Porque a Geobiologia ajuda na saúde…

Geobiologia

GEOBIOLOGIA…
É a ciência que trata da interação do homem com o meio que o rodeia, o termo, embora recente, descreve uma das mais antigas práticas de radiestesia que se tem notícia, de fato, quando algum membro da tribo, empunhando apenas uma forquilha saía procurando veios de água e locais de perturbação energética ele praticava o que se chama hoje de Geobiologia, os romanos, que antes de construírem uma cidade deixavam animais pastando por um ano em um local para observarem os efeitos do meio sobre os mesmos se utilizavam dos rudimentos desta arte.
 
Todos, ao menos uma vez em suas vidas já estiveram presentes em locais em que o ambiente é opressivo e de onde se quer sair o mais rápido possível, as pessoas da casa são a gentileza encarnadas e tudo fazem para agradar, mas conforme corre o relógio sentimo-nos extenuados, nossas forças fogem, quantas pessoas atualmente vivem este drama em suas próprias casas!
A radiestesia  possui ampla gama de conhecimentos  e uma técnica apurada para descobrir em um dado terreno os fatores físicos,  energéticos e psíquicos  passíveis de causarem perturbações nos seus moradores ou funcionários.
Algumas das causas mais comuns de tais perturbações são:
  • Depósitos de água no subsolo
  • Malhas energéticas
  • Falhas geológicas
  • Grandes massas metálicas
  • Poluição elétrica
Estes são apenas alguns dos possíveis fatores que podem influenciar na energia de um local e seus habitantes, todos eles criam alterações energéticas em ambientes e nas pessoas que vivem nestes ambientes através da interação entre estas energias desequilibradas e o campo energético humano .
Estes fatores, cuja  nocividade é variável, podem acarretar ou intensificar problemas degenerativos como o câncer, desordens nervosas, fadiga excessiva, problemas cardíacos e circulatórios etc.., a lista é muito grande para colocar tudo.
Abaixo descreveremos brevemente alguns dos problemas mais comuns de ocorrerem nos locais em que habitamos:

cruzamento veio d'água com linhas hartmann

 Correntes alternadas…
Na  vertical de um veio de água  e de falhas geológicas encontram-se fortes emissões de energia, é de conhecimento popular que não deve dormir próximo a nascentes de água, dá artrite ou reumatismo segundo a “crendice popular”, utilizando-se instrumentos de radiestesia é possível detectar nestes locais alterações energéticas e o famoso VE-, (verde elétrico negativo), uma das frequências de energia mais penetrante e daninha.

