Tratado sobre iniciações em Reiki…

1815595_origO ser humano, em sua evolução, ampliou sua sensibilidade em relação aos segredos da Natureza. Alguns destacaram-se pelo grau de conhecimento conseguido através desta percepção, passando a transmiti-los a todos que manifestavam interesse em adquiri-los, sem discriminação. Assim, os conhecimentos adquiridos por alguns, foram utilizados de forma extremamente egoísta e em benefício próprio, utilizando a Sabedoria recebida, para tirar vantagens físicas e materiais. 
 “O conhecimento gera o Poder. O conhecimento absoluto o Poder absoluto”. Por estas razões,os Mestres limitaram os conhecimentos a serem proporcionados às pessoas em geral. O acesso aos Mistérios, tornou-se uma prática que deu início às chamadas Iniciações. As Iniciações como nos ensina Helena Blavatsky são cerimônias de Mistérios, mantidas ocultas dos profanos e dos não Iniciados. Para Platão, as Iniciações são a conquista progressiva dos estados de consciência. No livro de Job lemos que, há uma alquimia espiritual e uma transmutação física e o conhecimento de ambos nos é comunicado nas Iniciações. Para os Neo Platônicos ela é a união da parte com o Todo. A harmonização, é uma das chaves para que ocorra o equilíbrio físico, mental e espiritual necessários ao iniciante.As energias que se apresentam em todas as Iniciações, se manifestam sempre,conforme relatos dos iniciados, como chispas luminosas, luzes encantadas, símbolos dançantes multicoloridos, que são vistos, ouvidos ou sentidos.
Segundo alguns ocultistas,as primeiras iniciações começaram com Rama, há 4 ou 5 mil anos A.C. o sacerdote da antiga Citia na Ásia, Rama foi um rei espiritual do planeta Terra, o Inspirador da Paz e o primeiro legislador a interligar a vida humana, ao ciclo das estações do zodíaco. Para E.Schure, Rama foi quem primeiro fixou os signos do Zodíaco. Desta forma Rama nos legou as Doze Primeiras Grandes Iniciações,os Doze Passos do Zodíaco, que o ser humano tem que percorrer passo a passo, para melhor dominar seus instintos, emoções, purificar pensamentos, palavras e ações, conscientizar em si a ilusão da separatividade, para exercer a regra máxima da purificação do Iniciante, a “Primeira Pedra do Templo da Sabedoria “,o Silêncio. Os Mistérios de Samotracia seguem os seguintes Passos: a purificação, a recepção,a revelação,a amizade e a comunicação com Deus. A Iniciação Egípcia tem por maior Passo, a pergunta feita ao adepto antes de ser admitido nos Mistérios: “Conheceis quem sois?”
 Egito – Escola de Mistérios
Os ensinamentos da Flor da Vida e de Geometria Sagrada têm sua origem numa antiga Escola de Mistérios egípcia, a chamada “Escola do Olho Direito de Horus”, que funcionou no antigo Egito, mais especificamente na 18ª Dinastia, sob o reinado do grande faraó Akhenaton.
Naquela época onde o politeísmo era vigente, Akhenaton introduziu a idéia do Monoteísmo – ou a crença em um só Deus.
Os aspirantes a essa escola deviam primeiramente passar por 12 anos de treinos na “Escola do Olho Esquerdo de Horus”. Lá passavam por várias iniciações nos templos ao longo do Rio Nilo. Todas elas associadas à mestria das emoções (medos, paixões, sexualidade, tantra etc).
Somente após a compreensão destes ensinamentos, o aspirante estava habilitado a receber por mais doze anos os ensinamentos da “Escola do Olho Direito de Horus”. Lá iria receber sua iniciação em Geometria Sagrada e suas relações com o Universo e com tudo que existe – a Unidade de tudo e do Todo. Era uma escola de Imortalidade.
Um Fato importante: Toda a informação que até hoje foi encontrada nas inscrições das tumbas egípcias, nos murais e nos templos refere-se aos ensinamentos da “Escola do olho Esquerdo de Horus”
A única informação encontrada até hoje sobre a escola do Olho Direito de Horus está, segundo Drunvalo, embaixo das pirâmides.
Drunvalo recebeu a missão de Thot (pronuncia-se Tót) de re-introduzir no mundo os ensinamentos desta escola e do símbolo da Flor da Vida. Ela se encontra perfeitamente desenhada, encravada nos tetos do antigo Templo de Osirion em Abydos.

