Exercício 16: O processo da pivotagem

Exercício 16: O processo da pivotagem

É possível estar focado no oposto vibracional do que você realmente deseja sem ter consciência disso. É como o outro extremo de uma varinha. Quando você pega uma varinha, pega em ambos os extremos. Esse processo da pivotagem o ajudará a estar mais consciente de que extremo da varinha você está ativando naquele momento: o extremo relacionado ao que você quer ou o extremo relacionado à ausência do que quer.

Imagem relacionadaO contraste de seu tempo-espaço-realidade é extremamente útil, pois o ajuda a focar seus pensamentos; quando você sabe o que não quer, você também sabe até com mais clareza o que quer; e quando você sabe o que quer, você também sabe até com mais clareza o que não quer. Assim, sua exposição ao contraste lapida seu foco e faz com que você traga à luz novas preferências e desejos. Na verdade, esse contraste valioso assegura a eterna expansão do Tudo-Que-É.

O Processo da Pivotagem é sempre o primeiro passo no início da alavancagem de seu hábito vibracional, pois ele é um processo que o ajuda a definir mais clara e exatamente o que você deseja. Mas, como normalmente há uma ampla gama de variação num extremo da varinha e outra no outro extremo, você normalmente não alavanca sua vibração de forma imediata só com a declaração do desejo.

Por exemplo, quando você está doente, você sabe muito claramente que quer estar bem. Ou quando você não tem dinheiro suficiente, você sabe claramente que quer mais dinheiro. Agora, voltando sua atenção ao que você realmente quer, e mantendo sua atenção sobre o que quer, você começará a vibrar ali, naquele assunto.

Sua consciência do que não quer o ajuda a identificar o que você quer; em outras palavras, conforme você fala verbaliza seu desejo, sua vibração pode não se compatibilizar com suas palavras, mas se você continuar o processo da pivotagem – ou seja, se você sentir a emoção negativa, que o ajuda a saber que você está focado em algo não desejado, você parará e dirá “eu sei o que não quero, então o que quero?; assim, com o tempo, você mudará o tema de sua vibração. Pouco a pouco, você redirecionará sua vibração e a vibração melhorada se tornará seu pensamento dominante.

Veja o processo da pivotagem como uma alavancagem gradual de seu ponto de atração e aprecie os resultados positivos que necessariamente se seguirão. Não é possível que você dê sua atenção consistente a algo que você queira e não receba, pois a Lei da Atração garante que qualquer coisa na qual você se foque predominantemente irá fluir para dentro de sua experiência.

Abraham, fale-nos mais sobre o Processo da Pivotagem
A coisa mais importante a se lembrar é que você é um atrator de sua experiência e que você está atraindo-a em virtude de seus pensamentos, dos pensamentos que está oferecendo. Pensamentos são ímãs e conforme você pensa um pensamento, ele atrairá outro, e outro, e outro, até que você terá a manifestação física da essência vibracional de qualquer coisa que esteja sendo o tema de seus pensamentos.

Se você já experienciou (e sabemos que já) aquilo que você considera emoção negativa (você pode descrever como medo, dúvida, frustração ou solidão – há muitas maneiras pelas quais você descreve a emoção negativa) – o que você vivencia nessa emoção negativa é o conteúdo de um pensamento que não vibra na freqüência harmônica com onde ou quem seu próprio Ser Interior é/está.

Veja, através de toda sua experiência de vida, física e não física , seu Ser Interior, ou a totalidade de seu eu, chegou a um lugar de conhecimento e a um estado de desejo. Assim, quando você está nesse corpo físico, conscientemente focado num pensamento não harmônico com o que seu Ser Interior conhece, então o sentimento resultante em você é o da emoção negativa.

Se você se sentasse sobre seus pés e cortasse a circulação do fluxo sangüíneo, ou se você pusesse um torniquete ao redor de seu pescoço e restringisse o fluxo do oxigênio, você veria a evidencia imediata dessa restrição. E, dessa maneira, quando você pensa pensamentos não harmônicos com seu grande saber, o fluxo da Força da Vida – a Energia que flui de seu Ser Interior para seu aparelho físico – é reprimida ou restrita. E o resultado é que você experimenta emoção negativa.

E se você permitisse a continuação dessa restrição por um longo período, você sofreria uma deterioração negativa de seu aparelho físico. Por isso dizemos que toda doença é o resultado da permissão da emoção negativa.

