Exercício 8: O Livro dos Aspectos Positivos

Exercício 8: O Livro dos Aspectos Positivos

Para começar o processo do Livro dos Aspectos Positivos, compre um caderno que faça você se sentir bem quando o tiver em suas mãos. Escolha um com uma cor agradável, uma largura de linhas adequada a seu estilo de escrita, com um tipo de papel que permita o bom deslizar de sua caneta favorita, um que se abra bem e seja plano, pois as ações que estarão envolvidas nesse processo, não apenas serão um aprimoramento do nível de foco, mas com o foco virá um aumento em sua clareza e em sua sensação de estar vivo.

Agora, na capa de seu caderno escreva: Meu Livro dos Aspectos Positivos.

Resultado de imagem para lei da atração simboloSerá benéfico separar ao menos 20 minutos para esse processo no primeiro dia, mas após isso, você pode continuar incrementando o tempo aos poucos. No entanto, você pode descobrir os benefícios gratificantes desse processo e achar os bons sentimentos advindos dele tão satisfatórios, que pode querer gastar até mais tempo nele.

Em seguida, no topo da primeira página de seu caderno, escreva o nome ou uma breve descrição de algo ou alguém que faz com que você sempre se sinta bem. Pode ser o nome de seu gato adorado, de seu melhor amigo, ou da pessoa por quem você está apaixonado. Pode ser o nome de sua cidade favorita, ou restaurante. E quando você focar-se no nome ou título que escreveu, faça-se essas perguntas: O que eu gosto em você? Por que eu o (a) amo tanto assim? Quais são seus aspectos positivos?

Então, gentil e suavemente, comece a escrever os pensamentos que vêm como resposta à suas perguntas. Não tente forçar essas idéias, mas deixe-as fluir comodamente através de você para o papel. Escreva tanto quanto os pensamentos fluam e depois leia o que você escreveu e tenha prazer com suas próprias palavras.

Agora, vire a página e escreva outro nome, ou titulo, de alguém ou algo que o faça sentir-se bem. E então repita o processo até que seus 20 minutos tenham passado.

Você pode perceber, mesmo na primeira vez em que estiver fazendo isso, que você estará ativando em si mesmo uma tal vibração poderosa de apreciação e Bem-Estar que as idéias de outros nomes ou títulos para seu Livro dos Aspectos Positivos continuarão a fluir para você; e quando isso acontecer, aproveite o tempo, se puder, para colocar esses títulos no topo das outras páginas de seu caderno.

Se você tiver tempo para perguntar-se “o que eu gosto em você, por que eu o (a) amo tanto, quais são seus aspectos positivos?”, então faça isso; se não, aguarde até amanhã, quando você recomeçará o processo.

Quanto mais aspectos positivos você buscar, mais encontrará; e quanto mais encontrar, mais irá procurar.

No processo, você ativará em si mesmo uma alta vibração de Bem-Estar (que se compatibiliza com quem você realmente é). E você se sentirá maravilhoso. E, melhor, essa vibração se tornará tão prática que se tornará sua vibração dominante e todos os aspectos de sua experiência começará a refletir essa alta vibração.

Assim que seu caderno estiver complete, você provavelmente estará ávido por comprar outro e outro, pois há um verdadeiro poder de foco na experiência da escrita; e há um verdadeiro poder em conectar-se com sua própria Fonte de Energia na experiência de escrever as coisas que fazem você sentir-se bem, quando você as escreve.

Os benefícios desse processo serão vários: você se sentirá maravilhoso durante esse processo. Seu ponto de atração continuará a ser melhorado, não importa quão bom está agora; sua relação com cada tema sobre o qual escreve se tornará mais rica e mais satisfatória; e a Lei da Atração lhe entregará mais pessoas, lugares, experiências e coisas maravilhosas com as quais você possa ter prazer.

Abraham, fale-nos mais sobre o Livro dos Aspectos Positivos
Imagine uma cidade bonita. Não uma cidade grande, mas uma cidade perfeita. O trânsito flui facilmente. Há lindos lugares interessantes. Viver e trabalhar nessa cidade é uma experiência maravilhosa.

Quando você pensa sobre essa cidade, da forma como descrevemo-la, você pode estar pensando “Eu poderia viver ali feliz para sempre”.

Oh, mas há uma pequena coisa que esquecemos de mencionar: há um buraco muito fundo na Sexta Avenida.

Agora, se você estava focando os aspectos positivos dessa cidade, nossa expectativa que se você fosse viver nessa cidade, você viveria feliz para sempre.

A maioria das pessoas não foi apresentada à vida por alguém que sinalizava os aspectos positivos dela; ao invés, a maioria foi apresentada à vida por alguém que dizia “Cuidado com o buraco da Sexta Avenida!” E por causa dessa orientação negativa, a maioria é consumida pelo buraco.

Deixe-nos contar que alguém que foi diagnosticado como um doente terminal; seu médico lhe deu uma sentença de morte. E assim, a maioria de seu corpo, mais de 99% dele, assim como nessa cidade mágica – está funcionando bem. Todas as artérias do transito estão funcionando muito bem. Mas como o médico deu atenção a isso, agora essa pessoa está dando sua completa atenção ao “buraco” – até que ele acabe consumindo sua cidade.

Tire sua atenção dos buracos da cidade
“Quando eu foco sobre o que quero, me sinto bem. Se me foco na falta do que quero, me sentirei mal”.

Deixe-nos levar isso um pouco adiante. Você pode se focar em mais de uma coisa ao mesmo tempo? Não pode. Você pode ter mais de um sentimento ao mesmo tempo? Pode sentir-se bem e mal ao mesmo tempo? Você não pode. Assim, não é lógico – pois isso certamente derruba as diretrizes da Lei da Atração – que se você está se focando sobre o que quer, não pode, ao mesmo tempo, estar focado sobre o que não quer?