Em Menfis no Egito,os Passos do iniciante são os das 7 virtudes morais. Na Iniciação à Esfinge um dos Sagrados Passos é o da revelação do único e verdadeiro atributo humano – SER. A Iniciação ao Pentágono consiste na reforma ou sublimação interior do Homem pelas lutas interiores.

A Iniciação de Cagliostro se dirige ao espírito, à energia, abnegação, confiança no futuro, a glorificação de Deus em Si.

A Iniciação Maçônica (Sabedoria-ciência das coisas), em seu rito francês assinala que quem deseje realizar os Mistérios, terá que viajar só, sem temor, purificado pelo fogo, água e ar.”Por ter vencido o medo e a morte e preparado sua alma para receber a luz,terá direito de sair do seio da terra e ser admitido na revelação dos grandes Mistérios”.

Das Iniciações realizadas no antigo Egito, Grécia, Roma, podemos lembrar algumas que ainda hoje são realizadas em locais sagrados:os Sete Atributos da Lira de Apolo, os Sete Oceanos, os Mistérios de Eleusis, de Samotracia, Órficos, Ceres, de Baco, a Sagrada Iniciação dos Trinta e Dois Caminhos do Sepher Jetzirah (O Livro Sagrado da Sabedoria Secreta), os Vinte e Dois Caminhos Secretos da Letras do Sagrado Alfabeto Hebreu, as de Isis, Osiris, Horus e as do Sagrado Sol Central, que desde a época do continente Mu, são em número de quatro: 

1) a do Sol Central ou Sol Perfeito;
2) o Sol Poder da Suprema Inteligência;
3) O Sol Visível;
4) O Mistério do Espírito e da Palavra.
A Sagrada Iniciação Budista nos declara em um dos seus Mistérios: 
 
“Sendo um, se torne múltiplo, sendo múltiplo, volte a ser único, podes aparecer e desaparecer sem encontrar resistência, passar através das paredes,montanhas, como se fosses ar, se fundir com a terra e emergir dela como se fosses água, caminhar sobre a água sem que ela se abra como se fosses terra, atravessar os ares, tocar com tuas mãos o Sol e a Lua, astros poderosos e maravilhosos e com seu corpo, chegar até o mundo de Brahma.”
Outras Iniciações como o Yoga Hindu da revelação, os Mantras Védicos, os Upanishad iluminam a mente para a Verdade Brahmanica do Homem e Deus, dos Deuses e Mantras. O Conhecimento Divino das forças Supremas de Luz, Agni, Indra, Soma, o mito de Angiras entre tantos, nos lêvam a uma prosternação e como nos diz Sri Aurobindo, “a verdade, a retidão, a imensidade dos Vedas, nos conduzem à Plenitude e a Imortalidade”. Iniciar, de acordo com E. Alfonso, fundador da Escola de Iniciação Filosófica é realizar no ser humano, a transmutação da consciência humana em Divina, e todas as Iniciações Indianas nos conduzem à essa transmutação. Não podemos deixar de mencionar a Sagrada Iniciação do SHRI CHAKRA, contido no texto do Bhavana Upanishad, que nos conduz ao nosso próprio centro e à obter os dons divinos da Generosidade, da Vontade da Consciência Cósmica entre tantos outros, que nos são fornecidos pelos Mestres Rishis, Sadus e Yogas, etc. As Iniciações Reikianas, redescobertas pelo Dr. Mikao Usui no século passado, formas tão puras e simples de sutil canalização energética, são realizadas pelos mestres, através do dom divino da energia do Amor. Transformando, religando, purificando, transmutando energeticamente o ser humano, desenvolve em cada um, a sua própria Mestria.
As iniciações reikianas, concedem uma maior consciência e capacidade para que, possamos nos assumir integralmente. Alinhando mente, corpo e espírito aos Princípios Constitutivos do Homem, nos torna uno com o Universo e assim, como um canal energético, auxiliamos “a cada Ser a tomar para si,a cura que necessita” (Dr. Mikao Usui). A obtenção do conhecimento do “Eu Deus”, do Amor ao Eu Superior, ao Deus em Nós, nos torna harmoniosamente sintonizados com o Universo-Amor-Unicidade-Deus, graças à Iniciação em Reiki. Em todos os processos iniciáticos, uma verdade é comum à todos, a religação com o Uno, o AMOR, a conscientização de que devemos realizar em nós o Divino. Manter, sempre em permanente estado de vigília, todos os nossos centros (Gurdijeff), faz parte dos caminhos iniciaticos dos adeptos. A reverberação contínua do Eu Sou, a Sagrada Atenção, o Silêncio, são os Mistérios Maiores da Unicidade divina contida nas Iniciações. Todos o Passos, Mistérios, terão que ser percorridos dentro de nós, para que possamos ser iniciados,”Não chegarás ao Caminho se não te converteres no Caminho”.
Lembrarmos sempre que todos os Grandes Iniciados, Jesus, Buddha, Lao-Tse, Orfeu, Krishna, Moisés, Hermes, e tantos mais, realizaram o Divino no Humano. Eles são as verdadeiras encarnações do Verbo, os Mediadores da Consciência Cósmica Universal, pois transcenderam todos os estados de consciência para realizarem a Vontade Divina do Sagrado Único – O AMOR.
Fonte:
  •  http://www.casadobruxo.com.br/textos/tratado.htm
  •  http://www.flordavida.com.br/HTML/egito.html