Quando você entende que um sentimento de energia negativa é um indicador de que você não está em harmonia com seu grande saber, muitos de vocês atingem o ponto de dizer “quero me sentir bem a maior parte do tempo”.

E dizemos que esse é um conhecimento magnífico, pois quando você diz “quero me sentir bem”, o que está, na verdade, dizendo é “quero estar no modo da atração positiva”, ou “quero estar no estado onde os pensamentos que penso quando estou me sentindo bem, estejam em harmonia com meu melhor estado de consciência”.

Pivote do que é indesejado para o que é desejado
Muitos de vocês não teriam dificuldade de sentir-se bem se não vivessem num ambiente onde não houvesse tanta influência negativa ao redor de vocês. Isso era uma verdade no dia em que você surgiu nesse corpo físico. Mas já que você vive em uma dimensão onde há muita influencia do pensamento, que é abundante, ter algum processo que o ajude a sair do estado que você não quer para o que quer, é de bastante valor e o Processo da Pivotagem é um desses processos.

Quando você está sentindo uma emoção negativa, você está em uma posição privilegiada para identificar o que você quer. Pois, você nunca esteve tão certo a respeito do que não quer do que quando está vivenciando o que não quer. Assim, se você interromper-se nesse momento e dizer “alguma coisa é importante aqui, senão eu não estaria sentindo essa emoção negativa; preciso focar no que quero e voltar minha atenção ao que quero”, no momento em que você volta sua atenção, a emoção negativa e a atração negativa serão interrompidas. E no momento em que a atração negativa é interrompida, a atração positiva começará. E seus sentimentos mudarão do estado de não se sentirem bem para o de sentir-se bem.

Esse é o processo da pivotagem.

Você nunca estará num estado onde haja apenas emoção positiva pura, pois em tudo que você deseja há um contrabalanço automático e natural, que é a ausência do que você deseja. Assim, seu trabalho é definir o que você quer, e então, de uma maneira muito deliberada, direcionar seus pensamentos na direção de seus desejos. E a orientação emocional que se segue, vinda de seu Ser Interior, sentida em termos de emoção negativa ou positiva, o ajudará a saber em que lado da equação você está: você está pensando no que quer ou na ausência do que quer?

Um jovem pai nos disse “Abraham, meu filho está urinando na cama e ele é muito grande pra isso. Tenho tentado tudo o que sei e já estou no fim de minha paciência. Não sei o que fazer”. E dissemos “Quando você chega na cama, de manhã, o que acontece?”. E ele nos disse “Eu chego e exatamente na hora já sei que aconteceu novamente; posso dizer pelo cheiro no quarto”. E dissemos “E como você se sente nesse momento?”. E ele disse “Sinto-me desapontado, com raiva, frustrado, pois isso continua acontecendo e não sei o que fazer a respeito”. E dissemos “Ahá, você está eternizando a cama molhada”. Ele perguntou “o que eu deveria fazer?”. E dissemos “O que você diz ao pequeno garoto?”. E ele disse “Eu digo a ele para sair daquelas roupas molhadas e tomar um banho. Digo-lhe que ele é muito grande para ficar fazendo xixi na cama, que já falamos sobre isso antes”. E dissemos “Quando você entrar no quarto e sentir a emoção negativa, quando percebe que aquilo que você não quer está acontecendo novamente, pare e pergunte-se o que você quer e mantenha seus pensamentos focados nisso antes de entrar na experiência de seu pequeno; e você então verá melhoras no que acontece”.

Então, perguntamos a esse pai no que essa experiência o ajudou a reconhecer o que ele queria. Ele disse “quero que meu pequeno acorde feliz, seco e orgulhoso de si mesmo, e não embaraçado”. E dissemos “Bom! Quando você está pensando esse tipo de pensamento, o que está tirando de você estará em harmonia com o que quer, não em desarmonia. E você estará mais positiva e poderosamente influenciando seu pequeno também”.

E as palavras começarão a vir como “Oh, essa é a parte do crescimento. Todos passamos por isso. E você está crescendo muito rápido. Agora, saia dessas roupas molhadas e vá tomar um banho”. Esse jovem pai retornou, em algumas semanas, e nos disse que a fase da cama molhada havia terminado.

Você vê, é realmente simples. Quando você se sente mal, você está no processo de atrair algo que não lhe dá prazer. E é sempre porque você está focado na falta do que quer. Portanto, o Processo da Pivotagem é a decisão consciente de identificar o que é que você quer. E não queremos dizer que o sentimento da emoção negativa é uma coisa ruim, pois, constantemente, no sentimento da emoção negativa, você é alertado para o fato de que você está no processo da atração negativa. Assim, ele funciona como uma campainha, sendo uma parte de seu sistema de orientação.