Malhas energéticas

Trata-se de redes energéticas que cobrem o planeta, existem vários tipos, a mais conhecida é a rede Hartmann cujas quadrículas seguem a direção norte / sul, leste / oeste, os cruzamentos da rede Hartmann são pontos em que a intensidade energética aumenta, podendo causar problemas no local, especialmente quando ocorre de um cruzamento estar sobre um ponto que já é perturbado por algum outro fator , a rede Hartmann atuará como um amplificador deste problema.
O Dr. Hartmann, descobridor da rede que leva o seu nome realizou cerca de 150.000 testes que mediam a diferença de resistência cutânea entre pessoas que permaneciam mais de 30 minutos sobre os cruzamentos desta malha e pessoas que estavam em zonas livres, nota-se facilmente diferenças marcantes entre ambos, bastava tirar a pessoa do ponto de cruzamento para os dados serem iguais novamente.
A malha Hartmann tem cerca de 2,5m no sentido leste / oeste e 2 m no sentido norte / sul, as paredes desta malha possuem cerca de 21cm, mas podem chegar a cerca de 80cm durante determinados períodos.
Existem pesquisas sobre energias telúricas no mundo inteiro, algumas inclusive de caráter oficial, como as que foram feiras na União Soviética e outros países comunistas, pesquisas alemãs bastante profundas e significativas, temos as chamadas zonas de câncer na França, onde as prefeituras procuram evitar qualquer construção.
Décadas de pesquisas servem para comprovar as teorias da Geobiologia, desde pesquisas independentes até outras de caráter oficial e sob rigoroso controle científico, pesquisas efetuadas com ratos em laboratório comprovam que quando suas gaiolas são colocadas parte sobre zona agredida e desequilibrada e parte sã, eles tendem a procurar a zona boa, quando a gaiola era colocada inteiramente sobre zonas afetadas o comportamento dos animais tornava-se mais agressivo e a reprodução mais acelerada, outra pesquisa efetuada em laboratório mostra o impacto das zonas teluricamente alteradas sobre o sistema endócrino e como elas são afetadas pelas energias deletérias, são apenas dois exemplos entre os vários que poderíamos citar.
Segundo estas pesquisas pessoas submetidas a zonas tidas como geo-patogênicas tem seus batimentos cardíacos alterados, a resistividade da pele às correntes elétricas se modifica.
Constataram ainda que doenças como o câncer, muitas vezes estão associadas a correntes de energia telúrica que incidem sobre o dormitório do doente.
Quando se habita em uma zona perturbada muitos fatores entrarão em jogo, devemos ter em mente que as pessoas possuem diferentes níveis de resistência a qualquer agente agressor, o mesmo se dá neste assunto, fatores como estado de saúde anterior, alimentação, permanência em outros locais equilibrados ou desequilibrados irão influenciar no maior ou menor impacto sobre os moradores, no entanto, quando tratamos de zonas muito perturbadas podemos dizer que é uma questão de tempo até que a pessoa manifeste alguns sinais de debilidade.
Alguns sintomas associados à ocorrência de Energia nocivas são:
  • Cansaço excessivo e sem causa aparente, mesmo após acordar
  • Stress
  • Qualquer tipo de doença degenerativa
  • Toda e qualquer doença cuja causa é desconhecida e que não responde a nenhum tratamento.
  • Reumatismos e artrites
Temos também outros problemas não diretamente ligados a doença que podem ser indicativos de incidência telúrica, tais como:
  • Falta de concentração
  • Baixo rendimento escolar
  • Depressões
O melhor meio de saber se existe alguma anomalia energética no local entretanto é através da avaliação sistemática por um profissional do ramo, este, profundo conhecedor dos vários fatores que influenciam a energia dos ambientes associada a sua sensibilidade pessoal estará apto a dirimir qualquer dúvida existente.
Fonte: Sérgio Nogueira

Como anda a saúde da sua casa ?

 O ambiente onde você vive pode ser responsável pela prosperidade ou infortúnio de seus moradores, por isso devemos nos preocupar, e muito, com a escolha do local antes de pensar em comprá-lo. 

Chame um radiestesista, ou aprenda você mesmo essa ciência a fim de proteger a saúde de sua família e a sua, pois o local pode contribuir para sua felicidade, ou doenças e desavenças constantes.

Um radiestesista é responsável por detectar as casas nocivas, ensinar como neutralizá-las e conscientizar sempre sobre a importância desta avaliação e os efeitos cientificamente comprovados pela não observação deste procedimento.

O conforto de uma casa, a beleza, as dimensões, a iluminação, a quantidade de ruído da rua, a localização, a ventilação tudo isso é muito fácil de ser observado, e também muito fácil de encantar o possível comprador. Mas, atenção! Esta casa pode ser perigosa para você e sua família, pode causar-lhe infortúnios e doenças.

Uma casa condiciona tanto a saúde como a felicidade e estado mental de quem nela vive.

Quantos casos já ouvimos falar de pessoas, que após mudarem de casa, sentiram sua vida se afundar dia a dia. Porém, o que de fato acontece é que as pessoas só percebem a utilidade de decifrar tais influências nocivas quando se tornam vítimas delas.