PRELIMINARES E POSTURAS DO REIKI…

Início:
Ao iniciar uma sessão reiki é recomendado, que a pessoa esteja se sentindo totalmente confortável, com roupas leves e de cores claras. Se preferir, faça alguns exercícios de respiração, yoga ou meditação antes de começar. A duração de cada sessão pode variar de uma hora para uma hora e meia, dependendo da situação.
Considerações ou preparativos:
– Antes de qualquer sessão o reikiano deve lavar as mãos até a altura dos cotovelos, retirar anéis, pulseiras e qualquer bijouteria que esteja usando, e ficar descalço. – Depois posicionará as mãos em oração (prônam mudra) ou apoiando as palmas sobre o centro do peito durante 3 minutos para centrar-se. – As posições das mãos equilibram os hemisférios direito e esquerdo.
Lado direito – Presente e futuro, masculino, Yang, racional, ordem, ação, concretização de idéias ou pensamentos, prático, crítico.
Lado esquerdo – Passado, feminino, energia yin, não racional, intuição, criatividade, receptividade.
Música – Coloca uma música suave específica para reiki, que tenha sininhos sinalizando os três minutos para cada postura. Aqui nesse blog tem indicações de várias músicas.
A postura de Pronam Mudrá é um gesto de saudação e representa um selo de cumprimento entre os yôgins. É utilizado no Pújá pois representa a retribuição de energia dada através da união das palmas das mãos. Com as palmas unidas, os 35 chakras que ai se encontram ficam em contato, potencializam a energia transmitida e reforçam a sintonia.
Ao começar fazer um tratamento concentre-se bem, e leve as mãos ao seu coração em postura de prônam, para ter o contato com o Reiki Universal ativando imediatamente os símbolos reikianos por três vezes. Ficar em silêncio na aplicação do reiki. Ao finalizar lave as mãos novamente, com água fria.
Nas tradições orientais, ao fazer o “ritual de cura” é utilizado um óleo chamado de ‘ÓleoConsagrado’. Todavia, não faz parte da base da terapia do Reiki, antiga arte budista de canalizar a energia vital pela imposição das mãos, redescoberta no Japão no início do século XX pelo Dr. Mikao Usui, e introduzida nos Estados Unidos da América por volta de 1940 pela Sra. Hawayo Takata, uma estadunidense de origem japonesa.
Recomendações na primeira aplicação da terapia do Reiki:
A primeira aplicação da terapia do Reiki, recomenda-se que tal tratamento seja feito pelo menos quatro sessões seguidas, para que obtenha um impacto energético necessário a fim criar uma limpeza maior ao nível dos chakras.
Postura das mãos: Os dedos devem estar juntos, em forma de concha, mas sem tensão ou pressão sobre o corpo do receptor.