Encorajamos você, fortemente, a não se debater contra si mesmo quando reconhece que está sentindo uma emoção negativa. Mas assim que puder, pare e diga “estou sentindo algum tipo de emoção negativa, o que significa que estou no processo de atrair o que não quero. O que é que eu quero?”.

Um processo muito simples de pivotagem seria dizer “quero me sentir bem”. A qualquer hora em que você estiver se sentindo mal, pare e diga “O que quero é me sentir bem”. E se você agir assim, os pensamentos começarão a vir para você, a partir do lado positivo da equação. E como um pensamento atrai outro, atrai outro, e atrai outro, logo você começará a vibrar na freqüência harmônica com seu grande conhecimento. E você estará realmente agindo em termos da criação positiva.

Pensamentos se conectam com pensamentos, que se conectam a pensamentos

Nosso amigo Jerry nos apresentou a analogia mais poderosa para a maneira como seus pensamentos se conectam com outros. Ele descreveu um grande navio chegando ao cais. Ele tem que ser amarrado com uma corda muito grossa, quase um pé de diâmetro, muito grossa e volumosa para ser lançada na expansão da água. Essa corda é uma pequena bola de nós que foram entrelaçados uns aos outros, entrelaçados uns aos outros, e entrelaçados uns aos outros. Até que a grande corda pudesse ser lançada na vasta expansão da água. E é essa a forma como seus pensamentos se encaixam uns nos outros, com um conectando-se no outro.

Em alguns casos, por você estar se debatendo em nós negativos, é muito fácil sair pela tangente negativa. Basta apenas um pouco de descontentamento de algum lugar, uma lembrança de algo, uma sugestão, para fazer com que você caia numa espiral de negatividade. Assim, as vezes é difícil abrir mão daquele nó de negatividade, pois você tem aliciado-a por tempo o bastante. Mas se, sempre que estiver sentindo uma emoção negativa, perceber que está atraindo negativamente e deixar sua intenção dominante de sentir-se bem prevalecer, então você se largará aquela corda da negatividade de maneira muito fácil.

Assim, ambos os processos, o da Pivotagem e o Processo do Livro dos Aspectos Positivos, são oferecidos para ajudá-lo a reconhecer (já nos estágios sutis e prematuros) que você está se debatendo naquelas pequenas bolas de barbante; assim você pode, de forma imediata, liberar-se e atingir o nó positivo.

Já que estamos falando sobre a forma como os pensamentos se conectam a pensamentos, que se conectam a pensamentos, que se conectam a pensamentos, queremos salientar algo que talvez você não tenha observado: é muito mais fácil partir de um pequeno pensamento que o faça sentir-se bem para outro que o faça sentir-se melhor, que o leve para outro que o faça sentir-se melhor, que o leve para outro que o faça sentir-se melhor – do que estar num estado onde você não esteja se sentindo bem e já queira ir para um em que já se sinta bem, de forma imediata.

Não tente salvar o mundo; Salve a si mesmo
Como os pensamentos são tão atrativos (significando que atraem mais deles à eles), uma vez que você mantenha um pensamento que não o faz sentir-se bem, é fácil se manter focado naquele comboio de pensamento até que tenha uma grande quantidade de energia negativa do que pivotá-los para longe.

E por essa razão, encorajamos-lhe a um ótimo exercício de Pivotagem que podemos oferecer. Em outras palavras, melhor do que se mover avante por seu dia, sem nenhuma idéia clara do que você quer, esperando que alguma influência desagradável o toque, sentindo a resposta negativa e decidindo que pivotará – é muito mais produtivo ir adiante com seu dia com a decisão de procurar pelos aspectos positivos.

Não tente salvar o mundo, salve a si mesmo. Isso significa que você precisa focar no que o faz sentir-se bem. O processo da Pivotagem é a ferramenta que trará você ao que você deseja. É o processo pelo qual você conscientemente decide: “Sim, quero procurar pelo que desejo e não ficarei mais olhando para a direção da ausência do que desejo”.

Pivotar é o processo da continuidade, hora após hora, seguimento a seguimento, através do qual você escolhe o positivo. É a maneira como você se sente bem – e é uma maneira de conseguir qualquer coisa que você queira. Fonte

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s