Conheço muitas histórias ao longo destes 22 anos de estudo de radiestesia de pessoas que passaram a vida toda com uma saúde precária e acabaram morrendo cedo, porque ignoravam que suas casas estavam sobre uma falha geológica ou eram atravessadas por uma corrente telúrica. O mais importante neste caso é tomarmos consciência da importância que tudo isso tem sobre a nossa saúde e buscar ajuda o quanto antes, pois na grande maioria dos casos a cura é simples.

O papel de um radiestesista nunca é o de tentar convencer alguém de que existem locais realmente nocivos, mesmo porque o cético ou o que não se informa, irá encontrar muitas explicações para o que vem lhe acontecendo, apesar de estarmos baseados em uma ciência que possui comprovações científicas.

Um longo percurso de estudo e comprovação e o fato de sempre estar em contato com todas aquelas pessoas que se preocupam com a possibilidade de arriscar sua saúde e a sua felicidade, fez com que eu me sentisse realizada com a solução de tantos casos.

A informação sempre é o melhor caminho e nunca ocupa espaço, portanto, venho divulgar a todos as causas que podem provocar mal-estar e a doença aos ocupantes de uma residência:

  1. alicerce: casa edificada sobre um terreno impermeável, sobre uma corrente de água subterrânea ou uma jazida natural, uma falha geológica ou uma cavidade fechada, num local vulnerável a infiltrações elétricas;
  2. ondas de formas: emitidas por objetos ou pelo próprio desenho da construção;
  3. ionização do ar, por diversas razões;
  4. tipos de materiais utilizados na construção;
  5. a memória das paredes, ou os maus hábitos do passado que envenenam a atmosfera do presente.

De acordo com o código genético, cada pessoa vem ao mundo com certa predisposição a algum tipo de doença. Esta predisposição pode permanecer inativa se o ser envolvido, viver num ambiente saudável, mas ao contrário, irá literalmente se consumir pela doença se não conseguir reagir às agressões de certos ambientes.

Determinadas casas exercem uma influência tão nociva sobre a saúde, que o câncer pode ser apontado como o resultado de tais agressões.

A escolha do terreno é o passo inicial para evitar tudo isso, pois o câncer é definido pela maioria dos radiestesistas como uma reação do organismo contra uma modificação de seu equilíbrio vibratório.

Como sabemos, os terrenos devem ser pouco condutores, ou seja, devem ter em sua composição, principalmente, areia, calcáreo, gesso, rochas cristalinas e cascalho em maior quantidade. Os terrenos com alta condutividade têm em sua composição a presença em maioria de argila plástica, pirita de ferro, solos carboníferos e alguns minerais de ferro. Conclui-se para tanto que uma análise de solo também é muito importante antes da compra, pois ele sendo bom condutor, qualquer presença de onda nociva o tornará inviável para habitação.

Em geral, todos os transtornos funcionais do organismo ou as lesões orgânicas de pessoas que ficam sobre esse efeito de ondas nocivas são constatados pelos médicos, porém, não se encontra a origem de suas causas.

Muitas pessoas sem suspeitar de suas casas, de manhã, acordam cansadas, sem resistência, e só melhoram quando saem de casa. Uma jornada de trabalho por mais dura que seja os restabelece; existem situações, porém, que as energias nocivas estão também no local de trabalho. Neste caso, pode ocorrer neurastenia, leucemia, depressão entre outros sintomas. Esta baixa energia acumulada pode causar uma fadiga generalizada, além de em longo prazo, levar a doenças sem cura.

O câncer não provém de uma bactéria, nem de um vírus, mas de um desequilíbrio das células devido a uma vibração diferente que está no ambiente. As ondas captadas pelas células podem ser benignas, proporcionando vitalidade e, se nocivas, como no caso de ondas telúricas, que têm energias maléficas que estão no solo, podem ocasionar um verdadeiro transtorno nas glândulas e tecidos, o que resulta numa revolução interna das células, sendo este o princípio da evolução do câncer.

Temos que viver em pleno equilíbrio entre as energias que vem do cosmo, chamadas de energias cósmicas e as que vêm do centro da terra, chamadas de telúricas.