As posições são feitas começando de cima para baixo, desde o chakra coronário até os pés. As mãos são posicionadas sobre o corpo da pessoa em forma de duas conchas. A energia do Reiki sai pelas mãos do praticante, que é absorvida pelo corpo da pessoa. Essa energia é passada para os chakras, abrindo, limpando e purificando de todas as obstruções do corpo, trazendo o equilíbrio de uma forma natural.

Veja abaixo as diferentes posições de aplicação do Reiki.


Posição 1 –
Mãos lado a lado, nariz livre dedos juntos.

  • Efeitos físicos – Melhora a visão, atua sobre os seios nasais, mucosas, nariz, sinusite, dentes, maxilares, rosto.
  • Efeitos emocionais – Protege dos estímulos externos indesejáveis. Alivia ansiedade, reduz stress.
  • Plano mental – Varre os pensamentos indesejáveis, diminui a confusão, concentração, enfoque e memória.
  • Plano espiritual – Favorece meditação, sabedoria interior, expansão do eu interior, realidade plena, despertar espiritual para energia cósmica.
Posição 2 – Ao lado e alto da cabeça, dedos médios tocando-se.
  • Efeitos físicos – Para ligar os lados esquerdo e direito do cérebro, mais alta consciência, alivia dores de cabeça, tonturas, cansaço de viagem, estado de choque. Equilibra as glândulas pituitária e pineal. Endorfinas.
  • Efeitos emocionais – Preocupações, histeria, stress, depressão. Devolve a serenidade.
  • Efeitos mentais – alimenta a criatividade, promove produtividade, retenção de informação, assimilação de idéias, memória, calma, expressividade de pensamento, elaboração correta de conceitos mentais.
  • Plano espiritual – Claridade e sabedoria interior, recebimento de energia elevada, expande a consciência, visão consciente.
Posição 3posicionar as mãos na nuca como parecer confortável, de cima para baixo, ou de baixo para cima ou ainda uma mão acima da outra, mas de forma que os dedos toquem-se. Importante observar que ambos os hemisférios cerebrais estejam sendo trabalhados ao mesmo tempo.
  • Efeitos físicos – visão, fala, peso, discernimento das cores. Medula, lóbulo occipital. Dores de cabeça, melhora a coordenação motora, agudiza a visão, despertar e dormir. Ouvido interno.
  • Efeitos emocionais – medo ou pânico, choque, irritação, stress, relaxa e acalma. Ajuda a diminuir ansiedade alimentar, melhor descanso enquanto dorme.
  • Efeitos mentais – Claridade de pensamento e ideias, expressão fluente, criatividade, bem estar, serenidade.
  • Plano espiritual – Abertura do terceiro olho, ajuda a ver as coisas tal como são, visão do contexto e do universal, recepção de energia universal pura.
Posição 4 – as mãos são colocadas sobre as laterais da cabeça, cobrindo as orelhas e parte das mandíbulas.
  • Efeitos físicos – audição, tonturas, enjoo, intestino, coração, rins, estômago e vesícula. Gripes, dor de ouvido, falta de equilíbrio, sinusites. Cansaço e desorientação de viagem devido a longas horas exposto ao ruído e meio de transporte, tais como avião, ônibus, carro ou navio.
  • Efeitos emocionais – limpa sentimentos de raiva bloqueada, necessidade de apoio externo ou dependência. Amplia a compreensão das coisas, relaxa e induz à afirmação de personalidade.
  • Efeitos mentais – Relaxa o corpo, atua como sedante contra o stress, permite compreender conceitos e ideias.
  • Plano espiritual – Amplia a capacidade de aceitação e entendimento.
Posição 5 As mãos sobre a garganta, dedos virados para trás, observando que a base do punho esteja tocando-se. Outra variante mais cômoda seria posicionar as duas mãos sobrepostas, de modo que polegares e indicadores das mãos contrárias estejam sobrepostos.
  • Efeitos físicos – Circulação, amígdalas, garganta, laringe, metabolismo, pressão arterial, problemas de nutrição e crescimento, drenagem linfática.
