Colapso Ambiental e na Ordem Social…

A exploração insustentável de recursos naturais e o aumento da desigualdade na distribuição de renda seriam as principais causas.

O estudo, conduzido pelo Centro Nacional de Síntese Sócio-Ambiental, um órgão parceiro da Fundação Nacional de Ciências Norte-Americana, destacou que testemunhamos vários exemplos civilizações com níveis de desenvolvimento complexos entrarem em colapso ao longo da história. “A queda do Império Romano (…), bem como de vários Impérios Mesopotâmicos avançados, confirmam o fato de que civilizações sofisticadas, complexas e criativas podem também ser frágeis e impermanentes”, diz a pesquisa.

Superpopulação, clima, água, agricultura e energia são, de acordo com o estudo, os fatores mais importantes relacionados a um possível declínio da humanidade e que podem, inclusive, ajudar a avaliar o risco desse colapso. A desigualdade social também contribui para o colapso, dizem os cientistas responsáveis pela pesquisa, porque hoje em dia, altos níveis de desigualdade social estão ligados a um consumo excessivo de recursos.

A conclusão do relatório é que, em uma situação que reflita a realidade do mundo hoje, (…), “achamos que será difícil evitar um colapso”. Os cenários possíveis preveem um alto consumo de recursos por parte das elites, o que acaba privando as outras classes sociais desses recursos – e como são as classes sociais abaixo da elite as responsáveis por produzir a riqueza consumida pela elite, sem ela, toda a sociedade entraria em declínio.

Cientistas prevêem extinção da humanidade até 2040 (Parte 1/2)

Cientistas prevêem extinção da humanidade até 2040 (Parte 2/2)

Será que a tecnologia pode nos salvar?

Apesar de a tecnologia ter o potencial economizar recursos naturais ao aumentar sua eficiência, ela também aumenta a velocidade com que esses recursos são extraídos e o consumo de recursos per capita. Ou seja: no fim das contas, o aumento da eficiência dos recursos extraídos acaba ficando no zero a zero, já que a gente consome mais por ter mais acesso aos produtos industrializados que são resultados dos recursos.

As soluções apontadas pelo estudo são a redução da desigualdade econômica, pra garantir uma distribuição de recursos mais justa, e a diminuição drástica do consumo de recursos e também do crescimento populacional.

O relatório não prevê a situação para datas específicas mas fala em ‘próximas décadas’. Outros estudos que analisam a insustentabilidade do modelo tradicional de sociedade ocidental e a possibilidade de colapso falam em 15 a 20 anos, mas essa é considerada uma estimativa pessimista. Cedo ou tarde, todos esses relatórios costumam concordar que melhorar a distribuição de renda e reduzir drasticamente o consumo de recursos é a única maneira de impedir o colapso do modelo socioeconômico ocidental.

O sistema competitivo que extingui a Humanidade (Noam Chomsky)

O colapso ocorre quando há diminuição súbita de eficiência, de poder político, devido à derrocada, ao desmoronamento, à ruína econômica e social.

O colapso gravitacional é o processo de contração de uma estrela e compressão de sua massa a dimensões centenas de vezes menores que as originais, por ação de seu próprio campo gravitacional, acompanhado de intensa emissão de energia, o que se dá nos estágios finais de sua evolução, após se extinguirem suas reservas dos materiais que alimentam suas reações nucleares.

Verifique a analogia entre esse fenômeno físico e o socioeconômico e político. Isto sob a crítica dos físicos que são “patrulheiros científicos” e não permitem a “liberdade poética” da imaginação dos cientistas sociais…

“Quando escrevo sobre o desaparecimento de sistemas insustentáveis, os leitores solicitam-me, frequentemente, para descrever o colapso que vejo como inevitável. Esta é uma tarefa difícil, uma vez que existem tantos tipos de colapso como existem sistemas: os frágeis podem desmoronar de repente, e os resilientes pode decair por anos ou mesmo décadas antes de finalmente implodir ou entrar em definhamento irreversível.

Outra maneira de descrever colapso é: sistemas complexos tornam-se muito menos complexos. 