O estado de doença provém de um desequilíbrio vibratório que os radiestesistas chamam de ruptura de forças compensadas.

Existe um efeito interessante na natureza que é o seguinte: as duas horas que precedem o nascer do sol, ou seja, entre duas e quatro da madrugada, no verão, e entre três e cinco, no inverno, são as mais perigosas para os doentes e as que mais afetam quem tem insônia. Está demonstrado cientificamente que o campo elétrico terrestre horizontal inverte sua polaridade nestas duas horas que precedem o nascer do sol, logo ao se converter em positivo ele aumenta a intensidade das ondas nocivas.

As ondas nocivas que tanto enfatizamos na radiestesia podem ser medidas utilizando-se determinados aparelhos de Física. Sendo assim, fica difícil negar a sua existência.

A radiônica é a parte da radiestesia que estuda as formas de cura para as energias nocivas, principalmente, através da utilização de gráficos. Existe um em especial que tem a função e bloquear energias de solo, que chama-se Gráfico de Luxor, porém, ele deve ser sempre aplicado através da orientação de um radiestesista.

Existem também anéis com o Desenho de Luxor; estes anéis atuam como protetores, para auxílio na cura e também ajudam a desenvolver a intuição. O anel protege contra os perigos e imuniza contra influências nocivas. Quando o utilizamos para cura, podemos afirmar que ele ajuda a restabelecer as funções comprometidas e reduzir dores.

Vamos falar agora um pouco da energia das paredes. As energias ficam impregnadas nas paredes, sejam elas boas ou ruins o que acaba causando um ambiente vibratório positivo ou negativo. Por isso, cuidado ao mudar-se para um local sem eliminar as energias remanescentes do mesmo. As paredes possuem uma propriedade particular, uma vez carregadas, elas jamais se esgotam, a menos que sejam desimpregnadas.

Uma das mais importantes coisas que deve ficar em nossa mente é compreender que não há nada mais perigoso para os seres humanos como a casa, e nada tão determinante para o equilíbrio das pessoas, pois é ali que passamos uma boa parte de nosso tempo, principalmente, quando nossa energia está baixa e suscetível, por exemplo, quando dormimos.   

>Maria Isabel Carapinha 

Geobiologia no quarto de dormir

É incrível a quantidade de pessoas que não dorme bem hoje em dia. E um sono de qualidade é o maior segredo de uma vida saudável, feliz, cheia de energia e vitalidade. Afinal, ter um sono bom é sinônimo de uma vida ótima. Inúmeras coisas entram em jogo quando falamos de qualidade do sono, como alimentação, preocupações diárias e fases da vida. Mas, sem sombra de dúvidas, um dos maiores aliados da qualidade do sono é o nosso quarto de dormir.

Nosso quarto é o ninho através do qual restauramos nossas energias e revitalizamos o corpo durante a noite. É no quarto que consertamos os danos feitos ao corpo durante o dia e nos preparamos para uma vida melhor no dia seguinte. É fundamental, então, que preparemos este lugar com o maior carinho e cuidado.

Confira abaixo cinco dicas da Geobiologia que poderão ajudar seu quarto a ser um templo de regeneração de seu corpo, emoções, mente e espírito.

1 – DIMINUA A LUMINOSIDADE:

A presença de muita luz pode diminuir nossa capacidade de produção de melatonina, um hormônio fundamental para a regulação das glândulas do organismo, do sistema imunológico e dos ciclos internos do corpo, como dia e noite.

Se houver muita luz da rua entrando em seu quarto, coloque uma persiana ou cortina do tipo “blackout” em sua janela, que deixa o lugar mais escuro. Outra alternativa é cobrir as pequenas lâmpadas de modo espera, presentes em aparelhos eletrônicos, como TV e computador, caso você os tenha em seu quarto. Isso pode ser feito com fita adesiva, fita crepe ou um pedaço de fita isolante.