  • Efeitos emocionais – auto confiança, hostilidade, ressentimento, mágoas. As dores ou doenças desta zona estão relacionadas com o medo de fracassar, não ser aprovado, amado ou valorizado. Também relacionam-se com o ato de sufocar a criatividade ou a liberdade de expressão.
  • Plano mental – diminui a necessidade de autocrítica negativa, não permite ser desvalorizado pelo outro, auxilia a comunicação dos sentimentos de forma aberta, diminui a necessidade de criticar e julgar o outro.
  • Plano espiritual – ajuda na comunicação espiritual com seu centro de poder e criatividade. Aumenta a compreensão de mundo exterior e de si mesmo no universo.
Posição 6 – Mãos sobre o tórax, parte superior.
  • Efeitos físicos – coração e pulmões, timo, sistema imunológico, circulação e drenagem linfática. Atua positivamente sobre o sistema nervoso.
  • Efeitos emocionais – Melhora a auto confiança, capacidade de amar desde o coração. Trabalha manifestações reprimidas. Organiza a expressão da palavra. Ameniza expressões de inveja, ressentimento, mágoa e hostilidade. Alívio de stress.
  • Efeito Mental – Calma, serenidade, harmonia, estabilidade, compaixão, flexibilidade, enfoque, concentração.
  • Aprimora a comunicação com planos espirituais superiores.
Posição 7mãos sobre a última costela.
  • Efeitos físicos – Fígado, estômago, glândula biliar, digestão.
  • Efeito emocional – Alívio dos temores, relaxa, capacita para assimilar os ensinamentos do dia a dia. As úlceras simbolizam o temor de não servir, não estar à altura, portanto esta posição de mãos deverá ser mantida por mais tempo em casos preocupações recorrentes.
  • Efeitos mental – Calma, serenidade. Apto para receber energias mais elevadas.
Posição 8 mãos sobre o ventre.
  • Efeitos físicos – Pâncreas, sistema biliar, bexiga, cólon transverso, apêndice, rins, glândulas supra-renais.
  • Efeitos emocionais – Liberação do passado doloroso, trabalha as frustrações, ansiedade, desapego e necessidade de controle o manipulação do outro. Fortaleza interior.
  • Os problemas de cólon quase sempre estão relacionados com necessidade de afeto paterno ou materno. Já a prisão de ventre pode significar dificuldades em ceder passo ao novo, aceitar o fato de desfazer-se de coisas velhas e inúteis, como podem ser objetos ou pensamentos.
  • Quando o problema é nos rins indica um comportamento que filtra o que diz por medo de magoar ou ser ferido.
  • Efeito Mental – Depressão, confusão mental, histeria, raiva. Permite liberar as emoções sem medo ou auto julgamento.
Posição 9 mãos sobre baixo ventre.
  • Efeitos físicos – Ovários, intestinos, drenagem linfática, bexiga, próstata, enxaqueca, diarreia, constipação.
  • Harmoniza a parte sexual e hormonal.
  • Efeitos emocionais– libera criatividade, permite desfrutar do sexo sem culpas ou tabus.
  • Efeitos mentais – libera padrões de pensamentos rígidos, permite adaptar-se com tranquilidade às mudanças.
  • Efeitos espirituais – Expansão da consciência, perspectiva universal, visão do todo.
AUTO – REIKI

Veja outras imagens das posições na aplicação do Reiki:

A duração do Reiki e como harmonizar-se com Reiki:

 
A princípio serão necessárias entre quatro a oito sessões para conseguir equilibrar todos os centros de energia, depois bastará realizar sessões eventuais para conservar o equilíbrio sempre perfeito em qualquer momento ou circunstância.
Os iniciados em Reiki em geral praticam entre oito a doze sessões, sendo que em muitos casos realizam tratamentos entre duas ou três pessoas que estão realizando o mesmo curso, pois desta maneira se produz uma sintonização muito mais profunda.
A duração de cada posição será de 3 a 5 minutos, a não ser que exista uma indicação do reikiana para um tempo maior em determinado ponto do corpo.