Certas características da vida moderna podem entrar em colapso sem afetar muito a vida cotidiana, por exemplo, os mercados de derivativos poderia parar de trabalhar e o impacto seria enorme sobre aqueles que levam adiante jogos especulativos financeiros (e para aqueles que confiaram seu dinheiro para esses jogadores), mas as consequências seriam extremamente concentrada na classe de jogador-especulador. Apesar da habitual choramingamento de que as perdas financeiras da casta de comerciantes-financistas destruirão toda a civilização, as rupturas e perdas seriam muito dispersas entre investidores, não afetando economia como um todo.

Não há nenhuma boa solução para as múltiplas crises que surgem quando os sistemas complexos entram em colapso. O pequeno círculo de elites financeiras e políticas, que se beneficiaram antes, permanece praticamente intocado pela crise. Quando o status quo é rígido e inflexível, aumentam as chances de súbito colapso: ele se encaixará à força.

O processo de colapso é, portanto, fortemente dependente da forma como as elites financeiras e políticas respondem ao declínio de recursos e de crédito. Se elas conseguirem conduzir habilmente a contração, e absorverem a sua parte das perdas inevitáveis, então o re-set (reinício), provavelmente, será bem-sucedido e a dor será de curta duração.

Se, contudo, as elites dominantes se agarrarem a cada pedaço de seu poder e riqueza, começando desde logo a luta pelos despojos, enquanto forçam as classes de renda e riqueza inferiores a absorverem todas as perdas do re-set, então, a fragilidade do sistema complexo aumenta. Esta elevação será em proporção direta com o extremismo político perseguido por interesses escusos, focados em proteger os seus privilégios, independentemente do custo.

O custo final de proteger os privilégios de uns poucos à custa de muitos é a dissolução da ordem social que permitiu que o governo de poucos privilegiados.

 

colapso

Nós cientistas estamos assustados: Estamos indo direto para o matadouro!

Outros colapsos – nos alimentos ou na distribuição de energia, comunicações digitais, etc. – teriam impactos imediatos muito mais severos na vida diária.

Às vezes, até mesmo os governos podem ser forçados além de seu ponto de ruptura. Um bom exemplo é o caos que se seguiu em Nova Orleans na ausência de ação do governo local ou de uma resposta federal eficaz oportuna no rescaldo do furacão Katrina. Em tempos difíceis como esse, as pessoas são obrigadas a cuidar de si mesmas e de suas famílias por qualquer meio necessário. As dicas a seguir vão ajudar você e seus entes queridos a sobreviver a um colapso da ordem social até o momento em que a ajuda possa chegar, ou, se não aparecer ajuda, prepará-lo para a meta de longo prazo de reconstrução da sociedade no rescaldo.

 

28780018211561

Carta do ano 2070 – Advertência à Humanidade – Preservação da Água | Meio Ambiente

Como sobreviver ao colapso social:

Passos….

  1. Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 1Mantenha a calma em todos os momentos. Pode haver muita gente assustada e desesperada vagando no rescaldo de um colapso da ordem social. Esse é o maior perigo de todos. Não ceda ao pânico, pois ele prejudica o pensamento racional e contribui para o caos global.Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 2
  2. Certifique-se de que a ordem social realmente tenha sido rompida, em vez de confundida com alguma perturbação local como um motim, revolta ou greve.
    • Se você tem acesso aos meios de comunicação, verifique as estações de notícias de rádio e televisão locais, ou disque para um posto de emergência. Se os sistemas de comunicação ainda estiverem funcionais, o governo deverá estar transmitindo informações de emergência e alertando seus cidadãos do perigo.
    • Lembre-se: um colapso social não é causado por um desastre específico, mas origina das ações das pessoas individuais.
  3. Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 3
    Analise o seu entorno em geral.
    • Pergunte a si mesmo: A quais recursos eu tenho acesso? Do que preciso? Aonde posso ir para obter o que eu preciso? Do que eu não preciso? Uma lista clara do que é essencial é vital para fazer um plano de sobrevivência sólido.
  4. Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 4
    Considere armazenar duas semanas a três meses de estoque de itens que vão facilitar a sua vida durante um período de colapso social. Se você estiver estocando suprimentos, é melhor que não fale isso publicamente. Você não quer que todo mundo transforme a sua casa em uma nova mercearia local.

