Terapia Energética…

810638003 600A visão do homem como um Ser energético multidimensional, com uma estrutura complexa onde sua maior parte esteja fora do corpo físico, vivendo em conexão com Universos repletos de seres das mais variadas formas, nos faz pensar se as terapias atuais são suficientes para trazer saúde e felicidade ao nosso planeta.

A medicina moderna esteve sempre baseada nas leis da física de Issac Newton, curando apenas a parte física do homem. Fez progressos notáveis com cirurgias complexas e utilização de formidáveis complexos químicos, antibióticos, vacinas e outras drogas. Somente no início do século 20 passou a preocupar-se com a psique humana, e a pouco mais de vinte anos passou a considerar a influência das percepções psíquicas e sensoriais sobre o corpo.

A noção de que nosso corpo físico é apenas o reflexo de uma estrutura energética multidimensional e de que a nossa mente interage ativamente com esta estrutura é a peça chave para uma terapia completa do nosso ser.

A medida que evoluímos, nossa sensibilidade aumenta e passamos a sentir e sofrer influências de variações sutis que ocorrem em nossa estrutura multidimensional.

Compreender um pouco do funcionamento desta estrutura, como ela interage com nossa mente, como nos afeta e como podemos curar estes males é o propósito da Terapia Energética.

O entendimento de nossa estrutura multidimensional repousa sobre 3 conceitos fundamentais que fundamentam uma abordagem terapêutica totalmente nova.

  1. Considerando que somos seres multidimensionais, e que o tempo como o entendemos não existe, mas é apenas uma ilusão causada pela nossa compreensão limitada, toda terapia deve considerar a possibilidade de interação com eventos em outros locais espaço-temporais;
  2. Considerando que a maior parte de nosso Ser reside fora de nosso corpo físico, a terapia deve interagir com estas áreas fora do corpo;
  3. Ainda considerando que nosso corpo físico é apenas uma ancoragem de sustentação de nossa estrutura, que nosso cérebro apenas processa lembranças e informações residentes em local desconhecido, e que o resultado deste processamento afeta todas as dimensões de nosso Ser, conhecer e tratar este processamento é fundamental.

Nossa criação e formação materialista torna extremamente difícil para nós, compreender estes conceitos e sentir-se a vontade com eles. Sentir-se a vontade significa acreditar realmente nestes conceitos e vivenciá-los no dia a dia. Um terapeuta jamais terá êxito se não acreditar na metodologia que adota.

Embora pareça ser o caminho mais natural, acreditar em reencarnação, não é essencial na adoção destes conceitos. Aceitar que existem vários Universos, que o nosso universo possui mais do que as 4 dimensões que conhecemos, e de que o nosso ser pode ocupar todas as dimensões, não contraria nenhum dogma da maioria das religiões.

Aqui é importante deixar claro que a Terapia Energética não é uma metodologia religiosa.

Vamos considerar nosso corpo físico como o sustentáculo energético de nossos corpos. No Universo, tudo é energia, e tudo que conhecemos são apenas formas diferentes de organização da mesma energia. A organização está presente mais maciçamente nas formas mais densas de energia. A organização é a própria energia na forma de consciência, é a consciência mais rudimentar do Universo, é a massa de modelar do Universo. Ela tem origem na matéria e evolui para outras formas mais refinadas e sutis.

Na física tradicional a energia é tratada como onda e partícula. As ondas são classificadas principalmente pela sua frequência. A frequência é resultante da forma que a onda possui em um espaço plano. Se considerarmos que em vez das duas dimensões que possuímos no plano, nosso Universo possui pelo menos 12 dimensões, teremos infinitos tipos de energia, isto sem considerar o efeito partícula através das várias dimensões.

Nosso corpo físico processa a energia mais densa, refina-a e a envia aos corpos mais sutis, alimentando todas as dimensões de nosso ser. Neste processamento utiliza centros energéticos chamados de chacras. Cada chacra possui uma relação mais direta com uma região dimensional do nosso ser. Esta região é conhecida como corpo sutil, e conforme a crença faz-se referencias a 4, 7, 9 ou mais corpos sutis.

Este é o funcionamento energético básico de nosso corpo, que assim como nosso sistema nervoso autônomo, funciona independente de nossa vontade.  Este funcionamento básico pode ser alterado pela nossa mente, por influências externas e também por influxos descendentes de outras dimensões de nosso ser.

Considerando que todos somos seres perfeitos e que toda doença é fruto de um desequilíbrio, o processo de cura será sempre autógeno, baseado no reequilíbrio do Ser.  Poderão ocorrer interferências energéticas pontuais para restabelecer o equilíbrio, mas será necessário sempre tratar o Ser como um todo para que mantenha seu equilíbrio.

A manutenção do equilíbrio é sempre coordenada por nossa Mente, que será sempre o foco principal da Terapia. Precisamos curar sempre a causa e não apenas o sintoma.

Toda terapia é feita pela interação energética entre as estrutura do assistido e do(s) terapeuta(s). O assistido pode ser guiado pelo terapeuta, a desencadear processos internos de cura, ou pode entrar em sintonia com o terapeuta permitindo a manipulação de suas energias. Fonte

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s