PRINCÍPIOS REIKIANOS…

Os princípios Reikianos são cinco, foram enunciadas por Mikao Usui o fundador do REIKI que ensinava que a toda aplicação do REIKI, deve-se falar sobre estes princípios. Estes são os cinco pensamentos que devem de estar presentes diariamente na mente de qualquer Reikiano que se preze.

  • Somente por hoje, eu darei graças por todas as minhas bênçãos.
  • Somente por hoje, não irei me preocupar.
  • Somente por hoje, não sentirei raiva.
  • Somente por hoje, farei meu trabalho honestamente.
  • Somente por hoje, serei gentil com os que me cercam e todos os seres vivos.

Eu entre num site de REIKI,   e gostei muito de suas postagens, então  resolvi copiar e trazer para este blog, segue o texto: 

“Podemos ainda ver estes cinco Princípios do Reiki  é denominado na língua  japonesa  pela palavra GOKAI,   e também veremos abaixo as palavras japonesas com as suas correspectivas traduções

Kyo Dake Wa   –  SÓ POR HOJE 

  1. Okoro-Na   – NÃO SE ZANGUE
  2. Shimpai Suna  –  NÃO SE PREOCUPE
  3. Kansha Shite   –  EXPRESSE SUA GRATIDÃO
  4. Gyo Wo Hage Me  –  SEJA APLICADO EM SEU TRABALHO
  5. Hito Ni Shinsetsu Ni   – SEJA GENTIL COM OS OUTROS

SHOUFUKU NO HIHOO (o método secreto para convidar a felicidade)

Manbyo no Rei-yaku

 (a medicina espiritual para todas as doenças).

  • Asa yuu gassho shite, kokoro ni nenji, kushi ni tonaeyo
    (de manhã e à noite sente-se na posição Gassho e repita estas palavras em voz alta e em seu coração)

  • Shin shin kaizen, Usui Reiki Ryoho
    (método de tratamento Usui Reiki para o aperfeiçoamento da mente e do corpo) 

    Chosso Usui Mikao – (Mikao Usui, fundador)

Estes são os princípios do Reiki tal como Mikao Usui os recebeu do Imperador Meiji. Trabalhar arduamente refere-se ao trabalho espiritual, de modo a procurar o objetivo de vida da nossas alma. O sistema Usui de Reiki é um sistema iluminado, que permite o auto-equilíbrio e o equilíbrio energético do próximo. Foi desenvolvido para o ligar e sincronizar com a Fonte Universal do Amor, Luz e Harmonia. Raiva, preocupação, rudeza e outros comportamentos e sentimentos baseados no ego, tornam difícil esta ligação. Tornam também a pessoa adormecida e inconsciente do grande objetivo espiritual da alma.

Os princípios eram ditos de manhã e à noite. Eram também ditos antes das meditações. Pensar nos princípios ao longo do dia, também ajuda. Quando estes pequenos e simples princípios são integrados no pensamento, passa-se a tomar consciência da sua presença quando se irrita, preocupa ou é antipático para com os outros. Deste modo, aprende a ver porque reage de determinadas formas, e assim tomar consciência do seu processo de cura. Verifica que ao fazer isto, se encontrará cada vez mais em sintonia e harmonia com a fonte Universal do Amor, Luz e Harmonia.