    • Ter roupas quentes é essencial se você vive em um clima frio. Eletricidade e gás natural podem ficar indisponíveis por semanas. Tenha bons casacos, cobertores quentes, sacos de dormir, botas de inverno, luvas, chapéus etc.
      Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 4Bullet1

    • Água: Se você conseguir manter-se aquecido, o seu próximo item essencial será água potável. A pressão da água pode falhar por um número de razões. Naturalmente, o seu aquecedor de água é uma fonte de água potável, mas pode ser preenchido com sedimentos. Considere estocar água em recipientes grandes de comida, no caso de uma emergência. Recipientes de 20 L podem ser movidos, se necessário, já barris de 200 L são bons, mas impossíveis de mover em uma emergência. Guarde aproximadamente 4 L de água por pessoa diariamente. Uma família de quatro pessoas precisará de pelo menos 450 L para sobreviver trinta dias.
      Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 4Bullet2
    • Saneamento: Você está aquecido e tem muito o que beber. O próximo item essencial é manter-se limpo, ou a doença vai se tornar rapidamente devastadora. Se não houver pressão da água, você pode dar a descarga despejando aproximadamente 3,5 L de água no vaso após o uso. Tente usar água velha da lavadora de louça ou água do banho. Não desperdice sua água potável. Se não houver nenhuma água ou esgoto funcionando, estabeleça uma latrina ou um balde de resíduos longe das áreas de dormir, de alimentação e de convivência. Use um pouco da água potável para lavar as mãos. Vale a pena para se manter saudável.
      Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 4Bullet3
    • Defesa: Muitas vezes, em um colapso social, algumas pessoas podem ficar muito perigosas e violentas devido à falta de aplicação da lei. É preciso defender os recursos disponíveis de roubo. Durante os distúrbios de 1992 em Los Angeles, os empresários coreanos foram capazes de defender seus negócios com armas de fogo, para que não fossem saqueados e queimados pelos manifestantes. Possuir uma arma e munição suficiente pode ser crucial para a sobrevivência. Além disso, é preciso saber como manter e usar a arma em caso de surgir uma situação. Apenas certifique-se de que a arma seja legal e, se for o caso, registrada.
      Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 4Bullet4
  5. Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 5Consolide suas redes de apoio imediatas: amigos, colegas próximos, familiares e vizinhos.

    • Nenhum homem é uma ilha. É crucial permanecer conectado a uma comunidade se quisermos sobreviver a um colapso do governo. Certifique-se de que seus entes queridos estejam seguros mantendo-os por perto.
  6. Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 6
    Aventure-se para adquirir seus suprimentos necessários.

    • Esteja ciente: no rescaldo imediato de um colapso desastroso da ordem social, se você estiver em uma área urbana, provavelmente haverá muitas pessoas procurando a mesma coisa. O saque será desenfreado e generalizado, e, em meio ao caos, você pode não ser capaz de alcançar os seus centros de abastecimento ideais.
      Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 6Bullet1
    • Tenha contingências em mente: lance sua rede longe, mas localmente. Não se aventure muito longe de sua base de operações em busca de suprimentos necessários, e, se outras pessoas estiverem dispostas a lutar por isso, afaste-se. A chave é ser adaptável e sobreviver.
      Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 6Bullet2
  7. Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 7
    Após ter assegurado o seu abastecimento, será hora de consolidar as coisas de volta em casa. Isso vai pedir que você se torne um líder eficaz. Muitas vezes até mesmo um grupo bem-preparado pode se dissolver devido a tensões internas.

    • Mantenha a cabeça no lugar, tentando ser justo e imparcial ao lidar com situações difíceis ou estressantes entre as pessoas.
      Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 7Bullet1
    • Vocês todos vão estar sob um grande estresse: tente incentivar atividades de alívio de estresse, como bastante exercício, jogos de tabuleiro, quebra-cabeças, leitura e investir tempo em aprender habilidades práticas úteis.
      Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 7Bullet2
    • Delegue recursos de forma eficiente e de acordo com a necessidade. Embora alguns vão obviamente querer tratamento especial, lembre-se de ter em mente que seus recursos são limitados. Se necessário, use uma triagem.
      Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 7Bullet3
    • Dê a todos uma tarefa útil. A mente vazia é a oficina do diabo.
      Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 7Bullet4
    • Resolva as brigas antes que elas possam ocorrer. Se você sentir tensão ou ansiedade crescente entre duas pessoas, tente trazer a questão à tona antes que ela possa se transformar em um confronto potencialmente mortal.
      Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 7Bullet5
    • Se os conflitos são inevitáveis, tente primeiro negociar um compromisso. Fale com cada pessoa envolvida pessoalmente, e não tente ser um ditador. Acalme os espíritos falando em um tom firme, mas calmante. Se a situação continuar a se degenerar, arranje partes neutras amigáveis para conter os combatentes.
  8. Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 8
    Depois de ter criado a sua pequena comunidade, garantido o abastecimento de recursos e assumido a responsabilidade de sua liderança, você estará bem preparado para esperar o colapso social até que o Estado de Direito seja restaurado.
  9. Imagem intitulada Survive a Breakdown of the Social Order Step 9
    Se for algo verdadeiramente catastrófico, resultando em destruição nacional e uma regressão da civilização, você terá de tomar medidas adicionais para assegurar que sua comunidade se torne o núcleo para o renascimento da sociedade.