Antes de dormir, mantenha luzes calmas e tranquilas, usando lâmpadas comuns de 40 ou 60 watts, pois elas ajudam a preparar seu corpo para uma boa noite de sono.

2 – TIRE OS ELETRÔNICOS DO SEU QUARTO:

E por falar em aparelhos, a segunda dica é: livre seu quarto deles! Se você quer ter um sono realmente reparador, experimente retirar de seu quarto a televisão, o computador, o aparelho de som e dvd, o computador ou quaisquer outros aparelhos eletrônicos. O excesso de campos magnéticos (conhecidos como poluição eletromagnética) no local onde você dorme pode ser responsável por alterações nas fases do sono, inquietação e insônia.

Um estudo recente feito pelo Centro de Investigação em Pediatria (Ciped), da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp, mostrou que a qualidade de vida e do sono diminui para aqueles que ficam vidrados no computador até tarde.

Se não puder tirar os aparelhos do quarto, temos que retirá-los da tomada, pelo menos. Quando estão conectados, o campo elétrico dos aparelhos continua operando e atrapalhando nosso sono.

3 – ABRA AS JANELAS:

Durante o dia, deixe o ar circular no seu quarto. A renovação do ar, além de eliminar toxinas e germes, ainda ajuda a transmutar a energia do seu quarto, deixando-o sempre pronto para o seu descanso.

4 – VERIFIQUE A QUALIDADE DE SEU COLCHÃO:

Se você já não troca o seu colchão há mais de cinco anos, vale a pena checar se ele não está deformado. Se possível, evite os colchões de mola, pois eles atraem mais campos elétricos para a cama.

Além disso, as molas são feitas em formato espiral, que estimula a circulação da energia vital. No entanto, como o quarto é um local de descanso, o ideal é que esta energia fique mais quieta e calma, nos ajudando a restaurar o corpo ao invés de estimulá-lo em consequência da movimentação da energia provocada pelas molas.

5 – CUIDE BEM DE SEU QUARTO:

Por fim, mas não menos importante, trate seu quarto como um templo de regeneração de seu corpo, emoções, mente e espírito.

Procure não levar assuntos do dia-a-dia para dentro deste local, como preocupações, contas a pagar, discussões ou brigas. Trate dessas questões na sala ou em outras áreas da casa, para que seu corpo sempre associe o quarto com o local de verdadeiro descanso, de ampla regeneração e saúde e de prazeres inigualáveis.

Efeitos na saúde…

A explicação não é tão misteriosa assim. Em 1982, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reconheceu o termo Síndrome do Edifício Enfermo para prédios em que cerca de 20% dos ocupantes apresentam sintomas como fadiga, dor de cabeça, tosse seca, coriza e ardor nos olhos – sinais que desaparecem quando as pessoas se afastam do local e dos poluentes químicos, físicos e microbiológicos resultantes da má conservação dos filtros do ar-condicionado, do acúmulo de substâncias tóxicas e dos ácaros dali. Na concepção da geobiologia, essa definição só é um pouco mais abrangente e analisa também as energias sutis do terreno antes de dar um veredito sobre quão saudável é uma casa ou edifício erguido sobre ele. “Há estudos científicos provando que torres de transmissão celular provocam alterações fisiológicas. Outras pesquisas, mais empíricas, indicam que as fissuras e os veios d’água subterrâneos causam perturbações que levam ao estresse. Dependendo da intensidade, a saúde pode ficar bastante comprometida”

Sobre Patologias…

As patologias mais comuns encontradas em um espaço são as interferências telúricas como as linhas magnéticas e seus cruzamentos, veios de água subterrâneos, falhas geológicas e ondas de celular, bem como o excesso de campos eletromagnéticos, mobiliários dispostos de maneira incorreta em um espaço, a falta de iluminação e ventilação adequadas e escolha incorreta de materiais construtivos e decorativos.

Segue abaixo uma breve explicação sobre algumas dessas interferências.

LINHAS CURRY, HARTMAN E PEYRÉ…

Existem linhas magnéticas que formam uma rede cobrindo toda a superfície da terra.