1 – SÓ POR HOJE, NÃO SE PREOCUPE:
Preocupar-se é esquecer que há um propósito divino universal em tudo o que acontece. A preocupação com o passado é inútil, pois cada pessoa faz o melhor que pode em cada situação da vida, conforme o conhecimento ou sabedoria que tem em determinado momento quando lamentamos um ato passado, devemos perceber que reagimos de acordo com os recursos que possuímos, então, devemos meditar sobre este ato, tirar daí uma lição, e sermos gratos por ela. Quanto ao futuro, também não vale a pena nos preocuparmos com ele, pois o criamos agora. Se cultivarmos a bondade, o amor incondicional, a benevolência, o pensamento positivo, então o nosso futuro será repleto de amor e ainda que aconteça algo que consideramos negativo, trata-se de mais uma lição a ser aprendida.

2 – SÓ POR HOJE, NÃO SE IRRITE:
A raiva é uma emoção desnecessária. Quando uma pessoa se irrita, perde seu centro, seu sincronismo com o universo e com seu propósito de vida. Quando damos o melhor de nós e nos irritamos, porque consideramos que alguém não agiu de acordo com nossas expectativas necessidades e desejos. Tendemos a esquecer que essas pessoas foram atraídas para o nosso ambiente e que espelham a nós mesmos. Na verdade, toda a situação é um reflexo de causa e efeito criado pela própria pessoa. Essa atração pode servir para estimular nossos pontos fracos, que são a causa da raiva. Assim, quando uma pessoa incita outra a se irritar, a segunda deve controlar a emoção, dar conta consciente das suas reações e dominar as suas emoções. A raiva é uma energia que desarmoniza e cria doenças no corpo. É de grande sabedoria e altamente benéfico aprender a transformar esta energia lidando construtivamente com ela.

3 – SÓ POR HOJE, SEJA GRATO ÀS BÊNÇÃOS QUE RECEBE:

Quando estamos na atitude de gratidão, nos sentimos abençoados pelo que recebemos, e também por aquilo que confiamos que constantemente será provido pela natureza, consequentemente começamos a atrair magneticamente a abundância. Quando nos focamos no que não temos, a falta continuará; por outro lado, se mantivermos conscientes da abundância ao nosso redor e nos sentirmos gratos por ela, a abundância se manifestará.

4 – HOJE E SEMPRE, GANHA TEU PÃO DIÁRIO HONESTAMENTE:

De extrema importância para um fluxo de vida harmonioso, é a honestidade da pessoa em lidar com ela própria. Esta postura leva a pessoa a enfrentar a verdade em todas as coisas e consequentemente tenderá a projetar honestidade sobre os que a circundam. Ao invés de viver uma vida carregada de ilusão, rejeitando a realidade se uma pessoa viver na verdade, se for honesta consigo, descobre um bem estar interior tão agradável que será difícil não querer voltar a senti-la. Descobre que através da honestidade a sua qualidade de vida é potencializada. Assim, se a pessoa trabalha honestamente, está sendo verdadeira para com o se Eu Superior. Esta verdade é reforçada por um aumento de amor próprio que vai consequentemente irradiar harmonia em sua vida.

5 – HOJE E SEMPRE, MOSTRE GRATIDÃO PARA COM TODOS OS SERES VIVOS:

Graças aos estudos da Física, sabemos agora, que originalmente, somos todos provenientes da mesma Fonte. Estamos também descobrindo que, para sobreviver, teremos de eliminar a nossa tendência egocêntrica de querer controlar a natureza e aprender a mostrar amor e respeito para com todas as formas de vida. A Física nos mostrou também que não há matéria sólida, apenas níveis diferentes de vibração que vibram em diferentes frequências de energia, e que, contudo são todos interconectados porque não existem barreiras sólidas entre ele. Assim, quando aceitamos todos os aspectos de nós mesmos, afetamos todos os outros. Da mesma forma, quando aceitamos os outros, sentimos o reflexo em nós próprios. Cada pessoa, animal, planta e mineral está incluído no todo. Mostrar amor e respeito por todos os outros seres é amar e respeitar a nós mesmos.”