Se quando você se foca sobre o que quer, se sente bem; e se, quando se sente bem, está no modo positivo da atração; então seu trabalho mais importante não será procurar pelos aspectos positivos de todas as coisas, procurando as partes de tudo que são alavancadoras para você – de forma a manter sua atenção fora dos buracos?

Algumas vezes, quando nos primeiros aprendizados sobre a Criação Deliberada, nossos amigos físicos se preocuparão. Eles têm medo que todo pensamento negativo que tiverem alcance o cosmos e traga algum monstro para suas experiências. Queremos minimizar seu medo lembrando que você vive o equilíbrio de seu pensamento, isso requer que você pense um pouquinho sobre as coisas antes que elas se manifestem em sua experiência.

Mas como uma pessoa que vive em uma sociedade predominantemente orientada pró-critica e para o que está errado, sempre querendo encarar os fatos, você se tornou um igual a eles, mesmo em seus pensamentos individuais, que são predominantemente de preocupação mais do que do conhecimento de que tudo está bem.

Queremos encorajá-los a dar mais atenção ao que lhe faz sentir-se bem – não algo tão radical que você precise controlar cada pensamento – apenas tome a decisão de que irá procurar pelas coisas que quer ver. Não é uma decisão difícil de ser tomada, mas pode fazer uma grande diferença em relação ao que você traz para sua experiência.

Dê atenção ao que lhe faz sentir-se bem
Algo relacionado à realidade merece sua atenção, é claro, afinal de contas, é a verdade.

“Não devo documentar isso? Não devo contar? Não devo realizar estatísticas disso? Não devo contar aos outros a respeito? Não devo alertar meus filhos sobre isso?”

“Não deveríamos nos debater por causa dessas coisas que não queremos, pois são a realidade, e, portanto, torná-las mais reais?” Por que, perguntamos, você faria isso? Por que não olhar no banco de dados da criação e seletivamente peneirar as realidades que você quer repetir e se debater contra isso? E suas respostas nunca são suficientemente boas.

Elas são: “Fazemos isso porque isso é realidade; Agimos assim porque alguém mais também age”.

Se estivéssemos em seu lugar, não deixaríamos a realidade de algo ser nossa base de atenção; deixaríamos as vibrações dos sentimentos serem nossas bases. Começaríamos dizendo a qualquer um que estivesse interessado em saber nossa posição “se isso me fizer sentir bem, darei minha completa atenção; se não, não olho para isso mesmo”.

E você sabe o que eles diriam a você? “Você tem que encarar a realidade!”

Responda de volta “Eu faço isso – eu faço isso o tempo todo. Mas eu me tornei um peneirador seletivo da realidade que eu encaro. Pois, comecei a descobrir que qualquer realidade que eu esteja encarando, qualquer realidade sobre a qual eu esteja falando, pensando, lembrando, remoendo, fazendo estatísticas, qualquer realidade que eu mantenha por bastante tempo em minha vibração, se torna minha própria realidade”.

“E eu me tornei bem pessoal sobre as realidades que quero repetir em minha experiência, pois descobri que eu posso criar realidade. Eu posso criar realidade! Eu posso criar realidade – e eu posso escolher a realidade que estou criando.”

Oh, amamos dizer isso a vocês. Vocês são criadores e podem criar qualquer coisa que queiram, mas há uma forma melhor de dizer isso: vocês podem e irão criar qualquer coisa para a qual estão dando atenção.

Onde quer que você vá, você estará lá também.
Jerry e Esther estavam oferecendo um seminário em um hotel em Austin, Texas, que parecia sempre estar esquecidos de que eles estariam ali. Mesmo com contratos assinados e Esther ter telefonado no dia da chegada para confirmar, quando eles chegaram lá, a doce atendente atrás da mesa sempre agia como se estivesse surpresa. E sempre havia correria para deixar as coisas prontas para o seminário.

Esther nos disse “Talvez devêssemos encontrar um outro hotel!”.

E dissemos “essa é uma forma de lidar com isso – mas é sua expectativa de que a qualquer lugar onde vá, você se levará consigo, pois você carrega seus hábitos vibracionais, seus padrões, para todo lugar para onde vá.

Bom, dissemos-lhes para comprar um caderno e, na frente dele, escrever em negrito: Meu livro dos Aspectos Positivos.

E então virar para a primeira página e escrever: Aspectos Positivos do Hotel South Park em Austin.

Então, Esther começou a escrever: “em acomodações bonitas. É bem situado, de fácil acesso com as vias interestaduais, e fácil de ser localizado. O estacionamento é adequado e conveniente. Nosso quarto está sempre muito limpo. Há salas de vários tamanhos, assim podemos nos instalar em qualquer um dependendo do grupo que estaremos recebendo…”.

E conforme ela fazia essas anotações, ela se pegou imaginando o motivo pelo qual havia considerado procurar um novo hotel. Em outras palavras, sua atenção aos aspectos positivos a colocou em tal modo de bom sentimento sobre o hotel que (sabemos disso) ela não podia atrair nada que não fosse bom daquele hotel. Ou seja, ela voltou sua atenção – pela virtude de sua escrita deliberada nesse caderno – para fora do buraco.

Inspiração ou Motivação?
Você pode olhar de duas formas diferentes: “se eu faço isso e isso, tais coisas boas irão acontecer” ou “se eu não fizer isso e isso, tais coisas más irão acontecer. A primeira o inspira a agir a partir de um estado positivo. A segunda o motiva a agir a partir de um estado negativo.

Seu Livro dos Aspectos Positivos o colocará mais e mais numa posição de atrair – pela virtude de seus sentimentos positivos inspirados – qualquer coisa que você deseje. Fonte

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s