A existência dessas linhas já era conhecida por povos da Antiguidade como chineses, celtas, egípcios, astecas, incas, maias. Porém, foi no início do séc XX que alguns pesquisadores, entre eles os mais conhecidos: Dr Ernest Hartman, Dr Peyré e Dr Curry desenvolveram experimentos a fim de comprovarem a existência dessas redes. Existem mais de 60 variedades dessas redes, algumas no sentido N-S e L-O (Hartman e Peyre) NE-SO e NO- SE (Curry), algumas ocorrem à 45º destas e outras não possuem sentido definido.

A diferença de potencial existente entre as camadas mais altas da atmosfera e a troposfera (camada que circula a Terra no nível do solo) faz com que essas linhas constituam paredes imensas com centenas de metros de altura. Fazem parte da fisiologia do planeta, e não apresentam qualquer risco. Porém, estas ondas, quando se cruzam, podem alterar o comportamento de tecidos e órgãos, modificando a química celular e o processo hormonal.

PONTO ESTRELA…

O cruzamento de duas ou mais redes diferentes (ex: uma Hartman e uma Peyre), provocam um fenômeno conhecido como ponto estrela. Estes pontos possuem energia muito forte, podendo causar dano fisiológico e metabólico àqueles que ficam expostos a eles por horas.

Não é interessante ter um ponto estrela sobre um local de trabalho ou interceptando sua cama, porém, se colocarmos sobre ele uma pedra de harmonização, ela vai emanar suas qualidades em um raio de até 3 metros deste ponto. É um bom local para se meditar por um período curto, e para se “recarregar” de energia quando se está cansado.

Águas Subterrâneas…

A água, assim como todos os elementos da natureza, pode ser boa ou ruim dependendo da maneira como a utilizamos.

Quando dormimos ou trabalhamos sobre uma água subterrânea por 8 horas, durante anos, ocorre uma interferência em nosso sistema imunológico, podendo acelerar reações metabólicas e gerar sérios problemas de saúde como envelhecimento precoce, dores de coluna, e até mesmo tumores e câncer.

É possível, no entanto, alterar o fluxo desta água, sedá-la, ou usar o seu fluxo de forma a beneficiar os moradores e frequentadores do espaço.

FALHAS GEOLÓGICAS…

São fendas no terreno produzidas pelo encontro de duas massas diferentes de solo. Estas fendas muitas vezes são um curso natural para a água.

Quando existe água em uma falha geológica, somam-se as duas energias (da falha e da água), aumentando a alteração que provocam na superfície e consequentemente, a nocividade.

Da mesma forma que a água subterrânea, as falhas geológicas (secas ou úmidas) alteram nosso sistema imunológico causando principalmente problemas respiratórios, incômodos nos olhos, nariz e garganta.

CAMPO ELETROMAGNÉTICO…

No dia a dia estamos expostos a diferentes campos eletromagnéticos tais como computador, telefone, wi-fi, celular, microondas, rádio relógio, TV, entre muitos outros.

Cada um destes aparelhos emite uma onda diferente em termos de velocidade, frequência e tipo de onda.

Estas várias ondas eletromagnéticas em contato com nosso campo energético, fisiológico e metabólico, geram em nosso corpo stress, cansaço, irritabilidade, dores de cabeça, insônia, podendo até mesmo gerar doenças crônicas.

TORRES DE CELULAR…

Se estiver localizada à um raio menor ou igual à 3 metros, ela vai irradiar ondas muito altas, que causam danos à saúde de quem recebe essa energia o dia todo, causando stress, desconfortos, e muitas vezes até doenças.

ENTORNO…

O entorno do local a ser analisado é de extrema importância no trabalho da Geobiologia. A proximidade de torres de celular, fábricas químicas, cemitérios, hospitais,  fontes ou poços, radar de aeroportos, podem influenciar no bem estar das pessoas que residem ao lado destas vizinhanças.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s