Só por hoje tentarei viver somente este dia e não tentarei solucionar  todos os meus problemas de uma vez. Posso fazer alguma coisa por doze horas que me assustaria se eu achasse que tivesse que continuar a fazê-la pelo resto da vida. 
Só por hoje serei feliz. Parece ser verdade o que disse Abraham Lincoln: “A maioria das pessoas é tão feliz quanto tenha decidido ser”.
Só por hoje me ajustarei à realidade, e não tentarei ajustar tudo à minha própria vontade. Aceitarei o que o destino me reservar, e me adaptarei a ele. 
Só por hoje tentarei fortalecer  minha mente. Estudarei e aprenderei alguma coisa útil. Não serei um ocioso mental. Lerei alguma coisa que requeira esforço, raciocínio e concentração.
Só por hoje exercitarei minha alma de três maneiras: praticarei uma boa ação para alguma pessoa, sem que ela fique sabendo; se alguém ficar sabendo, não será válido.
Farei pelo menos duas coisas  que não quero fazer só para me exercitar. Não demonstrarei a ninguém  que meus sentimentos estão feridos; eles podem estar feridos, mas hoje não o demonstrarei.
 Só por hoje serei agradável. Terei a melhor aparência possível, me vestirei bem,
manterei minha voz baixa, serei cortês, não criticarei ninguém.  Não encontrarei defeitos em nada, nem tentarei melhorar ou controlar ninguém, a não ser eu mesmo. 
Só por hoje terei um programa. Talvez não o siga exatamente, mas o terei. Evitarei dois aborrecimentos:  a pressa e a indecisão.
Só por hoje passarei meia hora tranquilo,  completamente só, relaxando. Durante essa meia hora,  em algum momento, tentarei ter uma melhor perspectiva  da minha vida.
Só por hoje não terei medo. Principalmente não terei medo  de desfrutar do que é belo.  Não terei medo de acreditar que na mesma medida que dou para a vida, a vida dará a mim.

CALIGRAFIA DA PALAVRA REIKI…

No início a caligrafia Reiki era um sistema de meditação usado pelos Lamas Tibetanos. Grandes caligrafias eram desenhadas e penduradas nas paredes e o seu centro era focalizado com os mantras para a iluminação dos homens santos, nos mosteiros tibetanos.

Os participantes sentavam-se num tamborete de madeira, com quatro pés, no centro de um vaso oval, de terra, cuja forma representava o Akasa (ovo etérico); o vaso era cheio com três polegadas de água e o tamborete ficava no centro. O tamborete era de madeira e em cada uma das quatro pernas havia um embutido até cima em prata pura, formando um canal que ligava a um embutido no assento também em prata. Uma das paredes do Templo era de cobre, tão polido que brilhava tanto quanto se possa imaginar. Da parte de trás do iniciado, havia uma parede angulosa contendo a oração de Lama e as caligrafias dos símbolos Reiki. Os símbolos eram refletidos pela parede de cobre e o iniciado meditava neles sentado no tamborete, no centro do vaso cheio de água. O objetivo era implantar esses símbolos profundamente no subconsciente da mente através da concentração, aumentando a percepção e elevando o estado de consciência enquanto ocorria a purificação do corpo/mente/espírito. Dado que esta era uma ciência muito esotérica, era transmitida oralmente e acabou por se perder. Então em meados do século passado, o Sensei Mikao Usui  redescobriu, nos antigos textos sânscritos, os símbolos usados como catalisadores desta técnica de meditação.

No início as caligrafias Reiki eram apenas usadas para auto desenvolvimento em meditação e purificação espiritual. Mas com o passar do tempo (o Dr. Usui fez a sua redescoberta em meados do século 19), o sistema já tinha sofrido alterações. Os ideogramas podem ter vários significados. Por exemplo:

  • Chuva maravilhosa de energia vital.
  • Chuva maravilhosa que dá vida.
  • A ideia de que algo que vem do cosmo e seu encontro com a terra produzem o milagre da vida.
  • A comunhão de uma energia superior com a terrena, porém que se pertencem mutuamente.
  • Uma energia maravilhosa que está acima das demais e, além disso, está em você e você pertence a ela. Fonte

Saudações Reikianas!
Sublimes abraços!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s