https://embed-ssl.ted.com/talks/jared_diamond_on_why_societies_collapse.html” target=”_blank”>Por que sociedades entram em colapso?

Reconstruindo a Sociedade…

  • O pior cenário é aquele em que toda a sociedade se rompe irremediavelmente e regride em uma nova Idade das Trevas. Nesse caso, o pequeno grupo que você reuniu não será suficiente para sobreviver sozinho: ele ainda estará dependendo de quais fontes pode explorar da área ao redor, fontes que vão diminuir nas semanas seguintes.
  • Você vai precisar tornar a sua comunidade uma microssociedade eficaz e autossuficiente em todos os aspectos, a fim de começar a reconstruir a civilização das cinzas.
  • Por isso, a sobrevivência urbana não será nem mesmo suficiente. A maioria das áreas urbanas não tem terra fértil o suficiente para suportar jardins e agricultura, que podem alimentar até mesmo uma comunidade modesta. Você terá que diversificar partindo do seu abrigo seguro para o campo.
  • Tome medidas para garantir que você mantenha o conhecimento da sociedade do passado, ou, no mínimo, preserve as sementes para um futuro Renascimento. *Invista tempo educando as gerações futuras. Preserve livros úteis, tais como aqueles em medicina, engenharia, agricultura, matemática, filosofia, literatura e ciências.
  • Resista ao impulso de conquistar competindo com tribos vizinhas. A colaboração é uma obrigação. Isso pode condenar você mesmo e futuras gerações a centenas de anos de guerra tribal endêmica. Tente todas as outras opções diplomáticas antes de decidir sobre o uso da força.
  • Tenha em mente os objetivos futuros de longo prazo. Avalie sua situação atual e tente imaginar o atual nível de atividade econômica estendido por cinquenta ou cem anos. Lembre-se: a reconstrução da antiga glória da sociedade é o seu objetivo, portanto invista em indústrias caseiras e infraestrutura, que podem posteriormente expandir.
  • Escolha uma forma eficaz e eficiente de governo para a sua cultura e suas necessidades. Não pressione imprudentemente a um único dogma ideológico. Seja flexível.

Dicas…

  • Dedique seu tempo livre a aprender habilidades úteis, como carpintaria, tiro com arco, mecânica, matemática, encanamento, engenharia, medicina ou agricultura.
  • Permaneça em comunicação com os líderes comunitários e autoridades locais.
  • Use roupas confortáveis.
  • Tenha um pouco de dinheiro em mãos, pois os caixas eletrônicos podem esvaziar rapidamente.
  • Tenha acesso a um estoque de suprimentos, como primeiros socorros, baterias e alimentos.
  • Lembre-se de ter uma quantidade suficiente de armas e munições (arcos de caça, espingardas de caça, pistolas e sprays de pimenta para defesa pessoal contra animais selvagens ou pessoas violentas) para apoiar a si e aos outros. Embora você possa nunca usá-los, é melhor tê-los e não precisar deles do que não tê-los.
  • Arranje ferramentas manuais, caso não haja mais energia, o que torna ferramentas elétricas inúteis (Por exemplo, serras manuais, broca de mão, plainas e martelos).
  • Não tente ser um herói. Não arrisque sua vida desnecessariamente.
  • Mantenha-se hidratado. Busque bastante água limpa e fresca.
  • Tente adquirir o suficiente de medicamentos e suprimentos médicos, pelo menos para um período de 6 meses, se possível. Tente conseguir 4-6 vezes mais dos suprimentos de primeiros socorros para a sua família do que normalmente teria em mãos.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s