. Encontraram um novo resultado chocante: aquela criança não tinha ADN humano. Parecia humana, mas não era.

Como sabem, no ADN humano há quatro ácidos nucléicos que se reúnem em 64 combinações possíveis chamadas códons. Os seres humanos têm 20 desses códons em funcionamento, sem incluir os três que funcionam como os códigos de desligar e iniciar de um computador. Esse garoto tinha 24 códons funcionando! Para mim, o códon é como programa de software de computador, e esse menino tinha quatro a mais que nós.

Quando a UCLA fez exames no sistema imunológico dele, descobriram algo ainda mais espetacular. Pegaram uma dose letal de HIV, muitas vezes mais alta que a necessária para infectar um ser humano normal, e a colocaram numa placa de petri (recipiente raso, de vidro, com tampa frouxa, usado para o desenvolvimento de microorganismos animais e vegetais em laboratório), acrescentaram então algumas células dessa criança. Elas não foram afetadas. Aumentaram a quantidade de HIV a níveis incríveis, mesmo assim nada aconteceu. Depois de aumentar várias vezes o nível de HIV, chegando afinal a uma quantidade três mil vezes maior que a dose infectante, as células da criança permaneceram inalteradas. Passaram, então, a realizar experimentos nas células dessa criança com outras doenças, obtendo o mesmo resultado: parecia imune a todas as doenças.

Então acharam outras dessas crianças, então cem, depois mil. A UCLA agora estima, a partir da observação dos testes de ADN realizados no mundo, que 1% da população tem esse novo ADN não humano. Isso se traduz em mais de 60 milhões de pessoas (agora não apenas crianças) que de alguma maneira passaram por uma mutação e alteração de seu ADN, que se transformou, produzindo este novo padrão não humano. Existe tanta gente agora com esse novo ADN que os cientistas acreditam que neste momento está nascendo uma nova raça humana na Terra. Será que a verdadeira razão de a AIDS ter diminuído em 47% em 1998, a maior queda na história de qualquer doença num período de um ano, tem relação com esses “filhos da AIDS?” Vocês podem ler mais sobre isto no livro de Gregg Braden, Walking between the Worlds (Caminhando entre os Mundos).

Voltemos agora ao Tora. Quando a Universidade Hebraica pesquisou a palavra AIDS no Código da Bíblia, encontraram exatamente o que vocês esperariam: as palavras HIV, no sangue, sistema imunológico, morte e muitas outras palavras relacionadas que se espera encontrar associadas à palavra AIDS. Mas também acharam outra frase que na ocasião não fazia sentido para eles: o fim de todas as doenças. Acho muito interessante que a AIDS, a doença que tinha a possibilidade de eliminar a raça humana, tenha se tornado o catalisador capaz de agora, talvez, nos tornar imunes a todas as doenças. (Vocês podem ler sobre isto no livro de Jeffrey Satinover, Cracking the Bible Code, página 164.)

Agora então parece que na Terra existem pelo menos 60 milhões de pessoas (e esse número está aumentando muito rápido, acredito eu) que não ficam doentes e estão vivendo “o fim de todas as doenças.” O que é ainda mais importante é que talvez haja outro fenômeno associado com essas crianças e adultos, que pode realmente surpreender o mundo e do qual ainda não temos consciência. Poderiam essas pessoas estar interligadas de um modo com o qual podemos apenas sonhar? Elas têm um propósito coletivo na Terra? Poderiam mesmo ser imortais? O tempo e a história dirão.

Embora todos os três grupos de crianças sejam quase inteiramente desconhecidos do mundo, provavelmente logo passarão a imprimir sua marca na história. Estão aqui na Terra por amor. E estão aqui agora.

É aqui que vocês entram, se ainda não entraram. A UCLA registrou que os pesquisadores acreditam que a mutação no ADN está ocorrendo por meio de uma resposta emocional/mental/corporal específica das crianças. O ADN apresenta um padrão de forma de onda muito específico, assim como todas as emoções, pensamentos e respostas corporais humanos. Observou-se que uma resposta emocional/mental/corporal em particular apresenta um padrão de forma de onda (assinatura de onda senoidal) quase idêntico ao do ADN. Alguns, inclusive Gregg Braden, agora acreditam que é dessa forma que as pessoas alteram o ADN ou realizam mutações. A resposta emocional/mental/corporal une-se ao ADN, ou entra em ressonância com ele, permitindo que ocorra uma mutação — neste caso, no número de códons. Claro que as informações exatas sobre como isto é feito estaria nas malhas e no inconsciente de todos, à disposição de todos aqueles que souberem pedir com o coração… Outros porém, acreditam numa intervenção da espiritualidade a nível de ADN, visando gerar corpos mais evoluídos para que possam corresponder à altura às necessidades dos espíritos mais evoluídos que estão vindo à terra através dessas crianças. Quem sabe?

REVISTA AMALUZ – ANO 7 – Nº 79 – AGOSTO DE 1999
http://www.amaluz.com.br/
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s